Três pessoas da mesma família são assassinadas dentro de casa em Barra do Jacuípe; criança de 5 anos está entre as vítimas

Três pessoas da mesma família foram executadas a tiros dentro de uma casa, na tarde desta sexta-feira (12), em Barra de Jacuípe, Camaçari. As vítimas foram identificadas como Renilda de Jesus Santos, de 63 anos, Arielson Santos Leal, de 34 anos, e uma criança de apenas 5 anos. O crime foi registrado pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), por … Leia Mais





Aluno e professor brigam dentro da sala de aula; assista ao vídeo

O vídeo de uma briga entre um professor e um aluno, dentro da sala de aula, viralizou nas redes sociais e tem tido repercussão na imprensa nos últimos dias. O caso aconteceu na manhã da última quinta-feira (27), na Escola Estadual Flávio dos Santos, em Belo Horizonte (MG), entre um jovem de 18 anos e … Leia Mais


Travesti é proibida de entrar em banheiro feminino na Câmara de Vereadores de Salvador


Atriz e arte-educadora, a travesti Xan Marçall, 33 anos, diz que o pilar de um de seus ofícios é o exercício da tolerância. A compreensão de tentar lidar de forma flexível com as diferenças, segundo Xan, “por triste ironia”, é algo que não lhe foi oferecido, nesta sexta-feira (28), durante a Sessão Especial Onde o Orgulho Começou: 50 anos da Revolta de Stonewall e a Luta e Resistência dos Movimentos LGBTQI+ em Salvador, no Plenário Cosme de Farias, na Câmara Municipal da capital.

Durante o evento público, de iniciativa do vereador Marcos Mendes (Psol), que reuniu militantes e homenageou personalidades LGBTQIA+, Xan precisou ir ao banheiro. Entrou no feminino, como faz sempre, em qualquer lugar, há cinco anos – desde que se assumiu enquanto travesti. Passados três minutos, foi abordada por uma mulher, uniformizada, que lhe pediu que se retirasse dali. A justificativa da senhora, segundo afirmou Xan ao Me Salte CORREIO, foi a última coisa que esperava ouvir no local: “Porque você é homem”.

“Eu tenho toda tolerância do mundo, sei que é um processo de conhecimento, de desconstrução, mas fico muito triste, me sinto constrangida de passar por isso, ironicamente, na noite de hoje, onde tantos de nós estamos aqui como homenageados”, lamentou Xan que integra o Coletivo das Liliths, que também foi homenageado durante a sessão especial.

A negativa da mulher, a quem a travesti acredita ter sido dada a missão de lhe abordar, por um segurança, decidiu sair do banheiro.

Retornou ao plenário e contou o que tinha acabado de passar à psicóloga Ariane Senna, uma das homenageadas da noite. Mulher trans, Ariane afirmou que, imediatamente, retornou ao banheiro, onde encontrou um segurança. Segundo ela, o homem reafirmou que ali não era um local “apropriado para homens”.

“Disse que ele não podia ter feito aquilo, porque nós somos, sim, duas mulheres e que o nosso banheiro é o feminino, ali, ou em qualquer outro lugar. Disse que, infelizmente, naquele momento eu não poderia dar a ele uma aula sobre gênero e diversidade. Como resposta, ele me disse que ‘até Léo Kret’ (ex-vereadora, única transsexual que já foi  vereadora da casa ) no banheiro masculino, o que sei que é mentira”, lamentou Ariane, que disse ter conseguido entrar no local, após permissão do mesmo homem.

Durante a abertura da sessão, o vereador Marcos Mendes se referiu à situação como algo “absurdo”. “Xan foi impedida de adentrar no banheiro feminino e eu quero que isso fique registrado. É absurdo que algo assim aconteça em uma casa que se diz a casa do povo”, se limitou a dizer, no púlpito.

Por meio da assessoria, a Câmara dos Vereadores de Salvador afirmou que houve um “mal entendido” quando Xan abordou uma “funcionária da copa e lhe perguntou onde ficava o banheiro e, então, ela lhe direcionou ao masculino”. A casa negou, ainda, que um segurança ou policial tenha impedido a travesti de entrar no banheiro.

Por último, negou que o local seja um cenário de intolerância e usou a ex-vereadora Léo Kret como “exemplo de que a casa é aberta a todos e todas, com respeito às diferenças e legalidades, pelas referências que teve e tem”.


Morre empresário baleado pelo digital influencer Iuri Sheik na Bahia, diz polícia


O empresário William Oliveira, que foi baleado pelo digital influencer Iuri Sheik, durante os festejos juninos na cidade de Santo Antônio de Jesus, no recôncavo baiano, morreu no final da manhã desta quarta-feira (26). A informação foi confirmada ao G1 pelo delegado que investiga o caso, Edilson Magalhães, por volta das 12h30.

William estava internado no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus desde domingo (23), quando foi atingido por disparos de arma de fogo deflagrados por Sheik. O município onde o caso ocorreu tem tradição nos festejos juninos e é um dos destinos mais procurados por baianos e turistas nessa época do ano.

Na segunda-feira (24), a vítima passou por cirurgia e, na manhã desta quarta, chegou a apresentar melhora, mas o quadro se agravou em seguida. Ainda não há informações sobre a liberação do corpo e nem onde e quando devem ocorrer velório e sepultamento.

O influencer Iuri Sheik é procurado pela polícia desde que ocorreu o crime ocorreu. Um mandado de prisão preventiva contra ele foi expedido na segunda-feira e ele segue foragido. O G1 tentou contato com a assessoria de comunicação dele, por meio dos números disponibilizados nas redes sociais, mas, até a publicação desta reportagem, não obteve êxito.

Na terça, Iuri postou uma foto em seu perfil no Instagram em que aparece chorando e uma outra imagem em que diz na legenda que vai se apresentar. “Toda versão existe dois lados. Logo mais vou me apresentar e contar realmente o que aconteceu”, escreveu. Até esta quarta, no entanto, ele não havia comparecido a nenhuma delegacia.

Depois do crime, Iuri tornou o perfil no Instagram privado e só colocou a rede social como pública novamente na terça, pouco antes de fazer a postagem. O Instagram dele tem 288 mil seguidores. Na rede social, já compartilhou fotos com diversos famosos, entre eles os jogadores Neymar e Daniel Alves.

Caso

Informações preliminares obtidas pela polícia apontaram que os disparos ocorreram porque a vítima havia pedido que o suspeito parasse de fazer manobras perigosas com o carro, conhecida como “cavalo de pau”, em via pública. No entanto, após ouvir as testemunhas, a polícia informou que ficou ciente de que Iuri Sheik saiu em alta velocidade após os disparos contra o empresário.

“Seis testemunhas foram ouvidas. Três delas viram o momento dos disparos. Elas contam que William já estava na festa [paredão] quando Sheik chegou e estendeu a mão para falar com William, mas ele [o empresário] disse que não ia apertar a mão de Iuri. Então, ele [Iuri] foi no carro, pegou uma arma, voltou e atirou em William. Iuri entrou no carro e saiu em alta velocidade”, explicou o delegado.

Conforme a polícia, testemunhas contaram que a vítima e o digital influencer já tinham um tipo de rivalidade. A polícia não detalhou as desavenças entre eles.

Por meio de nota, a Prefeitura de Santo Antônio de Jesus informou que o crime não aconteceu dentro da área do evento promovido pela administração municipal. Segundo a polícia, o caso ocorreu durante uma festa paredão (com som alto em carros).

O delegado Edilson Magalhães, disse que momentos antes do crime, Iuri já havia se envolvido em confusão com os seguranças que trabalhavam na festa organizada pela prefeitura da cidade. Ele tentou entrar em uma área restrita para artistas, que era de circulação proibida. Por conta disso, Iuri foi posto para fora do evento.

Conforme o delegado, há relatos de que Iuri estava dirigindo alcoolizado na cidade desde a sexta-feira (22), quando ele teria chegado no local. Conforme o delegado, o digital influencer tem histórico de ser uma “pessoa problemática”.

Ainda por meio de nota, a prefeitura informou que o nome de Iuri Sheik nunca constou em nenhuma lista de convidados da festa junina da cidade.

G1 Bahia


Oito pessoas morrem em acidente entre caminhão e van nesta quinta-feira (20)


Um acidente grave ocorreu na rodovia estadual BA-502, entre Feira de Santana e São Gonçalo dos Campos, na manhã desta quinta-feira (20). De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, oito pessoas morreram na batida.

Além dos mortos, três pessoas estão presas nas ferragens. O acidente foi entre uma van de trabalhadores de um frigorífico e um caminhão. Segundo informações da 3ª Companhia do Batalhão de Polícia Rodoviária (Feira de Santana), a colisão aconteceu pouco antes das 7h50.

O motorista do caminhão, inclusive,  é uma das pessoas que está presa nas ferragens.

Duas equipes do Corpo de Bombeiros estão no local. Feridos foram levados por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Clériston Andrade em Feira de Santana.

Motociclista morre na BR-324

Outra morte na estrada já foi registrada no começo deste feriado. Um motociclista que não teve o nome divulgado morreu por volta das 7h30 desta quinta-feira, em um acidente na BR-324 no trecho do Km-547 na cidade de Amélia Rodrigues.

De acordo com a concessionária Via Bahia o acidente aconteceu quando a moto e uma carreta colidiram na estrada. Após o acidente, o motorista da carreta fugiu do local que fica nas proximidades da localidade Imbira.

Já a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que a moto teria se chocado com um carro. À polícia, o motorista do automóvel disse que trafegava na faixa da esquerda, enquanto o caminhão seguia na faixa da direita. A motocicleta, por sua vez, teria tentado passar entre os dois veículos.

Em função do acidente e do fluxo intenso de veículos por conta do São João a região está com trânsito intenso.

Correio24


SSP-BA registra morte de homem de 28 anos em Simões Filho


A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), registrou na tarde desta sexta-feira 14/07, a morte de Anderson Ressurreição Amorim, de 28 anos, no município de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador.

Segundo informações da Central de Polícia (Centel), o crime ocorreu na rua Estácio de Sá, no bairro Engenho Novo, por volta das 14h30m.

O corpo foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica de Salvador, onde será periciado. A polícia ainda não tem informações sobre as circunstâncias do crime.


Adelio Bispo é absolvido por facada contra Bolsonaro


Adélio Bispo de Oliveira foi absolvido pelo juiz federal Bruno Savino, em razão de ter sido considerado inimputável, nesta sexta-feira (14).

O magistrado entendeu que o autor do atentado ao presidente Jair Bolsonaro deve ficar internado por tempo indeterminado e seja submetido a perícia médica daqui a três anos, segundo o site O Antagonista.