Em guerra contra os forasteiros, diversos vereadores simõesfilhenses se colocam a disposição como pré-candidatos a deputado estadual


Ao final da rápida sessão desta terça-feira (05), que apreciou e votou em primeira discussão o Projeto de Lei de nº 034/2017 que Estima a Receita e Fixa a Despesa do Município de Simões Filho para o exercício financeiro de 2018, oriundo do Poder Executivo, a polêmica ficou por conta dos diversos vereadores que, declararam estar a disposição do prefeito Diógenes Tolentino como possíveis pré-candidatos ao cargo de deputado estadual em 2018.

Antes de serem encerrados os trabalhos na Casa Legislativa, o vereador Vel levantou a questão comentada durante a semana nas redes sociais, afirmando que pelo seu histórico político, o prefeito Diógenes Tolentino certamente cumprirá com a promessa de apoiar um candidato de dentro da cidade.

“O deputado estadual com certeza é da cidade. Tenha certeza que o prefeito Dinha tem compromisso com a cidade e vai apoiar um candidato daqui. Assim como eu e todos os vereadores aqui só irão apoiar um candidato da cidade”, disse Vel.

Como já previamente publicado pelo Mapele News, o vereador Eri, em entrevista no final da sessão confirmou o interesse em se tornar o representante de Simões Filho na Assembleia Legislativa. Sobre os candidatos de fora, Eri disse que só apoiaria se Dinha provasse que haveria uma inviabilidade de indicar uma pessoa de Simões Filho.

“Eu estou esperando o prefeito Diógenes Tolentino dizer: Eri você vai ser o candidato. É um desejo meu e de muita gente, eu tenho sentido o apoio da população nos grupos políticos, nos seguimentos organizados e não quero botar pressão no prefeito não. Nós somos um grupo, afinal de contas eu fui o primeiro vereador a acompanhar o prefeito Dinha desde o início da carreira dele. Se for candidato de outra cidade, eu acho estranho”, revelou Eri

Questionado sobre a pretensão já declarada do radialista Roque Santos, Eri disse que o considera uma pessoa da cidade, tendo em vista que, no último dia 07 de novembro Roque foi intitulado Cidadão Simõesfilhense, e caso haja o interesse de Dinha, ele não hesitará em apoiar.

Já o vereador Del não mediu palavras para se colocar como pré-candidato capacitado a defender o município na Casa Legislativa. “Sem dúvida nenhuma o meu nome está à disposição. A gente vai sentar com o grupo, avaliar de forma geral, discutir quem é o melhor nome para a cidade e o meu nome também está à disposição para pleitear uma cadeira na Assembleia Legislativa e defender o nosso município, que é tão carente e precisa de um representante lá”, disse Del.

Elimário também não se declarou fora da disputa, mas afirmou que tudo depende da vontade do povo e do seu líder político. “Meu nome está aí à disposição, só que eu tenho um líder chamado Diógenes Tolentino e estou esperando a decisão dele. Já que vai sair um candidato do município, apoiado pelos vereadores, meu nome eu coloco também a disposição e fica a critério da voz do povo e da liderança política”, salientou ele.

Os vereadores Manoel Almeida e Carteiro disseram que não pretendem disputar lugar nas eleições de 2018, já o vereador Jailson Soares explicou que só vai se preocupar com o cenário político municipal e estadual a partir do próximo ano.

Entre os entrevistados, apenas o vereador Alfredo Assis revelou publicamente o apoio ao pré- candidato de oposição Eduardo Alencar, assim como Sandro Moreira, porém, segundo Alfredo, caso Eduardo não saia candidato, ele mesmo se colocará a disposição do grupo partidário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *