Neco chama ex-gestor e secretários de “incompetentes” e desabafa: “tinha vergonha quando as pessoas eram demitidas, eu ficava doente”


Durante Sessão Ordinária desta terça-feira, 13/10, o atual líder do governo do prefeito Dinha Tolentino na câmara, vereador Neco Almeida (DEM), mostrou indignação as ações do ex-prefeito e atualmente deputado estadual, Eduardo Alencar (PSD). O plenário da Câmara, em alguns momentos, virou palco de debates políticos acirrados.

Ainda na Tribuna da Casa Legislativa e, ao fazer uso da palavra, Neco se dirigiu ao ex-líder da oposição, Sandro Moreira (PSL), e soltou o verbo contra seu ex-líder político Eduardo Alencar, e em sua fala, o edil disse que antes “tinha vergonha do que acontecia com os garis”.

“O prefeito está há 3 anos e 8 meses com controle de orçamento menor e manteve o mesmo quadro de funcionários sem demissões e sem redução de salários. Além disso, paga em dia os salários dos servidores. O que observamos é que então o ex-secretário de finanças era um incompetente, (Dico e Francisco) e o ex-prefeito por sua vez também. Eles não podem responsabilizar o vice-prefeito a época pelas ações que o prefeito fazia, porque eu não tinha a caneta na mão e eu era secretário de serviços público, disparou Almeida.

Bastante incisivo durante o discurso, Neco disse que ficava “doente”. Eu não tinha poder de fazer nada contra as demissões.

“Eu não tinha poder de demitir e nem de exonerar, muito menos nomear. Eu nunca tive esse poder . Eu tinha era vergonha do que acontecia com os garis e com os servidores que eram demitidos na época mais importante da sua vida, que era o final de ano, em dezembro. Com isso eu ficava doente eu não tinha poder de fazer nada”, desabafou.

Em discussão entre os pares, o termo “demissões” foi usado por diversos parlamentares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *