PRB realiza Convenção Partidária em Simões Filho neste sábado (30)

Com a presença da militância republicana e liderança dos partidos coligados, o Partido Republicano Brasileiro (PRB), realiza neste sábado (30), a partir das 8h, na Câmara Municipal, a Convenção Partidária juntamente com partidos que compõe a coligação que apoiará a candidatura de César Diesel à prefeitura de Simões Filho. O evento partidário também homologará a … Leia Mais



Simões Filho: PMDB realiza convenção para homologar candidaturas de prefeito, vice-prefeito e vereadores neste sábado (30)


O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), de Simões Filho realiza sua convenção partidária que irá homologar a candidatura de Dinha Tolentino para o cargo de prefeito nas eleições municipais de 2 de outubro. O ato partidário irá acontecer no próximo sábado (30), a partir das 15h, no galpão do antigo Supermercado Pronto, em frente à Escola Irmã Dulce.image7

Na oportunidade o nome do vice-prefeito que irá compor a chapa do grupo de oposição deverá ser revelado, além, da homologação de candidaturas para vereadores dos partidos que compõem a base de Dinha Tolentino.

De acordo com a assessoria do partido, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e o deputado federal Paulo Azi (DEM) já confirmaram presença, além de diversas autoridades e lideranças políticas baianas.

 


Defensoria Pública vai oferecer exames de DNA gratuito em Simões Filho; confira como agendar


A Defensoria Pública promove entre os dias 19 e 24/08 a campanha “Sou Pai Responsável” que tem como finalidade realizar exames de DNA gratuitamente para pessoas que não tem o nome da figura paterna na certidão de nascimento, além dos pais que desejam comprovar a paternidade do filho.

Os interessados deverão comparecer no dia 05/08, a partir das 8h no Fórum Josaphat Marinho para realização do agendamento prévio que será feito por ordem de chega.

Além disso, é necessário levar a certidão de nascimento da criança.


Simões Filho: Pitanga de Palmares recebe I Encontro de Emancipação da Identidade Negra


O Centro Social Nossa Esperança, em Pitanga de Palmares, recebe na tarde desta quinta-feira (28), o I Encontro de Emancipação da Identidade Negra, com serviços de convivência e fortalecimento de vínculo. Na oportunidade, o evento conta com a parceria da Secretaria Estadual de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Obras Sociais Irmã Dulce e a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial de Simões Filho (SMPIR).

https://scontent.fgig1-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/

De acordo com a Secretária Maria Bernadete Pacífico, “o fortalecimento de vínculos são fundamentais, no sentido, que reforçam e oportuniza a valorização das raízes, raça, crença e costumes”. 

https://scontent.fgig1-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/

A ação disponibiliza diversos atendimentos com o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializada de Assistência Social (CREAS), Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), Ministério Público, Conselho Tutelar, Bolsa Família, além de promover a valorização da beleza negra com o Centro de Formação Profissional Daniel Alcântara e orientação nutricional.https://scontent.fgig1-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/

Participaram do evento, as comunidades quilombolas do Rio dos Macacos, Dandá e Pitanga de Palmares (Caipora), além de membros da sociedade civil, assistentes sociais, psicólogos, pedagogos, nutricionistas e dentre outros.https://scontent.fgig1-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/


Aprovação de contas de 2013 do Prefeito Eduardo Alencar pela Câmara contradiz lista encaminhada para o TRE-BA


Na lista dos nomes que tiveram suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), nos últimos oito anos e apresentada ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), na última quarta-feira (27), o prefeito de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, Dr. Eduardo Alencar (PSD), esclareceu que a lista está desatualizada e o órgão não considerou que as contas da prefeitura de 2013 foram aprovadas pela Casa Legislativa local.

A Câmara de Simões Filho por meio do Projeto de Decreto Legislativo derrubou o parecer do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia (TCM), em sessão realizada no dia 09/09/2015. Com 13 votos favoráveis e 2 contrários as contas foram aprovadas.

Antes do julgamento, a comissão permanente de Finanças  já havia dado parecer favorável à aprovação, derrubando a decisão prévia do TCM.

Na última quarta-feira (27), o presidente do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, entregou ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Carlos Alberto Simões Hirs e ao procurador regional eleitoral, Ruy Nestor Bastos Mello, a lista dos gestores municipais que tiveram contas rejeitadas nos últimos oito anos. Na relação consta cerca de 950 processos de análise de contas que tiveram parecer pela rejeição e que caberá a Justiça Eleitoral identificar aqueles que tiveram contas rejeitadas “por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa”.

A equipe de reportagem entrou em contato com o Presidente da Câmara, Joel Cerqueira (PT), que confirmou a aprovação das contas da prefeitura no exercício financeiro 2013 e disse que repassou o processo de aprovação para o TCM. A reportagem também entrou em contato com o prefeito Eduardo Alencar que esclareceu a aprovação das contas. “Nada precisa ser contestado”, disse com total tranqüilidade o Gestor Público.

Vale lembrar que o TCM divulgou também nesta quarta-feira (27), uma lista com nomes de políticos considerados “fichas sujas” e que juntos foram condenados a devolverem aos cofres públicos R$ 35.857.460,59, por causa de irregularidades, em cerca de 240 processos ocorridos desde 1999.

A prefeitura de Simões Filho não consta nesta lista. Veja (Aqui)


“Todos nós temos nossas ambições”, diz João Contador ao avaliar oportunidade de embarcar em grupo político que há 12 anos fez oposição


Há doze anos no grupo político do prefeito Eduardo Alencar (PSD), o suplente de vereador e presidente do PDT Municipal, João Contador, após boatos de que estaria de “malas prontas” para o grupo de oposição liderado por Dinha Tolentino (PMDB), na manhã desta quinta-feira (28), disse que vive uma ‘nova oportunidade’ que está sendo avaliada para “não dar um tiro no pé”, embora, deixou claro que o grupo que faz oposição ao governo municipal é cauteloso e está fazendo “pesquisas e precauções para não errar”.  

De acordo com explicação do líder partidário, o bom relacionamento com todos os atores da vida pública da cidade; garante a abertura de ouvir os dois lados. Suplente de vereador, após deixar a Câmara no mês de abril e relatar algumas insatisfações, apesar do PDT Municipal conquistar a Secretaria do Meio Ambiente, a “gratidão e o sentimento de ser grupo”, já não é mais o mesmo, e João Contador analisa a oportunidade de mudança de lado.

“Estou há doze anos no grupo [situação] e de “certa forma” estou tendo uma “oportunidade” de mudar “se” de “certa forma” for interessante”, afirmou João.

Pelo visto os descontentamentos devido à crise econômica que atinge o município de Simões Filho e o país vêm tirando a tranqüilidade de alguns políticos que ao analisarem as supostas “oportunidades de crescimento”, analisam também as chances de ser “cooptados” por algum dos lados que garanta uma “maior benção”.

No caso de João Contador que é líder partidário, o desejo de “crescer politicamente”, a decisão ainda está sob extrema cautela e diverge a opinião da população que não ver com bons olhos o comportamento “oportunista” e a adição de políticos “insatisfeitos”, no grupo opositor que para parte da população é se “jogar de ladeira abaixo, além de que ao cooptar nomes na situação, o grupo opositor não conseguirá passar a imagem de “mudança”.

“Vivemos hoje uma crise política e econômica e temos uma série de situações que talvez esteja tentando galgar novas oportunidades”, declarou João Contador que acrescentou. “Hoje não está nada decidido ainda e irei ouvir e consultar a família e as lideranças para tomar essa decisão”.

O suplente confirmou a pretensão do grupo da oposição com relação à vice, fato questionado pelo prefeito Eduardo Alencar que declarou: “O grupo dele [Dinha Tolentino] é tão fraco que estão querendo um vice do nosso grupo”, disse em entrevista.

João Contador não escondeu o que ele mesmo considerou como “ambição”.

“Todos nós temos nossas ambições e hoje o vereador quando começa a trilhar na vida pública não quer ser o “eternamente vereador”. É uma questão de oportunidade e crescimento político e hoje penso muito nisso”, desabafou o líder partidário que de certa forma está na “cruz e na espada”, com a decisão que já causa polêmica e que abre uma lacuna de mudança também na postura e comportamento político de cerca de 12 anos, sobretudo, por declarações anteriores de que jamais faria parte de uma oposição que sempre considerou como “oposição inexistente ou melhor faz de conta”.