Simões Filho: Escolas Estaduais promovem IV Mostra de Talentos Estudantis

Na próxima terça-feira (06), acontece em Simões Filho, a IV Mostra de Talentos Estudantis das Escolas Estaduais. O evento que valoriza e quebra o anonimato dos jovens talentos da cidade, terá início a partir das 13h, na Praça da Bíblia. Na oportunidade, os estudantes das escolas estaduais farão apresentações das diversas formas de manifestações artísticas, … Leia Mais


Estudantes das escolas estaduais de Simões Filho farão protesto no desfile de 7 de setembro. “Educação em Luto”

Alunos das escolas estaduais de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), prometem realizar um protesto inédito no desfile cívico de Independência do Brasil que ocorrerá na próxima quarta-feira (07), no centro da cidade. Ainda sem soluções plausíveis, os discentes da Escola Reitor Miguel Calmon, localizada no bairro do Ponto Parada garantem que será … Leia Mais



Presidente do PT Municipal de Simões Filho faz avaliação do impeachment. “O país mergulha num mar de incertezas”

Após o afastamento definitivo de Dilma Rousseff (PT), da presidência da República, ela que foi questionada pelos senadores na última segunda-feira (29), e disse que o atual desfecho resultaria em um “golpe parlamentar” chegando a afirmar que os parlamentares decidiram “rasgar a Constituição” ao aprovarem seu impedimento, a ex-presidente considerou que houve “machismo e misoginia”. Dilma … Leia Mais


Simões Filho: Eleitores que solicitaram primeiro título têm até esta sexta(02) para retirada do documento

Os eleitores de Simões Filho, na região metropolitana de Salvador que solicitaram o primeiro título, além, daquelas pessoas que requereram mudança de zona eleitoral; têm até sexta-feira (2) para retirar o documento. A entrega está sendo feita nos postos de atendimento ou cartório. Para realizar o resgate, é necessário levar qualquer documento original de identificação. … Leia Mais


Agora oposição, Ex-vereador João Contador avalia como ‘manobra política’ desfecho de impeachment de Dilma


O processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), aprovado no Senado Federal por 61 votos nesta quarta-feira (31), dividem opiniões na cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. Pelas redes sociais, militantes e eleitores se mobilizam com relação ao desfecho e repercute a avaliação formada pelos senadores pró-Dilma de que o objetivo fortalecido pelos partidos de oposição e que nessa linha o PMDB surge como o grande vilão, teria dado um golpe no povo brasileiro.

O ex-vereador João Contador que atualmente integra o grupo da oposição que tem como legenda encabeçada, o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), em entrevista, demonstrou que o resultado do impeachment da ex-presidente Dilma Roussef teria que ser total.

Apesar de nunca ter caminhado na militância petista, João Contador, que diz ter “jogado a toalha ao revelar que não fará mais parte do PDT”, caminhou por 12 anos ao lado do grupo que conta com o apoio do PT na Bahia e que esse ano encabeça a majoritária pelo grupo governista em Simões Filho.

14193730_1756410497948440_365381002_n

Ex-vereador e uma das personalidades políticas que sempre demonstrou ciência com relação às leis, em entrevista nesta quinta-feira (01), para a equipe de reportagem; criticou o processo ao considerar que foi parcial. “Para ser total teria que ter sido cassado os direitos políticos da Dilma”, declarou.

“Ela está fora da presidência, mas continua com todas as regalias de presidente e com os direitos políticos”, acrescentou o ex-vereador que demonstra viver um momento de “revolta” ao sinalizar que a política é cheia de manobras. Agora o oposicionista do PT,  disse ainda que a maioria da população não é politizada e que buscam favores dos políticos, invés, de buscar os que praticam o “bem comum”.

Com o desfecho do processo de impeachment que não causou a “ineligibilidade de Dilma Rousseff”, as diversas opiniões que circulam na cidade é que a finalidade do peemdebista Michel Temer e seus aliados em todas as esferas, nacional, estadual e municipal teriam sido conquistados com a “tomada do poder”, pelo partido que historicamente conseguiu ter três presidentes da República sem passar pelas eleições.


Eleitores de Simões Filho reclamam de campanhas políticas barulhentas feitas por carros de som


Em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, a poluição sonora é uma das principais insatisfações da população. Em período eleitoral, o alto volume de carros de som tem incomodado moradores, que estão insatisfeitos com a proliferação de veículos de publicidade nas ruas da cidade.

Faltando 33 dias para as eleições municipais, candidatos, principalmente a vereador intensificam as propagandas eleitorais em Simões Filho, causando uma grande poluição sonora. As reclamações de eleitores repercutem nas redes sociais e em contato com a reportagem, criticam o alto volume utilizado pelos carros de som.

14137892_1756049647984525_2001286547_n

“São muitos carros de som ao mesmo tempo veiculando os jingles de campanha com o som alto. Para quem trabalha no comércio a situação está insuportável. Está difícil até de falar ao telefone e de conversar com os clientes”, disse uma internauta que ainda fez um diagnóstico da situação. “O resultado dessa veiculação sem nenhum controle e programação na tentativa de ganhar eleitores, sem dúvida, só contribui para nos afastar mais ainda dos candidatos, porque essa poluição sonora provoca estresse, aborrecimentos, sem falar que a população está com os nervos à flor da pele”, acrescentou.

De acordo com moradores e alguns eleitores que tem enviado diversas reclamações para o “Mapele News”, a poluição sonora ainda é mais recorrente nas proximidades de escolas e hospital.

Nesta quarta-feira (31), uma informação disseminada, através, do aplicativo WhatsAap, dá conta sobre uma alerta do Juiz Eleitoral que determinou que os proprietários de veículos que estão fazendo a propaganda política, devem diminuir o som ao trafegar em frente ao fórum da cidade.

Uma eleitora chegou a defender que a alerta deveria atingir toda a cidade. “É um som tão alto que muitas das vezes; não conseguimos entender a música”, disse. “Deveriam falar de projetos e propostas”, criticou. “Aqui no Condomínio os carros de som param na porta. Tenho uma filha que é especial e ela se assusta a todo o momento com esses carros e estou sofrendo muito com isso. A lei deveria ser para a cidade inteira”, completou outra internauta.

Os moradores acreditam que é preciso ter um regulamento e fiscalização para coibir os abusos.

Pelas normas vigentes, o som é permitido no volume não superior a 80 decibéis, das 8h às 22h. O Tribunal Regional Eleitoral recomenda que o eleitor, ao se sentir prejudicado pelo som, deve acionar a polícia para providências imediatas. A Resolução 271, editada pelo TRE e trata das parcerias com órgãos de segurança pública, diz em seu artigo 14 que “nas denúncias referentes a volume de som na propaganda eleitoral em desacordo com as regras estabelecidas na Resolução 23.457/2015, os servidores deverão orientar o denunciante a comunicar o fato à Polícia Militar ou ao órgão da prefeitura municipal responsável pelo controle da poluição sonora”.

Ao fazer a denúncia o eleitor precisa informar a localidade onde aconteceu o fato e a partir do registro, uma comissão avalia se há necessidade de diligência e ou de representação imediata contra o candidato. Os reincidentes poderão pagar multa ou até ser excluídos da disputa.


Comunidade Escolar e Gestão comemoram 32 anos de fundação de escola em Simões Filho


A Escola Adroaldo Ribeiro Costa, em Simões Filho comemorou 32 anos de fundação nesta quarta-feira (31).  O prefeito Eduardo Alencar, o secretário de educação Jorge Salles, vereadores, além da comunidade escolar (pais, alunos e funcionários) participaram das comemorações.

De acordo com a professora Jucélia Fecundes que leciona na Unidade Escolar há 22 anos, não faltam motivos para se orgulhar. “Sou orgulhosa em fazer parte dessa história de luta, vitória e principalmente formação de jovens para a sociedade. Hoje muitos dos meus alunos que chamo de filhos, já me deram netos e esses meus netos, de consideração, são meus alunos. Quer orgulho melhor? Esse é o legado que fica para todos nós da equipe que compõe a Adroaldo Ribeiro”, declarou emocionada.

Para comemorar o aniversário, a Unidade Escolar promoveu no decorrer dodia, ações que dão visibilidade as atividades desenvolvidas durante o ano, além de animação e música.


Simões Filho: Projeto que discute a violência, exploração sexual e outros temas irá contemplar 79 escolas da rede municipal


Um engajamento que conta com diversos profissionais e conselhos de assistência social com o objetivo de sensibilizar a comunidade escolar sobre questões referentes à violência, drogas, bullying, trabalho infantil, abuso e exploração sexual, toma forma em Simões Filho. Na tarde desta quarta-feira (31), a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), promoveu uma reunião para dialogar as ações que serão executadas para os alunos da rede municipal de ensino.

De acordo com a prefeitura, o projeto contemplará 79 escolas divididas entre a Educação Infantil, Fundamental I (1° ao 5° ano), Fundamental II (6° ao 9° ano) e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Nesta segunda etapa, representantes do Conselho Tutelar, da Guarda Municipal, do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) definiram as ações, cronograma e as escolas onde cada órgão vai atuar.


Simões Filho: SEMED promove evento sobre Educação Inclusiva


Na manhã desta quarta-feira (31), estudantes, pais e professores participam da reunião do Projeto Rede de Educação Inclusiva (REDI), no Centro Comunitário Cristo Rei, promovido pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

O projeto integra a comunidade escolar, alunos e seus responsáveis com o objetivo de discutir a importância da educação inclusiva nas escolas e garantir que os direitos dos estudantes com necessidades especiais sejam cumpridos nas unidades.

 14203205_675726962582964_7297182111297428995_n

Durante o evento, os presentes participaram de palestras e exibições de vídeos, apresentações de dança e da Banda do Centro Comunitário Ressurreição, composta por alunos portadores de necessidades especiais, além de dinâmica.

O projeto é uma realidade no município e já foi realizado na Escola Vereador João de Oliveira Campos e El’Shaddai. A próxima escola a receber o evento será a Clarice Ferreira.

14045928_675726959249631_4014933847137252010_n

Fonte: Ascom