Câmara de Simões Filho aprova projeto que autoriza empréstimo de R$ 5 milhões  junto ao Banco do Brasil


Em terceira sessão extraordinária do ano de 2019, na manhã desta quinta-feira, 8, no plenário da Câmara, os vereadores aprovaram, por unanimidade, um importante projeto para o desenvolvimento do município. Em regime de urgência, foi aprovado o Projeto de Lei, de nº 013/2019, de autoria do Poder Executivo, que altera a Lei nº 1043/2017, que dispõe sobre a contratação de operação de crédito com o Banco do Brasil S.A.

De acordo com a mensagem no projeto encaminhado pelo Executivo ao Legislativo, os recursos serão destinados a investimentos na área de iluminação, infraestrutura e modernização da gestão municipal.

Em oportunidade anterior, o prefeito Diógenes Tolentino já havia anunciado a contratação da linha de crédito junto à instituição financeira no sentido de adquirir um tomógrafo para o Hospital Municipal e novos equipamentos para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA),  alterando o dispositivo da Lei para outros fins.

Segundo o presidente da Comissão de Finanças, vereador Erivaldo Canjirana (PSL), a aprovação do projeto é de fundamental importância para que o município possa adquirir novos recursos, a fim de investi-los em áreas primordiais.

“O projeto 013, que foi aprovado para a iluminação pública, infraestrutura e para a aquisição de máquinas e equipamentos é um projeto direcionado e vinculado para esses tipos de serviços e aquisição desses equipamentos. Isso é importante para Simões Filho”, disse.

Ainda conforme o parlamentar, “o município tem um orçamento na ordem de R$ 350.000.000 ano que foi aprovado em 2018 com uma arrecadação variável de R$ 27.000.000 mês, mas diversos bairros da cidade, com 140 mil habitantes, estão com necessidades ilimitadas. E é por isso que se faz necessário que o prefeito venha buscar investimentos e Dinha, com muita sabedoria, recorre ao Banco do Brasil. E nós estamos esperando que, realmente, esse crédito seja efetivado”, explicou.

O presidente do colegiado da Casa revelou também que o recurso poderá também ser necessário para modernização do sistema tributário e administrativo, mas salientou que isso depende exclusivamente da Administração Municipal.

“Hoje, nós aprovamos nessa casa esse empréstimo de R$ 5 milhões para ser aplicado nessas atividades acima citadas, além do empréstimo junto à  Caixa que será destinado para o Mercado Municipal e Estádio”,  finalizou Canjirana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *