Sandro Moreira chama servidores da prefeitura de mal educados e é bombardeado por Neco e Everton Paim


Durante a sessão ordinária desta terça-feira (15) em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, o vereador Sandro Moreira aproveitou o uso da palavra na tribuna para comentar sobre a tão sonhada instalação do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) no município.

Em sua fala, o vereador citou a vinda do governador Rui Costa para a assinatura da Policlínica Regional no município, quando o petista anunciou a retomada das obras de implantação do SAC e foi por diversas vezes vaiado pelo público presente.

Ainda em seu pronunciamento, Sandro fez menção ao público presente naquele dia 12 de março dizendo que, em sua maioria eram servidores municipais que estavam ali para defender o prefeito e por isso acabaram recebendo o governador de maneira mal educada.

A fala de Sandro causou bastante alvoroço durante a sessão. Logo após os edis que faziam parte da antiga gestão e atualmente se declaram em favor do prefeito Diógenes Tolentino chamaram a atenção de Sandro.

“O que me deixa triste nesta discussão é que o servidor público de Simões Filho merece respeito. Não sei qual foi a condição da sua fala vereador, uma pessoa por quem eu tenho respeito, uma pessoa ponderada, mas o vereador se empolgou muito e chamou o servidor de Simões Filho de mal educado”, disse Everton Paim.

Everton ainda comentou que quando Sandro chama os servidores de mal educados ele está envolvendo pessoas que trabalham no município há muito anos e tem relevantes serviços prestados à população, a exemplo de sua mãe.

“Quando vossa excelência chama o servidor público de Simões Filho, chama também uma mulher de quase 70 anos, dona Edna, minha mãe, que merece respeito. Então eu gostaria que vossa excelência se retratasse e se pedir desculpas eu aceito”, ressaltou Everton.

Já o vereador Neco disse que Sandro foi infeliz em sua fala e afirmou estar percebendo um certo desequilíbrio no comportamento do edil.“Eu fico muito triste e acho que o nosso colega foi de uma infelicidade em usar esse microfone e chamar o povo de Simões Filho de mal educado. Povo este que contribuiu para que hoje o senhor estivesse sentado nesta cadeira. Eu fico muito triste, mas compreendo o seu nervosismo e sei que o senhor está desequilibrado”.

Neco também revelou que muitas vezes, enquanto servidor da gestão cessante Moreira esteve prestigiando o antigo prefeito em vários eventos e nem por isso foi taxado de forma negativa.

“Eu fico surpreso porque no passado, quando o senhor era gestor do Ciretran , quantas vezes o senhor deixou  seu trabalho para acompanhar em algumas reuniões e eventos oriundos do gestor passado, eu presenciei muitas vezes. Então, não foi ponto facultativo, as pessoas foram de espontânea vontade e irão outras vezes prestigiar o governador e o prefeito”.

Neco ainda completou dizendo que a oposição partidária faz parte do processo democrático, mas que a atitude do nobre colega não foi coerente. “A oposição é democrática, agora ela tem que ser inteligente e o senhor não foi inteligente”, concluiu Neco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *