Veja como foi o 1° Fórum de Segurança Pública em Simões Filho

Na manhã desta quinta-feira (13), o município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), sediou o “1º Fórum de Segurança Pública” na cidade. O evento contou com a presença de diversas autoridades políticas, como o prefeito Diógenes Tolentino; vice-prefeito, Sid Serra; presidente da Câmara, Orlando de Amadeu, vereadores, autoridades civis e militares como … Leia Mais






Indignado, Vereador Bolly Bolly promete processar quem propagou sua imagem junto ao ex-prefeito no Whatsapp


Bastante chateado com sua imagem vinculada ao ex-prefeito Eduardo Alencar, o vereador de Simões Filho, Cleiton Aparecido Bolly Bolly (SD), que atualmente faz parte da base do governo Dinha, utilizou a tribuna da Câmara, nesta terça-feira (11), para detonar de maneira veemente os propagadores do chamado Fake News nos grupos de redes sociais pelo “WhatsApp”. Segundo Cleiton, medidas judiciais serão tomadas imediatamente.

“Foram registrados nos últimos dias em alguns grupos de WhatsApp a minha imagem vinculada ao ex-prefeito Eduardo Alencar. Eu quero deixar bem claro que não apoio o ex-prefeito dessa cidade. Estou na gestão do prefeito Diógenes Tolentino porque acredito em sua administração”, declarou.

Em seu desabafo, o vereador disse que, mais uma vez, os parlamentares continuam sendo vistos de uma forma ignorada pelas pessoas e relatou que na semana passada ocorreu um fato na qual já está tomando as medidas cabíveis junto aos advogados da Câmara para solicitar ao Ministério Público e, se possível até, a intervenção da Polícia Federal para que sejam tomadas as devidas providências sobre o ocorrido.

O parlamentar declarou que, diante da propagação e dos ataques impensados a sua imagem, os replicadores e propagadores serão punidos judicialmente para que assim se mantenha a ordem e o respeito ao ser humano que, constantemente, tem sido vítima desses atos.

Ainda segundo Cleiton, o vereador Eri Costa (DEM) já apresentou uma indicação aprovada pela casa, de bastante importância, sobre crime cibernético,  “Vou tomar as medidas cabíveis através dos advogados dessa casa”, finalizou.


“Hospital Municipal de Simões Filho já realizou quase 800 partos em 5 meses”, diz diretor médico


A maternidade do Hospital Municipal de Simões Filho (média complexidade) vem se tornando referência no atendimento pelos serviços de partos prestados às mulheres do município, Salvador e cidades da Região Metropolitana. De acordo com o novo diretor médico, Dr. Calixto Silva, de janeiro até maio deste ano, já realizou 795 partos, entre cesáreos e normais.

“Os números e as estatísticas que nós levantamos mostram que estamos com uma média de partos em torno de 145 partos/mês”, afirmou o diretor médico. Em entrevista à reportagem, Dr. Calixto pontuou que a equipe é formada por 2 obstetras, 1 neonatologista e 1 anestesista 24h. Segundo dados levantados, a média de 145 partos/mês, corresponde a quase 5 nascimentos por dia. Já a média do primeiro trimestre foi de 480 partos.

Dados deste ano, também apontam que a maioria dos bebês nascidos na maternidade de Simões Filho foram normais, sendo que somente 35% dos partos foram cesáreos.

“Hoje tenho orgulho de dizer que nossa maternidade não serve só para a população de Simões Filho, mas também para vários municípios da Região Metropolitana e até mesmo de Salvador, onde tem pessoas que saem de lá para vir ter o seu bebê aqui no Hospital Municipal de Simões Filho”, enfatizou Dr. Calixto Silva.

Ainda segundo o novo diretor médico que administra o Hospital Municipal, os partos normais apresentam vantagens sobre a cesariana. Entre elas, a de que a recuperação é muito mais rápida. “Em caso de parto normal, mãe e bebê têm alta em 24 horas. Já no caso das cesarianas, o prazo de permanência no hospital passa a ser de 48h”, destacou.

Com a média de 145 partos mensais, o percentual de óbitos fetais (dentro da barriga da mãe) e não-fetais (fora da barriga), corresponde de 2 a 3 partos. “Vamos melhorar a assistência das gestantes no pré-natal para tentar evitarmos que haja algum óbito fetal, com um acompanhamento específico para as gestantes desde quando elas descobrirem que estão grávidas, e que passam pelo acompanhamento na Unidades Básicas de Saúde (UBS), com médico, consulta com o obstetra, além da Unidade de Referência aqui no Hospital Municipal e com isto vamos tentar baixar este índice de 2 a 3 óbitos fetais/mês”, sinalizou Dr. Calixto.

Ele explica que os casos de óbitos fetais ou natimortos, geralmente acontecem porque as mães não seguiram orientações do pré-natal ou não fizeram as orientações conforme a Unidade Básica de Saúde. “Por isso estamos mostrando cerca de 2 óbitos fetais no mês, então temos em média de 145 partos com êxito e 2 a 3 óbitos fetais/mês na maternidade de Simões Filho”

Dr. Calixto Silva disse ainda que todo acompanhamento comprova que a equipe médica trabalha com responsabilidade. “Temos uma equipe médica completa com 2 obstetra e 1 anestesista que trabalha 24h por dia”, acrescentou.

Ainda segundo relatório realizado pela direção médica, a equipe trabalha na rede cegonha com o objetivo de melhorar os serviços como acompanhamento pré-natal e assistência às gestantes, puérperas (pós-parto) e lactantes, mas, sobretudo, tentar evitar óbitos.

Parceria Prefeitura e APMI

“Hoje temos um prefeito (Dinha) e uma secretária (Poliana Venas) que fiscaliza e cobra e estou muito feliz em trabalhar aqui por ver que temos um prefeito ativo. Não tem horário para a secretária ligar para saber das necessidades, e isso é muito importante porque mostra que o prefeito e a secretária estão engajados na atenção da saúde da população, isso é fundamental para o município de Simões Filho”, concluiu o novo diretor médico, Dr. Calixto Silva.


USF no bairro do Cristo Rei realiza em média 700 atendimentos por mês, diz Prefeitura


Inaugurada no dia 27 de setembro de 2018, no bairro do Cristo Rei, em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS), a Unidade de Saúde da Família (USF), João Marques de Souza, vem, segundo a prefeitura, realizando centenas de atendimentos por mês.

Com estrutura 100% climatizada, a unidade é adaptada para Pessoa com Deficiência (PCD) e conta com recepção, consultórios médicos e odontológicos, sala de curativos, sala de vacina e de reunião, sanitários, copa, farmácia e depósito. Além disso, a unidade vem ofertando em média cerca de 700 atendimentos por mês, com serviços básicos como: atendimentos médicos em diferentes especialidades, vacina, triagem, testes rápidos, entre outros, sem precisar sair do bairro.

Segundo o mandatário Dinha Tolentino, a Unidade Básica de Saúde do Cristo Rei é uma das concretizações da sua administração e vem fortalecendo as atividades de promoção e prevenção à saúde, ofertando centenas de atendimentos por mês.

Em publicação por meio de sua rede social, o prefeito disse que a iniciativa honra o compromisso que tem firmado com a população e, em breve, novas unidades estarão em funcionamento nas comunidades do Ponto Parada, Eucalipto, Pitanga de Palmares e Conjunto Alvorada. “Seguimos fortalecendo a Atenção Básica para melhorar a qualidade de vida dos simõesfilhenses”, afirmou Dinha.


Bairros de Simões Filho vivem em paz e longe da violência; Prefeitura e Polícias Civil e Militar comemoram redução nos índices


Olhar o vizinho como se fosse da família e cuidar da cidade como cuidamos da nossa casa. Seria este o caminho para vivermos em paz? Sim, é dessa forma que o município de Simões Filho vem vivendo. De 1º de Janeiro até 09 de junho, a cidade que fica a 22 km de Salvador vive um momento histórico onde, felizmente, a violência arrumou as malas e foi para bem longe, sem previsão de voltar.

Nos últimos meses, a tranquilidade que os moradores desfrutam na cidade tem uma explicação: “trabalho e vontade de trabalhar”.

A cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), registrou uma queda consideravelmente positiva nos números de crimes violentos nos cinco primeiros meses de 2019, de 31,3% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo informações da Polícia Militar da Bahia (PM-BA).

De acordo com a 22ª Companhia Independente da Polícia Militar (22ª CIPM/Simões Filho), o êxito nos resultados é decorrente da instalação de bases de apoio operacionais implantadas na cidade desde 2017. As unidades foram criadas em pontos sensíveis do município com o objetivo de servir de ponto base para que os policiais e viaturas ocupem em horários específicos para realização de abordagens ostensivas e recebimento de demandas da comunidade na prevenção de delitos.

De lá pra cá, a cidade não registrou homicídios e nem tentativa. As localidades parecem ter parado no tempo, sem aquelas rotineiras manchetes de anos passados.

A Polícia e suas ações nos fins de semana

A ação ostensiva da Polícia Militar, especialmente nos finais de semana, que costumam registrar altos índices de ocorrências, tem coibido a violência na cidade.

Além de coibir a violência, a “Operação RMS Segura” tem recuperado veículos, apreendido armas e prendido meliantes que atuavam no município. A 22ª também tem contado com o apoio da Rondesp e do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO).

O último homicídio doloso registrado foi no Centro da cidade. De acordo com as informações, Janailton Lobo da Silva, 48 anos, foi morto por volta das 21h, no dia 27 de maio de 2019. A vítima estava sacando dinheiro, quando homens chegaram e efetuaram disparos, atingindo diversas partes do corpo.

O poder de Deus na vida do ser humano

A Bíblia diz que em breve, Deus vai acabar com a violência. O mundo violento de hoje aguarda “o dia do julgamento e da destruição das pessoas ímpias”. (2 Pedro 3:5-7). Não haverá mais pessoas violentas causando sofrimento a outros. Por que podemos ter certeza de que Deus quer fazer alguma coisa para eliminar de vez a violência?

A Bíblia diz que Deus “odeia quem ama a violência”. (Salmo 11:5). Ele ama a paz e a justiça. (Salmo 33:5;37:28). Por isso, ele não vai tolerar para sempre as pessoas violentas.

Ações da Prefeitura

No dia 04 de outubro de 2017, o prefeito se reuniu com o Secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Barbosa, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, com o objetivo de levar algumas solicitações ao gestor estadual referente à segurança em Simões Filho e enfatizar a importância das ações integradas pelas forças de segurança no enfrentamento à criminalidade no município.

Em 19 de Outubro de 2017, o prefeito de Simões Filho, Diógenes Tolentino (MDB), anunciou investimentos para a segurança pública com o objetivo de diminuir os índices de violência no município e ampliar a sensação de segurança dos munícipes.

Segundo o Chefe do Executivo Municipal, foram investidos R$ 800 mil para o estabelecimento de medidas e implementação de ações com o intuito de ampliar a cooperação com as forças de segurança.

Um estudo de viabilidade técnica já foi concluído para oferecer condições necessárias de manter as estruturas de três bases avançadas que funcionarão na BA-093, no Centro da cidade e na Ilha de São João.

Este trabalho integrado que vem sendo feito contra diversos tipos de crimes é um dos fatores que explicam a redução considerável nos índices de criminalidade.

Ai fica a pergunta: Porque a cidade está tão calma?


Ponto final: Dinha planeja licitação para UPA e Laboratório em Simões Filho


Com o objetivo de avaliar a situação de saúde do município e propor diretrizes para a formulação de políticas públicas de saúde, o prefeito Diógenes Tolentino se reuniu na manhã de sexta-feira (7), com mais de 200 Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias, no Auditório do Centro Social de Simões Filho, onde ouviu demandas e reivindicações dos profissionais do setor.

Na oportunidade, o gestor falou sobre o futuro dos administradores que gerem a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) e da contratação de laboratório para os procedimentos de exames clínicos laboratoriais no município que, segundo o mandatário da cidade, “vai ter licitação”.

“Estamos trabalhando para o Hospital Municipal melhorar. Por isso, estamos com um processo de licitação agora para contratar uma empresa para fazer gestão na saúde da UPA. São dois processos: “UPA e Laboratório”. Nós temos que ter no nosso município um laboratório de qualidade e nós estamos trabalhando para que essa empresa que venha ganhar possa descentralizar e melhorar esses serviços clínicos laboratoriais”, disse.

Além da licitação, Dinha falou do desempenho dos profissionais que administram a pasta. “Nós não podemos ficar com as Unidades de Saúde sem fazer coletas e exames. Mas, para tudo isso acontecer, é preciso coragem e determinação. Eu tenho percebido que nesses últimos dias, a equipe da secretaria de saúde tem dado resposta pelo compromisso e tenho certeza que estou convicto que não fiz nada de errado, quando coloquei Poliana na secretaria de saúde”, defendeu.