Moradores de Cotegipe em Simões Filho reivindicam na justiça indenização por desapropriação de terra

Moradores do distrito de Cotegipe, no município de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador, estiveram na manhã desta quinta-feira (08), no fórum municipal, a fim de reivindicar uma suposta invasão, que está sendo executada por uma empresa do seguimento privado na localidade. De acordo com os moradores, funcionários da empresa CajuLog estão desmatando uma parte … Leia Mais





Prefeitura realiza 2ª audiência do PPA; Sugestões podem ser feitas também pela internet

A Prefeitura realizou, na noite desta terça-feira (6), a segunda audiência pública para discutir o Plano Plurianual (PPA) 2018/2021. O encontro, realizado na Escola Municipal Georgina de Souza Simões, no CIA 1, contou com a participação do prefeito Diógenes Tolentino, secretários municipais, servidores, vereadores e representantes da sociedade simõesfilhense. Presente no audiência, o empresário e … Leia Mais


Bate boca entre vereadores esquenta sessão na Câmara de Simões Filho


Uma nova discussão foi provocada ente os vereadores de Simões Filho, em sessão ordinária realizada na noite desta terça-feira (06), por causa da polêmica questão da presença de seguranças durante os trabalhos legislativos.

Mais uma vez, o presidente da mesa diretora, Genivaldo Lima justificou o fato de já ter solicitado a presença de um agente da Guarda Municipal para participar das sessões, mas que até o momento, o seu pedido não foi atendido.
Em contra partida ao exposto pelo presidente da Casa, o vereador Cleiton Aparecido, popularmente conhecido como Boly Boly, preferiu se manifestar contra a solicitação do edil, levando os ânimos a se exaltarem entre os nobres colegas.

“Enquanto vossa excelência solicita segurança para essa Casa, nas escolas falta. A segurança que nós temos nessa cidade é a de Deus. O prefeito tem trabalhado muito nessa cidade. Inclusive eu participei de um debate lá na escola Padre Luiz Palmeira e imediatamente o prefeito colocou segurança nas escolas. È isso que a gente precisa, de segurança nas escolas.

Para se defender Lima ressaltou que concordo com a demanda de segurança nas escolas, porém, como patrimônio público isso não impede a Câmara de ter um agente em atividade. “Eu acho que não é tirar segurança das escolas não, que por mim até teria mais, só que aqui também é preciso”, confirmou o vereador.

Por questão de ordem, o vereador Erivaldo (Eri) pediu a palavra e chamou a atenção do colega Boly Boly por interpelar a fala do presidente.

“Eu acho que esta casa passa por um momento muito difícil e nós temos que acabar com esse discurso só pra o momento de êxtase da população. A gente tem que ser claro. O problema existe. Aqui tem que ter Guarda Municipal porque isso aqui é órgão e é patrimônio sim. As escolas têm vigilantes”, disse Eri.

Para Eri, em sua fala Cleiton tentou descaracterizar a colocação de Genivaldo, no sentido de atrair a atenção do público e que isso é inaceitável.

“Não justifica querer descaracterizar o que o presidente está falando nesta Casa aqui neste momento. Está se tratando de um poder na cidade. Eu não aceito que vereador venha descaracterizar a nossa Casa. Não aceito que o nobre colega venha descaracterizar a fala do presidente quando ele está tratando do respeito a esta casa”, revelou Eri e continuou disparando, “Eu não quero ficar numa Casa que não tenha respeito da população e que não tenha respeito do Executivo”.

Com uma nova questão de ordem, Cleiton explicou sua colocação e disse que como presidente da Comissão Permanente de Educação, tem o dever de cobrar que antes de todos, as escolas sejam assistidas.

“Quero deixar bem claro pra vossa excelência que o senhor está vereador como eu também estou. Eu como presidente da comissão de educação desta cidade, eleito aqui por esta Casa, eu estive com o prefeito Dinha conversando com ele sobre esta questão e ele se sensibilizou”, enfatizou Cleiton.

Cleiton ainda lembrou que quando saem para pedir votos os vereadores não necessitam de segurança. “Vereador, antes quando vai pedir votos nas comunidades a gente não pede segurança. Porque depois de eleito a gente precisa de segurança vossa excelência? Quero deixar bem claro que todos os patrimônios públicos têm que ter sim, mas esse é o momento de nós brigarmos juntos pra trazer segurança para as escolas”, disse ele.

Boly contou que sua esposa, funcionária da Educação, foi assaltada na porta de uma escola, e que costuma receber o apoio do povo porque também faz parte do povo.

Em defesa, Eri voltou a dizer que mais importante que receber aplausos é legislar para o povo.

“Eu quero dizer ao nobre colega que eu costumo dizer a verdade. Este discurso bonito de povo, povo, povo eu não estou aqui pra enganar, a verdade eu vou dizer. Podem dizer que eu fui cruel, que eu fui rude, mas enganar esse não é o meu perfil. Se o nobre colega está preocupado com aplausos eu não estou aqui pra ser aplaudido, eu estou aqui pra defender o que é correto, eu estou aqui pra legislar, foi pra isso que eu fui eleito. Se eu quisesse aplausos eu seria um artista”, concluiu.


Presidente da Câmara declara está sendo desrespeitado por gestão municipal


Durante a 14ª sessão ordinária do ano vigente, realizada na noite desta terça-feira (06), na Câmara de Vereadores de Simões Filho, o assunto mais discutido foi a questão da segurança dos parlamentares durante suas atividades.

De acordo com o presidente da Casa, Genivaldo Lima, o prefeito Diógenes Tolentino já recebeu de sua parte diversas solicitações para deslocar um agente da Guarda Municipal até a Câmara, durante os trabalhos legislativos, mas até o momento, nada foi feito.

O vereador se sente desrespeitado e pediu publicamente ao líder do governo, Orlando de Amadeu que converse com o prefeito, porque como parceiro da gestão ele não admite ser desrespeitado.

“Solicitei do governo a estadia hoje aqui da Guarda Municipal, mas pelo que eu estou vendo tem um desrespeito com a Câmara. Nobre líder do governo converse lá com o prefeito, porque desse jeito não dá pra continuar. Solicitei ao sargento Antonio, ao subtenente, ao capitão Bartolomeu, ao prefeito, no entanto hoje aqui continua sem a Guarda Municipal. Como eu disse, sou governo, sou par, mas eu não tolero desrespeito.

Em entrevista exclusiva ao Mapele News, Genivaldo disse que, desde que assumiu o comando da Casa, o parlamento municipal tem passado por diversos ajustes relacionados ao ordenamento das atividades e que a presença da Guarda é um deles.

“A Câmara já vem sendo ordenada desde a minha chegada e dentro desta ordenação tem os critérios legais que devem ser obedecidos em nossa cidade. Esta questão recente que houve ofensas não só de um, mais de outros munícipes aos vereadores, eu acho que isso não deve ocorrer”, disse ele.

Segundo Lima, mesmo que sua atitude desagrade a alguns, o seu dever é cobrar providências e neste sentido ele sempre vai agir.

“Não estou aqui pra jogar pra platéia. Não estou aqui pra agradar A, B ou C, eu estou aqui pra fazer o meu papel. Minha questão aqui é colocar ordem nesta Casa. Se está faltando, então é meu dever cobrar toda vez que for necessário”, concluiu.


Vereador pede construção de novo cemitério em Simões Filho


Durante a 14ª sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Simões Filho, o vereador Cleiton Aparecido, popularmente conhecido como Boly Boly, apresentou a Indicação de nº 132/2017 que solicita ao Poder Executivo a construção de um novo Cemitério Municipal.

Em sua justificativa, o vereador colocou que há algum tempo a cidade demanda a implantação de um novo cemitério, visto que o único ativo no município não dispõe mais de espaço suficiente para que os moradores possam enterrar seus entes queridos.

Simões Filho, em 2016 tinha uma população estimada em 134.674 habitantes e realizava em média 1 óbito por dia, de acordo com informações do Instituto médico legal, o que somado em 12 meses equivale a 365 sepultamentos por ano.

Além dos cálculos que envolvem os dados de mortes naturais, segundo os dados do Atlas da Violência nacional, divulgado na última segunda-feira (05), em 2015 foram registrados 112 homicídios no município, o que amplia ainda mais a demanda de sepultamentos na cidade, sem considerar os casos de vitimas que não são do municio, mas que entram na mesma estatística.

Também em 2015, o então vereador e atual presidente da Câmara, Genivaldo Lima solicitou a Indicação de nº 483/2015, pedindo ao Poder Executivo a construção de um Cemitério no Bairro de Mapele, para atender as Comunidades de Mapele, Cotegipe, Santa Luzia e Ilha de São João.

Na época, a Secretaria de Serviços Públicos (SESP) através da Assessoria de Comunicação (ASCOM) informou que juntamente com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente estaria realizando um estudo do solo para identificar um local onde o cemitério pudesse ser implantado sem prejudicar a população.


Clinica de imagem será inaugurada em Simões Filho


Em coletiva de imprensa, realizada na manhã desta terça-feira (06), pelo prefeito Diógenes Tolentino, em seu gabinete, foi comunicada a inauguração da Clinica Multimagem em Simões Filho, prevista para funcionar já a partir da próxima sexta-feira (09).

De acordo com Dinha, “a vinda da clinica é uma grande conquista para o município”, já que o mesmo não dispõe de exames especializados como ressonância magnética e tomografia em nenhuma das unidades de saúde, tanto públicas como particulares.

O gestor também salientou a questão da “clinica está produzindo bons fluidos” com geração de emprego e renda para os munícipes, como contra partida social exigida por Lei pela prefeitura.

Em sua fala, o representante da clinica, Drº José Antonio revelou que veio para Simões Filho a pedido de Dinha e, “somente quem confia muito numa gestão pública pra investir 10 milhões de reais em uma unidade de saúde, com tecnologia de ponta” que segundo o empresário, se iguala ao serviço prestado na Alemanha

A Clínica Multimagem é especializada em exames de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, sendo reconhecida pela história de pioneirismo nas principais tecnologias da área. Atualmente está presente em Salvador e em outras 14 cidades baianas.

Ainda conforme a instituição, investimentos contínuos em tecnologia fazem parte do cotidiano de constantes inovações da Clínica, com aquisições de aparelhos com tecnologia de ponta, tem como objetivo proporcionar à comunidade médica e seus pacientes diagnósticos ainda mais precisos.

Em Simões Filho, a unidade ficará localizada na Avenida Luis Eduardo Magalhaes, 207 Loja 01, Centro.


Hospital Municipal de Simões Filho realiza treinamento especializado para atendimento a vítimas de trânsito


Com o objetivo de capacitar a equipe da Urgência e Emergência do Hospital Municipal de Simões Filho, a APMI, gestora da unidade, realizou na última segunda-feira (05), no auditório da Sedesc, o treinamento de multiplicadores do Pró-Vitimas e a capacitação de Classificação de Risco com o Dr. Alexsandro Queiroz de Souza.

Gerente de Urgência e Emergência do HMSF, Araceli Trindade, destaca a importância da capacitação. “Esse treinamento foi muito importante para nossa equipe. Uma vez que, recebemos muitas vítimas de acidentes de trânsito no hospital. E hoje aprendemos muito, além dos procedimentos médicos de como cuidar desses pacientes. Aprendemos a melhor acolher esses pacientes e como orientar seus familiares na busca por seus direitos junto ao Estado em casos de acidente de trânsito”, afirma.

O núcleo do Pró-Vítimas, criado em setembro de 2016 pelo Detran-BA, oferece serviços de assistência jurídica, social e psicológica no bairro do Rio Vermelho, em Salvador para pessoas que já foram vítimas com sequelas de acidentes, em qualquer circunstância de gravidade, e familiares de vítimas fatais de trânsito. Vítimas e familiares também têm dúvidas esclarecidas sobre o Seguro Danos Pessoais Causados por Veículo Automotores de Vias Terrestres (DPVAT).