Mãe confessa ter matado filho de quatro anos e corpo é encontrado às margens de rio


Uma tragédia comove a comunidade de Camaçari e toda Região Metropolitana de Salvador (RMS), neste domingo (4). Um garoto de quatro anos, identificado como Davi de Santana da Silva, foi encontrado sem vida e com sinais de afogamento, por volta das 10h de hoje, às margens do Rio Capivara, na região da Aldeia Hippie de Arembepe, em Camaçari. A mãe do menino identificada como Graziele de Santana da Silva, 29 anos, falou a algumas pessoas da região que matou o filho. Em seguida ela se jogou na frente de um carro em movimento. Graziele foi atropelada e morreu.

Segundo informações da delegada Danielle Monteiro, titular da 26ª Delegacia Territorial (DT) de Vila de Abrantes, que cuida do caso, Graziele sofria de esquizofrenia e na última quarta-feira (31) saiu de casa com a criança e familiares passaram todo dia procurando. Na noite do mesmo dia, o pai de Graziele esteve na delegacia por volta das 22h e informou o fato.

Ainda conforme a polícia, antes de iniciar as buscas, equipes da 26ª DT receberam informações de que a mulher passou na casa de uma pessoa, não identificada, e quando questionada sobre o garoto, ela disse que matou o próprio filho. Em seguida Graziele saiu e se jogou na frente de um carro e foi atropelada. Ela não resistiu aos ferimentos.

Até a manhã deste domingo (4), bombeiros do 10º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), sob o comando do tenente André Matos, planejaram e iniciaram as buscas por volta das 6h, encontrando o corpo de Davi por volta das 10h. Em seguida foi feito o isolamento para os trabalhos da Polícia Civil e Departamento de Polícia Técnica (DPT).

A polícia suspeita que a mãe tenha afogado a criança, mas somente a perícia poderá confirmar como ocorreu a morte do menino.

Bocão News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *