Lula abre vantagem de 21% contra Bolsonaro, diz Datafolha


Caso as eleições fossem realizadas nesta quinta-feira, 26, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceria a corrida pelo Palácio do Planalto ainda no primeiro turno, com 48% dos votos no cenário estimulado, quando o pesquisador mostra a lista de candidatos ao entrevistado. A pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada hoje, apontou uma vantagem de 21 pontos de Lula contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), que teve 27% de preferência dos entrevistados.

Atrás dos dois, Ciro Gomes (PDT) aparece com 7% das intenções de voto. Na sequência, estão André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB), com 2 pontos cada um. Pablo Marçal (Pros) e Vera Lúcia (PSTU) aparecem com 1%. Os outros candidatos não pontuaram. Já os brancos e nulos e os que dizem não votar em nenhum dos candidatos são 7%. Os que não sabem são 4%.

A pesquisa é a primeira divulgada pelo Datafolha após a desistência de Sergio Moro e João Doria. O Datafolha destaca a força de Lula entre eleitores de 16 a 24 anos, onde o ex-presidente alcança 58%. Já Bolsonaro aparece com percentual maior no Centro-Oeste, onde chega a 42%.

Espontânea

O Datafolha também mostra liderança folgada de Lula na pesquisa espontânea, quando não são citados os nomes dos candidatos. O ex-presidente aparece com 38% contra 22% de Bolsonaro. Os que se dizem indecisos somam 29%.

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores entre os dias 25 e 26 de maio em 181 municípios de todo o país. A margem de erro do levantamento contratado pelo jornal ‘Folha de S. Paulo’ é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE sob o protocolo BR-05166/2022.

– 

Fonte: A tarde

Projeto Família Cidadã: Vereador Arnoldo Simões diz que “só viu 2 carrinhos aqui na cidade” e pede mais rigor na fiscalização


Os vereadores aprovaram na 13ª Sessão Ordinária, realizada nesta terça-feira (24), o Projeto de Lei de nº 014/2022, que altera a Lei nº 1.074, referente à doação de equipamentos e insumos para atender o Projeto Família Cidadã. A antiga lei, que determinava o benefício para até 500 pessoas, vai passar a atender até 2.500.

No entanto, durante sua fala na discussão e aprovação do projeto, o vereador Arnoldo Simões cobrou da Secretaria de Ação Social mais cuidado e fiscalização na hora das entregas dos carrinhos, que segundo ele, na primeira etapa dos 125 carrinhos que foram entregues; até agora apenas 02 foram vistos na cidade.

“É de grande relevância esse Projeto de Lei que vem beneficiar aquelas pessoas menos favorecidas, mas o Prefeito teve esse olhar sensível à essa classe de pessoas, mas eu também fico preocupado vereadores, justamente, a quem está sendo dado esses carrinhos. Um projeto belíssimo ajuda muitas pessoas e esses carrinhos foram entregues, 125 carrinhos na primeira etapa, com seus insumos, mas o que se ver que muitos desses insumos, eu não sei o que aconteceu e nem os carrinhos, porque até o momento eu só vi 2 (dois) carrinhos aqui na cidade”, disse.

Convicto em suas declarações, o edil chegou a dizer que era favorável na aprovação da matéria, mais pediu que aqueles que fazem esta seleção tivessem o cuidado de ver a quem esse benefício está sendo dado, “para não sermos ludibriados”.

“Os demais eu não sei, então, há pessoas que ficam cobrando, querendo realmente um carrinho desses porque estar em necessidade e as pessoas que pegaram os carrinhos, muitas vezes não vão fazer o seu papel que é vender os insumos pra tirar o básico pra elas sobreviverem com suas famílias, então, eu tenho uma preocupação com isso”, declarou o vereador.

“Eu sou favorável ao projeto, voto a favor, mas eu queria até pedir que aqueles que fazem esta seleção tivessem esse cuidado de ver quem está sendo dado, para não sermos ludibriados. Então eu gostaria de pedir a esses que fazem a inscrição, lá na Secretaria de Ação Social que tenha cuidado, mas o projeto tem a minha aprovação; é de grande importância para ajudar aqueles que precisam e a gente sabe que o prefeito tem tido esse cuidado e eu quero deixar aqui o meu apoio”, finalizou.

Simões Filho hoje é uma “Cidade Nova”; diz vereador Orlando de Amadeu


O ex-presidente da Câmara Municipal, vereador Orlando de Amadeu (PSDB), disse na Sessão Ordinária, realizada na Câmara de Vereadores, na manhã desta terça-feira (24), que a cidade de Simões Filho tem avançado muito desde 2017 na gestão do Prefeito Diógenes Tolentino Oliveira, popular Dinha, após o apoio do deputado federal Paulo Azi, e principalmente pelo trabalho na (ALBA) da Deputada Estadual Kátia Oliveira.

Segundo Orlando, o prefeito da cidade, a deputada Kátia e Paulo Azi têm se preocupado muito com as questões estruturais, sociais, o esporte, lazer, cultura para os jovens, benefícios aos adultos e muito mais.

O edil rebateu duramente gestões anteriores que segundo ele; abandonaram a cidade severamente e depois de 50 anos, ele tem visto uma “Cidade Nova desde 2017”.

“O prefeito tem se preocupado muito junto com nossa deputada Kátia Oliveira em ajudar nossa população, e a prova está aí. Simões Filho hoje é uma cidade nova, Simões Filho foi uma cidade velha, até 2016, em 2017 essa cidade começou a se transformar, e estar se transformando com as obras da Via Universitária, UTI no Hospital Municipal, Estádio novo, Colégio Padre Luiz Palmeira, Centro de Bioimagem, Canal da Muriqueira, o novo e moderno Mercado Municipal, entre outras obras que se for citar, vou passar o dia e a noite falando das obras que o prefeito Dinha tem feito para transformar essa cidade”, enfatizou o vereador.

 

Jackson Bomfim convida Vel do Povo para o 44; “venha correndo porque o trem está ganhando velocidade”


O vereador que compõe a base do governo Dinha Tolentino na Câmara de Vereadores da cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, Jackson Bomfim (UB) pediu durante palavra fraqueada ao ex-vereador Vel do Povo que faz parte da base oposicionista que tenha pressa em mudar do partido do ex-prefeito, Eduardo Alencar (55), e ir para o 44 que segundo o edil, se encontra andando, mais a qualquer momento poderá ganha velocidade e sair em desabalada carreira e não possa mais ser alcançado.

“Como Vel foi muito saudado, com o trocadilho sai do 55, aí eu vou falar para ele de 3 números: 55 menos 11 dá 44 que é o número do próximo governador da Bahia, ACM Neto. Então venha, e venha correndo porque o trem está andando, e possa ser que ganhe velocidade aí passe do 55, 60, 80 aí já foi”, avisou.

Justiça determina retirada de outdoors de Bolsonaro em Simões Filho


Após decisão publicada nesta sexta-feira, 19, pela juíza eleitoral Ana Gabriela Duarte Trindade, da 33ª Zona Eleitoral, a Justiça Eleitoral determinou a retirada de outdoors do presidente Jair Bolsonaro (PL) em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

A determinação atende ao pedido do Partido dos Trabalhadores (PT) de Simões Filho, por intermédio dos advogados Luís Vinicius Aragão e Matheus Maciel. Os advogados apontaram, por meio de liminar, a irregularidade de propaganda, afirmando que os outdoors tinham o nítido objetivo de “promover a campanha antecipada à reeleição do Presidente da República, Jair Bolsonaro”.

Um dos outdoors em questão está localizado em uma rotatória da Avenida Elmo Serejo de Farias, local de grande circulação.

“Nitidamente, os outdoors são uma tentativa de, por um meio proibido mesmo durante o período de campanha, antecipar as etapas do processo eleitoral, fulminando a igualdade de condições no pleito”, pontuam os advogados na petição.

Na decisão, além de determinar a remoção imediata da peça de propaganda, a juíza Ana Gabriela Duarte ordenou que os diretórios nacional e estadual do Partido Liberal sejam notificados para se abastece de realizar atos de propaganda por outdoor em favor do pré-candidato.

O Tribunal Superior Eleitoral veda qualquer propaganda eleitoral por intermédio de outdoors, inclusive eletrônicos. A empresa responsável, os partidos políticos, as coligações e os candidatos que promoverem este tipo de publicidade estão sujeitos à imediata retirada da propaganda irregular e ao pagamento de multa no valor de R$ 5 mil a R$ 15 mil, segundo a lei 9.504/1997, art. 39, § 8o.

“Evidentemente, observando que o denunciado pré-candidato à reeleição para cargo de Presidente da República, não havendo histórico que sempre foi agraciado com tamanha homenagem e que não é comum esse tipo de manifestação deveras pessoal a alguém utilizando outdoors, se denota a possibilidade de que a referida promoção pessoal tem conteúdo eminentemente eleitoral. Por outro lado, devo acrescentar que o destaque dado à imagem do denunciado, demonstra o aparente intuito de fazer promoção do pré-candidato junto ao eleitorado de Simões Filho”, finaliza a magistrada.

A tarde

Em resposta a oposição prefeito Dinha dispara; “quanto mais me criticam, mais eu trabalho e toma obras”


“Eu gosto de ser criticado porque quanto mais me criticam, mais eu trabalho e tome obras”. Foi com essas palavras que o prefeito Dinha Tolentino (SEM PARTIDO), rebateu as críticas feitas pelos seus adversários políticos da cidade de Simões Filho. A resposta foi dada durante ato de assinatura de Ordem de Serviço que autoriza as obras de requalificação do Centro Social, que vai se TRANSFORMAR no primeiro Centro Administrativo Municipal (CAM) da história da cidade.

Durante suas narrativas, o alcaide do município parabenizou a mídia local e externa pelo belíssimo trabalho que vem fazendo na cidade, e pela responsabilidade das informações. Ainda na oportunidade, ele apresentou um mega pacote de obras que irá contemplar cerca de 200 ruas, pelos mais diversos bairros e localidades da cidade.

“Estou respondendo com 10 leitos de UTI, com UTI Móvel e outras obras importantes que nós vamos entregar. Vamos entregar o Mercado Municipal, uma obra com mais de 7 mil metros de área construída”, comemorou Dinha, Prefeito e disparou: “É esse trabalho que a gente faz aqui. Não vamos ficar perdendo tempo, debatendo, criticando com quem não fez nada durante 20 anos e ficou aí só tapeando”.

Prefeito Dinha anuncia que vai iniciar transformação das ruas de Mapele e outros bairros nos próximos dias


O alcaide da cidade de Simões Filho, Diógenes Tolentino Oliveira, revelou na manhã desta quinta-feira (19), durante ordem de Serviço das obras de requalificação do Centro Social, que será o novo Centro Administrativo Municipal (CAM) que na próxima semana, ira autorizar o maior pacote de pavimentação asfáltica de todos os tempos. Segundo o prefeito, o distrito de Mapele será contemplado com as obras de urbanização. Cerca de 200 ruas, pelos mais diversos bairros e localidades da cidade receberão pavimentação asfáltica.

Segundo Dinha, o programa de urbanização será o maior da história e visa avançar no desenvolvimento e progresso da cidade que está situada na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Na oportunidade, ele combateu críticas de oposicionistas, enfatizando que, não vai ficar perdendo tempo rebatendo críticas e que a meta do seu governo é trabalhar, sem olhar pra trás.

“É esse trabalho que a gente faz aqui. Não vamos ficar perdendo tempo, debatendo, criticando com quem não fez nada durante 20 anos e ficou aí só tapeando”, avisou Tolentino.

Ainda em resposta aos seus opositores, o líder do munícipio disse que vai entregar nos próximos meses diversas obras que estão em fase final, a exemplo do novo e moderno Complexo do Mercado Municipal, uma obra com mais de 7 mil metros de área construída, as obras de reforma e ampliação do Estádio Municipal Reitor Edgard Santos, projeto que prevê a restauração de arquibancada, construção de bilheteria, vestiários, tribuna de honra, alambrados, gramado, salas administrativas, sistema de iluminação e voz, estrutural, hidráulica e elétrica, construção de uma quadra poliesportiva, pista de corrida e uma área para futebol de areia, vôlei, futevôlei, atletismos e outras modalidades, além do novo Centro de Diagnóstico de Bioimagem (CDBI), entre outros.

Lula segue na liderança na Bahia com 63% das intenções de voto


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança de intenções de voto entre os eleitores da Bahia, de acordo com nova pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira, 10. Segundo o levantamento, o petista tem 63% na pesquisa estimulada (quando os nomes são apresentados ao entrevistado), enquanto o presidente Jair Bolsonaro fica em segundo, com 17%.

A pesquisa Genial/Quaest traz ainda o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 5% das intenções de voto, o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) e o deputado federal André Janones (Avante), com 2% cada. A senadora Simone Tebet (MDB) tem 1%. Como a margem de erro do levantamento é de 2,9 pontos percentuais para mais ou para menos, esses quatro pré-candidatos empatam tecnicamente.

Aqueles que disseram que não pretendem votam em ninguém, ou vão votar em braço ou nulo somam 7%, enquanto os indecisos ficam em 3%. Já o deputado Luciano Bivar (União Brasil) e o cientista político Luiz Felipe D’Avila (Novo) não pontuaram na Bahia.

Na pesquisa espontânea de intenção de voto (quando a lista de pré-candidatos não é apresentada), Lula também aparece à frente na Bahia, com 45% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro, com 13%. Ciro foi citado por 1% dos entrevistados, e 1% mencionaram outros pré-candidatos. Brancos e nulos somam 2% e indecisos, 38%.

Nome eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro. o petista venceria na Bahia por 69% a 20%. Em relação à simulação realizada em março, Lula oscilou um ponto para baixo (foi de 70% para 69%), e Bolsonaro oscilou um ponto para cima (de 19% para 20%), ambos dentro da margem de erro.

A margem de confiança da pesquisa, de acordo com o instituto Genial/Quaest , é de 95%. A pesquisa foi contratada pelo Banco Genial e registrada na Justiça Eleitoral com o número BA-03239/2022 e BR-02283/2022

Vereador critica tratamento da Empresa Jotagê com os seus funcionários; “o prefeito paga e paga em dia”


Desde que assumiu a limpeza urbana no município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), a empresa Jotagê tem sido alvo de duras críticas pelos transtornos que vem causando a população e até mesmo aos próprios funcionários

O vereador Adailton Caçambeiro (PSDB) lamentou durante Sessão Ordinária, realizada na Câmara de Vereadores da cidade de Simões Filho, o tratamento que a empresa Jotagê tem dado aos seus funcionários que fazem a limpeza pública do município. Segundo o edil, os garis têm que ser respeitado porque exercem seu trabalho como qualquer um e não tem diferença.

“Quero chamar a atenção da empresa Jotagê, para que dê uma atenção melhor aos seus profissionais, que independente de ser gari, são cidadãos e simõesfilhenses, e não pode ser menosprezados. Sei que o secretário Neco Almeida está fazendo um excelente trabalho, mas mesmo assim; quero dizer que não existe um bom profissional se não tiver boas ferramentas”, denunciou o edil.

Irritado com a situação e o sofrimento que os guerreiros vêm passando, no seu dia a dia, o edil chegou a pedir que os vereadores façam uma comissão junto a empresa para saber o que de fato vem acontecendo.

“Sou gestão; sou da base do governo do Prefeito Dinha, da Deputada Kátia e Paulo Azi, mas o que tiver de dizer para consertar as falhas; vou dizer; tenho procurado os secretários; mando ofício; reivindico, e por isso; quero chamar todos os vereadores dessa Casa para irmos à empresa Jotagê para escutar não só o administrativo, mas também os garis, porque são eles que executam os trabalhos nas ruas e muitas das vezes estão tendo algumas incoerências com os profissionais”, acrescentou Adailton Caçambeiro.

Após fazer a denúncia e anunciar sua ida à empresa, Caçambeiro agradeceu ao Prefeito Dinha Tolentino por estar cumprindo suas obrigações em dias. “Não podemos passar as mãos pela cabeça da empresa que fatura muito e na gestão do Prefeito Dinha, ela é respeitada e o Prefeito paga e paga em dia a todos os seus fornecedores, funcionários e por isso temos que lutar por esses guerreiros”, finalizou o vereador Adailton Caçambeiro.

Eri Costa fala de cerveja, bebidas, cachaça e das promessa de um deputado; saiba mais


Durante a Sessão Ordinária desta terça-feira (17), na Câmara Municipal de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o vereador e presidente da Casa Legislativa, Eri Costa (MDB), falou claramente da conduta do deputado federal Paulo Azi frente ao progresso de Simões Filho, e sem meias palavras; cutucou um “deputado” que na sua visão vem para o município em época de eleição tentar ganhar votos pagando “cerveja, bebidas, cachaça; faz promessas e nada faz”.


O Chefe do Legislativo Municipal, ao dar destaque a Paulo Azi, enfatizou na Tribuna da Câmara, o compromisso do deputado federal com a cidade. “Mais uma vez venho nesta Tribuna e eu queria nesta manhã enfatizar algo que a gente vem falando aqui sempre, mas hoje, eu quero dá uma ênfase exclusiva ao Deputado Federal Paulo Azi”. disse Eri.

Ele relembrou ainda que, “no meio político e estado da Bahia, o Prefeito Dinha tem se consagrado, após conseguir colocar Simões Filho no rumo certo”.

“No meio político, no Estado da Bahia, o Prefeito Dinha é muito falado porque é de conhecimento de todos, o caos financeiro que Simões Filho foi encontrado. Não precisa a gente estar falando, nem o Prefeito falar sobre, basta ver os números. Eu estive no início da gestão quando o Prefeito Dinha assumiu, como secretário de Administração e na condição de secretário, tivemos que pagar a folha do 13º e a folha de dezembro/2016, que foi deixada pelo ex-gestor”, destacou Eri Costa e disparou: “mas, não quero falar dele [Alencar] não”.

Ainda segundo Costa, o que o deputado Paulo Azi fez e faz por Simões Filho tem que ser reconhecido. “Eu quero mostrar o quadro que se encontrava e hoje, Dinha é conhecido na Bahia inteira por ter conseguido, apesar de todos os cenários contrários; fazer o que estar fazendo. E a gente as vezes acha que é só Dinha, além da Câmara, da Deputada Kátia Oliveira, existe um Deputado Federal, Paulo Azi, o homem tem se debruçado e olhado por Simões Filho com um olhar diferenciado. Um olhar jamais visto por um Deputado Federal, aliás, não se sabem nem o que os deputados federais votados na cidade fizeram por Simões Filho”, pontuou.

Eri continuou relatando suas observações. “Eu nunca vi uma emenda de deputado federal que tanto foi votado aqui, aliás, temos até senador que nenhuma agulha deu ao nosso município, em época de pandemia, nem um álcool em gel”, disse o presidente.

“Paulo Azi é um deputado que de fato merece uma atenção. Ele não é um deputado de estar a todo tempo aqui, até porque tem atribuições em Brasília. É presidente da Comissão de Ética e preside o partido na Bahia e tem que rodar toda Bahia na execução do seu trabalho, e nem sempre pode estar”, argumentou seus elogios ao congressista.

Após dar sua opinião sobre o empenho do deputado Paulo Azi, Eri disparou severas críticas contra o deputado “Fantasma” que some e aparece em época de eleições.

“Mas uma coisa é certa: Não adianta um deputado vir pra aqui; pagar cerveja; prometer e não fazer nada. Aí eu deixo uma reflexão: um deputado como Paulo Azi que traz emendas para Simões Filho é mais importante, comparado àquele que só vem em época de eleição, que só vem tentar ganhar votos com bebidas, com cachaças e com promessas”, finalizou.