Nasa abre vaga de defensor planetário para evitar invasão alienígena


Com o intuito de proteger a Terra de invasões alienígenas, a Nasa abriu vaga para contratar um oficial de proteção planetária, que terá também a função de proteger outros planetas de ações humanas.  O salário anual oferecido fica entre 124 mil a 187 mil dólares (cerca de R$ 386 mil a R$ 582 mil). A informação é do O Globo.

O anúncio da vaga repercutiu muito nas redes sociais, principalmente no twitter, onde os internautas reagiram com memes bem humorados que retrataram os diferentes imaginários a respeito do assunto.

Segundo uma entrevista de Catharine Conley, que ocupou o cargo por três anos, para revista “Scientific American”, o foco do trabalho é assegurar que não haja contaminação biológica extraterrestre e proteger a bioesfera do planeta contra qualquer tipo de vida fora da Terra.

Conley revelou ainda que, desde 1970, a Nasa instalou uma nave espacial exploratória e robôs em Marte, com o intuito de achar indícios sobre a existência de água, perspectivas de habitabilidade e qualquer existência de vida por lá. Como parte do programa, que se chama Viking, as missões incluíram medidas meticulosas para não alterar a paisagem marciana.

O cargo “oficial protetor planetário” surgiu em 1967 de acordo com o Tratado Internacional do Espaço Exterior.

“Os robôs foram embalados e colocados dentro de uma proteção e esquentados em um forno para matar todos os organismos – chamamos isso de uma ‘esterilização completa do sistema’. Precisamos proteger os instrumentos de detecção da vida e proteger o ambiente de Marte no caso de se tornar habitável para a Terra”, completou a Conley, ressaltando a importância de não repetir os erros dos humanos e poluir outros planetas.

Os interessados têm até 14 de agosto para se inscrever e devem ser cidadãos norte-americanos.

Interested in @NASA‘s opportunity to become a Planetary Protection Officer?! Vacancy is open! Learn more on @USAJOBS https://www.usajobs.gov/GetJob/ViewDetails/474414000/ 

Fonte: Correio 24

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *