Vice prefeito Sid Serra é o novo presidente do PSDB em Simões Filho

Com a presença de lideranças e filiados, o Diretório Municipal do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) realizou a Convenção Municipal, nesta quarta-feira (04), em Simões Filho. O evento aconteceu na Câmara de Vereadores e teve início às 8h e encerramento às 17h. O evento consagrou o vice-prefeito, Sid Serra como o novo presidente do partido, … Leia Mais


Prefeitura realiza evento em alusão ao Dia Nacional do Idoso

A Prefeitura de Simões Filho, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e da Cidadania (Sedesc), realizou nesta terça-feira (03), no Centro de Convivência dos Idosos “Viver Melhor”, um evento em homenagem ao Dia do Idoso, comemorado nacionalmente em 01 de outubro. Mais de 200 idosos participaram das ações de saúde, danças e apresentação do coral. … Leia Mais



Três Bases de Apoio Operacional da PM serão entregues neste mês em Simões Filho


A 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) sob o comando do Major Fábio Dias informou, na manhã desta terça-feira (03) sobre a fase final de construção das três bases de apoio operacional da PM em Simões Filho.

A iniciativa faz parte das ações estabelecidas no plano de comando operacional da Polícia Militar que tem trabalhado ostensivamente no combate à criminalidade e a violência no município.

A primeira Base de Apoio Operacional a ser entregue será a do Pelotão Especial (Peto), instalada na Av. Paulo Souto, no Centro da cidade. De acordo com o Major Fábio Dias, o efetivo total do pelotão irá trabalhar em regime de escala para que a Base funcione em período integral, ininterrupto.

“Essa nossa Base do Pelotão Especial construída e instalada no inicio da BA 093, ela vai funcionar dentro do nosso planejamento de estudo, como uma base do Peto descentralizada. Todo nosso efetivo do Peto vai permanecer com o fardamento, e aumentar a sensação de segurança num ponto crítico da cidade. Essa base vai estar diuturnamente ocupada”, revelou o major.

Ainda segundo Dias, as outras duas bases menores, uma também no Centro (próximo ao cruzamento do Banco Bradesco) e a outra na Ilha de São João, também foram instaladas em pontos estratégicos da cidade, com o intuito de coibir as ações criminosas

.“Enquanto as demais, não serão bases com efetivo total disponibilizado. Serão bases de apoio operacional como antigos módulos, que vão funcionar em determinados pontos da cidade, em comunidades longínquas, afastadas em que a viatura não está passando com muita freqüência. Então, nessa base a viatura vai passar, o policial vai poder desembarcar ficar por mais tempo e aumentar a visibilidade para com a comunidade”, explicou.

Também de acordo com o major, até o final do mês de outubro todos os equipamentos serão entregues. As obras são fruto da parceria entre a Polícia Militar e a Prefeitura de Simões Filho. Uma das principais bandeiras defendidas pelo comandante é a comunicação e a aproximação entre a polícia, os poderes públicos e a sociedade.


“Antes tarde do que nunca, veio assinar o cheque pra quitar o débito”, diz Louro Assis ao prefeito Dinha


O prefeito Diógenes Tolentino assinou na última segunda-feira (02) a ordem de serviço para o início das obras de construção da Praça, na Quadra 7, do CIA I. A solenidade foi realizada na Rua Paraguaçu, local onde a praça será construída.

Morador do bairro a mais de 40 anos, Louro Assis, como é popularmente conhecido em Simões Filho fez o uso da palavra durante a solenidade de autorização da obra e com muita irreverência, utilizou um velho ditado popular para ilustrar a sensação de gratidão daquela comunidade em ser neste momento contemplada pelo poder público.

“Antes tarde do que nunca”, disse ele fazendo alusão à história de um sertanejo que se alegra com a chegada da chuva ainda que ela venha bem depois do tempo previsto para o plantio.

De acordo com Louro, a comunidade carece de intervenções voltadas para a área de esporte e lazer há muitos anos e se lembrou da antiga promessa que Dinha fez enquanto ainda vice-prefeito da cidade, mas que só agora pôde realizar.

“Este débito aqui com a Q7 já dura ao menos 12 anos. Na época em que o prefeito hoje era vice, ele dizia que iria fazer esta obra aqui, mas infelizmente ele era vice-prefeito e dizem que o vice não manda, não sei se agora ele manda, mas na época de Dinha ele dizia que não mandava”, enfatizou Assis.

Para ele, embora tenha cobrado a construção da praça para outros ex-gestores, ninguém melhor do que o prefeito atual para realizá-la, já que em oportunidade anterior teria se comprometido e não conseguiu executar.

“Quis Deus que esta obra viesse com Dinha, porque ele está fazendo uma quitação de um débito que ele tentou fazer naquela época e não foi possível. Com isso, se passaram 12 anos e agora Diógenes Tolentino, acreditando na força do povo e na força de Deus neste momento vem aqui assinar o cheque”, disse ele.

Assis ainda foi enfático em afirmar que a gestão só acontece se o povo cobrar o que realmente é relevante. Caso contrário, a administração acaba se dando por satisfeita e deixando tudo por fazer.

“O administrador está aí para fazer e nós agradecemos. Agora, é preciso entender que qualquer governo no mundo é movido a pressão e essa pressão quem faz é o povo. Se o povo se une e cobra, o administrador faz, mas se o povo fica sentando esperando, a cidade não cresce e o administrador acha que está tudo certo e deixa de fazer” ressaltou.

Para finalizar, o líder comunitário agradeceu a atenção que a prefeitura tem dado a localidade do CIA I e voltou a dizer que “Dinha está quitando o débito feito anteriormente com a comunidade”.


Ao lado dos vereadores, prefeito assina ordem de serviço para construção de mais uma praça no CIA I


O prefeito Diógenes Tolentino assinou no fim da tarde desta segunda-feira (02) a ordem de serviço para o início das obras de construção da Praça, na Quadra 7, do CIA I. A solenidade foi realizada na Rua Paraguaçu, local onde a praça será construída.


Na semana passada, a prefeitura anunciou a construção de 7 praças em todo o município, que serão construídas em três etapas. Tanto a praça da quadra 04, que teve a ordem de serviço assinada no último dia 22 como a da quadra 7, fazem parte da primeira etapa do projeto.

Cada equipamento contará com a implantação de quiosques, quadra poliesportiva, academia ao ar livre, espaço kids e área de jardim. De acordo com Dinha, essas são apenas as primeiras de muitas obras que serão realizadas em seu governo. “Estamos trabalhando para dar à população simõesfilhense espaços de lazer e mais qualidade de vida. Iremos construir uma nova história”, declarou o alcaide.

Ainda segundo Dinha, estão sendo investidos somente na obra da Quadra 7 um valor estimado em R$350 mil com recursos do próprio município, arrecadados nestes seus 10 primeiros meses de gestão.

Embora comemore a possibilidade de execução das obras com investimentos genuinamente municipais, Dinha voltou a dizer que não tem podido contar com a ajuda do governo do estado, o que para ele de certa forma tem prejudicado sua gestão.

“Nós estamos trabalhando exclusivamente com os recursos do município e do governo federal, porque o governo estadual não tem repassado nada pra gente, tanto por causa do momento de crise como também por perseguição política”, salientou.

Embora admita a dificuldade de relacionamento com o governo de Rui Costa, Dinha revelou que tem conseguido garantir a execução das obras no município porque já previa a falta de apoio por parte do estado.

“Isso pode nos ter prejudicado, mas não é motivo pra gente deixar de executar o que tínhamos programado. Por que nós estamos trabalhando com uma administração preventiva e graças a Deus, temos conseguido cumprir o que planejamos pra nossa administração”, comentou.

O prefeito também falou de investimentos na ordem de R$ 1 milhão para as obras de infraestrutura que estão sendo realizadas nas localidades do Engenho Novo, Eucalipito e adjacências. Ainda garante que, logo mais, outras comunidades serão contempladas.

“Já estamos trabalhando na região de Estrada de Candeias, Cristo Rei, Ponto Parada e em seguida partiremos pra Mapele e todas as comunidades que realmente necessitam de intervenções. Nós vamos construir uma cidade melhor”, ressaltou .

Com previsão de entrega no aniversário da cidade, no dia 7 de novembro, as duas praças serão construídas em ritmo acelerado, mas o alcaide garante o maximo de empenho das empreiteiras em realizar um serviço de qualidade no menor espaço de tempo possível, sob a sua supervisão. “Estaremos sempre fiscalizando as ações executadas na cidade para que haja garantia de um serviço rápido e de qualidade”, concluiu.


Simões Filho: Mulher cai do prédio anexo ao Hospital Municipal após consulta médica


Uma situação um tanto quanto inusitada chamou a atenção de quem transitava na tarde desta segunda-feira (02) pela Avenida Luiz Eduardo Magalhães, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).


Uma paciente que estava em atendimento no Ambulatório de Especialidades Dr. Sérgio Macedo, anexo ao Hospital Municipal acabou caindo na área externa do prédio inesperadamente.

Pelo que consta, a mulher estaria transitando pela parte mais alta da rampa que dá acesso as dependências do prédio, quando se desequilibrou e caiu. Ainda não se tem informações do que pode ter ocorrido com a jovem, que aparenta ter entre 20 e 23 anos de idade.

Em poucos minutos pôde se perceber uma aglomeração de curiosos no entorno do ambulatório, a fim de saber o que poderia ter ocorrido. Uma equipe médica imediatamente prestou os primeiros socorros à vítima.

A jovem foi encaminhada por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no CIA. Ainda não se tem informações sobre o estado de saúde dela.

As informações são do repórter Valfredo Silva

 


Prefeito Dinha não descarta a possibilidade de demissões na prefeitura até dezembro


Em solenidade realizada na manhã desta segunda-feira (02), o prefeito Diógenes Tolentino comemorou junto com os representantes da J. Macêdo, o avanço das obras de implantação da empresa em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Para o gestor municipal, tanto a J. Macêdo como outras empresas que estão previstas para funcionar a partir de 2018, trarão para Simões Filho a possibilidade de aumentar a arrecadação e geração de emprego e renda para a população.

“A empresa vai gerar pelo menos 100 empregos diretos além dos indiretos e isso vai aumentar a geração de renda, ampliando ainda mais a oferta de empregos, possibilitando uma vida mais digna ao munícipe”, salientou Dinha.

Mesmo com os investimentos que estão previstos no setor privado, em 2017 a arrecadação municipal foi inferior aos anos de 2015 e 2016, o que para o alcaide representa uma grande dificuldade com relação à folha de pagamento, que pode inclusive gerar as tradicionais demissões de passagem do ano.

Questionado sobre as possíveis demissões, o prefeito disse que não descarta a possibilidade, mas que tem como plano principal conseguir aumentar a arrecadação ainda nestes últimos meses, a fim de evitar as demissões em massa.

 “A gente sabe das dificuldades que nós estamos enfrentando com relação à arrecadação, mas a demissão é uma possibilidade que nós não vamos colocar em primeira-mão. O que nós temos que fazer agora é cobrar das empresas que até então não corresponderam com as suas cargas tributárias, pra aumentar a nossa arrecadação nesses últimos 4 meses”, revelou.

O gestor também estuda a aplicação de outras medidas como a contenção de gastos com suspensão de algumas gratificações, horas extras e outras despesas que poderiam ser evitadas neste momento de crise.

“Nós vamos tomar algumas medidas para conter as despesas junto à folha, evitando gratificações, horas extras e outras despesas que poderiam crescer o valor da folha. Nós vamos trabalhar firme pra manter o emprego de todos”, disse ele.

De acordo com o permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o Limite prudencial da folha de pagamento do município deve girar em torno dos 51%, enquanto em Simões Filho o índice já está acima dos 60%. Mesmo assim, Dinha diz que não medirá esforços para manter o quadro de funcionários ativo.

“Os nossos servidores podem ter certeza que o prefeito Dinha vai fazer tudo que tiver ao seu alcance para manter cada um no seu emprego. Por que a gente sabe o que é um pai de família ficar sem subsídios”, finalizou.