Revolta: Movimento convoca população para realizar um “panelaço” contra a administração do prefeito de Simões Filho; veja as chamadas


Com cartazes, apitos, buzinas e panelas, um movimento que está sendo organizado por moradores de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) promete abalar as estruturas da atual gestão municipal.

Convocado pelas redes sociais, o movimento que parece estar ganhando força  e pode ser comentado através da hashtag  #Essemovimentovaiabalar”, convida cidadãos a realizarem um “panelaço” contra a administração do prefeito Diógenes Tolentino (MDB). De acordo com os idealizadores, o ato acontecerá  no dia 07 de setembro,  durante  o desfile cívico da independência.

A convocação está sendo feita por pessoas que se declaram sem qualquer ligação com ideologia partidária ou organizações sociais, afirmando apenas o desejo de chamar a atenção das autoridades locais para as diversas demandas da população que ainda estão longe de serem resolvidas.

Cansados das promessas não cumpridas, os idealizadores informam que a gestão municipal tem “maquiado” a verdadeira realidade da cidade com propagandas enganosas, mas que o povo acordou e não se deixará mais enganar.

Vamos nos unir e fazer um panelaço, uma manifestação no sete de setembro, na rua, em Simões Filho, para ver se eles tomam uma providência e ver que a população não está mais besta. Cadê a iluminação? Cadê a segurança pública? Cadê as ambulâncias do município? Cadê as melhorias seu prefeito Dinha? A população está esperando. Chega de maquiagem. Aqui não é Salvador. Para que tanto semáforos na cidade e tantos agente de trânsito? Cadê o leitos de UTI. #Essemovimentovaiabalar”, disse uma das idealizadoras convocando a população através do Facebook.

Um outro líder do movimento usou o aplicativo WhatsApp  para convocar mais seguidores, citando a situação da insegurança em ruas no entorno do Centro e disse que para que haja solução, é preciso que os cidadãos vão para as ruas reivindicar.

Olá pessoal, vou avisando que a Rua Diomedes Campo, a famosa ladeira em frente ao Todo Dia está impossibilitando as pessoas de ir e vir e de trabalhar, pois os assaltos estão frequentes. Quase não trabalho mais por conta de assaltos e ameaças e ninguém toma providências. Por uma providência, iremos fechar a mesma Rua, dia 07 de setembro. Os que puderem comparecer, por favor, se fazer presentes com cartazes pedindo segurança”, disse ele.

Os manifestantes declaram ainda “não terem nada contra nem a favor do prefeito, apenas estão lutando por seus direitos”. A concentração será na Rua  Engenheiro Paulo Moreira, no Ponto Parada em direção a  Praça da Bíblia, tradicional reduto de comemorações e protestos na cidade, onde o desfile de 7 de setembro é realizado.

Resultado de imagem para 7 de setembro é realizado.DINHA SIMOES FILHO

O movimento é reflexo das diversas críticas que a administração do prefeito Diógenes Tolentino tem recebido nos últimos meses. Uma enquete realizada pelo Mapele News no final do mês de junho aponta que 65% das pessoas que se propuseram a responder, desaprovam a atual gestão municipal.

Confira aqui o resultado: http://mapelenews.com.br/um-caos-65-reprovam-os-18-primeiros-meses-de-gestao-do-prefeito-diogenes-tolentino-em-simoes-filho-aponta-enquete/

Em entrevista dia 18 de outubro de 2017, o prefeito de Simões Filho, Diógenes Tolentino declarou publicamente que já tinha conseguido realizar muitas de suas promessas feitas durante o período de campanha eleitoral.

 

De acordo com o alcaide, grandes intervenções na área de infraestrutura, educação, mobilidade urbana, saúde e cultura estão sendo desenvolvidas para garantir uma qualidade de vida melhor ao munícipe.