Final de semana agitado em Simões Filho; veja como foi o Festival da Juventude

A população de Simões Filho, cidade da Região Metropolitana de Salvador, contemplou nos últimos dias a Semana da Juventude. Foram sete dias de atividades voltadas para o público jovem e estudantil promovidos pela prefeitura local através da Secretaria de Lazer, Esporte e Juventude (Sejuv). Entre um dos momentos mais badalados, na noite do sábado (11), … Leia Mais


Presidente de cooperativa de transporte é assassinado na presença da esposa em Simões Filho


Um homicídio consumado nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (13) deixa a população de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) completamente chocada.

De acorda com informações, por volta das 04:30h uma guarnição da 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIMP) recebeu informações acerca de um possível assassinato nas imediações da Av. Elmo Serejo Farias, nas proximidades do Colégio Diácono Fernando Brito.

De imediato, a guarnição se deslocou e constatou o fato, encontrando o corpo de Edson José dos Santos caído ao solo, já sem vida, com perfuração proveniente de arma de fogo na cabeça, dentro de sua própria residência.

Ainda segundo informações, Edson teria sido surpreendido por homens armados, encapuzados, que adentraram o local onde ele residia para então executá-lo. A esposa de Edson, que também estava no local no momento do crime, teria se escondido dentro do banheiro da residência, para tentar fugir da ação dos criminosos. Ela não ficou ferida.

Também conforme informações, Edson, que era presidente de uma cooperativa de transportes, costumava descer as escadas do pequeno prédio onde morava todos os dias por volta das 04:45, para entregar a chave do seu veículo para o motorista e o cobrador. No entanto, na manhã de hoje, a onda de violência que impera na cidade acabou lhe ceifando a vida.

Edson era conhecido na cidade por atuar no ramo de transporte público durante muitos anos. Ele chegou a presidir a cooperativa que atualmente administra o sistema de transporte em Simões Filho (Cootasf), mas, depois que se afastou do cargo resolveu montar uma cooperativa alternativa, a Coostar, onde em média 20 permissionários estavam sob sua administração.

Um dos permissionários que trabalhava com Edson afirmou que ele era uma pessoa reservada, mas que nunca fez mal a ninguém e não tinha inimigos.

“Quem trabalha com transporte recebe ameaças constantes, mas Edson nunca fez mal a ninguém, não tinha inimigos e sempre foi um cara de bem. É uma perca muita grande. Um dos piores dias da minha vida”, revelou Anderson.

Uma equipe do Departamento de Perícia Técnica está no local para realizar exames cadavéricos e fazer a remoção do corpo de Edson para o Instituto Médico Legal (IML) em Salvador.


Liga da justiça: Unidos, vereadores devem doar quase R$ 30 mil a instituições de Simões Filho com décimo terceiro


Após aprovação do Projeto de Lei Nº 001/2018, oriundo da mesa diretora que autoriza o pagamento de 13º salário para parlamentares em Simões Filho, alguns dos vereadores que votaram contra a proposta expuseram seus posicionamentos e comentaram sobre a destinação de seus benefícios a partir de dezembro deste ano.Em entrevista ao Mapele News, os vereadores BolyBoly, Elimário Lima e Veljustificaram porque resolveram ficar a favor da opinião pública e se opor a decisão dos 11 colegas que aprovaram o projeto.

Na oportunidade, o vereador BolyBoly chegou a afirmar que ele e outros edis buscaram orientação jurídica para escolher a melhor maneira de reverter o salário extra em doação para uma instituição de caridade, mas ele ainda não havia decidido para quem o montante seria doado.

“Neste mandato agora nós iremos fazer a doação legalmente. A gente conversou com o advogado da casa e estaremos colocando a disposição do público este documento para realmente ganhar mais credibilidade nas nossas falas”, disse Boly.

Já o vereador Elimário afirmou que a instituição escolhida foi a Associação de Apoio ao Combate do Câncer Infantil (ACCI) e que tomou esta decisão porque, tem consciência que muitas pessoas necessitam mais da gratificação do que ele neste momento.

“Eu vou doar para a ACCI porque eu entendo que hoje não seria benéfico para mim está recebendo, enquanto a comunidade está passando por dificuldades, muita gente desempregada, o país com 12 milhões de desempregados. Então, a gente tem que pensar também nas pessoas que estão nas encostas, nas enchentes e na calamidade pública”, ressaltou Elimário.

O vereador Vel disse que a cada ano irá doar o valor para uma instituição diferente, mas que neste primeiro momento, a AACI seria a contemplada com o benefício, que será entregue mediante um documento assinado por ele, em evento aberto à imprensa local.

Levando em consideração que o salário base atual dos vereadores em Simões Filho é de R$12,6 mil, ainda com acréscimos e descontos, as instituições nas quais os décimos terceiros serão destinados deverão receber quase R$30 mil reais em doações.

Caso os vereadores cumpram o prometido, o trio, que já foi classificado como a “Liga da Justiça” voltará a atacar e quem sabe promover o melhor Natal que essas instituições já possibilitaram aos seus beneficiados.

 


Em busca de apoio político, candidata simõesfillhense a deputada estadual Kátia Oliveira visita Jequié e Muritiba


Após visitar a cidade de Juazeiro, localizado no Vale São-Franciscano, Feira de Santana e cidades da região sisaleira da Bahia, como Santa Luz e Cansanção, a candidata simõesfilhense a deputada estadual Kátia Oliveira, nos últimos dias intensificou sua campanha buscando apoio político também nas cidades de Jequié e Muritiba.

Na terça-feira (07), a postulante a uma cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) visitou o município de Jequié, a 365 Km de Salvador. Lá, a candidata esteve acompanhada de sua comitiva, formada por diversas lideranças evangélicas, tais quais: o Apóstolo Amarildo e Apóstola Dôra da (Comunidade Batista Betesda de Simões Filho), Apóstolo Josenito (Ministério da Fé, de Paripe), Apóstolo Joselito (Jequié), Apóstolo Antônio Lima (Camaçari) e o Deputado Estadual, Heber Santana.

Já na última quarta-feira (08), Kátia esteve em Muritiba participando das comemorações dos 99 anos de fundação do município. O vice-prefeito de Simões Filho, Sid Serra acompanhou a também vereadora e primeira-dama na visita à cidade de Muritiba.

Durante a visita a Muritiba, que fica localizada a 114 km de Salvador, Kátia intensificou a sua participação na reta final da pré-campanha e salientou a importante receptividade da Câmara de Vereadores local. Em sua fala, ela fez menção ao momento festivo vivido pela cidade.

“Que honra poder celebrar junto com os muritibanos os 99 anos de Emancipação Política do município na manhã desta quarta-feira. Que presente! Seguimos unidos para melhorar cada vez mais a Bahia. Parabéns Muritiba”, declarou a postulante.

Apesar de ter iniciado recentemente a agenda de visitas em busca de apoio nas cidades do interior baiano, a previsão que a agenda de Kátia venha ser ainda mais intensificada no início oficial da campanha, que será a partir do dia 16 de agosto.


Mãe de duas crianças com deficiências faz apelo por ajuda em Simões Filho; “Os ossos dele estão se separando”


Um desabafo emocionado de uma mãe chamou a atenção de toda a população de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na manhã desta sexta-feira (10).
Quem escutou o programa Panorama de Notícias, transmitido pela rádio Simões Filho FM 87.9, pôde conhecer a comovente história da dona de casa Manoela Santana, mãe das crianças Nicolas Santana Santos, de 2 anos e Neytan Santos, 5 anos que além de deficiências neurológicas, possuem deficiência nos membros inferiores.

De acordo com Manoela, que mora sozinha com os filhos no Conjunto Habitacional Ipitanga, acerca de um ano ela vem pedindo apoio da atual gestão municipal para oferecer o mínimo de assistência a sua família, mas até o momento nada foi feito.

“Eu nunca recebi nada, não tive resposta de ninguém. Eu falei pessoalmente com o prefeito em dezembro, ele mandou deixar as informações com a secretária dele Karol, eu deixei e até hoje não tive respostas. Eu só pedi uma ajuda em relação à bota dos meus filhos, porque o mais velho tem um osso a menos na perna e o médico disse que ele precisa da bota com urgência. Aí os ossos dele estão se separando e ele precisa da bota para tentar corrigir. Ele cai mais e está sofrendo mais porque chegou a cair e quebrar o braço, precisou fazer cirurgia e não pode mais ficar caindo”, explicou Manoela ao repórter Romário dos Santos.

Ainda segundo a mãe, as crianças possuem uma despesa enorme com medicamentos que não são oferecidos pelo município, bem como fraldas descartáveis e alimentação que acabam comprometendo toda a renda da família e como ela não pode trabalhar, a situação tem se tornado insustentável.

“Os medicamentos que eles tomam, aqui em Simões Filho não é dado eu tenho que me dirigir para um hospital de Salvador ou tenho que comprar. A minha questão econômica é muito difícil, eu vivo com ajuda de vizinhos, porque recebo o benefício de um dos meus filho só e somente de fralda e alimentação eu acabo gastando tudo, porque os dois usam fraldas”, revelou ela.

Conforme relato de Manoela, nem mesmo a Secretaria de Assistência Social, que já teve conhecimento do caso está disponibilizando qualquer benefício para a família. A única assistência até o momento é com a profissional neuropediatra.

“Aqui em Simões Filho eu não tive apoio em nada. A única coisa que meus filhos têm aqui é a médica neuropediatra, Dr. Iara que é excelente. Eu não tenho o que dizer dela, está fazendo um ótimo trabalho com meus filhos, mas fora isso, psiquiatra e outras coisas eu tenho que procurar em Salvador”, comentou.

Diante da difícil situação, Manoela resolveu fazer um apelo. “Eu preciso de ajuda. Meu filho tem 5 anos e já tem dois anos que eu estou nesta luta para conseguir essa bota dele e cada vez que passa, as pernas do meu filho estão piorando. Eu faço um apelo para quem possa ajudar.

Quem vê todo o dia as pernas do meu filho entortando sou eu e ele pode a qualquer momento ficar em cima de uma cama e eu não quero ver meu filho em cima de uma cama. Eu quero ver meu filho correndo, brincando, jogando bola e ele não pode fazer nada disso. Ele não pode fazer nada que uma criança normal possa fazer”, desabafou ela emocionada.

Por cauda do tempo que precisa ser dedicado integralmente às crianças, a mãe declara que não tem mais vida social, no entanto, o que mais preocupa ela é a impossibilidade de oferecer mais conforto e qualidade de vida aos seus filhos.

“Eu não tenho praticamente vida social, porque eu vivo pros meus filhos o dia todo. Na hora que eles dormem eu durmo e quando dá pra eu fazer alguma coisa eu faço, porque eu tenho que viver para eles. A médica deixou bem claro que um tem autismo e o outro tem retardo mental grave e ainda tem o problema motor que eles não sentem nada, vivem de fralda o dia todo. Então, eu necessito de ajuda e não tenho. Não ganho cesta básica, nem fralda, nem nada. Sempre que vou atrás não encontro”.

De acordo com a equipe do Panorama de Notícias, após o término do programa, o Secretário de Governo Edson de Santana entrou em contato com a produção, afirmando que a gestão do prefeito Dinha irá resolver os problemas de Dona Manoela.

Foto: Romário Santos


Jovem de 17 anos é baleado em via pública de Simões Filho


Um jovem de 17 anos ficou ferido durante uma tentativa de homicídio, na noite da última quarta-feira (08) em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com informações, Ezequias dos Santos Santana foi atingido de raspão na cabeça com um disparo de arma de fogo, na localidade conhecida como Rua do Corte, no Jardim Renatão.

Ezequias foi socorrido ao Hospital Municipal de Simões Filho (HMSF) onde recebeu os primeiros atendimentos médicos. Não há informações atuais sobre o estado de saúde da vítima.

O caso foi registrado na 22ª Delegacia Territorial (DT) e está sendo investigado pela Polícia Civil da região. A motivação e a autoria do crime seguem desconhecidas.