Rio 2016 coloca à venda mais 500 mil ingressos para Jogos Olímpicos

Estarão disponíveis nesta quinta-feira (21) entradas para sessões concorridas, como as cerimônias de abertura e encerramento Tânia Rêgo/Agência Brasil Cerca de 500 mil ingressos para eventos dos Jogos Olímpicos Rio 2016 serão colocados à venda a partir das 10h de hoje (21) e de amanhã (22). De acordo com o Comitê Organizador dos Jogos, hoje … Leia Mais


Publicado decreto que cria ferramenta para fiscalizar o futebol no Brasil

Foto: Reprodução / Blog Planalto Foi publicado no Diário Oficial da União na manhã desta quarta-feira (20), o decreto que cria a Autoridade Pública de Governança do Futebol (APFUT). Esse órgão do Ministério do Esporte irá fiscalizar os clubes de futebol do Brasil com relação as obrigações do Programa de Modernização da Gestão e de … Leia Mais




Neymar parabeniza Messi pela conquista da 5ª Bola de Ouro: “Você merece”


O atacante Neymar parabenizou o colega Lionel Messi pela conquista da Bola de Ouro da Fifa nesta segunda-feira (11). O brasileiro ficou em terceiro lugar na disputa, atrás do argentino e de Cristiano Ronaldo, do Real Madrid. “Hermano… Uma honra para mim poder desfrutar ao seu lado em campo e agora no palco. Você é grande e é meu ídolo. Merece uma “manita”, escreveu Neymar, em referência às cinco Bolas de Ouro do colega.

Foi a primeira vez que Neymar ficou entre os finalistas da Bola de Ouro. O brasileiro ainda foi escolhido para o time do ano da Fifa.


Neymar é vítima de racismo em partida do Campeonato Espanhol


O jogador de futebol Neymar Jr. foi vítima de racismo no jogo entre Barcelona e Espanyol, neste sábado (2), segundo o ex-dirigente do Barcelona Toni Freixa. Em post no Twitter, o ex-dirigente escreveu em catalão: “Espero que os gritos racistas a Neymar sejam registrados na ata da arbitragem”.

O jogo do Campeonato Espanhol é um clássico catalão e terminou em empate, 0 a 0. Esta não é a primeira vez que o jogador Neymar sofre com racismo. Em março de 2014, a torcida do Espanyol jogou uma banana no gramado em direção ao Barcelona.

Em 2014, Neymar Jr. e Daniel Alves foram vítimas de racismo na final da Copa do Rei, entre Barcelona e Real Madrid. O caso fez com o que o pai do jogador, Neymar da Silva Santos procurasse a agência Loducca, que lançou a polêmica campanha #somostodosmacacos.

Outro caso de racismo no futebol foi o sofrido pelo goleiro Aranha, então do Santos, clube que deixou em 2015. O jogador foi chamado de macaco durante partida. Aranha recebeu manifestações de apoio de todo o Brasil, e a repercussão do caso levou ao indiciamento dos torcedores que o insultaram.