Vereador Luciano Almeida tem indicação para reforma do Mercado Municipal reprovada e recebe chuva de críticas


O clima de paz e harmonia entre os vereadores representantes do bairro Ponto Parada, Eri Costa (DEM) e Luciano Almeida (MDB) parece está longe de chegar ao fim. Tudo isso porquê na sessão realizada nesta terça-feira (11), os vereadores eleitos para representarem o povo voltaram a se distanciar da paz e bateram boca durante os trabalhos do Legislativo.

Na indicação nº 104/2019, de autoria do vereador Luciano Almeida, o mesmo pede ao Poder Executivo, com cópias autênticas enviadas ao governo do Estado, a reforma do Mercado Municipal. Em sua justificativa, o vereador colocou que a solicitação é uma reivindicação antiga da população simõesfilhense, especialmente, dos feirantes que trabalham no mercado.

Ao terminar a discussão da matéria, Luciano disse que a indicação deveria ser aberta a todos os parlamentares, pedindo inclusive a subscrição dos mesmos. O que o vereador “‘Não Sabia” é que já existe outras matérias inclusive o projeto do Executivo solicitando empréstimo para a reconstrução do Mercado Municipal, VEJA AQUI  que foi aprovada na Câmara.

Ao fazer uso da palavra, após a fala de Luciano, o vereador Eri Costa colocou que o nobre colega, possivelmente, estava desatualizado em relação às discussões no Legislativo Municipal, justamente pelo fato de ter assumido recentemente cadeira na Câmara, como suplente da ex-vereadora e atual deputada estadual Kátia Oliveira.

Apos receber a chuva de críticas, Luciano resolveu rebater dizendo que o vereador Eri gosta “como de costume, gosta de tirar o brilho” das suas indicações e “quem era o nobre colega para mandar que ele subscrevesse outras indicações?”. O vereador arrancou risadas da plateia ao caracterizar, de maneira ilustrativa, a atuação de Luciano frente ao parlamento municipal.

“Vossa excelência morava no bairro mais alto da cidade, que é o Ponto Parada. Hoje, o senhor mora em um lugar muito mais alto, que é no mundo da Lua. Vossa excelência não pode pegar uma indicação em andamento e querer ser o autor, para tirar o brilho de uma casa inteira. Vossa excelência anda no mundo da Lua, eu não sei onde vossa excelência anda. Não sou eu que quero tirar o brilho de vossa excelência não, vossa excelência não tem brilho nenhum”, disparou Eri.

Após muita gritaria e vaias do público presente, o presidente da Casa, colocou a indicação em votação e, foi reprovada por unanimidade, apenas o autor da matéria, votou pela aprovação, tendo a primeira indicação de 2019 reprovada pela maioria absoluta do plenário.

Após a derrota sofrida no legislativo, Luciano concluiu dizendo que vai reiterar novamente a indicação e que o que estava sendo reprovado não era a sua indicação e sim uma reivindicação do povo simõesfilhense.

Durante um evento, meses atrás, o prefeito pontuou como será dividido o empréstimo de R$ 25 milhões que ainda aguarda resposta junto à Caixa Econômica Federal. Sendo aprovado, a verba será divida e R$ 10 milhões que será destinado para a requalificação do mercado municipal, R$ 5 milhões para estádio Edgar Santos, R$ 5 milhões para obras de infra-estrutura e R$ 5 milhões para investir em recuperação de vários equipamentos público, a exemplo da rodoviária da cidade.

Dinha também disse que não seria fácil mas a requalificação do mercado é uma questão de honra. “Eu já falei isso e vou fazer o mercado municipal. Tem que ser uma obra rápida e nós não iniciamos ainda porque antes precisávamos tornar o município um lugar que reunisse condições de capitar recursos junto às instituições financeiras. A gente precisa pagar realmente os compromissos, tornar o município adimplente, que já conseguimos, para depois realizar os financiamentos”, disse o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *