Brasil empata no fim, mas cai para sexto lugar nas Eliminatórias

O Brasil entrou em campo para enfrentar o Paraguai, em Assunção, tentando consolidar-se entre as quatro seleções que estão na zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. No entanto, a seleção teve dificuldade para superar a marcação paraguaia e acabou empatando a partida em 2 a 2 … Leia Mais



Inscrições para o Bolsa Atleta terminam dia 7 de abril

O ministério do Esporte divulgou nesta semana a relação de competições válidas como critério para solicitação do Bolsa Atleta.  Os atletas que pretendem solicitar a bolsa devem indicar de quais torneios da lista eles participaram, além do resultado obtido. Confira a relação de campeonatos e modalidades no link. Os campeonatos disputados em 2015 são válidos como … Leia Mais




Vitória derrota o Bahia no clássico e tira invencibilidade do rival na temporada


Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Em jogo intenso e com forte marcação, o Vitória conseguiu um resultado importante na briga pelo título do Baianão 2016. Vencendo o Bahia por 2 a 0, o Rubro-Negro terminou a fase classificatória na segunda posição e terminou com a invencibilidade do seu rival em jogos oficiais na temporada.

 

*BN

Diego Costa morde jogador e é expulso na Inglaterra; veja vídeo


Diego Costa teve uma tarde descontrolada neste sábado (12). Em partida que o Chelsea perdeu para o Everton por 2 a 0, o brasileiro levou uma entrada dura do jogador Barry e partiu para cima dele, mordendo o pesoço do jogador. O juiz deu cartão vermelho ao brasileiro naturalizado espanhol.

Antes disso, aos 10 minutos de jogo, Diego Costa ainda discordou de um cartão amarelo e cuspiu nos pés do árbitro. A derruta eliminou o time inglês jogador brasileiro se irritou com o árbitro, que deu cartão amarelo logo aos dez minutos de jogo e cuspiu nos pés do juiz.

A derrota eliminou o Chelsea da Copa da Inglaterra.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=42&v=jdZ5rFMp3qc


Quênia ameaça não participar da Rio-2016 por causa do zika


Para país africano, saúde dos atletas é mais importante que os jogos

O diretor do Comitê Olímpico do Quênia, Kipchoge Keino, disse nesta terça-feira (9) que o país pode desistir de participar da Olimpíada de 2016, no Rio, em agosto, por causa da proliferação do vírus zika no Brasil.

“Se o vírus zika atingir níveis epidêmicos, não vamos correr risco. Não vamos expor os nossos jovens. A saúde de nossos atletas é mais importante do que os Jogos”, disse Keino.

“Vamos esperar até o último minuto. Contamos com os conselhos das autoridades do Brasil para tomar uma decisão”, afirmou.

O Quênia é uma das potências do atletismo, pois possui alguns dos melhores corredores de média e longa distância do mundo.

Na Olimpíada de 2012, em Londres, na Inglaterra, o país ganhou 11 medalhas no total (duas de ouro, quatro de prata e cinco de bronze), todas no atletismo.

Na segunda-feira (8), a agência Reuters disse que os Estados Unidos também podem deixar de participar da Olimpíada por causa do zika. A informação, porém, foi negada pelo Comitê Olímpico dos EUA (USOC, na sigla em inglês).

O presidente da Federação de Esgrima dos EUA, Donald Anthony, afirmava que a USOC havia dito a federações do país que atletas podem considerar não participar da Rio-2016 devido à proliferação do vírus da zika no Brasil.

As federações, segundo Anthony, foram informadas que ninguém deve ir ao Brasil “se não se sentir confortável”. A mensagem teria sido repassada em janeiro durante teleconferência envolvendo membros do comitê olímpico e líderes de federações.

O porta-voz da USOC disse que o relato é “100% impreciso”. Referia-se, segundo ele, a “uma discussão interna com líderes esportivos dos EUA sobre funcionários e os riscos potenciais que o CDC identificou em viagens a áreas infectadas pelo zika”.

A USOC disse que só foram repassadas às federações as recomendações do Comitê Olímpico Internacional (COI) e do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC, na sigla em inglês), como o alerta a gestantes para que evitem viajar ao Brasil.


Romário vai pedir a Justiça Federal para intimar presidente da CBF a depor


O senador Romário (PSB-RJ), que comanda a CPI do Futebol, irá pedir o auxílio da Justiça Federal para fazer com que o atual presidente da CBF, o Coronel Antônio Nunes, preste esclarecimentos na comissão. O presidente estava marcado para depor nesta quinta-feira, porém a entidade acusa a CPI de realizar uma “manobra ao recorrer a um requerimento do ano passado para convocar o seu mandatário”.

A ideia do senador é ter a presença do presidente no dia 16 de março. A CPI quer ouvir o Coronel Antônio Nunes a respeito de contratos e negociações realizadas com a CBF e as federações estaduais de futebol. No mês passado, os salários do representantes das federações tiveram o salário reajustado, passando de R$ 15 mil para R$ 20 mil reais.

“Numa atitude bem ao feitio do grupo dos 7×1, que se apoderou da CBF, que só pensa em ganhar salários milionários, sem qualquer contrapartida relevante para o futebol brasileiro, o Coronel sorrateiramente fugiu da convocação”, afirmou Romário.

Romário ainda afirmou que a CBF se negou a assinar o documento de notificação enviado pela Justiça e não atende as ligações da comissão. A CPI do Futebol, que acabaria em maio, teve sua extensão prorrogada para julho deste ano.

Metro1

Presidente do Vitória confirma renovação com a Globo


Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

O presidente do Vitória, Raimundo Viana, confirmou na noite desta segunda-feira (22) a renovação de contrato com a TV Globo para a transmissão do Campeonato Brasileiro até 2020.

“Fomos um dos primeiros a assinar esse documento. Não posso entrar em detalhes de números, pois temos cláusula de confidencialidade. Consideramos a Rede Globo uma grande parceira e consideramos que a operação foi vantajosa para o Vitória e para a Globo”, disse Viana, em entrevista ao programa “Papo de Tillé”, da Rádio Metrópole FM 101,3.

No acordo com a Vênus Platinada, foram negociados os direitos de transmissão em TV fechada pelo canal SporTV e também em pay-per-view. O vínculo anterior com a Globo iria expirar em 2018. (BN)