Projeto Sim ao Amor: Ministério Público realiza primeiro casamento coletivo LGBT em Salvador

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) realiza nesta quinta-feira (28) o primeiro casamento coletivo LGBT em Salvador. A união de nove casais homoafetivos é o primeiro do projeto “Sim ao Amor” na capital. A iniciativa visa reconhecer judicialmente as uniões homoafetivas, com a realização de matrimônios civis de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, transgêneros e travestis … Leia Mais




Garoto maltratado por segurança no Shopping da Bahia é convidado a participar do Projeto Vitória Cidadania

O garoto Matheus, envolvido em um escândalo com segurança do Shopping da Bahia, na Praça de Alimentação, no início da semana (relembre aqui o casohttp://mapelenews.com.br/apos-escandalo-envolvendo-seguranca-e-crianca-de-rua-shopping-da-bahia-emite-nota-oficial/) teve uma grande reviravolta em sua vida nesta terça-feira (12). Depois de causar grande comoção na população baiana por causa do vídeo publicado que viralizou nas redes sociais, Matheus recebeu … Leia Mais


Adolescente de 16 anos mata filho recém-nascido afogado em tanque após discussão com o namorado


Uma adolescente de 16 anos é acusada de matar o próprio filho, um bebê de apenas 4 meses, afogado em um tanque, em Salvador. A adolescente teria assistido a criança se debater no tanque antes de tampar o recipiente e voltar a dormir na noite do último domingo (03).


A delegada Ana Virgínia Paim, que está à frente do caso na Delegacia do Adolescente Infrator (DAI), contou que o crime foi antecedido por uma discussão entre a jovem e seu namorado, o microempreendedor Edmundo dos Santos, de 52 anos.

Os dois teriam brigado na noite de domingo. “Ela falou que foi dormir com raiva, porque o seu companheiro havia pedido para ela sair do computador para ir dormir, já que a criança ia para o pediatra na manhã desta segunda”, relatou a delegada, segundo informações do jornal Correio. Então, a adolescente confessou que, por volta das 2h, cometeu o crime.
“Ela acordou de madrugada, pegou o bebê dormindo, jogou a criança no tanque e depois ficou olhando ele se debater na água”, detalhou a delegada. De acordo com Ana Virgínia, a suspeita chorou, disse estar arrependida, mas demonstra tranquilidade com o ato e preocupação com as consequências do crime. Além disso, a delegada afirma que “nada indica que ela tenha algum tipo de transtorno mental” ou faça uso de drogas.

Após a apreensão em flagrante na manhã desta segunda-feira (04), a jovem foi levada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito. Já o corpo do bebê, Moisés Ângelo dos Santos, foi encontrado pelo namorado da adolescente, que não é o pai da criança, por volta das 6h.

Santos contou que, no final da manhã de domingo, a adolescente saiu de casa, na Rua Baixa da Silva, em Cosme de Farias, para ir até a casa do pai do bebê. “Ela chegou dizendo que o pai da criança tinha pedido o DNA, dizendo que o bebê não era dele”, relatou. Depois disso, ela teria almoçado com o namorado e permanecido em frente ao computador até de madrugada, quando a briga aconteceu. Ele disse que a avisou para dormir porque os dois levariam a criança para tomar vacina na segunda. Como dormiu antes, Santos foi procurar a criança quando acordou.

“Quando eu não achei o bebê, fui no carrinho, no banheiro, procurei em todos os cantos da casa, mas não achei. Aí subi pra cobertura e fui pra laje. Quando cheguei lá, abri a tampa do tanque e o bebê estava boiando na água”, afirmou.

Detectado o crime, ele disse que trancou a jovem em casa e foi chamar a sogra, Michelle. Antes desse crime, a suspeita já tinha passagem pela DAI por tentativa de homicídio. Há dois anos, ela deu uma martelada na cabeça da irmã, que estava dormindo e na época tinha apenas dois anos. A mãe delas disse que a criança passou dois meses internada e até hoje faz fisioterapia.


Reajuste de 5,67% no Bolsa Família passou a valer nesta sexta-feira (01)


O aguardado reajuste do programa Bolsa Família, de 5,67%, passa a valer oficialmente a partir de hoje (01-06) com a publicação do decreto no Diário Oficial da União (DOU).  A medida havia sido anunciada por Michel Temer em 30 de março, véspera do Dia do Trabalho, e resultará no aumento de cerca de R$10 reais no valor do benefício, que passará de R$177,71 para R$187,79 na média. O decreto indica que os novos valores devem começar a ser pagos a partir de julho.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), a porcentagem de reajuste é maior do que a da inflação acumulada entre julho de 2016 e março de 2018, de 4,01%, referente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Mesmo com o baixo valor real de reajuste, que pode fazer pouca diferença para algumas famílias, o governo afirma que terá um gasto R$684 milhões para suplementação orçamentária, de acordo com informações da Agência Brasil.

O Bolsa Família tem como objetivo auxiliar grupos familiares em situação de pobreza, com ganhos de até R$178 por mês, e de extrema pobreza, com ganhos de até R$89. Até o decreto de hoje, os valores de inclusão dos beneficiários eram de R$170 e R$85.

Da mesma forma, os limites de ganhos também foram alterados. Até hoje, o valor que poderia ser recebido era de, no máximo, R$39 por integrante da família que se enquadrasse nas diretrizes do programa – crianças de até 12 anos, adolescentes de até 15 anos, gestantes ou nutrizes. A soma dos beneficiários não poderia passar de R$195 por família. A partir do decreto publicado nesta sexta-feira, cada integrante poderá receber até R$41 e a soma total do grupo familiar pode chegar até a R$205.

Haverá diferença também para as famílias com adolescentes de 16 e 17 anos que frequentem instituições de ensino. De R$46, o valor passará a R$48 reais, com limite de R$96 – antes, esse limite era de R$92.

 


Interior: Veja onde o São João está garantido mesmo com menos investimentos


O mês do São João começa nessa sexta-feira (1º) e muitas cidades baianas se preparam para receber um número de turistas até três vezes maior do que a quantidade de seus habitantes.

Na contramão de seis municípios do estado que cancelaram a festa depois do impacto da greve dos caminhoneiros, outros cinco já contam os dias para os festejos juninos. Neles, os turistas extrapolam a quantidade da população local, e nem a redução nos investimentos está tirando o brilho do evento, como asseguram os organizadores.

Com uma população de 84 mil habitantes, Senhor do Bonfim, no Norte do estado, já chegou a reunir 250 mil pessoas em seu São João. Para este ano, a prefeitura reduziu o investimento na produção da festa em 30%, segundo o secretário de Cultura da cidade, Rodrigo Wanderley. Mas nem por isso a cidade vai deixar de ser um dos destinos mais procurados do estado, assegura o gestor. Entre as atrações estão Flávio José, Adelmário Coelho, Dorgival Dantas e Tayrone Cigano.

Em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo, a redução nos recursos investidos será de 10%, segundo a secretária municipal da Cultura, Turismo e Juventude da cidade, Denilce Conceição Côrtes. Mesmo assim, segundo ela, “as pousadas já estão praticamente fechadas e ainda há o pessoal que aluga as casas”, o que costuma ser um bom negócio para os moradores. A cidade de 103 mil habitantes espera receber cerca de 100 mil pessoas por noite, em cinco dias de festa. A grande de atrações não foi confirmada.

O prefeito de Amargosa, Júlio Pinheiro (PT), também confirmou a queda nos investimentos para o São João 2018. Só não divulgou quanto. Pinheiro afirma que parte da estrutura e da decoração da festa na Vila Amargosa é reaproveitada de anos anteriores.

A cidade, de 38 mil habitantes e que fica no Centro-Sul da Bahia, vai contar com atrações gratuitas como Elba Ramalho, Flávio José, Henrique e Juliano, Estakazero, Daniel Vieira, Seu Maxixe e Gabriel Diniz. Vai ter ainda o tradicional Forró do Piu-Piu para pagantes. A expectativa é atrair 80 mil turistas para os festejos.

Em Cruz das Almas, no Recôncavo, há risco de o evento sofrer alterações parciais ou totais, segundo informou o vice-prefeito, Max Passos, responsável pela organização da festa, também devido ao impacto financeiro causado pela greve dos caminhoneiros. A cidade decretou estado de emergência na última segunda-feira (28) e teve de cancelar dois eventos previstos para abrir os festejos juninos.

Apesar disso, estão confirmadas atrações como Elba Ramalho, Alceu Valença, Alcymar Monteiro e Flávio José no São João. Os hotéis da cidade já estão com lotação de mais de 80%, segundo estimativas do vice-prefeito. A gestão municipal de Amargosa investiu mais de R$ 1 milhão no Arraiá de Cultura Popular.

Em Euclides da Cunha, o Arraiá do Cumbe, organizado pela prefeitura local, deve atrair ao sertão baiano entre 60 mil e 80 mil pessoas por dia, segundo estimativas da organização do evento. As atrações principais da festa, que ocorre entre os dias 22 e 25 deste mês, são Aviões do Forró, Adelmário Coelho, Flávio José, Calcinha Preta e Magníficos. Apesar de afetada também pelas manifestações dos caminhoneiros, a cidade manteve os festejos juninos, que são a principal fonte de renda na cidade.

Informações: *Correio

 


Negligência: Mãe acusa posto de saúde pela morte da filha de 1 ano e seis meses em Lauro de Freitas


Uma criança de apenas 1 ano e seis meses morreu após ser atendida em um posto de saúde no município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Em entrevista ao programa Bahia no Ar, na manhã desta segunda-feira (28), a mãe da menina, a dona de casa Jeane Silva contou como o fato ocorreu.

De acordo com Jeane, a menina passou mal em casa, teve vômito e foi socorrida pelos pais até o Posto Médico Nelson Barros. Ainda segundo Jeane, a criança chegou consciente na unidade de saúde, inclusive andando e de lá não retornou com vida.

“Eu tenho um vídeo da minha filha aqui antes dela ir pro hospital e eu sei que do lado de fora do hospital tem uma câmera que é da rua e eu sei que aquela câmara vai pegar minha filha entrando andando comigo dentro do hospital e ela brincou tanto do lado de fora”, contou a mãe.

Conforme relato de Jeane, a pequena Lara foi atendida pelo médico e em seguida encaminhada para a enfermaria, onde foi medicada por uma enfermeira, que teria aplicado “Plasio” diretamente na veia da criança. Minutos depois a criança veio a óbito.

“Eu disse que minha filha estava gelada e ela disse que era o ar condicionado. Eu continuei segurando minha filha com meu pescoço na cabecinha dela e quando eu olhei no rosto dela eu gritei, moça a minha filha está espumando, minha filha já estava com os lábios e o olho roxo”, lamentou a mãe.

Revoltada, Jeane acusa a equipe médica de negligência e pede que a prefeita Moema Gramacho tome providências para impedir que outros incidentes como o que resultou na morte de Lara volte a acontecer.

“Nada do que ela fizer vai amenizar minha dor. Peço que ela bote médicos de verdade no posto e não estagiários para poder pagar menos e tirar a vida de minha filha que só tinha 1 ano e seis meses”, completou a mãe.

Em nota a Secretaria de Saúde de Lauro de Freitas  disse que Lara chegou à unidade “com quadro de diarreia e vômito diagnosticado como gastroenterite viral. Foi atendida pelo médico de plantão e encaminhada à equipe de enfermagem para administração de soro e Plasil. Antes mesmo que o medicamento fosse administrado (quando apenas o soro estava sendo aplicado) a criança vomitou e aspirou o vômito obstruindo os pulmões, gerando um quadro de insuficiência respiratória que evoluiu para parada cardiorrespiratória”, diz um trecho do documento. A secretária afirmou ainda que o relatório médico está à disposição da perícia.

 

 


Por causa de greve, Vitória da Conquista decreta situação de emergência


Por causa da paralisação dos caminhoneiros, que neste domingo (27) entra no sétimo dia, o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), decretou situação de emergência na cidade. O decretou foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Município.

Na publicação, o prefeito argumenta que a situação é em detrimento do “impacto e a gravidade dos efeitos decorrentes da paralisação nacional dos caminhoneiros iniciada em 21 de maio de 2018, com o desabastecimento de bens indispensáveis à manutenção de serviços públicos essenciais”.

Ainda de acordo com o decreto, foi criado um Comitê de Gerenciamento de Crise liderado pelo prefeito da cidade, Herzem Gusmão. “O Comitê deverá propor e adotar todas as medidas preventivas ou reparadoras, administrativas e judiciais, visando a manutenção dos serviços públicos essenciais à população da cidade de Vitória da Conquista”.

O texto considera ainda a ineficiência de serviços públicos essenciais como saúde, educação, transporte público, coleta de lixo, serviço funerário e defesa civil.