Prefeito esclarece doação da ‘Odebrecht’ e cobra: “Espero que o pré-candidato citado se justifique como recebeu esse dinheiro”


 [soundcloud soundcloudurl=” [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/prefeito-esclarece-doacao-da-odebrecht-e-cobra” ][/soundcloud] O prefeito Eduardo Alencar nesta segunda-feira (11) declarou está ‘tranquilo’ com relação a uma lista que provocou muito alvoroço entre ministros, senadores, deputados, prefeitos e vereadores de todo o país. A lista polêmica divulgada no mês de março e que envolveu o nome do prefeito e também do prefeiturável Diógenes Tolentino é referente aos ‘documentos apreendidos pela Polícia Federal, durante ação da Operação Lava Jato, que trouxe à tona uma relação com os nomes de mais de 200 políticos, de 24 partidos, que teriam recebido doações feitas pela construtora Odebrecht’.

Os repasses pela Odebrecht ao Executivo Municipal e ao pré-candidato Dinha teriam sido feitos na campanha municipal de 2012.

Em entrevista a uma rádio da região metropolitana, Eduardo Alencar munido de documentação confirmou ter estado sempre na legalidade de acordo com a Lei que rege o país e pediu que o mesmo fosse feito pelo ‘outro citado’ na lista.

“Fui buscar recursos e quando divulgada a lista; não me lembrava e fiquei na dúvida se recebi esse recurso ou não. Busquei o documento no Comitê Financeiro e houve um depósito de R$ 30 mil em cheque da Braskem, empresa ligada a Odebrecht no dia 17/09/2012 e outro de R$ 20 mil que foram depositados na conta do partido ‘PSD’ e, em seguida, na minha conta; sendo oficialmente declarado na prestação de contas e aprovado pela Justiça Eleitoral”, revelou o prefeito.

Ainda de acordo com o Executivo Municipal não existem obras da Odebrecht e Braskem no município de Simões Filho e a ajuda da empresa foi de forma completamente legal.

“Espero também que o pré-candidato citado venha aqui e se justifique como recebeu esse dinheiro, porque, todos nós homens públicos temos a obrigação de esclarecer os fatos e o povo de Simões Filho precisa ter conhecimento do que acontece na vida pública da cidade”, afirmou Alencar se referindo ao prefeiturável Diógenes Tolentino.

Em um momento do programa, o ouvinte e popular ‘Didica’ entrou no ar; defendeu o prefeito e como crítico cobrou transparência ao postulante a prefeito, Dinha.

“Independente do lado político que eu estou; o prefeito é meu amigo. Não serei Judas porque ele deu uma contribuição muito grande no crescimento do Major Tapioca e todos os nossos pedidos foram atendidos; e às vezes tem problemas que ele não pode atender devido à crise. Hoje caminho com César Diesel, mas continua a amizade e o respeito com o prefeito”, revelou Didica que considerando ser ‘crítico’ e ‘largando o doce’ fez uma cobrança.

“Espero que o pré-candidato Dinha venha dar satisfação a sociedade e venha ser transparente”.

Logo após revelação da lista que os envolveram na ‘grande polêmica’ e que de alguma forma configura a ampliação da ‘desconfiança dos eleitores’, o prefeito Eduardo Alencar esclareceu que recebeu a doação e que teria sido aprovada pela Justiça Eleitoral. Já o pré-candidato Dinha por meio de nota à imprensa, afirmou não ter conhecimento se teria recebido o dinheiro pela empresa e que caso tenha recebido; o alinhamento deveria ter sido feito pelo PMDB.

ONG promove evento para adoção de cães e gatos em Salvador


Uma feira para adoção de animais foi realizada na manhã deste sábado (9) em Salvador. A organização não governamental ‘Célula Mãe’ cedeu 10 cachorros e 5 gatos para famílias que compareceram ao evento no supermercado GBarbosa da Avenida ACM.

Pessoas interessadas na adoção de animais recorrem à ONG desde 2004, ano em que foi fundada. Em conversa com a imprensa, a coordenadora, Rita Azevêdo, explicou que há uma entrevista antes da entrega dos animal para saber se a pessoa possui as condições necessárias para cuidar do novo amigo.

Além disso, segundo Rita, é dado prazo de 15 dias para adaptação do cão ou gato no novo lar. Os animais doados pela Célula Mãe são resgatados nas ruas da capital.

Salvador recebe exposição interativa de games


Pela primeira vez em Salvador, a Playstation Arena, uma exposição interativa de games, fica aberta até o dia 1º de maio, no Shopping da Bahia. Durante a mostra gratuita, situada na Praça Dorival Caymmi, no 2º piso do centro comercial, o público poderá conferir em tamanho real personagens como Kratos – The God Of War, Drake – Uncharted e Sack Boy – The Little Big Planet. A atração conta ainda com quatro estações de jogos, com 12 TVs, 10 consoles e dois simuladores.

Serviço
O QUÊ: Playstation Arena
QUANDO: Até 1º de maio, durante horário de funcionamento do shopping
ONDE: Praça Dorival Caymmi – Shopping da Bahia
QUANTO: Grátis

*BN

“Decidi mudar para um partido que pudesse continuar na base do governo”, declara Pedro da Kombi, agora PTC


 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/minha-casa-minha-vida-600-familias-serao-beneficiadas-ate-junho-em-simoes-filho-afirma” ][/soundcloud] O Vereador Pedro Oliveira dos Santos, popular, ‘Pedro da Kombi’, que se elegeu em 2012 pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS), confirmou a mudança de Legenda para manter o apoio à base do governo municipal. O parlamentar que recentemente se filiou no Partido Trabalhista Cristão (PTC), declarou seguir uma linha de coerência, após marchar nos últimos anos com a bancada da situação.

“A minha decisão de mudar para o PTC é devido ao meu compromisso com o gestor e o PHS não estava mais na base do prefeito Eduardo Alencar”, esclareceu.

De acordo com Pedro da Kombi uma das suas qualidades é a coerência que se respalda na fidelidade as pessoas que o acompanham e que acreditam no seu projeto. “Decidi mudar para um partido que pudesse continuar na base do governo municipal”.

Com o entendimento de que sua conduta, caráter e postura são maiores que uma ideologia de partido, segundo ele, a mudança de partido não configura grandes mudanças, já que o objetivo maior é continuar com o trabalho social desenvolvido durante muitos anos e que sempre contou com o apoio e participação das pessoas que fazem parte do grupo a qual pertence.

“Sempre ouço o meu líder que se chama Eduardo Alencar, uma pessoa que tem quatro mandatos e que sabe o que faz”, afirmou Pedro que apesar de ter decisão própria de se filiar ao PTC; teve o aval do executivo municipal.

A perspectiva é fortalecer o partido que é composto por cerca de 12 pré-candidatos para o cargo eletivo de vereador em Simões Filho.

“Cada eleição é diferente e estou sempre focando no meu trabalho social. A finalidade agora também é fortalecer o PTC na cidade já que sou vereador de mandato da legenda”, concluiu o parlamentar.

Menina que está perdendo a visão realiza sonho de conhecer Papa Francisco


Uma menina que sofre de doença degenerativa realizou um sonho. Elizabeth ‘Lizzy’ Myers, 5 anos, é portadora da síndrome de Usher, doença que provoca a perda da visão e audição e, nesta quarta-feira (6), pôde finalmente conhecer o papa Francisco. Ela viajou com os pais de Ohio, nos Estados Unidos, para Roma na esperança de encontrá-lo.

“Foi absolutamente incrível. Eu não esperava em um milhão de anos ver um Papa tão de perto”, disse o pai da menina, Steve Myers à agência AP. Christine Myers, mãe da garota, contou que o pontífice abençoou os olhos de Elizabeth e pediu orações.

Os pais de Lizzy disseram que vão contar sobre a doença para a garota aos poucos. Atualmente, ela usa um aparelho auditivo e pode perder a visão nos próximos sete anos. Por isso, Steve e Christine resolveram fazer a “lista de despedida visual” de lugares e pessoas que acham que ela deveria ver.

Além do papa, a criança viu o Coliseu e outros monumentos da cidade de Roma. Os pais da menina disseram ainda que querem fazer com que Lizzy também veja coisas simples, como fogueiras e vagalumes.

“O sonho dele já acabou”, afirma Vereador Genivaldo Lima sobre a pré-candidatura de Joel Cerqueira


 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/o-sonho-dele-ja-acabou-afirma-vereador-genivaldo-lima-sobre-a-pre-candidatura-de-joel-cerqueira” ][/soundcloud] Com um discurso motivado de que a aquisição do ex-vereador Orlando de Amadeu configura um potencial reforço ao grupo da oposição, o Vereador Genivaldo Lima (DEM), em entrevista à equipe de reportagem na manhã desta terça-feira, declarou que o ‘projeto do PT já teve seu prazo de validade esgotado’; caso que ainda de acordo com ele, é natural as pessoas deixarem a Legenda em Simões Filho.

Sem papas na língua como de costume e sempre afirmando ter uma postura no Legislativo que se baseia em uma condução pacífica, apesar das divergências partidárias, o parlamentar acirrou mais uma polêmica que de ‘forma velada’ contribui para ampliar uma queda na popularidade do Presidente da Câmara; que é um dos prefeituráveis pela bancada governista.

“O sonho dele já acabou. Ele afirma que é pré-candidato a prefeito ou vice; coisa que eu não acredito. Joel Cerqueira na verdade, futuramente vai chamar seu grupo e vai recuar e ser pré-candidato a vereador. Não tem outro sentido pra ele; a não ser vereador”, afirmou Genivaldo Lima.

O parlamentar revelou que a oposição tem seus contatos e que o PSD já estaria batido o martelo; sobre uma possível chapa entre o PSD e o PP. “O PT não terá nem prefeito; nem vice e será coadjuvante mais uma vez”, ironizou o vereador.

Com resquício de vanglória, Lima em entrevista externou que Orlando de Amadeu é uma figura que abandonou a presidência do PT no município para ajudar a oposição; configurando um grande reforço, além de cerca de mais 7 pré-candidatos a vereança que estariam desligados do PT para marchar do lado oposicionista.

Ainda de acordo com Genivaldo Lima, a realidade confirmada de que o PT está diluído em Simões Filho; é a leitura dos pré-candidatos que juntos somam mais de 3 mil votos que saíram do PT. “Hoje o PT realmente testado só restou Joel”, afirmou.

Conforme a avaliação de Genivaldo, a ida do ex-vereador Orlando para a oposição; não caracteriza como uma ‘traição’. “Todos tem que procurar sua melhoria e o melhor lugar para está”, concluiu.

Decepcionado com Orlando de Amadeu, Presidente da Câmara Joel Cerqueira avalia. “Ele foi fiel aos instintos dele”


 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/decepcionado-com-orlando-de-amadeu-presidente-da-camara-joel-cerqueira-avalia-ele-foi-fiel-aos” ][/soundcloud] Afirmando está convicto pela manutenção da sua pré-candidatura como prefeiturável e a continuidade de ‘marchar pelo Partido dos Trabalhadores’, o Presidente da Câmara de Vereadores de Simões Filho, Joel Luiz Andrade Cerqueira (PT), em exclusividade externou para a equipe do site ‘Mapele News’, que está decepcionado com o ex-presidente do Diretório Municipal, Orlando de Amadeu que recentemente se filiou no PSDB – Partido da base da oposição. Apesar de não declarar que Amadeu traiu o PT, o chefe do Legislativo fez uma avaliação, sobre o ‘pulo do gato’.

“O ex-vereador Orlando de Amadeu seguiu os instintos dele. Ele foi fiel a vontade dele, isso é um fato. Como ele mesmo diz na matéria anterior que ele quer se eleger e após o dia 3 de outubro; ele ver o caminho que quer seguir”, criticou o Presidente da Câmara que ainda fez uma ressalva.

“Ele não foi fiel ao nosso sentimento de construir um partido forte no município que, inclusive, condiz com a história dele como metalúrgico e uma pessoa que tinha ligação com o deputado Luís Caetano e a deputada Luíza Maia”. 

Sem esconder o desapontamento de encima da hora; Orlando de Amadeu decidir sair do PT, o Presidente da Câmara rebateu as constantes declarações do ex-vereador de que ele não tinha prestígio na Legenda em Simões Filho.

“Fui um dos articuladores para a eleição da presidência do ex-vereador, porque entendia que ele passava por um momento difícil por perder a eleição e como presidente do partido; colocava de volta ao cenário político. Isso foi uma vontade minha pelo respeito que tenho com ele e colocando em uma posição de destaque na condução do partido que tinha um vice-prefeito e um presidente da Câmara”, revelou.

De acordo com Cerqueira, o ex-vereador Orlando de Amadeu sempre foi respeitado por parte do partido. “Em qualquer lugar sempre vamos encontrar divergências, mas acima de tudo, o direito e o respeito que ele tinha sempre foram mantidos”, esclareceu.

Em entrevista, o chefe do Legislativo revelou que externou sua tristeza e decepção não pela votação que o ex-vereador representa, mas pelo amigo que ele imaginou ter todos esses anos.

“Sempre fui amigo, fiel e acima de tudo coerente com aquilo que faço e falo”, disse.

A afirmação de Joel Cerqueira coloca em cheque o comportamento visto como oportunista do ex-vereador que ainda necessita deixar ‘ às claras’ ao Presidente da Câmara os verdadeiros motivos que fez com desistisse da sua ideologia partidária, sobretudo, pelos ideais da fidelidade partidária. “Orlando sempre deixou claro nas reuniões da executiva do partido que seria candidato até ao fim pelo PT”.

Contrário as declarações de Amadeu que afirmou que a ‘maior estrela do partido é Joel Cerqueira, que provavelmente têm mais motivos de está satisfeito’, o Presidente da Câmara alfinetou as ‘insatisfações do ex-vereador’.

“A maior estrela do partido sempre foi o projeto político, as lutas e ações sociais no município. A maior estrela é a luta dos trabalhadores que construiu o partido e também aqueles que em Simões Filho mantiveram vivo o PT”, disse.

Indagado se a saída do ex-presidente do diretório municipal repercutiria como ‘queda significativa’ da Legenda, Joel manteve sua linha positiva. “Tivemos duas baixas significativas que foram Orlando e Lampião do Posto Paraki, mas também tivemos grandes aquisições”, garantiu.

Ainda de acordo com o prefeiturável, não é válida a declaração do ex-colega de partido de que ‘as coisas não estariam bem’; já que a sua fala é incoerente por está fora do partido, ele que sempre defendeu a candidatura própria de Joel Cerqueira.

Sobre notícias que correm na cidade, a respeito do declínio do nome do Presidente da Câmara na disputa interna pela candidatura, o chefe do Legislativo explicou que ainda não existem pesquisas registradas e que no início do ano houve um aumento da sua popularidade. 

“Em breve as pesquisas apontam esse crescimento de forma técnica e registrada no TRE”, concluiu.

Simões Filho: Em retorno à Câmara de Vereadores, Dr. Alfredo Assis revela novos projetos para a saúde


 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/simoes-filho-em-retorno-a-camara-de-vereadores-dr-alfredo-assis-revela-novos-projetos” ][/soundcloud] Após sua saída da Secretaria de Saúde motivada por conta do calendário eleitoral, o qual impõe responsabilidades partidárias, nesta terça-feira (05), Dr. Alfredo Assis de Santana Neto retornou à Casa Legislativa. Com mais uma sessão ordinária totalmente lotada, o ex-secretário foi bem avaliado pelos parlamentares pela condução na pasta da saúde, a exemplo dos avanços conquistados e o conhecimento de novos projetos que continuarão sendo desenvolvidos pela nova secretária.

“Estou feliz pela avaliação dos vereadores sobre a saúde de Simões Filho e agradeço pelo acolhimento. Nesses três anos e meio não realizei tudo o que desejo devido o serviço burocrático ter suas limitações, mas tudo o que fiz foi de coração e muito amor. Tenho certeza que a população reconhece o meu trabalho”, revelou Dr. Alfredo Assis em entrevista à equipe do ‘Mapele News’.

Em sua passagem na Secretaria de Saúde de Simões Filho, o parlamentar se destacou sendo considerado o melhor gestor de saúde nos últimos 20 anos, além de conquistar um prêmio de destaque nacional entre os melhores secretários de saúde do Brasil.

Agora como vereador de mandato, Dr. Alfredo destacou a confiança e credibilidade na condução dos trabalhos no setor da saúde pela nova secretária; onde terá o seu apoio par a continuidade dos avanços e melhorias, sobretudo, na aquisição de novos projetos que serão implantados ainda nesse primeiro semestre.

Projetos

Dr. Alfredo Assis deixou a Secretaria de Saúde na última quinta-feira (31), e durante um mês a nova secretária participou do processo de transição com o total apoio do ex-mandatário da saúde. Em seu retorno à Câmara de Vereadores, o ex-secretário trabalhou anteriormente em alguns projetos que serão desenvolvidos nos próximos meses.

Conforme a condução de novos projetos, no dia 31/03 houve uma licitação onde será comprado 4 carros para a Atenção Básica em Unidades de Saúde que aderiram ao Programa PMAQ – Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, criado pelo governo federal em 2011. Entre as Unidades de Saúde que receberão os novos carros estão; Coroa da Lagoa, Km 30, Mapele e Pitanguinha que irá ajudar nas visitas dos pacientes.

Em entrevista, Alfredo revelou que a secretaria já recebeu 3 carros; sendo 2 para a Vigilância Sanitária com 15 vagas e 1 para o NASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Família.

Uma expectativa positiva revelada pelo parlamentar é o processo de licitação para a reforma de 7 Unidades de Saúde; ainda nesse semestre e a construção de 5 Unidades, entre os bairros prioritários estão Pitanga de Palmares e Cristo Rei.

Na quinta-feira (31), no último dia à frente da Secretaria de Saúde, o ex-secretário participou da visita técnica junto com os secretários de Habitação e Educação, onde será implantado em Simões Filho I, nos residenciais Ipitanga e Alvorada uma Unidade Básica de Saúde e uma Creche que visará atender a comunidade local com os primeiros procedimentos na área de saúde.

A perspectiva segundo Dr. Alfredo é que haja um alinhamento junto com a Caixa Econômica para buscar o apoio para que o projeto com os equipamentos comunitários seja levado para os residenciais do ‘Minha Casa Minha Vida’, no bairro da Vida Nova.

Para reforçar o atendimento e a parceria da SAMU, uma novidade nos serviços emergenciais será a possibilidade de construção de um heliporto na UPA-CIA. O equipamento que dispõe de UTI está sendo enviado de Brasília para o estado da Bahia e a cidade de Simões Filho foi escolhida pela condução dos trabalhos no setor da saúde.

Conforme a viabilidade do projeto, o município entrará com a contrapartida. “Acredito que o prefeito será sensível por sempre ajudar e colaborar com a saúde de Simões Filho”, afirmou Alfredo Assis.

Nova Secretária de Saúde

A fisioterapeuta Marisa Gomes de Oliveira é a nova Secretária de Saúde do município de Simões Filho. Com formação também em Gestão Pública, ela foi observada pelo Dr. Alfredo Assis que assegura que possui o perfil para dar continuidade nos avanços da pasta. “Ela sempre tem dado uma atenção especial aos pacientes de Simões Filho, principalmente com a questão da regulação e me coloco na responsabilidade de indicá-la, porque acredito que tem o perfil para conduzir muito bem a saúde da cidade”.

“Eduardo Alencar nunca me maltratou; fui vítima de calúnia e difamação” diz Orlando de Amadeu


  [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/eduardo-alencar-nunca-me-maltratou-fui-vitima-de-calunia-e-difamacao-diz-orlando-de-amadeu-1″ ][/soundcloud] O pré-candidato a vereador, Orlando Carvalho de Souza, popular ‘Orlando de Amadeu’ e ex-presidente municipal do PT em Simões Filho, após mudar de legenda na última quarta-feira (30), e oficializar sua filiação no Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB, em entrevista com exclusividade ao ‘Mapele News’ nesta segunda-feira (04), declarou que apesar de ter que seguir a cartilha do seu ‘novo partido, uma história de muitos anos não pode ser desfeita’ e afirmou que se sentia desprestigiado e insatisfeito dentro do diretório municipal do PT por considerar que a legenda tinha pouca participação no governo, além, de se sentir vítima de calúnia e difamação.

O PSDB é um dos principais partidos no cenário nacional que é contra o governo da presidente Dilma Rousseff e em Simões Filho, a legenda marcha com o grupo da oposição.

“Sou a favor da democracia e entendo que o impeachment é um golpe, mas agora no momento vou ter que seguir a cartilha do meu partido que é o PSDB”, afirmou Orlando de Amadeu que mesmo tendo ciência que pode ser visto como uma pessoa ‘oportunista’, acrescentou. “Admiro muito Lula e Dilma, pessoas que contribuíram muito com esse país. Eu não conheço quem contribuiu mais do que Dilma e Lula, mas por questão de opção; hoje eu estou no PSDB e em Simões Filho estarei apoiando o grupo do pré-candidato a prefeito Dinha Tolentino”.

Conforme sua justificativa sobre a mudança de partido, Orlando garante que ‘já tinha chegado o momento e que nesse percurso enfrentou algumas dificuldades internas dentro da legenda e que não dava pra continuar’. Declarando não haver mágoas, o pré-candidato a vereador explicou que ‘não estava se sentindo bem e que estaria sendo maltratado por alguns militantes do partido e por pessoas ligadas à base governista. Ao relatar que foi vítima de calúnia e difamação, Orlando de Amadeu que apesar de diversas vezes declarar ser contra a administração atual, mesmo fazendo parte dela, fez questão de esclarecer.

“O prefeito Eduardo Alencar nunca me maltratou; nem nunca me difamou, mas algumas pessoas do grupo não tinham respeito pelo meu trabalho. Não quero dar nomes, mas caso continuem me difamando; darei os nomes”, disse.

Sempre declarando ‘insatisfeito’ na base governista, Amadeu que era presidente municipal do PT e participou do processo da aquisição da Secretaria de Cultura para a legenda, já que ele aponta que as Secretarias de Serviços Públicos e Desenvolvimento Econômico, capitaneadas por Neco Almeida e Paulo da Tupy ‘não faziam parte da Legenda’, além da ‘Presidência da Câmara como uma das lutas do partido’, agora, terá que realmente ser ‘bem satisfeito’ no PSDB, aonde se torna subalterno de Nilton Novaes, presidente de um dos partidos oposicionista na cidade.

“Só tive a honra de presidir o maior partido do Brasil que ainda hoje é o PT. Tive a honra de ser vereador; ser militante e também dirigir o destino da legenda em Simões Filho”, declarou com o sentimento que realmente não foi fácil a sua opção pelo PSDB e fez uma ressalva. “Também estou atendendo pedidos das pessoas que disseram que votariam em mim; se eu mudasse de partido”.

De acordo com sua lista de ‘insatisfações’ dentro do PT, Orlando de Amadeu revelou que quem teve a maior referência na legenda em Simões Filho; foi o Presidente da Câmara, Joel Cerqueira.

“É claro que a referência maior é Joel Cerqueira que tem mandato e a minha participação como presidente do diretório foi pequeninha, simples e humilde”, disse e completou sua linha de entendimento. “Joel teve sua estrela maior que a minha”.

Em entrevista, o pré-candidato a vereador revelou que viu no PSDB uma oportunidade maior de vencer as eleições de 2016, após, estudar outros partidos como o DEM, PMDB e Solidariedade. “Não sei nem quem são os pré-candidatos a vereadores pelo PSDB”, afirmou.

Orlando de Amadeu demonstrou que devido ao grau de insatisfação dentro do grupo da base governista que fez com que ‘jogasse a toalha’, mesmo em suas falas sempre declarando que o PT teria candidatura própria em Simões Filho e ser um dos protagonistas de uma turbulência, respirou e ampliando o que considera como ‘insatisfação’, a alternativa foi dar o ‘pulo do gato’.

“Comecei a sentir que as coisas não estão boas para lançar a candidatura própria e na hora de escolher o candidato vai haver um desentendimento porque todos querem ser prefeito”, esclareceu o pré-candidato que é apontado como o principal mentor para a desestabilização e queda do nome do seu amigo e Presidente da Câmara, Joel Cerqueira que agora ele do outro lado confirma. “As coisas não estão boas para candidatura própria”. Será que esse entendimento é devido a sua nova cartilha?. Isso Joel Cerqueira poderá esclarecer.

Ainda deixando claro, Amadeu garantiu que a onda de investigações como as operações Lavo a Jato e Acarajé não foram parâmetros para sua mudança de partido e sim por considerar não ter sido contemplada na base de Eduardo Alencar.

Questionado sobre sua nova postura e discurso no PSDB para influenciar os eleitores, já que a legenda ‘prega o impeachment’, algo contrário a ‘ideologia de muitos anos no PT’, ele se mostrou esperançoso e motivado.

“Eu sempre defendi o povo e não terei dificuldades para gastar chinelo e saliva para pedir voto e mostrar o que é melhor para a cidade”.

Com sua nova visão, agora na nova alternativa de ‘ressurgir no cenário político em Simões Filho’, Orlando de Amadeu revelou que não gostaria de ficar fora desse momento.

“Penso em 2016 e em 2017; pensarei em 2018 e vou avaliar qual é o melhor projeto para Simões Filho”, com esse raciocínio, o pré-candidato não demonstra 100% que o grupo pelo qual está marchando lhe garantirá ‘uma fortaleza’. “Estou marchando com Dinha até o dia 2 de outubro e a partir do dia 3 de outubro, a Deus pertence”, declarou.

Ainda de acordo com o pré-candidato a vereador, ele mostrou para o Presidente Estadual do PT, Everaldo Anunciação a sua insatisfação dentro do processo administrativa do governo do atual prefeito.

“Dentro do processo, o PT tinha pouca participação no governo e não era emprego pra mim, mas sempre disse a Everaldo que o partido não estava sendo contemplado da forma que deveria por ter ajudado a eleger um vice-prefeito [Neco Almeida, ex-PT e agora PSD] e nós ficarmos de fora do processo administrativo”.

A revelação confirma conversas nos bastidores da política de que Orlando de Amadeu não teria ficado satisfeito com a Secretaria de Cultura, algo que ele mesmo declarou que a pasta nunca foi do PT e sim do Presidente da Câmara, Joel Cerqueira.

PAGANDO MICO: Ex-secretária Andrea Almeida é duramente criticada pelo radialista Jairo Mascarenhas


 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/pagando-mico-ex-secretaria-andrea-almeida-e-duramente-criticada-pelo-radialista-jairo-mascarenhas” ][/soundcloud] O programa ‘Bom dia Simões Filho’, da FM 87.9 destacou nesta semana o posicionamento dos professores que em greve; estiveram na última terça-feira (29), na Câmara de Vereadores mais uma vez levantando as reivindicações da categoria; fato em que o Vereador Luciano Almeida influenciou para que abrisse o espaço para atender a categoria, mas logo após, foi desmascarado pelos docentes que perceberam em sua fala, um posicionamento de manobra política. Indignados em fazê-los ‘massa de manobra’, a categoria se retirou da Câmara.

A situação e o ‘desespero’ atingiu a ex-secretaria Andrea Almeida que em áudio virilizado no Whatsaap convoca os assessores e lideranças, além dela mesma, a comparecerem na Casa Legislativa, às terças-feiras, alegando que a ‘oposição precisa se fortalecer’. Ela acusou o radialista Jairo Mascarenhas em ter suspendido a transmissão; além de envolver o prefeito; acusação que foi considerada como ‘gravíssima’ pelo comunicador.

“Gente. Vamos convocar os assessores, lideranças e pessoas da oposição e isso se estende a mim também; porque não estava indo às sessões, mas a partir de terça (05), vamos todos juntos para apoiar os vereadores da oposição para eles se sentirem fortes e confiantes. A juventude da oposição e os presidentes de partidos que não trabalham para está as terças nas sessões”, disse Andrea Almeida, através, do aplicativo.

A ex-secretaria ainda acusou o radialista e o prefeito Eduardo Alencar.

“O senhor Jairo Mascarenhas suspendeu a transmissão da reunião”, afirmou ela que incitou de forma ‘velada uma guerra’. “Essa guerra vai ser muito forte e difícil, mas com união iremos juntos dar o apoio”, afirmou, após acusar que o prefeito Eduardo Alencar manda seu pessoal para a Câmara; que ‘vão porque ganham alguma gratificação’.

A sua avaliação que a oposição está ‘fraca’ e a acusação de que pessoas ligadas à situação ganham alguma gratificação, foram vistas, pelo radialista Jairo Mascarenhas, como um ‘grande mico’, protagonizado por Andrea Almeida.

“A senhora quando era secretária recebia alguma gratificação para ir lá analisar os vereadores da oposição”, questionou Jairo que ainda acrescentou. “Tem que ver o que a senhora fala para não ficar pagando mico, porque isso, é um verdadeiro mico”, afirmou.

Conforme o esclarecimento do radialista, a sessão já havia terminado e ele não tem autorização para transmitir reuniões na Câmara, a não ser quando solicitado por meio de documento. Jairo ainda teceu sua opinião para ‘acalmar o desespero da ex-secretária’.

5

“Foi até bom a gente não transmitir viu minha amiga Andrea. Os professores perceberam que era uma manobra política do vereador Luciano e se retiraram da Câmara. A senhora gostaria que eu transmitisse isso? – É bom esse vexame?” – questionou Jairo que ainda declarou. “Pra mim foi um vexame”.

O comunicador não aliviou e rebateu a acusação infundada de Andrea que ainda teria alegado que o Presidente da Câmara, Joel Cerqueira, teria sido o mentor da não transmissão da reunião.

“Tudo isso é politicagem e continuo dizendo: Eu estou fora de politicagem porque sei muito bem aonde os senhores querem chegar. Não venham com essa conversa bonita com blá-blá-blá e mi-mi-mi de que está preocupada com o povo, porque sei que não está. O povo que se dane. Estão tudo querendo defender os seus”, rebateu Jairo Mascarenhas.

Sobre a acusação de que o prefeito estaria pagando gratificações para pessoas ligadas à situação irem às sessões apoiar a situação, o radialista deixou claro. “É gravíssimo isso aí e se o prefeito quiser deve apurar. A senhora vai ter que provar. O prefeito nunca fez isso e a senhora que foi muito tempo secretária do governo Alencar fala uma bobagem dessas”, indignou o comunicador.

Ainda de acordo com Jairo Mascarenhas, a declaração de Andrea Almeida de que não participava das sessões, mas que agora irá; não passa de ‘politicagem besta e mesquinha’.

“Simões Filho tem 54 anos e não é mais uma criança. Precisamos pensar mais na cidade e não brigar por cargos políticos, a briga agora é para ser vice-prefeito. Não tenho nada contra ninguém e na hora de elogiar; vou elogiar, mas também na hora de criticar e expor minha opinião; também farei. A amizade continua e fim de papo. A nossa intenção é por uma Simões Filho melhor para todos”, declarou o radialista que pelo ar da sua avaliação demonstra que esse modelo de postura da ex-secretária prejudica todo o grupo oposicionista; como um comportamento que está longe dos ideais do que a cidade realmente precisa.