Campanha contra a gripe H1N1 continua em Simões Filho até o dia 30/05

A campanha de vacinação contra a gripe H1N1 continua até o dia 30/05 nos postos de saúde de Simões Filho. O cronograma é estabelecido pelo Ministério da Saúde. De acordo com informações da prefeitura, a Secretaria de Saúde do município, recebeu na última segunda-feira (09), um lote contendo 5 mil doses da vacina e até … Leia Mais


Conferência das Cidades é realizada em Simões Filho

O município de Simões Filho recebeu nesta terça-feira (10), a 4ª Conferência das Cidades. O evento que norteou os debates sobre a ‘efetivação de ações e metas’ para ampliação do desenvolvimento do município, neste ano, contou com tema: “Função Social da Cidade e da Propriedade”. O evento aconteceu no auditório do Centro Social e contou … Leia Mais


Reconhecimento: Após conquista de medalhas, atleta simõesfilhense homenageia empresário Jomar Paraki

 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/silvio-souza-mapelenews-598222033/reconhecimento-apos-conquista-de-medalhas-atleta-simoesfilhense-homenageia-empresario” ][/soundcloud] O vice-campeão mundial em atletismo master, Antônio Carlos Assis Júnior no último final de semana logrou excelentes resultados no 13º Gran Prix Mercosul realizado na capital gaúcha. Renomado no cenário baiano e nacional, o atleta simõesfilhense mais uma vez amplia a conquista de medalhas e obtém o título de tricampeão no Mercosul. … Leia Mais



Simões Filho: SEMED realiza entrega de kits escolares

A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) vem realizando a entrega de kits escolares em toda a rede pública municipal de ensino de acordo com cronograma pré-estabelecido, e nesta terça-feira (10), os kits foram entregue nas escolas Castelo Branco e Maria Chaves. Cada kit é composto por materiais didáticos de uso essencial como: lápis, caneta, borracha, … Leia Mais


De cara nova Conselho Tutelar divulga balanço das ações realizadas em Simões Filho


 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/silvio-souza-mapelenews-598222033/de-cara-nova-conselho-tutelar-divulga-balanco-das-acoes-realizadas-em-simoes-filho-1″ ][/soundcloud] O Conselho Tutelar do município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), divulgou nesta segunda-feira (09), o balanço com o número de denúncias realizadas até o primeiro trimestre deste ano. Segundo a nova equipe de conselheiros que foram empossados em janeiro, até o dia 9 de março, 708 atendimentos foram realizados pelo órgão.

De acordo com os dados do Conselho, foram registrados atendimentos em todos os bairros no período, incluindo denúncias feitas pelo disk 100, pelo celular de plantão, além de atendimentos presenciais na sede que fica localizada no Centro Social. Uma Alerta defendida pelo órgão é a “conscientização dos pais, responsáveis e a sociedade em zelar pelos direitos da criança e do adolescente”.

Os conselheiros tutelares atuam como órgãos de defesa e após o seu papel nos encaminhamentos ao CREAS – Centro de Referência Especial à Assistência Social; tem poder para punir o agressor já que trata de questões diretamente à criança, adolescente e responsáveis e toda decisão só pode ser revista pelo juiz da vara da infância e juventude.

De acordo com a coordenadora Lindinalva Santana, todas as decisões tomadas pelo Conselho Tutelar de Simões Filho são definidas pelo colegiado e destaca que a equipe trabalha no sentido de garantir a ‘assistência de direitos’, sobretudo, tratando das questões de violações de direitos, além, de assegurar os direitos da criança em diversas áreas, como educação e saúde.

Em sua vital importância, a premissa é de que o Conselho Tutelar amplie sua presença e conta com o apoio da população, no que se referem as ‘denúncias’; condição necessária para avançar quanto à ‘defesa em favor das crianças e adolescentes’. Para isso, a equipe ainda conta com o apoio da Guarda Municipal e em casos extremos com a Polícia Militar.

A coordenadora para a equipe de reportagem revelou que além dos diversos tipos de violência; existem casos de negligência por parte de pais ou responsáveis em relação ao direito à escola, alimentos e também maus-tratos. Entre as principais ações dos conselheiros tutelares estão os encaminhamentos ao CREAS, ao atendimento médico e psicológico de crianças e adolescente vítimas da violência e casos de encaminhamentos para instituições de ensino, onde para famílias carentes se conseguem a ‘custo zero’ a requisição e 2ª via da Certidão de Nascimento.

Conforme o subcoordenador Franklin Pereira Rosa, o órgão busca atender a população simõesfilhense da melhor forma possível e destacou o ‘amor naquilo que se faz’; como fator preponderante para a continuidade de melhoria nos serviços.

A conselheira Aparecida de Cássia relatou os desafios pelos quais convivem com a atividade. “Deparamos com situações que infelizmente acontecem e a violência para aqui no Conselho Tutelar”.

Como seres humanos, os conselheiros revelam a ‘sensibilidade’ de muitas das vezes se sentirem chocados pela violência contra a criança e adolescente, principalmente, quando parte dos pais. “Ver um pai e uma mãe maltratando o próprio filho choca demais”, revelou a conselheira Sílvia Maria.

Para o ‘Mapele News’, a conselheira Magali Ramos afirmou que a importância maior do órgão é estabelecer um dever que muitas das vezes deveria ser assegurados pelos pais e deixou uma mensagem para a sociedade simõesfilhense.

“Dê amor e diálogo que é a base de tudo. Ame seus filhos e não perca para a violência e as drogas. Não deixem que eles sejam seduzidos pelo mundo afora e amem em qualquer circunstância”. 

Como denunciar agressões e violência contra a Criança e o Adolescente em Simões Filho

Os atendimentos presenciais acontecem de 2ª à 6ª feira das 8 às 17h no Centro Social, Avenida Walter Aragão, Km 25. Após as 17h, finais de semanas e feriados, através de celular de plantão, no número: 71 9 9381- 1754 e pelo DISK 100 da Secretaria de Direitos Humanos.

A coordenadora Lindinalva Santana esclarece que com relação às denúncias presencias na sede do Conselho Tutelar, as pessoas podem fazer sem se identificar. Logo após a equipe fará a investigação para buscar a veracidade das informações.

A equipe técnica em Simões Filho em sua estrutura conta com o apoio da administração pública municipal, um carro com motorista à disposição e o apoio da Guarda Municipal e assistência administrativa.

“O município tem se esforçado para que o Conselho Tutelar atue da melhor maneira possível”, afirmou o subcoordenador Franklin Pereira Rosa.

A equipe atual do Conselho Tutelar de Simões Filho é composta por Lindinalva Santana, Franklin Pereira Rosa, Sílvia Maria, Aparecida de Cássia e Magali Ramos.


Simões Filho: Projeto do ‘MCMV é prejudicado pela morosidade do Cartório de Registro de Imóveis”, afirma Secretário de Habitação


 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/silvio-souza-mapelenews-598222033/simoes-filho-projeto-do-mcmv-e-prejudicado-pela-morosidade-do-cartorio-de-registro-de-imoveis” ][/soundcloud] O Secretário de Habitação de Simões Filho, Virgílio Daltro revelou nesta segunda-feira (09), que uma reunião realizada na última sexta-feira (06), junto com a Secretária Lúcia Abreu e a Caixa Econômica Federal ficou estabelecido à “entrega dos empreendimentos do Minha Casa Minha Vida”. Com a avaliação de 98,5% das obras já foram concluídas, ele deixou claro que está ‘Tudo Pronto pra Entregar’, mas fez uma denúncia de que o Cartório de Registro de Imóveis e Títulos Freitas Santos; está ‘prejudicando a entrega’, pela ‘morosidade na individualização das inscrições e constituição de condomínios’.

A previsão é os residenciais Parque Universitário I e II (Vida Nova), Bela Vista I e II (Santo Antônio do Rio das Pedras) e Ipitanga (Simões Filho I), sejam os próximos a serem entregues e o Residencial Alvorada; também em Simões Filho I no mês de agosto. Na totalidade serão 3.524 unidades habitacionais que ainda depende da ‘definição das datas de entrega pela Caixa’. ‘Os residenciais Alvorada e Ipitanga receberão dois equipamentos comunitários, uma creche e uma Unidade Básica de Saúde’.

De acordo com o Gestor da pasta da Habitação, a grande luta tem sido o Cartório de Registro e ainda revelou que o Residencial Bela Vista, no Jardim Eldorado, as famílias querem pagar a mensalidade do condomínio, mas ainda não foi constituído o ‘condomínio’ por conta da ‘demora do Cartório’.

“O prefeito tem lutado muito com isso e bate de frente com o Cartório. É uma luta muito grande, inclusive, a Caixa tem respondido a mais de 10 devoluções de documentos e tudo isso atrapalha a entrega e prejudica o povo de Simões Filho”, afirmou Daltro.

A reportagem procurou a oficial do Cartório Freitas Santos, mas ela não estava presente. O assessor jurídico João Paulo Barros de Medeiros atendeu a equipe e esclareceu que todo ‘documento dado entrada no Cartório é necessário ter uma ‘forma e conteúdo’. “É isso que a Lei pede”, afirmou.

João Paulo considerou a denúncia um ‘grande equívoco’ e declarou que respaldados na Lei, a partir da entrada do documento no Cartório são 30 dias para análise. Ele ainda confirmou que existe uma ‘longa caminhada a ser seguida’ e que as ‘individualizações das matrículas’; ocorrem com o pedido das construtoras, e logo após, a entrega dos empreendimentos pela Caixa.

Em entrevista, o assessor jurídico esclareceu que com relação ao Residencial Ipitanga a documentação já foi analisada e devolvida ao preposto na semana passada para que se promovam as ‘correções’. Os residenciais Parque Universitário I e II, Bela Vista I e II já foram dadas entradas em Cartório. Já o Residencial Alvorada, localizado em Simões Filho, João Paulo fez questão de revelar. “Ainda não foi dada entrada em Cartório”, provavelmente se justifique a entrega estendida para o mês de agosto.

Conforme o entendimento do assessor jurídico do Cartório, devido a pressão com relação à entrega; é ‘muito fácil responsabilizar o Cartório’, mas apesar de defender o órgão; deixou claro uma limitação; justificando a considerável ‘demora no registro dos documentos’.

“Notifiquei verbalmente o preposto da construtora sobre a impossibilidade da entrega no prazo que eles necessitam porque nós não dispomos de funcionários suficientes e cada empreendimento tem de 480 a 1600 individualizações a serem feitas e não é tão simples assim”, justificou.

Ainda de acordo com ele, é função do Cartório é cumprir com qualquer registro dado entrada, mas eles não dispõem de pessoal para dar celeridade.

“Temos a Lei do nosso lado; até para esse sentido”, disse. “Estamos desenvolvendo com o oficial uma notificação dando conta que não teremos como cumprir os prazos que eles (Caixa, Secretaria de Habitação, Construtora) pedem”, acrescentou.

O assessor jurídico criticou que não há uma prioridade e cronograma que deveria ser do interesse das próprias construtoras e fez uma alerta. “Pode passar 10 anos; enquanto o documento não tiver na forma que a Lei pede; ele não será registrado”.

Sobre a constituição de condomínios, ele explicou que após a construção ser averbada, as construtoras necessitam apresentar o ‘registro da convenção e de instituição de condomínio’ para que seja feita as individualizações das unidades habitacionais.


Simões Filho: Projetos da Secretaria de Habitação prevê mais 7 mil unidades do programa ‘Minha Casa Minha Vida’


 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/silvio-souza-mapelenews-598222033/simoes-filho-projetos-da-secretaria-de-habitacao-preve-mais-7-mil-unidades-do-programa” ][/soundcloud] Na véspera da 4ª Conferência das Cidades que acontece nesta terça-feira (10), em Simões Filho, o Secretário de Habitação, Virgílio Daltro revelou que existe uma  demanda de 35 mil unidades habitacionais do programa ‘Minha Casa Minha Vida’ e a administraçõ pública por entender que o programa é de interesse social, já encaminhou projetos que necessitam da liberação do Ministério das Cidades. A previsão é de mais 7 mil unidades habitacionais para o município.

http://mapelenews.com/wp-content/uploads/2016/02/12736363_1679565635632927_696285463_n-660x330.jpg

Em entrevista, Virgílio Daltro ainda revelou à sua preocupação para que não haja atrasos; nem retrocessos que impeçam a liberação de alguns empreendimentos e consequentemente o início das obras.

“Temos visto o esforço do prefeito Eduardo Alencar que vêm facilitando a nossa vida e conduziu isso por Brasília”, declarou o secretário que explicou que o Executivo Municipal se empenha no sentido de conseguir o apoio do Ministério das Cidades para que os demais residenciais sejam liberados.

‘Residencial das Rosas, Cedro Sapucaia, Santa Rosa, Platô, I, II, III, IV, V, VI e VII’ são os futuros empreendimentos que a Secretaria de Habitação atua como uma força para conseguir o apoio do Governo Federal.

“Falta assinar os contratos e o que precisa é o Governo Federal não atrapalhar a vinda desses empreendimentos para Simões Filho”, revelou Daltro que demonstrou também preocupação com a questão política.

A Presidente Dilma Rousseff afirmou para a imprensa no final da última semana; que sua luta é dar continuidade aos programas sociais e que uma das tentativas do seu ‘impedimento’ pela oposição é devido aos ‘gastos do governo com os menos favorecidos’.

Caso ocorra a transição do governo, os futuros empreendimentos em Simões Filho que garantirá mais 7 mil unidades habitacionais poderão ser afetados.

O Secretário fez questão de frisar que as construtoras já deram entrada e depende mesmo da ‘liberação do Ministério das Cidades’.

A 4ª Conferência que acontece a partir das 08:30h, no auditório do Centro Social, norteará as demandas e necessidades do município com o objetivo de ampliar o desenvolvimento; tendo como direcionamento principal efetivar ações e metas e constitui etapa preparatória para as Conferências Estadual e Nacional que deverão acontecer de 1º de novembro de 2016 a 31 de março de 2017.


4ª Conferência das Cidades acontece nesta terça em Simões Filho


A Secretaria Municipal de Habitação (SEHAB) realiza nesta terça-feira (10), a partir das 08:30h, no auditório do Centro Social de Simões Filho, a 4ª Conferência das Cidades, que tem como tema: “Função Social da Cidade e da Propriedade”.

O evento é coordenado pelo Ministério das Cidades e os participantes debaterão sobre a temática e apontarão ações que visem o desenvolvimento do município, tendo como direcionamento principal a “efetivação” de ações e metas.

Para desenvolver a temática, os municípios usarão como base textos norteadores, encaminhados pelo governo do estado, além de fatores do dia-a-dia do simõesfilhense.

A conferência municipal funciona como uma etapa preparatória para as Conferências Estaduais e do Distrito Federal, que deverão acontecer de 1º de novembro de 2016 a 31 de março de 2017, que antecedem a 6ª Conferência Nacional que acontecerá de 05 a 09 de junho de 2017, em Brasília.

Fonte:  Ascom


Líder quilombola representa Simões Filho em Conselho Estadual


Na última quinta-feira (05), a cidade de Simões Filho foi empossada, através da Líder Comunitária Bernadete Pacífico, na Comissão Estadual de Sustentabilidade de Povos e Comunidades Tradicionais (CESPCT), órgão vinculado à Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi).

A posse aconteceu em reunião ordinária, na capital baiana e contou com a participação de 18 representantes divididos entre o poder público e igual número da sociedade civil organizada que tem como atividade, contribuir para a elaboração, ampliação e aperfeiçoamento de políticas públicas.

Entre os principais desafios dos novos conselheiros estão o debate de diversas temáticas e coordenação, elaboração e implementação da Política Estadual de Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais da Bahia direcionando o olhar especificamente para os povos indígenas, quilombolas, povos de terreiro, fundos e fechos de pasto, pescadores e pescadoras, povos ciganos, extrativistas, geraizeiros e marisqueiras.

O encontro segue até esta sexta-feira (06) e conta com a participação da Secretária da Sepromi, Vera Lúcia Barbosa, além de ex e atuais membros do conselho.

*Ascom/PMSF