Idoso morre eletrocutado após cair sobre fios de alta tensão


Um idoso de 67 anos  morreu eletrocutado na manhã desta quinta-feira (22) após encostar em um fio de alta tensão na cidade de Porto Seguro. De acordo com a polícia,  a vítima foi identificada como Nelson Xavier de Almeida. (Imagem forte ao final do texto)

Conforme divulgou o Portal G1, o acidente aconteceu  no bairro Casas Novas. Durante o ocorrido, o idoso estaria mexendo em uma peça de ferro na laje de casa, quando se desequilibrou. Com a queda, o ferro tocou no fio de alta tensão. O Corpo de Bombeiros precisou auxiliar na remoção do corpo, que ficou pendurado.

Suspeita de matar criança de três anos em Valéria é encontrada morta em Simões Filho


A mulher suspeita de matar uma criança de três anos no bairro de Nova Brasília de Valéria, em Salvador, foi encontrada morta próxima a uma fábrica no CIA, na manhã desta terça-feira, 20, conforme apurações da Polícia Civil.

A polícia informou que equipes foram acionadas para atender a ocorrência. No local, foram localizados dois corpos do sexo feminino, que seriam da suspeita e de mãe dela. A mulher era vizinha da criança.

As vítimas foram identificadas como: Cássia Gonçalves, de 61 anos, e a filha dela, Uelma Gonçalves da Cruz, de 38 anos.

Foram expedidas as guias para perícia e remoção dos corpos. A investigação ficará a cargo da 22ª DT/Simões Filho.

O caso aconteceu na madrugada desta terça-feira, 20. A mãe, Daniela Góes, deixou a criança brincando na porta de casa, porém, quando ela entrou para ir ao banheiro, e retornou, não encontrou o filho.

“Deixei ele brincando. Ele, a irmã e esse menino. Eu disse que voltava para pegar, na frente da casa dela. Quando voltei, ele não estava mais lá. Fui na casa do menino imediatamente e ela [a suspeita] já estava com tudo fechado, dizendo que tinha colocado o menino para entrar”, disse à TV Bahia.

Após um tempo, ela viu por um buraco na parede que a vizinha mexia em um saco de linhagem. Ela conseguiu entrar na casa e encontrou o filho debaixo da mesa, dentro da embalagem. O menino chegou a ser encaminhado para uma Unidade de Pronto Atendimento do bairro, mas chegou no local sem vida. A vizinha, com quem ela não tinha desavença, fugiu do local.

A TARDE

Homem é encontrado morto em Simões Filho


O corpo de um homem ainda não identificado pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) foi achado na tarde deste sábado, 17, em um trecho da BA-526, conhecido como Via de Penetração, no bairro CIA I, localizado antes da Empresa Astral, em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Segundo informações, uma guarnição da 22ª Companhia Independente da Polícia Militar (22ª CIPM) foi acionada após receber denúncia sobre a localização do corpo de um homem na região morto em via pública.

Os policiais se dirigiram ao local e constataram o fato e informaram que o corpo da vítima apresentava ferimentos cuja natureza não é possível determinar.

A área foi isolada para a realização de perícia e remoção do corpo que, de acordo com relatos, estava sem identificação. O caso será investigado pela 22ª delegacia de Simões Filho.

O jornalismo do Mapele News tentou apurar mais detalhes sobre o caso, mas não obteve mais informações até o fechamento desta matéria.

Em meio a crise política, presidente do Haiti e esposa são assassinados dentro de casa


O presidente do Haiti, Jovenel Moise, e sua esposa, Martine Moise, foram assassinado nesta quarta-feira, 7, em sua casa, por um comando integrado por pessoas estrangeiras – anunciou o primeiro-ministro em final de mandato, Claude Joseph. A mulher do presidente ficou ferida no ataque e foi hospitalizada, mas não resistiu.

Joseph pediu calma à população e garantiu que a polícia e o Exército estão encarregados de manter a ordem. No entanto, segundo a agência Reuters, era possível ouvir tiros por toda a capital após o ataque. No início da semana, o presidente havia nomeado um sucessor para o cargo de Joseph, o médico Ariel Henry, que seria o sétimo primeiro-ministro em quatro anos.

O assassinato vem após meses de instabilidade política no país mais pobre das Américas. A oposição vnha exigindo desde o fim do ano passado a renúncia de Moïse, com o argumento de que seu mandato deveria ter terminado em 7 de fevereiro, exatos cinco anos após seu antecessor, Michel Martelly, deixar o poder.

As eleições de 2015 deram a vitória ao empresário Moïse no primeiro turno, mas o voto foi anulado por denúncias de fraude. Após vencer um segundo pleito organizado no ano seguinte, quando obteve 600 mil votos em um país de 11 milhões de habitantes, Moïse tomou finalmente posse em 7 de fevereiro de 2017 — a seu ver, portanto, seu mandato só terminaria em fevereiro de 2022. Ele se recusou a deixar o poder, convocando novas eleições para 26 de setembro deste ano.

A Casa Branca chamou o assassinato do presidente do Haiti de “horrível” e disse que os Estados Unidos estavam dispostos a ajudar na investigação.

A porta-voz do governo, Jen Psaki, declarou que os Estados Unidos vão “ajudar o povo do Haiti, o governo do Haiti se houver uma investigação”, acrescentando que a Casa Branca “ainda está coletando informações” e que o presidente Joe Biden será informado sobre o ataque em breve.  O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse que ficou “chocado” com este “ato hediondo”.

Crises

Moise, ex-empresário que construiu diversos negócios no norte do país, de onde é natural, irrompeu no cenário político em 2017 com uma mensagem de reconstrução. Ele fez campanha com promessas populistas, mas manteve a retórica mesmo depois de ser eleito em fevereiro de 2017.

O tempo de duração do seu mandato tornou-se fonte de confronto político. Moise sustentava que duraria até 7 de fevereiro de 2022, mas outros afirmavam que terminou em 7 de fevereiro de 2021.

A discordância decorre de Moise ter sido eleito em uma votação posteriormente anulada por fraude. Um ano depois, ele ganhou as eleições novamente.  Sem um parlamento, a crise do país se agravou em 2020, levando Moise a governar por decreto, alimentando.

Na segunda-feira, 5, ele nomeou o médico Ariel Henry como primeiro-ministro – o sétimo a ocupar o cargo em quatro anos.Além das eleições presidenciais, legislativas e locais, o Haiti deve realizar um referendo constitucional em setembro próximo. Esta consulta foi duas vezes adiada, devido à pandemia do coronavírus.

Apoiada por Moise com o objetivo de fortalecer o Poder Executivo, a reforma constitucional foi rejeitada pela maioria da oposição e por muitas organizações da sociedade civil. A atual Carta Magna foi redigida em 1987, após a queda da ditadura de Duvalier, e declara que “qualquer consulta popular destinada a modificar a Constituição por referendo é formalmente proibida”.

Os críticos também afirmam que é impossível organizar uma consulta, diante do estado de insegurança no país. Nesse contexto, com temores crescentes de uma anarquia generalizada, o Conselho de Segurança da ONU, os Estados Unidos e a Europa consideraram a realização de eleições legislativas e presidenciais livres e transparentes como uma prioridade até o final de 2021.

Henry, de 71 anos, fez parte da resposta ao coronavírus e ocupou cargos no governo em 2015 e 2016 como ministro do Interior e, depois, como ministro dos Assuntos Sociais e do Trabalho. Também foi membro do gabinete do ministro da Saúde de junho de 2006 a setembro de 2008, antes de se tornar chefe de gabinete. Ocupou este ocupou entre setembro de 2008 e outubro de 2011.

Moise encarregou Henry de “formar um governo de base ampla” para “resolver o problema flagrante da insegurança” e trabalhar para “a realização de eleições gerais e do referendo”. Henry é próximo da oposição, mas sua nomeação não foi bem recebida pela maioria destes partidos, que continuaram a exigir a renúncia do presidente.

AFP

Homem de 37 anos é assassinado a tiros em Simões Filho


Um homem identificado como EDINILSON BEZERRA DE FREITAS, de 37 anos, foi assassinado a tiros na madrugada desta terça-feira (07/07) em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com informações da SSP, o crime aconteceu por volta das 02h, no caminho (08), no bairro de Vida Nova.

Segundo o relato de testemunhas,  Edinilson estava caminhando na localidade em direção à casa onde mora, quando homens armados a bordo de uma motocicleta se aproximaram e dispararam diversas vezes contra a vítima.

Vizinhos ouviram o barulho dos tiros e saíram para socorrer o jovem, mas ele morreu na hora. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), nos barris, em Salvador. Após passar por exames cadavéricos, o corpo será liberado para que a família providencie o sepultamento.

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) investigará o caso com o apoio da 22ª Delegacia Territorial. A autoria e motivação ainda são desconhecidas.

Família procura por segurança que desapareceu após sair de casa no bairro de Pirajá, em Salvador


Um segurança de 36 anos , morador do bairro de Pirajá, em Salvador, está desaparecido desde a noite de quarta-feira (16). Ângelo Leôncio saiu de casa, quando a esposa estava dormindo, não retornou e não deu notícias.

Segundo informações da esposa do segurança, Fernanda Carvalho, o marido foi visto por um colega da empresa em que ele trabalha, pela última vez, na noite de quarta, na praça de Simões Filho, que fica na região metropolitana de Salvador. Ele estava vestido com uma camisa listrada e uma calça jeans.

A esposa de Ângelo Leôncio informou que o marido não tem problemas psicológicos e não tem costume de passar tanto tempo fora de casa, sem dar notícias.

O caso ainda não foi registrado na polícia, porque ele ainda não completou 48 horas de desaparecido. Pessoas que tiverem informações sobre Ângelo Leôncio podem ligar para a família através do telefone (71) 98685-6146.

G1 Bahia.

Jabaquara: Mulher é presa após jogar panela com água fervendo na mãe


Uma mulher foi presa nesta quinta-feira, 10, por suspeita de ter agredido a própria mãe, na cidade de Jabaquara (distante a 336 km de Salvador), no centro-sul do estado. As informações são da Polícia Civil.

De acordo com as equipes, um desentendimento teria feito a suspeita arremessar uma panela com água fervendo contra a vítima, causando-lhe graves queimaduras. O motivo da discussão entre as duas, seria que a mulher recebia o auxílio do governo e não fazia o repasse para a mãe.

A vítima foi encaminhada para uma unidade de saúde da região com queimaduras de 1º e 2º grau. Testemunhas foram escutadas pela Polícia Civil, que também falaram com a mãe no hospital.

Posteriormente, a mulher foi presa no distrito de Piabanha, que pertence à zona rural de Jabaquara. Ela foi encaminhada para a Delegacia Territorial (DT) do município, onde fica à disposição da Justiça.

Mulher frita o pênis do marido em uma frigideira após matá-lo no Rio de Janeiro


Uma mulher foi presa em flagrante em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, após matar o marido. De acordo com as investigações, ela ainda cortou o pênis do falecido e, em seguida, o fritou em uma frigideira. O caso aconteceu na última segunda-feira (7).

De acordo com o Uol, os policiais foram chamados até a casa do casal, onde encontraram o marido morto, nu e mutilado. Ele foi identificado apenas como André.

O casal ficou junto por 10 anos, tendo se separado em 2019. No entanto, encontros entre os dois ainda ocorriam rotineiramente. Eles eram pais de dois filhos.

Noite do crime

Na noite do crime, o ex-casal foi até uma lanchonete e discutiram. Na ocasião, André ficou raivoso e agrediu um filho do casal.

“A discussão continuou quando chegaram em casa e ele novamente, a ameaçou. Em um momento de descontrole, forte emoção e com medo de que ele atentasse contra a vida dela após diversas ameaças, ela acabou o matando”, afirmou a advogada Carla Policarpo.

A família e a advogada de Dayana Cristina Rodrigues Machado, de 33 anos, afirmam que ela sofria agressões físicas e psicológicas por parte do ex-marido, e já havia denunciado ele à polícia.

A irmã de André, Adriana Santos, no entanto, diz que o suspeito matou seu irmão como vingança por ele tê-la traído.

O caso segue em investigação pela polícia carioca.

Correio24

Com 4 assassinatos em Camaçari, SSP registra fim de semana sangrento em Salvador e RMS


O final de semana foi tomado pela violência na cidade de Salvador e demais municípios da Região Metropolitana (RMS) onde foram registrados 14 assassinatos em apenas dois dias e três tentativas de homicídio, segundo o Site Institucional da Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado da Bahia (SSP-BA).

De acordo com informações da SSP-BA, no município de Camaçari foram registrados 4 mortes em 24 horas, onde três homens foram encontrados mortos, na manhã deste domingo, 6, na BA-530, no trecho da via Atlântica, e um na Rua Estrada, no Jardim Limoeiro.

Das vítimas executadas, uma do sexo feminino e 13 são do sexo masculino com idades entre 16 e 55 anos, sendo que 3 deles não foram identificados.

Em Salvador, houve registros de violência nos bairros de Sussuarana Velha (01), Tancredo Neves (01), Mirantes de Periperi (01), Plataforma (01), Boca do Rio (01), Capelinha de São Caetano (01), Canabrava (01), Alto de Coutos (01) e Federação (01).

Além de Camaçari, também foi registrado um caso de violência em Candeias (01) e Dias D’Ávila (01).

Conforme o registro da “ocorrência tentada contra a vida” nas cidades da RMS, as vítimas eram do sexo masculino, com idades entre 25 e 28 anos. Os crimes ocorreram em São Francisco do Conde, Simões Filho e um no bairro da Federação, na capital baiana.

Os casos serão investigados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e delegacias territoriais.

Polícia encontra três homens mortos amarrados na Via Cetrel em Camaçari


Três homens foram encontrados mortos, na manhã deste domingo, 6, na BA-530, trecho da via Atlântica, município de Camaçari, Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com informações da Polícia Militar, equipes da 59° Companhia Independente foram acionadas através do Centro Integrado de Comunicação (Cicom), por volta das 6h15 para atender a ocorrência.

Conforme a Polícia Civil da Bahia (PC-BA), duas das vítimas foram identificadas como Fabrício Souza de Oliveira e Driel dos Reis Cardoso. Ainda conforme o órgão, eles foram encontrados amarrados e com marcas de disparos de arma de fogo.

A autoria e a motivação ainda são desconhecidas. Equipes da Delegacia expediram guias de perícia e remoção. O caso será investigado pela 26ª Delegacia Territorial de Abrantes.