Intensa troca de tiros termina com dois mortos em Simões Filho


Um dos mais procurados alvos da policia, identificado como Marcelo Batista dos Santos, o “Marreno” foi localizado e morto em confronto com a polícia em uma ação da Força Tarefa realizada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), com o apoio de unidades do Comando de Policiamento Especializado (CPE) da Polícia Militar, na noite da última quarta-feira (09).

Em nota enviada a imprensa local, a SSP afirma que Marcelo atuava em todo o estado como líder de uma quadrilha de tráfico de drogas. O criminoso era alvo prioritário da polícia e considerado o ’01’ da organização criminosa. Marreno entrou em confronto, após abordagem na Via Parafuso, trecho que liga as cidades de Camaçari e Simões Filho.

Marreno estaria a pouco tempo entregando drogas e planejando ações criminosas, na Linha Verde. “Montamos a campana e seguimos acompanhando o veículo modelo Corolla, cor branca, utilizado por ele e Anselmo. No momento certo, sem colocar em risco inocentes fizemos a abordagem. Sabíamos, que pela periculosidade do criminoso, teria reação”, contou o coordenador da Força-Tarefa, major Marcelo Barreto

No confronto, Anselmo Nascimento Sena, comparsa e motorista do Marreno, também trocou tiros com a policia e foi fatalmente atingido. Ambos já tinham passagem pela polícia. Os dois suspeitos foram socorridos para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Simões Filho, mas não resistiram.

De acordo com o monitoramento feito pela polícia, Marreno estava morando em uma cidade do interior de Alagoas, mas continuava ordenando o tráfico baiano via telefonemas e redes sociais. O criminoso também é acusado de fazer contato com custodiados no sistema prisional e determinar o assassinato de rivais.

O auto de resistência foi registrado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e as armas (pistola ponto 40 e espingarda calibre 12), drogas (dois tabletes de maconha) e munição encontradas com os criminosos foram encaminhadas para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *