“Não tem urubu voando”, diz Orlando de Amadeu após visita de 13 vereadores ao Aterro de Inertes implantado pela Naturalle


Uma comitiva composta por 13 vereadores do município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), esteve na manhã desta sexta-feira (17/05), visitando o Aterro de Inertes implantado na cidade pela empresa Naturalle. A reunião com técnicos do empreendimento aconteceu após ofício encaminhado pelo vereador Alfredo Assis (PP), considerado do “grupo independente”, ao presidente da Câmara, Orlando de Amadeu que em contato com a empresa ficou disponibilizada a visita dos parlamentares.

“Chegando lá, nós podemos ver de perto o que está acontecendo. Não tínhamos participado de nenhuma reunião relacionada ao Aterro Inerte, nós participamos de reuniões relacionadas ao outro empreendimento que iria acontecer, mas foi paralisado e eles deram continuidade com o “Aterro de Inertes” que foi autorizado no dia 22/12/2016, na gestão do ex-prefeito”, declarou o chefe do Legislativo Municipal.

Segundo Amadeu, os vereadores presentes na reunião demonstraram a preocupação de ir lá verificar o que realmente está acontecendo. “A empresa mostrou toda a trajetória desde 2016, foi bem clara em suas informações e nós temos agora conhecimento de tudo que está acontecendo, algo que não tínhamos anteriormente”, pontuou.

O líder da oposição, vereador Sandro Moreira (PSL), em Sessões Ordinárias anteriores, tentou chamar a atenção contra a instalação do empreendimento, mas pela sua ausência nas reuniões e audiências relacionadas ao empreendimento, teve o comportamento político avaliado por seus pares, como “alguém que quer jogar para a platéia”.

Desta vez, Sandro Moreira perdeu mais uma oportunidade de conhecer de perto a execução dos trabalhos no Aterro de Inertes e foi criticado pelo presidente do Parlamento Municipal.

“Na verdade o vereador Sandro Moreira, ele joga para plateia e quando a Câmara está cheia, ele fica querendo mostrar o que não acontece, então, ele foi convidado para participar, tanto ele quanto todos os vereadores, mas não estamos aqui para jogar pra plateia, mas defender o povo de Simões Filho e dizer para o povo que em momento nenhum a Câmara de Vereadores apóia lixão e não está existindo lixão em nossa cidade”, afirma Orlando de Amadeu.

Ainda de acordo com o presidente da Câmara de Simões Filho, “hoje o empreendimento está funcionando, já contratou diversos funcionários e carros estão transportando entulhos, materiais de construção, troncos de árvores, ou seja, o descarte de materiais que não são contaminados e não prejudicam o solo freático”.
Durante entrevista.  Orlando de Amadeu afirmou ainda que o “empreendimento não foi autorizado na gestão do prefeito Dinha, mas na gestão passada”.

“Nós estamos aqui para fazer as coisas acontecerem corretamente e se vier alguma coisa que venha desabonar aquele empreendimento, estamos aqui junto com o prefeito e nossa deputada Kátia para estarmos ao lado do povo em todos os momentos que o povo precisar”, enfatizou o parlamentar.

Estiveram ausentes na reunião os vereadores: Sandro Moreira, Laecio Valentim, Deni da Metalúrgica (bancada da oposição).

Já da base governista estiveram ausentes, Canjirana (membro da Comissão do Meio Ambiente), Vel (presidente da Comissão do Meio Ambiente), e Nel da Metalúrgica.

Os vereadores presentes no local do empreendimento foram: Orlando de Amadeu, Neco Almeida, Adailton Caçambeiro, Alfredo Assis, Arnoldo Simões, Cleiton Bolly Bolly, Del, Elimário Lima, Eri Costa, Everton Paim, Jailson Jajai, Luciano Almeida e Manoel Carteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *