Neto fala de união com Rui e pede apoio federal: “Quem está na ponta somos nós”


O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), falou sobre o momento de união entre a Prefeitura municipal e o governo do estado, comandado por Rui Costa (PT). Em coletiva, na manhã desta terça-feira (24), o democrata falou sobre os esforços conjuntos para evitar o avanço dos casos de coronavírus e afirmou que “não é hora de pensar em política”.

“Agora a gente tem que deixar qualquer tipo de divergência de lado e temos que dar as mãos, trabalhar no enfrentamento ao coronavírus e preservar a vida das pessoas. Neste sentido, a Prefeitura também está mobilizada para se juntar ao esforço do governo na oferta de novos leitos de UTI. Temos de imediato, 55 leitos já mapeados e preparados para receber pacientes e a meta da prefeitura é poder ofertar até 250 leitos na capital”, disse.

O prefeito ainda falou sobre a criação de programas locais para apoiar as pessoas mais pobres, que não poderão trabalhar por conta da pandemia. Ele também cobrou mais agilidade do governo de Jair Bolsonaro no apoio aos estados e municípios brasileiros no enfrentamento do Covid-19.

“Fazer um apelo ao governo federal que possa ter mais agilidade e trabalhe de maneira mais integrada com estados e municípios, porque quem está na ponta somos nós. O cara que está lá em Brasília decidindo, ele pode até tomar uma decisão correta, mas depende de quem está na ponta, que é a Prefeitura e o governo do estado”, completou.

O democrata ainda falou que é possível que haja suspensão no funcionamento do comércio de rua. “O objetivo de tudo isso é manter as pessoas em casa. E nós vamos ao limite do que for necessário e do que tiver na competência e possibilidade de execução da Prefeitura”, finalizou.

Valera Noticias

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *