Ministério Público do Estado de São Paulo e Microsoft se unem no combate ao crime cibernético

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) e a Microsoft Brasil anunciam parceria para o combate ao cibercrime. O acordo de cooperação estabelece iniciativas conjuntas voltadas ao enfrentamento de crimes cibernéticos e, inicialmente, focam na capacitação de promotores, cooperação entre as organizações e educação da população. A assinatura do acordo foi realizada hoje … Leia Mais


Cientistas preveem que fim da humanidade está próximo

Os seres humanos e outros mamíferos correm o risco de serem extintos do Planeta Terra, graças a perigos criados por ela mesma, segundo relatório de pesquisadores norte-americanos e britânicos apresentados  para Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos. Segundo os especialistas, o relatório aponta um cenário possível sobre o perigo das mudanças climáticas impossíveis de … Leia Mais


Prazo da 1ª parcela do IPVA começa a vencer nesta terça-feira (09)

A partir desta terça-feira (09) começa a vencer o prazo para pagamento da 1ª parcela do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). A data vale para veículos com placas de final 1. Entre os dias 9 e 22, os proprietários de veículos com placas com os outros finais deverão efetuar seus pagamentos. O … Leia Mais


Planeta Terra atinge sua máxima velocidade e proximidade do Sol

Na última quarta-feira (03), o planeta Terra alcançou sua máxima velocidade orbital, tendo acelerado 3.420 quilômetros por hora acima da média. O fenômeno é conhecido como periélio, o ponto de maior proximidade ao Sol durante sua órbita anual. Geralmente, a Terra gira ao redor do astro em uma órbita elíptica de 930 milhões de quilômetros … Leia Mais


Museu do Café oferece programação para crianças durante as férias

Museu do Café em Santos, no litoral de São Paulo, trará diversas opções de diversão para as crianças durante todo o mês de janeiro. A programação é composta pelos projetos Espaço do Café com Leite, Cafezalzinho, oficinas de minibaristas e outras atrações. O projeto Espaço Café com Leite ocorrerá de 3 a 28 de janeiro, … Leia Mais


Sem polícia nas ruas, Rio Grande do Norte tem 50 homicídios e 360 crimes em uma semana


Sem a presença das polícias Civil e Militar nas ruas do Rio Grande do Norte (RN), o número de homicídios no estado já subiu para 50 em apenas uma semana de paralisação.


Além das mortes, as ocorrências de crimes contra o patrimônio também impressiona: 360 no total. Nesse mesmo período, o índice de roubos de carro assusta: 163. O balanço foi realizado pelo Observatório da Violência Letal Intensional.

Mesmo tendo sido decretada ilegal pela Justiça do RN a paralisação da polícia vem se estendendo desde o dia 19 de dezembro. De lá pra cá, o estado vive, diariamente protestos contra salários atrasados e falta de condições das viaturas, além do material de proteção e das armas.

Com menos homens nas ruas, o governo solicitou a atuação da Força Nacional, que disponibilizou 70 militares. De acordo com informações do portal G1, entre sexta-feira (22) e segunda (25), foram contabilizados 34 homicídios, sendo um deles o filho da prefeita de São José do Campestre.

Em Mossoró, duas mulheres morreram e uma criança de 1 anos e 11 meses foi atingida. Desde a greve da polícia, 50 mortes já foram registradas no estado. No mesmo período do ano passado, 35 assassinatos, um aumento de 35%.


Asteroide em forma de caveira passará perto da Terra pela segunda vez em 2018


O corpo celeste 2015 TB145, conhecido como “Asteroide do Halloween”, deve passar perto da Terra em 2018. O asteróide ganhou este nome por mostrar semelhança com um crânio humano (caveira) ao girar em torno de seu próprio eixo.

Além de se parecer com uma caveira, ele foi visto pela última vez em outubro de 2015, próximo à data em que é o Dia das Bruxas é comemorado em alguns países, consolidando ainda mais o apelido.

Em sua última passagem, o asteroide estava a uma distância de aproximadamente 486 mil km da Terra, cerca de 1,3 vezes a distância da Lua à Terra. Segundo o pesquisador Pablo Santos-Sanz, do Instituto de Astrofísica da Andaluzia (IAA-CSIC), o corpo celeste poderá ser observado de novo em novembro de 2018.

No entanto, no próximo ano, o 2015 TB145 estará a uma distância 105 vezes maior que a da Terra à Lua. O “Halloween” tem entre 625 a 700 metros de diâmetro, de acordo com o estudo publicado pelo cientista Pablo Santos-Sanz e sua equipe no periódico Astronomy and Astrophysics.

O pesquisador espera que a aproximação permita mais descobertas sobre o corpo celeste como novos dados que podem aumentar o conhecimento sobre a massa dele e outras que passam pelo planeta.

Até agora, acredita-se que o asteroide pode ser tratar de um cometa extinto, que perdeu água e outros componentes voláteis após as voltas que deu ao redor do Sol.


SERIE DE MÚSICA CLÁSSICA DO BRASIL, MÚSICA NO MUSEU


Serie de música clássica do Brasil, Música no Museu.   Música no Museu, iniciado em 1997, tornou-se a maior Serie de musica clássica do Brasil, reconhecido pelo RankBrasil, a versão brasileira do Guinness Book mudando a temporada no Brasil tradicionalmente de março a novembro e que, por nossa gestão,  passou de janeiro a dezembro sem interrupções.

Seus números são impressionantes chegando a fazer mais de 500 concertos por ano, de norte a sul do Brasil, ocupando cerca de 2.500 musicos/ano, além de uma vertente internacional, desde 2006 em cidades de Portugal, Espanha, França, USA (inclusive no Carnegie Hall em Nova Iorque, Lacma em Los Angeles, Kennedy Center em Washington), República Tcheca, Marrocos, India, Itália, Alemanha, Austria, Chile, Argentina, Vietnam e Austrália, levando músicos e a musica brasileira para o exterior.

Participou das comemorações de 200 anos da Chegada da Corte de Portugal ao Brasil com concertos no Rio de Janeiro e nas cidades históricas de Minas Gerais e de  Portugal, realizou o primeiro evento cultural em São Cristóvão ( Sergipe), logo após a escolha dessa cidade como patrimônio cultural da Humanidade, pela Unesco e em julho de 2013, na visita do Papa Francisco ao Brasil, realizou 30 concertos só com músicos jovens dentro da programação do Encontro Mundial da Juventude.

Fez a primeira apresentação da música clássica brasileira nas comemorações do Ano do Brasil em Portugal em 2012, o primeiro evento de música clássica brasileira no Museu Guggenheim em Bilbao ( Espanha) e o primeiro de música clássica brasileira ao vivo nas cidades de Nova Delhi ( Índia) e Sydney (Austrália) e dos 725 anos da Universidade de Coimbra. .

Sergio_da_Costa-foto divulgação-namidia-uiara zagolin

Sediou em 2009 a Pianestival, Festival Internacional de Pianistas Amadores pela primeira vez na América Latina e que até então realizado em cidades da Europa e África.

– Participou em 2010 do Concours S.A.R Princesse Lalla Meryen ( Concurso Internacional de Piano do Marrocos) e do Concurso Internacional Santander de Piano (Espanha) oferecendo um dos prêmios, a apresentação dos vencedores no Palácio São Clemente, Consulado de Portugal

Em 2015 foi matéria na revista de bordo da TAP e distribuída em todos os seus voos internacionais durante o mês.

Paralelamente e no seu âmbito, realiza um Festival Internacional de Harpas-RioHarpFestival, já na sua 13ª. versão e que colocou o Brasil no circuito mundial da harpa.

Também renova o panorama da musica clássica no Brasil através do Concurso Jovens Musicos-Musica no Museu, já na nona  versão e que recebe a cada ano uma bolsa de U$105 mil da James Madison University-uma escola Steinway- para o vencedor. 8 jovens músicos já cursaram ou cursam esta Universidade e criou a Orquestra Jovem Música no Museu e que &n bsp;começa a ter vida própria.

Ao completar 15 anos em 2012, realizou uma programação especial que incluindo os melhores concertos da Série com destaque para a apresentação do pianista Nelson Freire em São João del Rei mas que antes apresentou-se em Tiradentes. Sucesso total.

Em 2013, além da Série normal de concertos, foi feito o lançamento do livro ¨Música no Museu- 15 anos depois¨além da exposição das pinturas das capas dos seus programas (cada mês feita por um artista plástico brasileiro) e doadas para a Academia Brasileira de Filosofia e que ora faz parte do seu acervo.

Outro grande diferencial da Série é a absorção de iniciativas sociais junto a Comunidades dando espaços para apresentações de suas orquestras em nossos espaços.

Leia mais: Murilo Sá faz tributo para a lenda David Bowie

Também a excelência do projeto, que já recebeu cerca de 30  prêmios e honrarias nacionais (Ordem do Merito Cultural, Golfinho de Ouro, Embaixador do Rio, Urbanidades do IAB, Ordem do Mérito Judiciário, Personalidade da Cultura Judaica, Governo de Minas Gerais  etc etc) e internacionais (Cultura Viva da Unesco, Excelência em Cultura em Lisboa, Latin American Quality Awards em Buenos Aires, Cultura Viva em Madrid) ) e gerou a monografia de Marie Hoffman, da Humboldt-Universität zu Berlin Philosophische Fakult ät III Institut für Musikwissenschaft und Medienwissenschaft Musik und Medien/Kulturwissenschaft sob o titulo Die Rolle der ,,Klassik” im öffentlichen Leben in Rio de Janeiro und die Konzertreihe, Música no Museu” (Musik im Museum) The Role of “Classical Music” in the Public Life of Rio de Janeiro and the Series of Concerts “Música no Museu” (Music at the Museum) (a musica clássica na vida publica do Rio de Janeiro e a Serie de Concertos Musica no Museu).

Nestes 20 anos de atividades já registra um publico superior a 850.000 pessoas e uma mídia espontânea de milhares de registros em todos os veículos do Brasil, rádios, TVs, jornais, revistas, internet e até do exterior, com destaques para matérias no New York Times,Le Monde de la Musique,  entre outras.

Realiza pesquisa dinâmica de seu público no Rio de Janeiro com o perfil por idade, profissão, bairro e meio de transporte e que já  gerou um  mailling superior a  110.000 nomes- que cresce dia a dia-  recebendo  a programação mensal, semanal e diária através de uma empresa de e-marketing.

Musica no Museu no Google tem mais milhões de registros e o seu site www.musicanomuseu.com.br, na sua versão nova, em 18 meses já tem mais de 480.000 acessos.Neste e no www.rioharpfestival.com.br  complementam as informações do projeto.

De Claudia Catald

Juíza determina que antiga cadeia transformada em museu volte a receber presos em Goiás


Uma antiga cadeia pública de Pirenópolis, na região central do estado de Goiás, onde atualmente funciona o Museu do Divino, voltará a receber presos provisórios da comarca. Isso porque a juíza Simone Monteiro acatou, em caráter liminar, um pedido do Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO).

Na decisão, a magistrada considerou que falta um local adequado na cidade para o recebimento de detentos. Além disto, ela destacou o fato do prédio ter sido usado como cadeia durante 90 anos e não haver nenhum registro da área em favor da Prefeitura de Pirenópolis, no Cartório de Imóveis do município.

A decisão foi expedida pela juíza na terça-feira (19), um dia após o promotor Bernardo Boclin Borges entrar com uma ação civil pública requerendo a desocupação do imóvel. Segundo o promotor, a cadeia pública de Pirenópolis, que funcionava no local, foi desativada em 2005 sob a promessa do governo do estado de construir uma nova unidade prisional

Conforme o documento, a prefeitura da cidade tem o prazo de 15 dias para desocupar o imóvel. De acordo com o secretário de Governo de Pirenópolis, Adriano Gustavo, uma das alternativas para que o museu não seja desativado, é reativar casas que já foram usadas para abrigar presos do regime semiaberto.

De acordo com o MP-GO, atualmente há 70 presos da comarca de Pirenópolis, que estão nas unidades prisionais de Anápolis, a 55 km de Goiânia, e em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.
No documento, o promotor afirmou que o processo de adaptação do imóvel para voltar a receber presos deverá ser acompanhado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), para que o patrimônio cultural não seja prejudicado.

Já a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) informou que não há previsão para retomada da construção do presídio da cidade.


Tempestade solar poderá deixar a Terra na escuridão total


Uma tempestade solar poderá causar escuridão total no planeta Terra, ocasionando o corte do fornecimento de eletricidade em todo o mundo. O fenômeno não pode ser previsto pelos meteorologistas, que só saberiam o que está por vir cerca de 15 minutos antes do fato.

De acordo com a meteorologista britânica Catherine Burnett as ejeções de massa coronal (EMC) do Sol podem viajar em qualquer direção e, caso tomem o rumo da Terra, poderiam envolver o planeta completamente.

“Uma ejeção de massa coronal significativa demora 19 horas para chegar à Terra“, diz a especialista, acrescentando que “assim que víssemos uma ejeção a abandonar a estrela, saberíamos dela apenas 15 minutos antes da chegada ao nosso planeta, bem como os dados restantes sobre a direção magnética ou o seu impacto”.

Como explica a publicação, as tempestades espaciais podem ser inofensivas e, muitas vezes, são vistas da Terra na forma de uma aurora boreal. Contudo, se for de grande magnitude, pode desligar todos os sistemas de energia e navegação.

Um grupo de investigadores da Universidade de Harvard divulgou em agosto deste ano um cálculo de quanto tempo resta na Terra até que uma erupção solar acabe com a humanidade: 750 anos. Espera-se que até lá os cientistas encontrem uma forma de proteger o nosso planeta.