Vereador simõesfilhense lança projeto que contempla bolsas de estudos para universitários; conheça critérios de aprovação


Em parceria com algumas universidades baianas, com intuito de promover mais educação e dignidade aos jovens Simõesfilhenses, o vereador Everaldo da Silva (PRP), também conhecido como Vel, irá lançar na próxima segunda-feira (06), no Auditório Especial da Câmara Municipal de Simões Filho, a partir das 15h, o projeto social voltado para universitários “Bolsas de Estudos + Solidário”.

hhhkkkhkh

 Em entrevista ao radialista Jairo Mascarenhas, na rádio Simões Filho FM 87.9, Vel esclareceu alguns detalhes sobre a iniciativa, que visa oferecer cerca de 9 mil bolsas de estudos, com descontos de até 70%, para estudantes da rede pública de ensino que queiram cursar uma universidade particular de Salvador e Região Metropolitana.

“O projeto surgiu pela preocupação que tenho com os jovens e famílias mais humildes da nossa cidade. Sabemos que falta uma melhor qualificação profissional e é nossa missão ajudá-los a entrar na Universidade”, revelou o parlamentar.

Para participar, além de ter cursado o ensino médio em escolas da rede pública de ensino, os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e tiveram pontuação superior a 450 pontos na soma da nota da prova e da redação divididas por 5, estarão automaticamente aptos a contemplar uma das bolsas.

Para aqueles alunos que não realizaram o ENEM, é preciso agendar atendimento no gabinete do vereador Vel, onde o candidato será submetido a uma prova dissertativa (redação) e se aprovado, poderá dispor de uma das bolsas de estudo. Os critérios de aprovação nesta etapa do processo não foram divulgados.

Após contemplação da bolsa, a assinatura do contrato poderá ser feita no momento da escolha do curso, sem necessidade de fiador ou qualquer outra burocracia. Já a matrícula, deverá ser feita na instituição escolhida, de acordo com a oferta do curso desejado.

Cada curso terá 100 vagas disponíveis para os turnos matutino e noturno, nas áreas de Administração, Ciências Contábeis, Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia, Publicidade e Propaganda, Direito, Serviço Social, Pedagogia, Licenciaturas, Gestão Comercial, Financeira e de Negócios, Engenharias: Civil, Ambiental, Produção e Elétrica.

Para agendar o atendimento ou obter mais informações, o candidato poderá entrar em contato através do telefone (71) 9 8614-1422 / 9 8268-2054 e a equipe do vereador se encarregará de realizar a inscrição.

Vale salientar que a inscrição para o projeto é gratuita e será realizada até o dia 21 de fevereiro, porém, as aulas nas instituições de ensino estão previstas para começar a partir do dia 16 deste mês.

 


Contemplados do MCMV têm até dia 10 de fevereiro para assinar contrato; Confira nomes


A Prefeitura de Simões Filho, através da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), convoca contemplados do Programa “Minha Casa, Minha Vida” que ainda não assinaram os contratos junto à Caixa Econômica Federal para regularizar a situação.

mutshhhhhhhhhhhhhyutsuisu

O prazo termina no próximo dia 10 de fevereiro (sexta-feira).

Os beneficiários devem se dirigir, munidos de documentos, até à sede da Secretaria Municipal de Habitação, localizada no Centro Social da Prefeitura, Rua Santa Catarina, 156, Centro.

Caso o contemplado não regularize o contrato, automaticamente, será substituído por outro beneficiário considerado apto.

 

Confira a lista dos contemplados:

 Antonieta Carvalho  de Andrade

Crispina Santiago  dos  Santos

 Flavio  Santos de Jesus
 Jamille Sousa  da Silva
 Juliana  Conceição  Santos

Juonete Bispo  dos  Santos

 Lea Santana  Galvão
 Leonardo  Rodrigues  Ramos
 Luiz Alves  Bomfim
 Marisa Santos  Oliveira
 Noemia  Silva  dos  Santos
 Patrícia dos Santos Alves
 Tatiane  da Silva  Santos
 Vera  Lúcia  Reis  Pereira

 

Veja Também

12 ruas de Simões Filho terão rede elétrica desligada para manutenção; Confira onde

Simões Filho poderá comportar depósito de lixo com implantação de empresa no segmento de Resíduos Sólidos
Justiça Federal aceita denúncia do Ministério Público contra ex-prefeito de Simões Filho
“Eu estava segurando minha cobra quando essa estúpida viu um buraco e entrou” disse a dona após incidente
Promotora de eventos de Simões Filho está entre as finalistas do concurso Rainha do Carnaval 2017
Prefeito de Simões Filho se reúne com Procia e Cofic para fomentar atividade industrial

Prefeitura convoca inscritos no “Minha Casa Minha Vida” para realização de recadastramento


A Prefeitura de Simões Filho, através da Secretaria Municipal de Habitação (SEHAB), convoca todos os inscritos no Programa Minha Casa Minha Vida que tiveram seus nomes publicados na lista de cadastramento reserva, divulgada no último dia 18 de janeiro, para comparecerem na sede da Secretaria até a próxima sexta-feira (03) para atualização de cadastro.

GFGFGFGFGF

De acordo com a SEHAB, a reserva de cadastro é para resíduos de conjuntos habitacionais que serão sorteados futuramente pela Caixa Econômica Federal. Todos os inscritos que tiveram seus nomes anteriormente divulgados deverão comparecer ao Centro Social de Simões Filho, localizado na Rua Santa Catarina, no centro da cidade.

Segundo o secretário João Augusto Leal, a pasta tem encontrado dificuldades para localizar cadastrados, no entanto, aqueles que não atualizarem seus cadastros não poderão participar do sorteio, conforme as normas do programa do Governo Federal.

Após o término do prazo de atualização, a SEHAB realizará as visitas técnicas e encaminhará os aptos para o sorteio.

Veja Também

12 ruas de Simões Filho terão rede elétrica desligada para manutenção; Confira onde

Simões Filho poderá comportar depósito de lixo com implantação de empresa no segmento de Resíduos Sólidos
Justiça Federal aceita denúncia do Ministério Público contra ex-prefeito de Simões Filho
“Eu estava segurando minha cobra quando essa estúpida viu um buraco e entrou” disse a dona após incidente
Promotora de eventos de Simões Filho está entre as finalistas do concurso Rainha do Carnaval 2017
Prefeito de Simões Filho se reúne com Procia e Cofic para fomentar atividade industrial

Simões Filho poderá comportar depósito de lixo com implantação de empresa no segmento de Resíduos Sólidos


Após anuncio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDEC) sobre a vinda de 12 novas empresas para o município de Simões Filho (Região Metropolitana de Salvador), o radialista Jairo Mascarenhas, em transmissão ao vivo pela rádio Simões Filho FM 87.9, durante o programa “Bom dia Simões Filho”, levantou questionamentos sobre a instalação da Naturalle Tratamento de Resíduos Sólidos, prevista para começar a operar no município ainda neste ano de 2017.

C CXCXCXV

De acordo com Jairo Mascarenhas, a Naturalle é uma empresa é do filho do ex-governador baiano Paulo Souto, que presta serviço limpeza e coleta de lixo nas cidades de Camaçari e Dias D’Avila, “O que não entendi a intenção de trazer uma empresa desse segmento para o município”.

Eu não sei o que esta turma rende para a cidade. Então eu quero saber do secretário Nilton Novaes se a empresa vai trazer lixo para Simões Filho, porque não vejo vantagem nenhuma de trazer a Naturalle pra aqui. Chega gente. Nós não somos quintal de Camaçari nem de Salvador.

Jairo ainda ressalta a importância da intervenção dos vereadores eleitos no sentido de garantir que a população não sofra nenhum dano ambiental ou econômico com a implantação da empresa em solo simõesfilhense.

“Eu estou chamando a atenção hoje dos senhores vereadores, representantes do povo, que são bem remunerados, gozam de uma excelente mordomia que o trabalhador comum não tem e pergunto, esta Naturalle vai trazer o lixo de Camaçari pra Simões Filho é?

O radialista lembra ainda que Simões Filho é a sexta economia do Estado da Bahia, com um grande potencial industrial que deveria ser mais valorizado e preservado, e que as autoridades locais precisam se impor com relação as negociações que possibilitam a vinda de instituições privadas para esta cidade.


Justiça Federal aceita denúncia do Ministério Público contra ex-prefeito de Simões Filho


O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) aceitou uma denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-prefeito de Simões Filho, Eduardo Alencar (PSD), tornando o ex-chefe do executivo réu em um processo baseado na acusação de fraude em processos licitatórios e superfaturamento de obras para desvio de recursos federais.

eduardo-alencar

Além de Eduardo, mais 16 pessoas estão envolvidas na acusação, porém, o processo ainda será julgado pela Seção Judiciária da Justiça Federal em Salvador, uma vez que, Alencar perdeu o mandato de prefeito, fazendo com que o caso saísse do TRF.

As acusações foram investigadas pela Operação Quéops, deflagrada pela Polícia Federal em parceria com o MPF e a Controladoria Geral da União (CGU). A denúncia remete a primeira fiscalização da CGU, realizada em 2009, apontando a formação de um cartel nas licitações no período de 2009 a 2012, viabilizado pelo prefeito e funcionários públicos responsáveis pela organização dos certames.

 Segundo o MPF, o ex-prefeito coordenava as atividades ligadas à execução das obras no município, indicava as empresas vencedoras das licitações realizadas e transferia as obras a empreiteiros locais ou empresas de menor porte.

Ainda conforme o MPF, o acusado teria cometido o crime de corrupção ativa e passiva, pagando gratificações a todos os envolvidos. De acordo com o órgão, a liderança de Eduardo teria sido comprovada por meio de interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça. Nelas, constatam-se diálogos entre o prefeito e agentes públicos do município, bem como pessoas ligadas às empresas participantes dos certames.

Em contato com a reportagem do Mapele News, na tarde desta terça-feira (31), Alencar afirma que está sendo vítima de acusações indevidas, caracterizadas por perseguição no sentido de prejudicar a sua carreira política e sua imagem diante da sociedade simõesfilhense.

“Acusações sempre vão existir na carreira política, e eu, mais uma vez, terei a tranqüilidade de enfrentá-las, visto que muitos são os que querem denegrir minha imagem com denúncias infundadas, que com certeza não irão adiante, porque tenho consciência de todas as atividades que desenvolvi enquanto chefe do executivo simõesfilhense.” Revelou o ex-prefeito.

Eduardo ainda afirma que não teme o processo judicial, e que vai ter oportunidade de provar diante da justiça que é inocente de todas as acusações das quais está sendo submetido.

“Durante toda minha vida pública, tive minhas contas aprovadas pelo Tribunal. Essa denúncia será respondida com números, dados técnicos e documentação da prefeitura, comprovando que em momento algum aconteceu em minha administração nada de irregular nem desonesto. Na justiça, vou ter a oportunidade de comprovar minha inocência.” Finalizou.