“Saúde sem Fronteiras” encerra as atividades em Simões Filho

Encerrado na última quarta-feira (04), o programa “Saúde sem Fronteiras” que realizou o ‘rastreamento do câncer de mama’ em Simões Filho, conseguiu cumprir a meta com o atendimento de 2.500 mulheres simõesfilhenses. A estratégia itinerante mobilizou uma equipe com profissionais da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Governo do Estado. De acordo com … Leia Mais



Simões Filho: Atenção moradores e produtores rurais

O prazo para fazer o Cadastro Ambiental Rural (CAR) através do Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR) termina nesta quinta-feira (05) e a Secretaria Municipal de Agricultura (SEAGRI) está visitando as comunidades para auxiliar os moradores no cadastramento. A ação acontece em parceria com os estudantes de direito, engenharia ambiental e sanitária da Faculdade … Leia Mais


Vereadora Kátia Oliveira se abstém de indicação de Genivaldo Lima e diz que ‘faltou discussão com os partidos’

 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/vereadora-katia-oliveira-se-abstem-de-indicacao-de” ][/soundcloud] A Vereadora Kátia Cristina Oliveira (PMDB); declarou sua abstenção à indicação do líder da oposição que previa a redução do número de vereadores de 17 para 15 na Câmara de Simões Filho. Revelando ‘não ser a favor; nem contra’, um dos pontos justificados pela parlamentar foi a ‘falta de discussão com os … Leia Mais


Polêmica: Câmara de Simões Filho reprova indicação de ‘redução de 17 para 15 vereadores’


 [soundcloud soundcloudurl=”https://soundcloud.com/marcos-simoes-217735983/polemica-camara-de-simoes-filho-reprova-indicacao-de-reducao-de-17-para-15-vereadores” ][/soundcloud] A indicação do Vereador Genivaldo Lima (DEM), em reduzir de 17 para 15 o número de parlamentares na Câmara de Simões Filho; sob a justificativa da “necessidade de uma reforma administrativa, além dos argumentos sobre a ‘crise econômica e política’ que atinge o país” foi contestada pelos pares que esclarecerem que com a ‘redução a partir de 2017 não haveria economia; já que o repasse feito pela prefeitura continuará o mesmo que é de 6%’. Os demais vereadores esclareceram que caso a indicação fosse aceita pela Casa, a vantagem só seria para os próprios vereadores, com o aumento de salários, inclusive para os assessores. Com 12 votos contrários e 2 abstenções da própria bancada da oposição (Kátia Oliveira e Luciano Almeida –PMDB), a indicação do líder da oposição foi reprovada.

A polêmica indicação foi bastante debatida em plenário e os vereadores se manifestaram contrários ao proponente. O Vereador Everton Paim (PSD); chegou a questionar se a bancada da oposição viu como favorável a solicitação do líder; já que a indicação afetaria, inclusive, ‘os anseios e desejos dos pré-candidatos que teriam mais dificuldades de chegarem à Casa Legislativa a partir do próximo ano’.

Em entrevista ao ‘Mapele News’ na última quinta-feira (28), Lima afirmou que não haveria motivos para alguns pré-candidatos ao Legislativo comemorarem uma possível ampliação de 17 para 19 cadeiras e garantiu como certa a “aprovação da bancada da oposição à sua indicação”. O parlamentar em tom de ironia ainda criou um bordão. “Será um tiro no pé para quem votar contra”.

A equipe de reportagem acompanhou a participação popular, após matéria publicada na última quinta-feira e a polêmica indicação no entendimento dos leitores foi vista como ‘inoportuna, utópica e enganadora’ por inúmeros comentários. “Por que não pedem a redução dos salários dos vereadores”, reivindicaram os internautas.

Em defesa à sua indicação, Genivaldo Lima na tribuna da Câmara afirmou. “Não estou preocupado com eleição; nem reeleição porque o povo me elegeu com mandato”, disse na tentativa de ‘cutucar’ os questionamentos de Everton Paim.

A busca de entender o posicionamento e que contribuição a indicação daria ao município; foi questionado pelo Vereador Alfredo Assis. “Gostaria de entender porque o duodécimo [repasse de 6% pela prefeitura para a Câmara] não irá diminuir e com a redução só irá aumentar o salário dos vereadores e assessores”.

De acordo com Genivaldo Lima, a previsão de economia em torno de R$ 600 mil com a redução de duas cadeiras; como o repasse é garantido por Lei, o Presidente da Casa de forma ‘consciente’ devolveria o recurso para a prefeitura.

Em tom enfático e deixando claro sua ‘reprovação’, o Vereador Erivaldo Canjirana (PSL), questionou.“Mostre uma Câmara que devolve dinheiro”. “Eleição para vereador é proporcional e nem sempre ganha o mais votado”, acrescentou.

Um dos pontos levantados pelo líder da base governista, Jailson Soares (PP); foi em relação à falta de representantes em alguns bairros como Góes Calmon, Mapele, Cristo Rey, Coroa da Lagoa que com a redução dificultaria mais ainda a vitória de pré-candidatos no próximo pleito.

Já para o Vereador Pedro da Kombi (PTC), o motivo da sua reprovação seria o comprimento da lei; que estabelece o limite de 19 vereadores; segundo o número de habitantes. “Se o povo ganhasse alguma coisa eu aprovaria”, afirmou e ainda completou. “Sei que nessa história a verba nunca foi devolvida para a prefeitura”. 

A maior baixa da indicação de Genivaldo Lima foi à abstenção dos dois vereadores da oposição, além da ausência do Vereador e Presidente do DEM, Dene Canaã.

Luciano Almeida (PMDB); tentou ‘fazer bonito’, alegando que se a ‘redução fosse para 11’; ele aprovaria e na oportunidade Jailson Jajai cutucou. “Eu não entendo vereador se o seu desejo é de reduzir; para 15 já é um avanço”, ironizou.

A maioria esclareceu que com a redução a vantagem seria dos próprios vereadores já que seus salários aumentariam, além de tirar a oportunidade dos que sonham por uma cadeira. “Não vou enterrar os sonhos dos pré-candidatos”, destacou Pedro da Kombi.


Penúltimo lote da vacina contra H1N1 chega em depósito de Simões Filho na quarta (4)


Após cancelamento do dia “D” da vacinação contra a H1N1, no último sábado (30), em diversas cidades baianas, inclusive em Simões Filho, o estado da Bahia vai receber, na próxima quarta-feira (4), cerca de 386 mil doses da vacina contra o vírus. A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB), usando três caminhões com sistema de refrigeração distribuirá para as regionais de saúde. Os lotes saem de um depósito localizado em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

A distribuição feita pelo Ministério da Saúde corresponde a 12% de todas as vacinas previstas do estado. A nova remessa representa 77% das 3.499.700 doses destinadas as cidades baianas.

De acordo com o Coordenador de imunização da Sesab, Ramon Saavedra, a expectativa é que nos próximos dois lotes que virão chegue aos 100% de vacinas previstas para a Bahia.

Ainda de acordo com ele, “a distribuição é feita de forma fracionada porque o estado não possui estrutura física e de transporte para receber na totalidade. “Todos anos é assim a distribuição, mas esse ano foi a primeira vez que as vacinas acabaram antes da chegada do novo lote”, explicou Ramon.

Na rede pública, a vacinação está disponível apenas para o grupo prioritário, que inclui os idosos, a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores em saúde, mulheres grávidas ou puérperas – até 45 dias após o parto –, povos indígenas, portadores de doenças crônicas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e jovens e adolescentes de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas. O total dessa população na Bahia é de 3.268.957 pessoas.

Cada município precisa ir buscar o lote nas regionais. A Secretaria de Saúde de Simões Filho deverá divulgar nos próximos dias, o cronograma de vacinação.


Nove linhas de ônibus metropolitanos são incluídas na integração do metrô; veja mudanças


A partir do próximo dia 15, o metrô também passará a funcionar com horário estendido das 5h à meia-noite, todos os dias

Nove linhas de ônibus metropolitanos serão incluídas no sistema de integração ônibus/metrô da capital baiana a partir do dia 15 de maio. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), todas as linhas da Região Metropolitana de Salvador (RMS) que trafegam pela BR-324, com destino à Estação da Lapa, farão integração com o metrô nas estações Pirajá e Retiro.

Foto: Divulgação/Sedur

Já existem 17 linhas de ônibus integradas nas estações Retiro e Acesso Norte. Dessas, dez linhas são municipais e sete são metropolitanas. Outras quatro linhas metropolitanas já entram na estação Acesso Norte, mas ainda estão sem integração de tarifas.

Mudanças
A estação Pirajá passará a receber cinco linhas de ônibus metropolitanos. Na estação, os usuários que desejam seguir para Lapa, antigo destino final das linhas, farão a integração com o metrô, por onde seguirão viagem sem pagar uma nova tarifa. As cinco linhas terão como novo destino final a estação de ônibus do Aquidabã, de onde retornam para seus destinos de origem. Confira as linhas:

803A2 Nova Dias D’ávila – Estação Aquidabã

861 Mata de São João – Estação Aquidabã

805A Madre de Deus – Estação Aquidabã

800A Camaçari – Estação Aquidabã

809 Candeias – Estação Aquidabã

Após a integração na estação Pirajá, o itinerário destas cinco linhas será feita através da BR-324, seguindo pela Avenida Heitor Dias até a chegada no Terminal do Aquidabã.

Outras quatro linhas de ônibus vindas de cidades da RMS também se integram com o metrô da capital, porém na estação Retiro. De lá, os usuários que desejam seguir para a Estação da Lapa vão pegar o metrô, também sem pagar uma nova tarifa.

Dessas quatro linhas, três seguem caminho em direção a seus destinos: Barra, Estação Aquidabã e Estação Rodoviária. A exceção fica com a Linha 875 Areia Branca – Terminal do Retiro, que tem ponto final na própria estação. Essas linhas já fazem esta integração desde janeiro deste ano. São elas:

869I Barra – Simões Filho

826A Góes Calmon – Estação Aquidabã

872 Ilha de São João – Estação Rodoviária

875 Areia Branca – Terminal Retiro

Ainda de acordo com a Sedur, para melhor aplicação do serviço, algumas linhas metropolitanas foram otimizadas pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). Com isso, linhas que serviam a uma mesma região foram unidas sem prejuízo aos usuários.

Linhas urbanas
A integração entre ônibus urbanos e metrô também começará na Estação Pirajá no dia 15 de maio. Atualmente 10 linhas de ônibus urbanos fazem integração com o metrô, nos terminais Acesso Norte, Lapa e Retiro. A integração pode ser feita na combinação ônibus-metrô-ônibus, ônibus-metrô ou metrô-ônibus. O intervalo para utilização do benefício é de duas horas.

Após a integração, os cartões do SalvadorCard e de acesso ao metrô serão integrados permitindo acesso tanto ao sistema metroviário quanto às linhas que estiverem integradas. Além disso, o metrô também passará a funcionar com horário estendido das 5h à meia-noite, todos os dias.

Para a superintendente da Sedur, Grace Gomes, o novo momento da integração entre metrô e ônibus metropolitano beneficia ainda mais o usuário vindo de cidades da Região Metropolitana. “Eu acho que o mais importante é a possibilidade da população da RMS de poder usufruir dos benéficos dados pelo metrô, especialmente em termos de conforto, segurança e rapidez nas viagens”, disse.

Veja as 17 linhas que já estão integradas na tabela abaixo.

– Linhas Urbanas
Com ponto de parada no Terminal Acesso Norte
1113- Pernambués-Lapa
1108- Resgate x Lapa
0919- Vale dos Rios/Stiep-Lapa

Com ponto de parada na Av. Barros Reis, próximo à Estação Retiro
322- Marechal Rondon-Lapa
1510- Valéria-Lapa
301- Alto do Peru-Barroquinha
0305- Bom Juá-Lapa

Com ponto de parada no Terminal Lapa
0136- Lapa-Chame-Chame
0137- Lapa-Barra Avenida/Barra
0138- Lapa-Garibaldi/Ondina

– Linhas Metropolitanas
Com ponto de parada exclusivo no Terminal Retiro:
868 – Simões Filho-Lapa
873 – Mapele-Lapa
875  – Areia Branca-Lapa
826  – Simões Filho-Lapa
869 – Simões Filho-Barra
826A – Góes Calmon
872 – Ilha de São João


Eleitores de Simões Filho podem ‘regularizar pendência com Justiça Eleitoral’ até quarta (04)


O prazo para transferir o título de eleitor ou pedir a emissão do documento (no caso de jovens com mais de 16 anos) termina na próxima quarta-feira (04). Os eleitores simõesfilhenses que estiverem com o título cancelado por ter deixado de votar no último pleito também tem até esta data para regularizar a situação.

Para tirar um novo título, é preciso apresentar documento oficial com foto e comprovante de residência. Quem completar 16 anos até a data do 1º turno pode requerer o documento, mas não é obrigado. Homens com mais de 18 anos também devem levar o certificado de quitação do serviço militar.

Transferência

Quem tem título mais mudou de cidade ou estado e quer pedir a transferência do domicílio eleitoral deve levar o título, um documento com foto e um comprovante de residência – é necessário residir no novo domicílio há pelo menos três meses. O prazo também vale para o eleitor que mudou de residência dentro do próprio município (já que o local de votação poderá ser alterado).

Regularização

Quem deseja regularizar a situação perante a Justiça Eleitoral deve comparecer ao cartório no centro da cidade; munido de documento oficial com foto e comprovante de residência. Além disso, é preciso pagar a multa por turno que deixou de votar.

Eleitor com deficiência

Na próxima quarta-feira também termina o prazo para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida para pedir a transferência do local de votação para uma seção eleitoral especial.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o cidadão com deficiência é um eleitor comum e tem a obrigação de votar, como todas as outras pessoas alfabetizadas que tenham entre 18 e 70 anos.

No Brasil, o voto é facultativo para analfabetos, adolescentes entre 16 e 18 anos e idosos com mais de 70.

Neste ano, o primeiro turno das eleições municipais, que vão definir os novos prefeitos e vereadores, está marcado para o dia 2 de outubro. Nas cidades em que houver segundo turno, ele ocorrerá no dia 30.

Durante o período de regularização, o cartório da cidade registrou uma alta demanda nas solicitações dos serviços e municípes chegaram a dormir em frente ao Cartório para conseguir o atendimento. Ainda está em tempo de regularizar. Quem deixa de comparecer ao colégio eleitoral no dia do pleito e não justifica a ausência pode ter o título cancelado e ser proibido de obter financiamento em banco público, matricular-se em instituição federal, tirar passaporte e assumir cargo público.


Confirmada no ‘Miss Continente Bahia 2016’, Tâmara Cruz representará Simões Filho


Confirmada no concurso Miss Continente Bahia 2016, a modelo Tâmara Cruz no dia 3 de julho irá representar a cidade de Simões Filho em um dos mais destacados e badalados concurso de beleza do estado com projeção nacional. A modelo de 25 anos de idade, mais uma vez destaca a presença da ‘beleza feminina da cidade que possui um ‘celeiro de belas mulheres’.

13101051_1710154749240682_1751718896_n

No concurso, a cidade de Simões Filho mais uma vez será propagada; já que em diversas edições anteriores, as modelos simõesfilhenses vêm conquistando resultados positivos.

Tâmara iniciou a carreira de modelo aos 16 anos. Atualmente no 8º semestre do curso de administração, ela já ganhou várias premiações em concursos, entre eles, o Miss Estudantil, Miss Beleza Negra, Garota Coca-cola, Garota Bahia e Garota Model e Miss Simões Filho Internacional.

13115482_1710154832574007_461548686_n

A trajetória no mundo da moda iniciou com o convite para participar do Miss Estudante. O sucesso no concurso foi determinante para Tâmara Cruz entrar em uma agência de moda e logo após, participou de vários trabalhos do ramo e comerciais.

Para o ‘Mapele News’, a modelo revelou que devido aos estudos deu uma parada e após cinco anos recebeu um convite e venceu o Miss Simões Filho Internacional. Agora Tâmara se prepara para disputar o Miss Continente Bahia.

11138643_636969059737777_4633310196290031288_n

13115908_1710154789240678_1929755176_n