Políticos simõesfilhenses lamentam saída da Ford no Brasil: “um grande impacto na economia”


O prefeito da cidade de Simões Filho, Diógenes Tolentino popular Dinha, e a deputada estadual Kátia Oliveira (MDB), no início da noite desta segunda-feira, 11/01, fizeram uso das suas redes sociais, para lamentar o encerramento da montadora Ford no Brasil. A multinacional possui planta na cidade vizinha, Camaçari, situada também na RMS.

“A saída da Ford da Bahia significa uma perda muito grande para o Brasil e para todo o estado. Serão milhares de empregos diretos e indiretos dizimados pela crise econômica aliada a pandemia do coronavírus. Lamento profundamente que essa decisão tenha tido que ser tomada pela montadora”, lamentou a legisladora.

Já o prefeito Dinha, também lamentou o fechamento das  três plantas de produção no Brasil.

“Triste notícia a decisão da Ford em encerrar as atividades no Brasil. Um grande impacto na economia do país e de maneira mais severa para as cidades da Região Metropolitana de Salvador, onde as vidas de muitos trabalhadores serão afetadas diretamente. Vamos seguir firmes, orando e trabalhando por dias melhores”.

A Ford decidiu fechar três plantas de produção no Brasil, nesta segunda-feira, No país, serão mantidos apenas o Centro de Desenvolvimento de Produtos, em Camaçari, que terá sua fábrica fechada, e o Campo de Provas e sua sede regional, ambos em São Paulo.

“A Ford está presente há mais de um século na América do Sul e no Brasil e sabemos que essas são ações muito difíceis, mas necessárias, para a criação de um negócio saudável e sustentável”, disse Jim Farley, presidente e CEO da Ford. “Estamos mudando para um modelo de negócios ágil e enxuto ao encerrar a produção no Brasil, atendendo nossos consumidores com alguns dos produtos mais empolgantes do nosso portfólio global”, disse a empresa em comunicado.

A empresa também disse que atenderá a região com seu portfólio global de produtos, incluindo alguns dos veículos mais conhecidos da marca como a nova picape Ranger produzida na Argentina, a nova Transit, o Bronco, o Mustang Mach 1, e planeja acelerar o lançamento de diversos novos modelos conectados e eletrificados.

“A Ford mantém assistência total ao consumidor com operações de vendas, serviços, peças de reposição e garantia para seus clientes no Brasil e na América do Sul. A empresa também manterá o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, o Campo de Provas, em Tatuí (SP), e sua sede regional em São Paulo”, acrescenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *