Sem apresentar provas, vereador acusa funcionários da gestão passada de terem saqueado a prefeitura; “Eu estava engasgado com isso”


Os vereadores Arnoldo e Adailton Caçambeiro utilizaram a tribuna da Câmara, na sessão desta terça-feira (12) para expressar indignação com alguns dos ex-servidores da prefeitura, que segundo eles, ficam criticando a gestão do prefeito Diógenes Tolentino.

Em sua fala, Caçambeiro relevou que esteve em Brasília com o prefeito na semana passada e viu o empenho do gestor em destravar obras que estão inacabadas há anos, inclusive por irresponsabilidade do Governo do Estado.

“Fomos no Ministério das Cidades buscar os interesses do município, porque realmente tem coisas que é de interesse nosso, mas é de responsabilidade do nosso governador, que teve votos, com certeza agora vai ter votos, porque tem cabos eleitorais aqui, mas o povo tem que ser esclarecido no que está acontecendo no município” disse Caçambeiro.

O edil ainda colocou que, quem critica a gestão e não admite o empenho do prefeito Dinha em fazer o melhor pela cidade são ex-servidores, que ganhavam bem e agora não podem mais contar com o dinheiro da prefeitura.

“Tem algumas pessoas que acusam falando mal da gestão e eu já descobri por que. É a falta do salário, chega no final do mês não tem o salário, fala mal. Mas, tem que ser verdadeiro, transparente e o prefeito está devolvendo o que nós merecemos, que é o respeito. Não estou aqui fazendo politicagem, estou falando a verdade, doa a quem doer”, completou o edil.

Em contra partida, o vereador José Arnoldo pediu a parte para completar a fala de Caçambeiro, dizendo que o nobre colega tocou em um assunto que há muito tempo ele anda engasgado.

“Vossa excelência tocou em um assunto que está engasgado. Eu ando engasgado com isso, porque altos salários eram pagos, mas não trabalhavam como vossa excelência falou. Eles estavam saqueando a prefeitura”, declarou Arnoldo.

O parlamentar concluiu falando que, esses supostos funcionários deveriam ser procurados para então devolver o dinheiro da população, que ele julga ter sido usado de maneira indevida.

“Temos que pedir os nomes dessas pessoas para denunciar, pra devolver o dinheiro, porque é dinheiro do povo de Simões Filho e isso que essas pessoas faziam era o quê? Ah? E não tem coragem? Tá engasgado!”, disse ele sendo ovacionado pelo público presente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *