Eleito presidente da Câmara, Genivaldo Lima “respira bons ventos”

Como diria um velho ditado popular, “nada como um dia após o outro.” Esse é o contexto vivido pelo atual presidente da Câmara de Vereadores de Simões Filho (Região Metropolitana de Salvador) o vereador reeleito Genivaldo Lima, empossado no último dia 01 de janeiro de 2017. Após 4 anos de conflitos e debates com a … Leia Mais


Prefeito de Simões Filho assina decreto que prevê ficha limpa dos contratados

O atual gestor de Simões Filho, Diógenes Tolentino, assinou no ultimo dia 02, segunda-feira (um decreto Nº 025/2017,) que considera que o exercício de cargos públicos do município seja pautado pela ética e honestidade. Segundo o mandatário, fica proibida a nomeação de pessoas para cargos municipais como de Secretários, Chefe do Gabinete do Prefeito, Procurador … Leia Mais


Moradores de Palmares em Simões Filho apelam por água potável

Os moradores do distrito de Palmares, em Simões Filho, em contato com a redação do Mapele News fizeram um apelo às autoridades locais para solucionarem o problema com a falta de água potável, enfrentado pela comunidade nos últimos 20 dias. Segundo os moradores o problema se estendeu por todo o período de festejos de fim … Leia Mais


Após crítica, Sesab aponta investimentos para Simões Filho

Após crítica, Sesab aponta investimentos para Simões Filho O prefeito de Simões Filho, Diógenes Tolentino (PMDB), reclamou que o governo estadual, através da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), excluiu o município na repartição de R$ 950 milhões de recursos vindos do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) para a organização da Rede Integrada … Leia Mais


Prefeitura de Simões Filho demite 345 servidores e suspende 5 milhões em prestação de serviços

O Prefeito eleito Diógenes Tolentino assumiu definitivamente o comando da cidade de Simões Filho (Região Metropolitana de Salvador), na manhã da última segunda-feira (02) e conforme anunciado anteriormente começou exonerando servidores e fazendo suspensão de contratos. Os 345 servidores demitidos atuavam nas Secretarias de Saúde e Educação. A decisão do atual gestor foi oficializada através … Leia Mais


Ex-prefeito Eduardo Alencar encerra mandato desejando felicidades a Dinha e agradecendo ao povo simõesfilhense


Encerrando o seu quarto mandato, o ex-prefeito de Simões Filho Eduardo Alencar, em entrevista concedida ao site MAPELE NEWS, na manhã desta segunda-feira (02), se despediu da gestão municipal e agradeceu a todo o seu eleitorado ao longo dessas quase duas décadas de liderança política.

prefeito

Nascido em 19 de fevereiro de 1953, na cidade de Ruy Barbosa, no interior da Bahia, José Eduardo Mendonça de Alencar, tem 63 anos e esteve à frente do quarto mandato da administração do município de Simões Filho. Médico cirurgião ortopedista, entre o seu legado, está os anos dedicados a medicina, que antecederam a vida pública quando era médico do antigo Hospital Noêmia Meirelles.

Eduardo iniciou a entrevista dizendo que tem a consciência do dever cumprido, que em 20 anos, lutou muito para que o município de Simões Filho prosperasse e pudesse ter melhores condições de vida para a população.

Após ser vereador, em 1992 concorreu à Prefeitura de Simões Filho e eleito, de 1993 a 1996 realizou uma de suas melhores administrações, em um período que a cidade necessitava de transformações, sobretudo, na área de infraestrutura.

Emocionado, ele agradeceu a todo o povo pela confiança depositada nele como gestor dizendo que estará à disposição dos munícipes hoje e sempre. O parlamentar lembrou ainda da grande conquista de trazer para Simões Filho, através da parceria com o Governo Federal, os empreendimentos do Programa Habitacional Minha Casa Minha Vida, onde Centenas de famílias foram beneficiadas com suas casas próprias.

No entanto, Eduardo esclareceu que a crise econômica que se instaurou no país nos dois últimos anos, foi um dos fatores que prejudicaram o andamento do progresso e desenvolvimento da cidade no final da sua gestão, como aconteceu também em outras regiões do Brasil, a exemplo da capital carioca.

Com um tom de desabafo, ao considerar que como ser humano possui falhas, Alencar ressaltou o amor pelo ser humano como uma das qualidades que o projetou na vida pública, e agradeceu a participação popular na Convenção Partidária.

“Durante todos esses anos procurei ajudar no que pude. Hoje saio com a cabeça erguida, “AGRADECENDO IMENSAMENTE” o apoio das pessoas que reconheceram o meu trabalho”.

“Foi em retribuição a esse apoio do povo Simõesfilhense que me dediquei de corpo e alma na administração da cidade. Sei que o povo sempre acreditou e votou no nosso grupo pensando no trabalho que era realizado aqui e não para favorecimentos pessoais”, enfatizou.

De acordo com o ex-mandatário, questionado pela nossa equipe de reportagem sobre seu futuro, ele tornou a dizer que não tem mais a intenção de disputar cargo eletivo na cidade, e novamente, declarou o desejo de voltar a exercer a função de médico: “após oito anos afastado da área de saúde, minha expectativa é contribuir com a população simõesfilhense neste aspecto.”

Ele agradeceu aos aliados que atenderam aos seus pedidos como gestor para trazer recursos e projetos para o município. Também agradeceu aos servidores da Prefeitura Municipal de Simões Filho e disse estar feliz por entregar a administração ao atual Prefeito Diógenes Tolentino.

“Desejo sucesso, muita paz, e que o novo Prefeito consiga dobrar a crise e fazer uma excelente gestão. Quero agradecer também a todos os meus amigos, vereadores, funcionários, em fim, a todos e desejo atrasado um feliz ano de 2017.” finalizou o parlamentar

 


Preocupado com a educação em Simões Filho, Dinha diz que vai pra cima.


Após longos anos de espera para governar Simões Filho, (na Região Metropolitana de Salvador), a partir deste domingo, 01 de janeiro de 2017, comandado pelo (PMDB), sob a liderança do ex-vereador Diógenes Tolentino de Oliveira, o município inicia um novo capítulo político em sua história de emancipação.

img_5504

Com uma população sedenta pelas melhorias prometidas no período de campanha eleitoral, o atual governo deverá encarar desafios como fazer a cidade continuar a crescer e oferecer serviços públicos de qualidade para os munícipes.

Em seu discurso, Dinha admitiu que irá encontrar muitas dificuldades para mudar a história do município que tem a 7ª economia do Estado da Bahia.

“Eu quero dizer a todos vocês que não iremos desistir de Simões Filho, a situação da nossa educação é complicada, precisamos fechar o ano letivo e tem escola que não tem condições nenhumas de ter aula, mas vamos avançar e vamos pra cima.” completou.

O Prefeito eleito e empossado vem afirmando consciência sobre quais medidas deverão ser tomadas para dar personalidade ao seu novo modelo de gestão, e começou diminuindo o número de secretarias.

Sua estratégia de governo gera uma previsão de economia somente com pessoal em R$ 35 milhões por ano. Valor que pode dobrar se levado em consideração alugueis de carros, imóveis e todo gasto com infraestrutura e serviços para a manutenção dessas pastas. O que ainda é incógnita, porém, é se essa economia irá comprometer ou não o suprimento para as necessidades da cidade. Segundo ele, o dinheiro economizado com folha de pagamento será investido em serviço público.

Dinha, ao longo das coletivas de imprensa para anuncio do seu secretariado, deixou claro que durante toda a sua gestão haverá uma intensa fiscalização para que não haja contratação de mão-de-obra desnecessária, e reafirmou em sua posse o compromisso de atuar com uma equipe bem qualificada e disposta a trabalhar.

Daqui pra frente, cada secretário deverá tecer esforços para organizar a casa e fazer acontecer o prometido pelo grupo durante campanha política, caso contrário, o povo simõesfilhense, já bastante politizado deverá cobrar contas ao novo gestor antes de reprová-lo nas urnas em uma próxima oportunidade.

“Precisamos honrar o nosso compromisso com o povo desde o primeiro dia do mandato” declarou Diógenes

Breve histórico.

DIÓGENES TOLENTINO DE OLIVEIRA.

Popularmente conhecido como (Dinha), agora prefeito, nascido no dia 08 de setembro de 1966, tem 50 anos de idade; é o quarto filho do casal José Trindade de Oliveira (in memorian), popular Zequinha e da Sra. Edna Tolentino de Oliveira. Casado com a vereadora Kátia Cristina Oliveira (PMDB), tem três filhos: Igor, Giovana e Bianca.

“Dinha” foi vereador por dois mandatos, vice-prefeito e secretário de administração em gestões anteriores. No seu primeiro mandato como vereador, recebeu uma posição de destaque, sendo colocado como o 3º mais votado da cidade.

Concluiu seu ensino médio na rede pública de ensino estudando por muitos anos na Escola Municipal Padre Luis Palmeira e tem formação universitária não concluída na área de administração.

No dia 02 de outubro de 2016, Dinha foi eleito Prefeito de Simões Filho com 35 mil votos.

 


Prefeito, vice-prefeito e vereadores são empossados em Simões Filho


Em sessão solene realizada na tarde deste domingo (01) o Prefeito eleito de Simões Filho Diógenes Tolentino, juntamente com o vice-prefeito Sidnei Serra, além dos 19 vereadores que compõem a casa legislativa foram empossados para exercerem mandato no período vigente de 2017 a 2020.

Na oportunidade, em conformidade com o artigo 37 do regimento interno da Câmara municipal, a sessão foi presidida pelo Vereador e ex-prefeito Manoel Almeida (Neco), o mais velho entre os 19 edis, que conduziu os trabalhos até a eleição da mesa diretora.

Como já esperado, o presidente escolhido foi o vereador reeleito Genivaldo Lima (DEM) que terá como diretoria o 1º vice-presidente Denilson das Neves (Deni da metalúrgica), o 2º vice-presidente José Arnoldo (PRB), o 1º secretário Jailson Soares (Jajai) (PSD), e o 2º secretário Elimário Santos (PSDB).

A chapa eleita, composta por vereadores aliados ao Prefeito Dinha e também de oposição ao seu governo foi escolhida sem concorrência, já que os supostos candidatos a eleição os vereadores Jailson e Neco declinaram de suas candidaturas e resolveram apoiar a indicação do atual gestor.

Durante a solenidade estiveram presentes além dos empossados e familiares: religiosos, autoridades militares, imprensa local e a comunidade civil que lotou as dependências do salão especial da Câmara.


Simões Filho: morador de rua é espancado até a morte


Um homem de 48 anos, identificado como Benailson Oliveira Silva, foi encontrado morto por volta das 5h deste sábado (31/12) na Estrada de Candeias, no município de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador.

Segundo informações da Central de Polícias, a vítima sofreu espancamentos e, de acordo com testemunhas, era morador de rua. Até o momento, não há informações sobre a autoria e motivação do crime, que deve ser investigado pela Polícia Civil.


Bombeiros encontram corpo de 3º jovem desaparecido em Simões Filho


O corpo do terceiro jovem que havia desaparecido em uma lagoa de Simões Filho, cidade da região metropolitana de Salvador, foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros na manhã deste sábado (31). Segundo informação dos bombeiros, as buscas começaram às 8h, e a vítima foi localizada por volta das 9h30.
15673057_1755531914770062_8178031697359694185_n-281x375-1

Ainda e acordo com o Corpo de Bombeiros, a o corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). A procura pelos corpos começou na quinta-feira (29), após a denúncia do desaparecimento dos jovens.Como as outras duas vítimas já haviam sido localizadas pelos bomebeiros na sexta-feira (30), a operação dos Bomebeiros foi encerrada neste sábado.

O primeiro corpo encontrado pela equipe de salva-vidas dos bombeiros foi o de Iuri Silva dos Santos, 20. O corpo de Kleiton Sade Almeida, que faria 19 anos na sexta-feira, foi achado horas depois.

Os jovens encontrados mortos em uma lagoa de Simões Filho, mergulharam no local com mais três amigos para fugir das ameças de um suposto policial reformado. É o que conta Herbert Lean, um dos dois jovens que conseguiram nadar até a outra margem da lagoa. Uma vítima ainda está desaparecida.

yhth

Segundo Hebert, eles tomavam banho na lagoa na tarde de quinta-feira (29), quando resolveram pegar coco em coqueiros que ficam do lado de fora de um terreno próximo à lagoa. “O dono saiu da casa com uma arma, apontou para a gente, disse que quem não soubesse nadar ia morrer e atirou”.

Herbert diz que eles se assustaram com as ameças e se jogaram na água. Ele e o amigo Wellington conseguiram nadar até o outro lado e fugiram, mas os outros três acabaram se afogando.

A equipe de reportagem tentou falar com o dono da casa, mas ele não foi encontrado. Policiais Militares faziam a segurança da residência e homens estavam retirando móveis do local, mas não quiseram dar entrevista.

Em nota, a PM diz que vai apurar a denúncia de que um policial reformado tenha envolvimento no caso, mas é preciso que testemunhas denunciem a situação à corregedoria. A delegacia de Simões Filho está investigando o caso.

Do G1 BA, com informações da TV Bahia