Simões Filho: Vereadora Miriam Prazeres agora é PROS

 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/simoes-filho-vereadora-miriam-prazeres-agora-e-pros” ][/soundcloud] A grande noite de quarta-feira (23) vai ficar para a história de Simões Filho pelo grande ato de filiações ao Partido Republicano da Ordem Social – PROS, que com expressiva força nasce grande e confirma sua força política com cerca de 100 filiados. A Vereadora Miriam Prazeres no encontro confirmou a sua … Leia Mais


Simões Filho: Denyson Santana tem apoio total do PROS da Bahia e do deputado Sargento Isidório

 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/simoes-filho-denyson-santana-tem-apoio-total-do-pros-da-bahia-e-do-deputado-sargento-isidorio” ][/soundcloud] “O futuro prefeito de Simões Filho já está aqui e o PROS chega pra PROSperar”, foram com essas palavras que o segundo deputado estadual mais votado da Bahia, Sargento Isidório iniciou sua palavra franqueada ao participar do grande ato de filiações da legenda, na noite desta quarta-feira (23), na Câmara de Vereadores … Leia Mais


DENÚNCIA: Diretora de escola e agentes da Guarda Municipal são acusados de desvios de peixe em Simões Filho

 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/denuncia-diretora-de-escola-e-agentes-da-guarda-municipal” ][/soundcloud] A entrega dos peixes, em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador realizada na última quarta-feira (23), por equipes da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (SEDES), que há vários anos a prefeitura garante a ‘Semana Santa’ para milhares de famílias; terminou com uma imagem negativa e que deverá ser apurada pela … Leia Mais


Com a Casa do Povo lotada, PROS confirma que nasce grande em Simões Filho

 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/com-a-casa-do-povo-lotada-pros-confirma-que-nasce-grande-em-simoes-filho” ][/soundcloud] O Partido Republicano da Ordem Social (PROS) garantiu na noite desta quarta-feira (23), não somente um ato de filiações, mas, um ato de prestígio e sucesso. A Casa Legislativa ficou totalmente lotada no evento que contou com autoridades estaduais e municipais, servidores da prefeitura, sociedade civil, imprensa e amigos de Denyson Santana. … Leia Mais


Atlas da Violência 2016 tira Simões Filho do ranking das mais violentas do país


Uma boa noticia para quem mora em Simões Filho, cidade localizada na região metropolitana de Salvador. É que o Atlas da Violência 2016, publicado na terça-feira (22), tira a cidade dos rankings das mais violentas do pais. O novo cenário mostra Catu e Porto Seguro entre as dez mais violentas do país, junto com lugares como Fortaleza (CE), Maceió (AL), Altamira (PA) e Mossoró (RN).

Em todos os cenários pesquisados, Simões Filho não aparece. O levantamento foi feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em conjunto com o Fórum Nacional de Segurança Pública.

A metodologia utilizada na pesquisa foi a ‘taxa bayesiana por 100 mil habitantes’, que são médias ponderadas que levam em conta não apenas a incidência de homicídios em uma dada microrregião, mas também a incidência de homicídios nas localidades vizinhas.

Com este cálculo, a cidade Catu ficou com uma taxa de 71,8 enquanto o município de Porto Seguro atingiu 70,6, conferindo-as as 7ª e 10ª posições da lista das regiões mais violentas do país, respectivamente.

No ranking das maiores variações nas taxas de homicídios, segundo a pesquisa, a Bahia lidera com 5 cidades entre as 10 principais. A maior alta foi registrada na microrregião de Senhor do Bonfim, situada na Bahia, teve que teve um aumento de 1.136,9%, apesar de ter apenas 18,2 pontos na taxa bayesiana.

Seguem na lista as microrregiões de Serrinha (em 2ª, com aumento de 832,40%) e Santo Antônio de Jesus (em 3º, com aumento de 815,54%). Os municípios de Euclides da Cunha (9ª, com 597,41% de aumento) e Valença (com aumento de 575,97%) completam o top 10 da lista.

De forma análoga, apesar de a Bahia emplacar dois municípios na lista das 20 mais violentas do país, o estado também abriga as duas cidades mais pacíficas registradas: o município de Cotegipe (1ª, com 1,8) e Euclides da Cunha (2ª, com 2,5).

Por fim, a pesquisa revela que em 2014, pelo menos 59.627 pessoas sofreram homicídio no Brasil, o que elevou nossa taxa para 29,1 mortes por 100 mil habitantes. Segundo o instituto “trata-se de uma situação gravíssima, ainda mais quando notamos que mais de 10% dos homicídios do mundo acontecem em solo nacional”.

Fonte: Simões Filho Online


Simões Filho: Prefeitura fará entrega de peixe nesta quarta-feira (23); veja os locais


Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social (SEDES) realizará nesta quarta-feira (23), a entrega de 45 toneladas de peixe para os moradores do município, que estão inscritos no Programa Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica e que possuam renda de até meio salário mínimo.

De acordo com a prefeitura, este ano o Programa de Complementação Alimentar – Projeto de Distribuição de Peixes, que é sempre realizado no período da Semana Santa, fará a entrega em 18 postos, das 07h às 12h.

Postos de entrega

1. Escola Hugo Baltazar – Rua São Paulo 978 – Jardim Eldorado – Km 25
2. Escola Municipal Cleriston Andrade – Av. Walter Aragão de Souza s/n° – Km 30
3. Escola União da Bahia – Conj. Habitacional Simões Filho I
4. Escola Gildo Piana – Rua Januário Santana s/n° – Góes Calmon
5. Centro Com. N. Irmã Dulce – Rod. BA – 093 – Fazenda Santa Rosa
6. Escola Profª Antônia Gonçalves Souza – Chácara Palmares s/n° – Palmares
7. Centro Com. N. Esperança – Rua Esperança s/n° – Pitanga de Palmares
8. Escola Castelo Branco – Avenida Mapele – Mapele
9. Escola Prof° Enock Pimentel – Ilha de São João – Aratu
10. Escola Hilderico Pinheiro – Rua Direta Santo Antônio Rio das Pedras
11. Cantina Central – Praça 7 de Novembro – Centro
12. Creche Escola Thomas Beltrão – Rua 21 de abril s/n° – Parque Continental
13. Escola Maria Quitéria – Rua Almirante Barroso s/n° – Cristo Rei
14. Escola Ver. João Campos – Av. Elmo Serejo Farias s/n° – Largo do CIA I
15. Escola Castro Alves – Rua Vital Brasil s/n° – Pitanguinha
16. Creche Escola Maria Senhorinha – Rua Princesa Isabel QD 6 – Conj. Hab. CIA II
17. Escola Sete de Novembro – Av. João XXIII s/n° – Ponto Parada
18. Sorveteria Comunitária – Rua Direta da Coroa da Lagoa


PROS realiza ato de filiações nesta quarta-feira (23) e fortalece legenda em Simões Filho


O Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e o diretório municipal de Simões Filho, comandado pelo presidente e pré-candidato a prefeito, Denyson Santana, segue firme no projeto de fortalecimento para as eleições municipais deste ano. A legenda promove nesta quarta-feira (23), às 19h, na Câmara de Vereadores a grande noite de filiações. O ato terá a presença de autoridades estaduais e municipais, novos filiados, sociedade civil e a imprensa. “A participação da população é essencial”.

Denyson é defensor do dialogo franco com a população sobre as formas de como os cidadãos devem exercer seus direitos constitucionais, tendo a comunicação como alicerce para o bom relacionamento com os diversos públicos e setores da sociedade simõesfilhense.

Além disso, o projeto do pré-candidato tem como agente norteador um elo que pretende implantar um modelo de regionalização da cidade com setores agrupados; como a criação da descentralização da administração com a unidade da prefeitura nos bairros.

945283_967389293338506_527437493643551370_n


Secretário de Educação de Simões Filho fala sobre greve e critica postura do sindicato


Após reunião nesta manhã de segunda-feira (21) com o sindicato dos professores no gabinete do prefeito Eduardo Alencar e a decisão da categoria em manter a greve, o Secretário de Educação de Simões Filho revelou que o Governo Municipal sempre esteve aberto as reivindicação dos professores.

“A negociação poderia continuar independente de greve”, afirmou Salles que ainda fez uma ressalva. “Não é a greve que vai fazer com que as reivindicações sejam avançadas, sobretudo, porque existe a boa vontade da administração em rever”.

12670761_1693214694268021_8194271580512324428_n

O Gestor da Educação do município rechaçou o posicionamento da categoria em manter a greve, em vista, que o sindicato havia aceitado a proposta, mas alegou que levaria o assunto para a assembleia, que ocorreu pela tarde na Câmara de Vereadores.

“Não podemos ser irresponsáveis em tomar decisões que precisam de orçamento público e assumir compromisso que daqui pra frente; não teremos condições de atender”, argumentou.

Conforme reunião com o Executivo, de acordo com Salles, de 21 itens na pauta; 15 foram solucionados e restaram 3 pontos que necessitam ter respaldo na lei. “Já estamos encaminhando”, garantiu e revelou que ainda ficou mais 3 pontos que se referem à questão do pagamento do retroativo.

“Nossa proposta é que seja feita uma comissão entre o sindicato e prefeito para encontrar uma forma mais adequada para fazer o pagamento”, esclareceu Jorge Salles.

Ainda segundo ele, todos os pontos foram alinhados e culpou o sindicato. “Agora a decisão de manter a greve é do sindicato que a princípio não concorda, mas não posso interferir”, disse.

Revogação de Decreto

Para a equipe de reportagem do ‘Mapele News’, o secretário esclareceu que o decreto estabelece que os professores apresentem os documentos com firma reconhecida para receber benefícios, porém, no próprio decreto indica que as instituições reconhecidas pelo MEC; não necessita o reconhecimento de firma, sendo assim, o sindicato insistiu na revogação do decreto.

Uma alerta é sobre ‘entidades não reconhecidas pelo MEC’, principalmente cursos pela internet. Salles garantiu que caso haja suspeita de irregularidade; será aberta uma sindicância para apurar a veracidade do documento. “Vamos verificar caso haja a suspeita do certificado falso. Os cursos que não conhecemos, vamos abrir uma sindicância para ver a legalidade, por outro lado, muitas das vezes os professores podem está sendo lesados”, advertiu.

Estatuto do Magistério

A lei 732 estabelece o estatuto de acordo com o novo Plano Nacional de Educação que tem que ser transformado em Plano de Cargos e Remuneração do professor; que inclui também as demais categorias da gestão Pública.

Conforme a viabilidade da lei, Jorge Salles revelou que é preciso que o plano seja encaminhado para a Câmara para aprovação; para depois deste encaminhamento os pleitos pendentes sejam aceitos.


Em nova assembléia, professores da rede pública de Simões Filho mantêm greve


 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/radialista-valfredo-silva-mapelenews/em-nova-assembleia-professores-da-rede-publica-de-simoes-filho-mantem-greve” ][/soundcloud] Os professores da rede pública de ensino de Simões Filho, em assembléia realizada na Câmara de Vereadores do município na tarde desta segunda-feira (21), optaram pela continuidade da greve e rejeitaram a proposta do Executivo; definida em reunião nesta manhã no gabinete do prefeito Eduardo Alencar.

Segundo a professora Lindinalva, o sindicato levou a proposta de verificar todas as folhas até o dia 29/03 e a greve continua até dia 31/03; quando haverá mais outra assembléia com a categoria. Ainda de acordo com ela, em reunião no gabinete do prefeito ele garantiu assinar dois decretos, com a ressalva de que os professores interrompessem a greve.

Pela manhã, o prefeito fez um apelo aos professores pelo término da greve e esclareceu as dificuldades para viabilizar os incentivos requeridos pela categoria, além de deixar claro que ‘preza pela transparência’; quando fez um convite à diretoria do Sindicato e APLB (Sindicato do estado) em abrir as portas da prefeitura e realizar uma sindicância com a comissão do sindicato, além da disponibilidade de apresentação da folha por contadores – da prefeitura e também um representante da oposição.

“É preocupante garantir os pagamentos dos incentivos, em especial, o retroativo e não conseguir pagar”, revelou o prefeito que explicou que a gestão pública tem priorizado os setores de educação, saúde e serviços públicos com o enxugamento da máquina para priorizar esses setores.

Durante cerca de 4 horas, Alencar debateu com a categoria alinhando de acordo com a ‘questão financeira e esclarecendo a redução dos recursos, além dos recursos do FUNDEBFundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica; que conforme os esclarecimentos não conseguem pagar todas as despesas do setor de educação.

O executivo garantiu que a categoria tem direito aos benefícios, porém, pediu a sensibilidade de alinhar de uma forma que cerca de 20 mil alunos não sejam prejudicados.

Luiz Argolo, um dos representantes do Conselho de Educação em sua intervenção no momento de buscar uma proposta, afirmou que não é de nenhum dos dois lados e revelou que o recurso do FUNDEB não é garantido pelo Governo Federal para pagar somente professores e funcionários da pasta.

“O FUNDEB é feito para pagar 60% dos professores e 40% funcionários, além de materiais de manutenção como equipamentos e pequenas reformas”, declarou Luiz Argolo e ainda explicou que cada aluno tem um investimento de R$ 2.500 por ano e cada profissional da educação recebe além desse valor mensalmente.

As reivindicações tratadas em reunião foram: mudança de nível, gratificação de incentivo, auxílio alimentação e retroativo de pagamentos de gratificação de incentivo sobre 40h de carga horária dos professores. Segundo o executivo o investimento para o retroativo da categoria é cerca de 9,8 milhões e propôs pagar a partir do mês de abril, 1% do valor, ou seja, cerca de 90 mil reais mensais.

Ao levar a proposta do executivo em assembleia, os professores rejeitaram e declararam a continuidade da greve. A categoria pede o retroativo parcelado em 10 parcelas.