Bahia registra mais de 200 mortes em decorrência do coronavírus

A Bahia registra 202 mortes em decorrência do coronavírus. Segundo o boletim da Secretaria Estadual da Saúde, divulgado na noite deste domingo, 10, são 5.558 casos confirmados, o que representa 27,66% do total de 20.097 casos notificados no estado. Considerando o número de 1.391 pacientes recuperados, 3.965 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com … Leia Mais


Bahia registra 1.504 casos em nova atualização da Covid-19

Sobe para casos  1.504 confirmados do novo coronavírus (Covid-19) na Bahia de acordo com novo boletim divulgado nesta terça-feira (21). O número representa 14,22 % do total de casos notificados. Até o momento, 5.358 casos foram descartados e houve 48 óbitos. Os municípios com mortes registradas são: Adustina (1); Araci (1); Belmonte (1); Feira de Santana … Leia Mais



Secretaria de Saúde registra quinta morte por coronavírus na Bahia, paciente era uma mulher de 41 anos


A Secretaria de Saúde da Bahia comunicou na manhã desta sexta-feira (3) a quinta morte por coronavírus no estado. Segundo a nota, a paciente era uma mulher de 41 anos, hipertensa, asmática e obesa.

Ela estava internada com os sintomas da doença desde o dia 24 de março em um hospital público de Salvador. A quinta vítima é a mais nova entre as registradas no estado.

Até a última quinta (2), a Sesab divulgou 267 casos confirmados da doença. Destes, 167 se concentram na capital baiana. No total, são cinco óbitos confirmados.


Brasil registra 7.910 casos e 299 mortes pelo novo coronavírus, diz MS


O Ministério da Saúde divulgou, nesta quinta-feira (2), um novo balanço sobre os casos do novo coronavírus no Brasil. O país registra 7.910 casos confirmados e 299 mortes em decorrência do vírus. A taxa de letalidade é de 3,8%. 

O aumento do número de casos confirmados em relação ao balanço divulgado nesta quarta (1º) foi de 1.074. Foi o terceiro dia seguido em que o país confirmou mais de mil casos de pessoas infectadas pela doença. De terça (31) para quarta, o número divulgado foi de 1.119. Já os óbitos aumentaram em 59, sendo que o número anterior de mortes foi de 240 no último balanço. 

BN


Bahia registra segunda morte por coronavírus; vítima estava internada no Aliança


O secretário de Saúde do estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas confirmou a segunda morte pelo novo coronavírus na Bahia. Trata-se de um homem de 64 anos que era diabético e hipertenso. A vítima estava internada no Hospital Aliança, em Salvador.  

“Com muita tristeza uno-me aos familiares, amigos e profissionais do Hospital Aliança que travaram uma longa batalha pela vida de um paciente de 64 anos, previamente hígido, segunda vítima fatal do #COVID?19 na Bahia”, escreveu o secretário.

Segundo o hospital, ele estava internado desde o dia 17 deste mês, e faleceu às 18h45.


Brasil registra 136 mortes pelo novo coronavírus; veja balanço


O número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil subiu para 136 neste domingo (29), segundo dados do Ministério da Saúde. Em 24 horas, 22 pessoas morreram em decorrência da Covid19. No sábado, eram 114 mortes. O país registra 4.256 casos da doença.

O número de registros representa um salto de 9% com relação ao sábado, quando eram contabilizados 3.904 casos. Com relação aos casos confirmados, a mortalidade da doença é de 3,2% no país.​

Pelo segundo dia consecutivo, o país registra 22 mortes em 24 horas. É o maior patamar desde o primeiro óbito em território nacional, ocorrido no dia 17 de março na capital paulista. São Paulo segue sendo o estado com maior número de infectados, com 1.451 casos. Na sequência aparecer o Rio de Janeiro (600), Ceará (348), Distrito Federal (289) e Minas Gerais (231). A região Sudeste segue concentrando a maioria dos casos, 5% . Nordeste tem 17%, Sul, 13%, Centro-oeste, 9%, e Norte, 5%.

Só em São Paulo morreram 98 pessoas; outras 17 morreram no Rio de Janeiro. A taxa de mortalidade por Covid-19 no estado paulista é a maior do país, com 6,8% de vítimas fatais. Houve registro ainda de cinco mortes no Ceará e em Pernambuco, dois óbitos no Paraná e no Rio Grande do Sul. Amazonas, Bahia, Piauí, Goiás, Distrito Federal e Santa Catarina tiveram, cada um, um óbito devido ao coronavírus.

A primeira morte causada pelo novo vírus no DF foi da enfermeira sanitarista Viviane Rocha de Luiz, de 61 anos, que atuava como assessora técnica do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde).

De acordo com a Secretaria de Saúde do DF, “todos aqueles que tiveram contato direto com a vítima estão sendo monitorados pela autoridade sanitária. O Conass é um dos órgãos que têm atuado junto ao Ministério da Saúde na elaboração de medidas de enfrentamento da pandemia.

Neste domingo, contrariando recomendações do Ministério da Saúde, o presidente Jair Bolsonaro circulou pelo comércio do DF e cumprimentou apoiadores. O Conass é um dos órgãos que tem atuado junto ao Ministério da Saúde na elaboração de medidas de enfrentamento da pandemia.

Neste domingo, contrariando recomendações do Ministério da Saúde, o presidente Jair Bolsonaro circulou pelo comércio do DF e cumprimentou apoiadores.

 Por: Folhapress


Covonavírus: número de infectados sobe para 123 na Bahia


Outros 15 casos de infectados pelo novo coronavírus, o Covid-19, foram confirmados pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). De acordo com novo boletim, atualizado pela pasta às 18h10, nesta sexta-feira (27), 123 pessoas têm a doença no estado [divisão por municípios em tabela abaixo]. Destes, seis pacientes se encontram hospitalizados.

O número contabilizada os registros de janeiro até a data de hoje. Ainda segundo a pasta, o número representa 3% do total de notificações. Até agora, 1240 casos foram descartados e não há mortes.

Das pessoas que foram infectadas pelo novo vírus na Bahia, 16 já estão recuperadas, reafirma a Sesab. Entre os pacientes, está uma mulher de 95 anos que chegou a ser hospitalizada.

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2

– Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:

  1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
  2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
  3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
  4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
  5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas.