Sistema de vídeo monitoramento em Mapele traz mais tranquilidade a comunidade


A comunidade do bairro de Mapele, que faz entroncamento com os bairros de Santa Luzia, Cotegipe, Aratu e Ilha de São João, na zona rural do município de Simões Filho, bem como a região do Centro Industrial de Aratu (CIA), foi contemplada com a instalação de câmeras para o serviço de vídeo monitoramento de segurança pública que tem ajudado muito a identificar ações delituosa com muita precisão nessas áreas.

De acordo com informações da 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), diversos equipamentos estão operando com muita precisão e tem ajudado na diminuição de assalto e desova nessas localidades mais distantes do centro da cidade.

A iniciativa aconteceu após uma reunião entre 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), Prefeitura Municipal de Simoes Filho e Procia, onde foi acordado o funcionamento inicial das câmeras de segurança, na região das fábricas e na rotatória de Mapele, para oferecer mais segurança aos trabalhadores e transeuntes no entorno das empresas.

O sistema foi implantado pela empresa C7 Networks, especializada em equipamentos eletrônicos de alta tecnologia. Cada kit de câmera possui dispositivos que oferecem:

– Reconhecimento da placa do veículo em tempo real. Possibilidade de consultar as devidas situações no sistema Senasp, mediante convênio;

– Detecção de rostos. O sistema armazena todos os rostos detectados em um banco de dados específico. É possível buscar o vídeo do momento exato que a pessoa passou pelo local, apenas selecionando o rosto do indivíduo;
– Capacidade de geração de imagens em locais de baixíssima luminosidade;
– Contagem de veículos em ambas as direções;

– Visualização 360 graus a partir do ponto de instalação.

Ainda segundo a PM, o monitoramento dessas imagens será realizado pela 22ª CIPM com a supervisão da Prefeitura de Simões Filho, através da Secretaria de Ordem Púbica (SEMOP).


Equipe da UPA participa de capacitação sobre Tuberculose e Hanseníase em Simões Filho


Um grupo de profissionais da área de saúde da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do CIA 1, Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS), participaram, nesta quarta-feira (14), da primeira etapa, da capacitação sobre Tuberculose e Hanseníase.

A ação foi promovida pela direção de enfermagem da unidade com o objetivo de aprimorar os conhecimentos da equipe sobre a prevenção, promoção, cuidado e recuperação de pacientes.

Segundo Marilian Fernandes, diretora de Enfermagem da Unidade, “a ação visa capacitar e ampliar os conhecimentos específicos da nossa equipe, além de funcionar como um mecanismo de aproximação e alinhamento da rotina e das práticas de humanização” pontuou

A capacitação faz parte do Programa de Educação Continuada, da unidade de saúde, que proporciona palestras bimestralmente para os profissionais. Participaram do encontro, a equipe técnica, além da Secretária de Saúde, Bethânia Pinto. ( Ascom)


Estabelecimentos são flagrados com “gato de água” no Centro de Simões Filho


A operação de combate a fraudes no consumo de água chegou no município de Simões Filho, onde dois imóveis, no centro da cidade e no bairro CIA 1, foram flagrados furtando água da rede distribuidora nesta quarta-feira (14). A ação foi realizada pela Embasa e contou com apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Departamento de Polícia Técnica.

 No centro de Simões Filho, os técnicos descobriram uma ligação clandestina que abastecia um prédio com uma escola de idiomas, uma residência e mais duas lojas. O imóvel estava com débito de cerca de R$ 5 mil. Já no bairro CIA 1, a fiscalização descobriu uma fraude abastecendo um prédio onde funcionam uma churrascaria e um restaurante, com debito de água de R$ 87 mil.
.
Os responsáveis pelos imóveis não foram encontrados no momento da ação, mas serão chamados a prestar esclarecimentos na 22ª Delegacia Territorial de Simões Filho, durante o inquérito policial. O furto de água é qualificado como crime contra o patrimônio, de acordo com o artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cujo parágrafo 3º, ao tratar de furtos, equipara “à coisa móvel a energia elétrica ou qualquer outra que tenha valor econômico”. A pena prevista na lei é reclusão de um a quatro anos e multa.
VN

22ª Companhia Independente de Polícia Militar de Simões Filho lança campanha “Natal Solidário”; veja como ajudar


A 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) iniciou nesta semana a campanha “Natal Solidário” que estará realizando atividades recreativas, bem como doação de roupas, brinquedos e alimentos para crianças carentes do município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador.

De acordo com a assessoria de comunicação da 22ª CIPM, a campanha acontece no sentido de aproximar a polícia da comunidade, além de realizar ações contidas no plano de comando do Major Fábio Dias e implementar atividades atinentes à Polícia Cidadã desenvolvida pelo Comando Geral da PMBA.

“Nós contamos com a colaboração de toda a população simõesfilhense para proporcionar um Natal feliz a centenas de crianças carentes, das comunidades mais necessitadas do município. Esperamos que todos se unam a PM nesta grande corrente do bem”, revelou o Tenente Bastos,  um dos coordenadores da campanha.

As atividades da campanha “Natal Solidário” irão acontecer entre os dias 17 a 19/12 das 08h30minh às 12h20minh e das 13h30minh às 17h20minh no quartel da PM, localizado no Bairro Ponto Parada, onde as crianças irão assistir filmes infantis, participar de brincadeiras e ainda degustar um delicioso lanche.

O projeto ainda será encerrado no dia 20/12 com a presença dos policiais e de voluntários entregando brinquedos e alimentos nas residências de famílias carentes, em alguns bairros da cidade.

Para quem tiver interesse de contribuir com a ação, as doações deverão ser entregues até o próximo dia 10/12 também no quartel. As doações podem ser feitas em brinquedos, roupas, kits de higiene, alimentos para cesta básica e panetones.


Irritado, vereador Vel ‘pega ar’ na Câmara de Simões Filho: “não vai ter demissão não”


A sessão realizada na noite desta terça-feira (14), na Câmara de Vereadores de Simões Filho, teve momentos acalorados de discussões entre vereadores. A costumeira interação gentil entre os edis foi repentinamente substituída por troca de farpas após o vereador Eri chamar atenção do parlamento municipal.

Após o pronunciamento de Eri Costa, o vereador Vel ficou indignado e na plenária pediu a fala para se consolidar com o prefeito Dinha e aproveitou para proferir duras críticas contra o pronunciamento do colega parlamentar.

Vel disse que os vereadores estão recebendo ligações de pessoas dizendo que haverá cortes nesse fim de ano: “Os vereadores estão recebendo ligações, agora estão dizendo que vai ter cortes, não vai ter cortes nenhum porque o prefeito paga em dia e vai pagar o décimo. O ano passado eu vi o comércio lotado e vai está lotado outra vez este ano, diferente dos anos anteriores que sempre tinham demissões de 1000 a 1500 pessoas, mas esse ano, mais uma vez, não vai ter demissão não”, disse indignado, Vel.

Para o vereador, a câmara municipal, tem mostrado compromisso com o povo e criticou duramente o colega mandando ele pedir para sair se não tivesse satisfeito: “Vereador Eri, a câmara tem compromisso, mas o senhor está jogando para a plateia, não está contente peça pra sair, isso é vida pública, é isso aí! Não quer receber críticas porque fulano falou que é a pior câmara, na outra gestão era ruim também, vemos diversas discussões em diversos lugares, isso é normal é preciso que tenhamos essa consciência”, afirmou o vereador.

Extremamente nervoso, Vel continuou seu desabafo, desta vez criticando as pessoas de oposição, que segundo ele, ficam falando do passado: “Vamos parar com isso porque não dá mais para engolir, cada um defende de sua forma por isso fomos eleitos. Ninguém criticava o mercado municipal antes, diziam que o mercado estava uma maravilha e o banheiro estava limpinho, agora em nossa gestão querem colocar vídeos, mas tenha certeza que o prefeito vai fazer porque tem compromisso vai fazer o mercado o estádio e a rodoviária, tudo agora em 4 anos não dar.

Para concluir, Vel revelou que não se preocupa com as críticas e mandou um recado direto para o prefeito Dinha e a primeira-dama e deputada eleita Katia Oliveira.

“Eu estou com Dinha porque ele tem palavra, um dia que não tiver estou fora. Apoiei a deputada eleita Kátia porque tem compromisso com a cidade, mas se um dia não tiver serei oposição a ela. Agora tenho grande respeito pelo vereador Eri, mas, se não quer ouvir críticas fique em casa, dê seu lugar ao suplente”, finalizou Vel.