Motoristas lotam postos de combustível em Simões Filho; municípios devem ficar sem abastecimento nas próximas horas

Quem transitou pelas ruas de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) ao longo desta quinta-feira (24) pode presenciar as enormes filas que se formaram em todos os postos de combustível da cidade.                                                                                                Foto: Simões Filho Em Pauta Com a … Leia Mais





“Quebraremos todas as gaiolas e vamos imputar multa”, diz Genivaldo Lima após aprovar projeto que proíbe venda de animais


Foi aprovado na Câmara de Vereadores de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o projeto de lei que determina a proibição da venda de animais em locais públicos da cidade.

Durante a sessão desta terça-feira (22) os parlamentares fizeram a apreciação e votação do parecer conjunto das Comissões Permanentes de Justiça, Finanças e Meio Ambiente e em primeira discussão e votação do Projeto de Lei de nº005/2018 que dispõe sobre a proibição da venda, comercialização, exposição de animais silvestres e domésticos nas ruas, avenidas, praças, centros comerciais municipais e Mercado Municipal, de autoria do Vereador e presidente da Câmara, Genivaldo Lima.

A proposta do presidente é respaldada na Lei 9605/98, conhecida como a Lei dos Crimes Ambientais, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências.

Em sua justificativa, o vereador disse que cabe ao poder público promover a educação ambiental nos níveis de ensino e conscientização pública para preservação do meio ambiente, proteger a fauna e a flora, vetando na forma da lei as práticas que coloque em risco a função ecológica e que provoque a extinção de espécies.

“Em primeira mão aqui eu estou pedindo para que nós impeçamos aquelas pessoas que pegam os cães, vão para a rua, pegam aquelas caixinhas de madeira ou de papelão e colocam a exposição do sol e da chuva, maltratando o animal. Estamos aqui dando armas para a guarda que está aqui coibir essa ação. Assim também estamos proibindo aquele desmando, aquela crueldade que se encontra em nossa feira com a venda de animais silvestres. Na maioria dos municípios da Bahia isso é coibido”, declarou Lima.

Genivaldo disse que, embora a preservação dos animais seja resguardada por lei federal, no município ainda não existia nenhum projeto que proibisse a prática abusiva da venda de animais, assim como coibisse os mal tratos.

“Aqui nós estamos estabelecendo neste projeto que o município também é responsável por esta questão. Nós temos já a Secretaria de Meio Ambiente, mas não tínhamos um projeto que regulamentasse essa questão. Que punisse os infratores, que mesmo sem arma a guarda municipal vai poder apreender esses animais e dá liberdade”, ressaltou.

Lima também explicou que não tem intenção de ser visto como o criador do projeto, mas que zela para que a iniciativa seja chancelada por todo o parlamento, independente de posição partidária.

“Esse projeto está sendo trazido para todos, eu sou o autor sim, mas não estou aqui para ser o pai da criança não, aqui será subscrito por todos os vereadores, independente de situação ou oposição, todos os 19, porque isso aqui é um direito que nós devemos proteger. É obrigação nossa”.

Genivaldo concluiu dizendo que, a partir de hoje o município pode intervir com relação à prática abusiva e que os descumpridores da lei sofrerão multa e ficarão vulneráveis a perder seus equipamentos.

“Você chega e está uma gaiolinha de um metro por vinte centímetro ou coisa assim com centenas de animais. Tomaremos a partir de agora providências, soltaremos e quebraremos todas as gaiolas e vamos imputar a multa compulsória a todos aqueles que acham que aqui não tem lei”, concluiu.


Segundo Festival de Dança acontece na próxima sexta-feira (25) em Simões Filho


A Prefeitura de Simões Filho, através da Secretaria Municipal de Cultura (Secult)  irá realizar na próxima sexta-feira (25), o 2º Festival de Dança de Simões Filho. O evento acontecerá a partir das 17h, na Praça da Bíblia, Centro.

No total, 25 grupos participarão do evento, entre eles estão: Escola de Ballet de D’Có e Salteado, JBM, Arena Flor D’Liz, Soul Funck Style Crew, Companhia de Dança Vip, Guerreiras da Dança, Entidade Abayomi, Sara Silva, Dance Time, Colégio Luiz Palmeira, Strep Dance França, João Junior, Crespim Dance, The problem Crew, Sweet Dance, Color Guard Contemporânea, Blesed Crew e Explosão do Corpo.

O Festival tem como principais objetivos, difundir e valorizar a dança, promover a troca de experiências, realizar o intercâmbio artístico e cultural entre os participantes, criar um ambiente de ampliação e socialização entre as pessoas, além de democratizar o acesso à cultura.

Para mais informações, consulte o regulamento, no site oficial da Prefeitura ou envie e-mail para o endereço [email protected].


Jovens simõesfilhenses conquistam 1° lugar em festival de ciências tecnológicas


Foi realizada entre os dias 17 a 20 de maio, a segunda edição da Campus Party Bahia. Um festival tecnológico a nível nacional que reuniu 85 mil pessoas na Arena Fonte Nova e entre os 5 mil competidores, estudantes simõesfilhenses trouxeram conquistas para a cidade.

Durante os quatro dias de evento, sendo 300 horas de conteúdo, os integrantes tiveram a chance de mostrar seus projetos, ter contato com investidores, participar de palestras ministradas por profissionais e fazer networking.

Igor Ferreira, estudante de Licenciatura em Computação, Ricardo Junior, estudante de Administração e Humberto Lemos, Instrutor de Cursos Livres, após a abertura de uma palestra, que teve Star Wars como tema, decidiram seu projeto: Raxx, um robô que desvia de obstáculos – que aperfeiçoado faria o papel de um cão guia, para ajudar no auxílio de deficientes visuais.

Sem nenhum conhecimento prévio, os jovens desenvolveram o robô de papelão, cola quente e componentes eletrônicos que acabou garantindo para eles a vitória em 1° lugar na Oficina de Chão (um workshop que incentiva a criação de robôs para solucionar problemas do cotidiano).

Além da experiência na bagagem, os vencedores ganharam a oportunidade de participar do evento nacional que acontecerá em São Paulo e os componentes eletrônicos usados no robô, que foram cedidos por Alexandre de Souza, conhecido como Case Monstro, o idealizador, professor e jurado dos projetos desenvolvidos durante a oficina.

CAMPUS PARTY BRASIL

Apesar de ser a segunda edição na Bahia, a Campus Party acontece no Brasil desde 2008, e é a maior experiência tecnológica do mundo. Une jovens geeks (fãs de tecnologia, eletrônica, jogos eletrônicos ou de tabuleiro, histórias em quadrinhos, livros, filmes, animes e séries) em torno de um festival de Inovação, Criatividade, Ciências, Empreendedorismo e Universo Digital.

O objetivo é ajudar a criar espaços para que a energia das novas gerações digitais encontre um lugar para reescrever o código fonte do mundo. É uma rede de pessoas talentosas, apaixonadas por tecnologia que inovam, empreendem, aprendem e compartilham seus conhecimentos. 
Atrai anualmente geeks, empreendedores, gamers, cientistas e muitos outros criativos que reúnem-se para acompanhar centenas de atividades sobre Inovação, Ciência, Cultura, Universo Digital e Empreendedorismo.

Informações: Hora Notícia

 


Professores começam a receber pagamento de gratificação referente à qualificação profissional em Simões Filho


O prefeito da cidade de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS), Dinha Tolentino, iniciou na última segunda-feira (21) os pagamentos indenizatórios de dívida do exercício anterior, referente à Gratificação de Incentivo à Qualificação Profissional (Lei nº 1065/2018), dos anos de 2009 a 2015.

Ao todo, serão pagos cerca de R$ 4 milhões. Mais um compromisso firmado pela gestão anterior com a classe trabalhadora que não foi cumprido. Desde que assumiu a administração pública, Dinha vem dialogando com os professores e a primeira parcela do pagamento foi realizada.

“Nós temos um compromisso com o nosso povo. Os professores são zeladores e eles que formam os nossos jovens, que serão os futuros profissionais. Iniciamos o pagamento e vamos continuar honrando com o nosso compromisso”, pontuou o prefeito Dinha.

O pagamento acontecerá de forma gradativa, em até 24 vezes. O valor a receber de cada professor é calculado com base nas qualificações profissionais e pode chegar até 50% dos seus vencimentos.

Vale salientar que, o contagem era feita em cima da carga horária do educador, com base em 20 horas, mas após diálogo entre os representantes do sindicato, ficou acordado nacionalmente que o cálculo passaria a ser 40 horas.

 


Protesto contra preço do combustível prejudica trânsito na rodovia Cia-Aeroporto em Simões Filho


Uma manifestação contra o alto preço dos combustíveis, na BA- 526, conhecida como Cia-Areporto, na manhã desta segunda-feira (21), deixou o trânsito lento em um trecho do município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com a concessionária que administra a rodovia, Bahia Norte, o ato aconteceu no quilômetro 18, no sentido Simões Filho. Antes das 10h, o fluxo de veículos no sentido Lauro de Freitas ainda era tranquilo.

Equipes da empresa e da Polícia Militar acompanharam a mobilização à distância.Também no início da manhã, uma manifestação deixou lento o trânsito na BR-324, nas imediações de Amélia Rodrigues, no sentido Feira de Santana, no Centro Norte.

Nova política de preços

A nova política de revisão de preços foi divulgada pela Petrobras no dia 30 de junho do não passado. Com o modelo atual, a petroleira justifica que pretende acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores.

Por conta de competidores que estavam trazendo combustíveis mais em conta do exterior, aproveitando o momento de recuperação de margens, adotado pela estatal. A estatal perdeu participação de mercado no primeiro semestre. Com isso, as refinarias da Petrobras estavam trabalhando com menores patamares de utilização da capacidade, o que significa que o custo de produção de cada litro estava saindo mais caro para a companhia.

Em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a Petrobras agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente. Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais.

Segundo o Sindicato do Comércio de Combustíveis, Energias Alternativas e Lojas de Conveniências do Estado da Bahia (Sindicombustíveis-Bahia) os preços são livres em todas as etapas (produção, distribuição e revenda), cabendo aos agentes determinar seus preços com base em suas estruturas de custo.

O sindicato ressalta que ainda é importante manter a sociedade informada sobre alterações ocorridas em outros elos do mercado de abastecimento, evitando assim que os postos de combustíveis, face mais visível dessa complexa cadeia, sejam responsabilizados por aumentos que lhes forem repassados.