Continua: “Ele pensa que é mais vereador do que os outros”, diz Deni da Metalúrgica em resposta a Boly Boly


Após a polêmica da sessão anterior, onde diversos edis se exaltaram e chegaram a proferir insultos pessoais entre eles, por causa da votação que aprovou as contas do ex-prefeito Eduardo Alencar no exercício de 2015, a plenária da Câmara de Vereadores de Simões Filho permaneceu em clima mais ameno na tarde desta terça-feira (12).

Em sua primeira oportunidade de fazer o uso público da palavra, após ter manifestado voto a favor do antigo gestor, o vereador Denilson das Neves (Deni da Metalúrgica) iniciou os trabalhos lembrando que na semana passada foi citado ofensivamente pelo nobre colega Cleiton Aparecido (Boly Boly) e pediu o direito de resposta.

“Quando eu manifestei que ia dar meu voto, eu me senti realmente ofendido pelo vereador que chegou à tribuna para fazer a discussão do parecer do Tribunal de Contas. Antes de começar a discutir o parecer ele fez referência ao meu nome e realmente se estendeu, me deixando em uma situação indesejada e desagradável”, declarou Deni.

Para Denilson, que já exerce o seu quarto mandato como vereador no município, a sua permanência na Câmara é sinônimo do trabalho prestado em favor da comunidade, ao contrário do que o vereador Cleiton falou, afirmando que na localidade do CIA II até o momento nada teria sido feito.

“Eu quero dizer que quando a gente trabalha, no meu caso durante quatro mandatos, eu estou aqui abaixo de Deus e do povo de Simões Filho, que me colocou aqui. eu não entrei pela janela, nem por trambique. Aqui eu entrei por trabalho e todos aqueles que seguirem com seus trabalhos, certamente serão conduzidos a permanecer eleitos”, disse ele.

O parlamentar pediu ainda a intervenção da Comissão Permanente de Ética da Câmara, para que o excesso de exposição dos edis não venha mais a atrapalhar os trabalhos do legislativo simõesfilhense.

“Eu quero também chamar a atenção da comissão de ética, porque a gente como vereador está deixando isso ficar muito feio. Chegarem aqui na tribuna e falarem coisas que ao invés de trabalhar para fazer o bem pro povo, trabalha para agredir o colega desnecessariamente”, comentou.

Deni também fez referência ao vereador Vel, que segundo ele demonstrou apoio a Boly Boly e foi desrespeitoso com o seu posicionamento. Mas, disse que em outra oportunidade trata diretamente com os nobres colegas, já que naquele momento, nem um dos dois estava presente na sessão.

“Tanto o vereador Cleiton como o vereador Everaldo também foi infeliz nas suas colocações. Mas, posteriormente quando for o momento de se discutir isso aqui, porque hoje eles não estão para se defender, estarei também à altura para dizer que nesta casa todos os vereadores merecem ser respeitados.

“O vereador pensa que ele é mais vereador do que o outro. Pensa que ele é mais forte do que outro, mas não é não. Aqui eu não tenho medo de falar minha voz. Como vereador eu respeito todos os colegas e quero que todos também me respeitem. Essa casa é democrática, onde devemos respeitar o voto de cada vereador. Esta casa deve ser exemplo de democracia”, concluiu Deni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *