Bebê agredido pelo pai em Cajazeiras tem morte cerebral constatada por médicos

Um bebê de apenas 2 meses, identificado como Emanuel da Silva Brito, teve morte encefálica constatada por médicos do Hospital Eládio Lasserre, no bairro de Cajazeiras II, em Salvador, após ser agredido pelo próprio pai. A vítima chegou à unidade de saúde, por volta de 20h de quinta-feira (22), socorrida pelo próprio agressor, Edvaldo Rodrigues Brito, … Leia Mais


Homem invade Hospital Martagão Gesteira e esfaqueia mulher em Salvador

Um homem invadiu o Hospital Martagão Gesteira, em Salvador na manhã desta segunda-feira (19), e esfaqueou uma mulher que acompanhava uma criança nas dependências da unidade de saúde. Informações dão conta de que a mulher era companheira do agressor e mãe da criança que estava hospitalizada. O crime aconteceu por volta das 07h, no 2º andar … Leia Mais


Três pessoas da mesma família são mortas a tiros em Riachão

Três pessoas da mesma família foram mortas por tiros dentro de casa, na madrugada deste sábado, 17, na cidade de Riachão, na região oeste da Bahia. O crime aconteceu por volta das 4h50. Três homens armados invadiram a casa e mataram dois irmãos gêmeos e um terceiro integrante da família. Todos foram executados com diversos … Leia Mais




Bolsa com 52 mãos humanas é encontrada perto de um canal na Rússia


Uma bolsa com 52 mãos humanas foi encontrada nesta quinta-feira (08), perto de um canal na Rússia. A informação foi confirmada pela imprensa local.

A sacola foi encontrada por populares logo depois de uma mão ter sido localizada  próximo ao rio Amur, em Khabarovsk. Segundo as autoridades, as mãos não são de origem criminosa, mas foram descartadas de forma ilegal.

As investigações apontam que os funcionários de uma instituição médica forense de Khabarovsk estão envolvidos no descarte indevido do material. A suspeita ficou evidente, pois foram encontrados materiais hospitalares, bandagens e protetor plásticos de sapato junto com as mãos.

As autoridades do Comitê de Investigação da Federação Russa ainda tentam definir todas as circunstâncias do incidente. Com informações da ANSA.

 


Mulher morre após marido usar arma de artilharia “morteiro” como brinquedo sexual


O médico Ruben Valera Cornejo foi preso, acusado de homicídio, após usar uma bomba-morteiro como brinquedo sexual durante relação com sua esposa Alisson Llerena de Mendiburo que morreu na residência do casal, em Arequipa, no Peru.

De acordo com informações policiais, durante o interrogatório, o médico contou que na noite anterior ele e a esposa tinham consumido bastante álcool e a mulher teria pedido que ele utilizasse objetos da residência na relação sexual. Além disso, Ruben disse que só percebeu que Alisson estava morta quando acordou de manhã.

Os policiais encontraram o objeto manchado com sangue e pelos pubianos. A bomba-morteiro é uma arma leve de artilharia para alvos de curto alcance, com 40 cm de comprimento e 6 cm de largura. O objeto estava em uma bolsa com vibradores que pertencia ao casal. O chefe da polícia de Arequipa, Javier Arana, ressaltou que o morteiro estava inativo e servia de ornamento na casa.

O laudo médico conta que a vítima teve uma intensa hemorragia interna, o que  provável mente provocou a morte. O grupo de defesa dos direitos das mulheres pediu que o médico fosse indiciado por feminicídio.


Noite de terror: 40 minutos de tiroteio em ataque a empresa de segurança em Eunápolis; veja vídeo


Uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas durante um ataque a uma empresa de segurança no município de Eunápolis, na Costa do Descobrimento, no fim da noite desta segunda-feira (05).

Segundo informações, a quadrilha armada bloqueou as principais entradas da cidade. Uma carreta ficou atravessada em um trecho da BR-101 e uma ponte foi incendiada na altura da BR-367.

Ainda de acordo com informações, um grupo de trabalhadores foi feito refém. Na ação, quartéis da Polícia Militar foram encurralados e viaturas foram incendiadas na frente dos pelotões.

Tiros foram disparados várias vezes e fachadas de muitas lojas ficaram danificadas. A ação durou cerca de 40 minutos. Dinamites, granadas e explosivos teriam sido usados no ataque.


Mulher mata marido com golpe de faca após discussão em Feira de Santana


Uma mulher, identificada como Eliete Alves da Silva matou o próprio marido com um golpe de faca, na noite desta quarta-feira (28), em Feira de Santana (a 109 quilômetros de Salvador).

De acordo com informações, o crime aconteceu após uma discussão entre os dois, dentro da residência do casal, localizada na rua L, no bairro Aviário. A vítima, identificado como Luciano de Jesus Silva, 36 anos, estava sentado no sofá quando foi atingido no pescoço.

Ainda segundo a polícia, Eliete foi presa em flagrante. Na delegacia, a mulher disse que o homem tinha lhe agredido e que não teve a intenção de matar quando deferiu o golpe de faca.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) do município. O caso será investigado pela delegacia de Feira de Santana.


Homem espanca a mãe idosa até a morte com golpes de guidão de bicicleta


Um homem identificado como Fernando Lino de Souza, de 33 anos espancou até a morte a própria mãe, Isabel Lino de Souza, 60, com um guidão de bicicleta, na última quinta-feira (22), no Distrito Federal.

De acordo com a 27ª Delegacia de Polícia, em Riacho Fundo, o crime aconteceu por causa de dinheiro. Segundo a polícia, em depoimento, o suspeito teria dito que a mãe gastava muita água, e eles não tinham como pagar a conta – os dois viviam com a aposentadoria de Isabel.

“Foi burrice da minha cabeça”, desabafou Fernando Lino, declarando estar também arrependido. Familiares e vizinhos disseram à polícia que a mãe e o filho tinham problemas mentais. A polícia foi acionada pela vizinha da família, a enfermeira Letíce Spíndola, de 38 anos, que chegou a prestar os primeiros socorros a Isabel.

Conforme relato de Letíce, Isabel já teria levado três golpes e, na frente dela, foi atingida mais duas vezes. “Verifiquei os sinais vitais. Ela ainda deu alguns suspiros, mas não resistiu”, afirmou, em estado de choque. O próprio Fernando Lino teria pedido para a vizinha chamar a polícia. “Mandei ele manter distância para eu poder sair. Foi horrível”, lembrou ao site Metrópole.

Irmãs da vítima disseram que os dois viviam na casa há dois anos e brigavam muito. O principal motivo seria o fato de o suspeito ser usuário de drogas. Fernando já havia sido preso por tentativa de homicídio em 2012 e cumpria prisão domiciliar desde 2014. O suposto agressor será indiciado por feminicídio qualificado e pode pegar até 30 anos de cadeia.