Bahia perde para o Grêmio e cai nas quartas da Copa do Brasil

Não deu, Baêa. Na noite desta quarta-feira (17), repetiu-se a já irritante sina do Esquadrão na Copa do Brasil de ser eliminado sempre nas quartas de final. Depois de empatar em 1×1 em Porto Alegre, o Bahia perdeu por 1×0 para o Grêmio, na Fonte Nova. Foi a sexta queda do tricolor nessa fase. Repetiu-se, … Leia Mais


Bolsonaro ‘vai pra galera’ e comemora título da Seleção Brasileira

O presidente Jair Bolsonaro comemorou o título da Copa América junto com os jogadores da seleção, no gramado do Maracanã. Bolsonaro ficou ao lado dos atletas logo após eles terem recebido a taça da competição, as medalhas pela conquista e os prêmios individuais – Alisson foi eleito o melhor goleiro, Daniel Alves o melhor jogador e Everton “Cebolinha”, o artilheiro … Leia Mais


Brasil vence Peru e conquista seu nono título de Copa América

Após seis anos de espera, o brasileiro tirou o grito da garganta. Com gols de Everton, Gabriel Jesus e Richarlison, o Brasil bateu o Peru por 3 x 1 e conquistou seu nono título de Copa América. Guerrero descontou para os peruanos. Além do primeiro título desde a conquista da Copa das Confederações de 2013, … Leia Mais



Projeto Esporte, Educação, Cultura e Lazer nos Bairros chega ao Vida Nova

A Prefeitura municipal de Simões Filho, localizada na Região Metropolitana de Salvador (RMS), realiza mais uma edição do Projeto Esporte, Educação, Cultura e Lazer nos Bairros, neste domingo (02/05), na nova Vida Universitária. As atividades são desenvolvidas pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude (Sejuv), que durante o encontro promoverá atividades lúdicas e esportivas que … Leia Mais


Jovem simõesfilhense Mateus Martins integra o Sub-20 do Esporte Clube Bahia


Uma trajetória de desafios sempre reserva a possibilidade de um grande triunfo. Isso não tem sido diferente na carreira esportiva do morador do distrito de Mapele, situado ao fundo da Baía de Aratu, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Mateus Martins, 19 anos, zagueiro do Lagarto-SE acaba de confirmar o seu contrato com a equipe Sub-20 do “Esporte Clube Bahia”.

O jovem atleta coleciona uma extensa passagem por diversos times, mas sempre reanimou o sonho de fazer carreira profissional. De acordo com o Esporte Clube Bahia, Mateus assinou contrato de um ano com o Esquadrão de Aço. O vínculo é de empréstimo, cedido pelo Lagarto-SE e com valor de compra estipulado.

Mateus Martins comemora o grande passo na sua carreira profissional e está apto para estrear pelo Bahia no próximo final de semana. O Bahia vai receber a visita do Ypiranga pela última rodada da primeira fase do Campeonato Baiano sub-20.

Em outubro de 2016, em entrevista ao site “Mapele News”, ele revelou um dos seus principais objetivos. Além do amor pelo futebol, sempre integrou a família e a comunidade de Mapele nesta conquista. “Minha expectativa de vida é dar um futuro melhor para minha família e também ajudar o meu bairro porque Mapele necessita muito de apoio”, declarou o jogador.

Ele conta que a primeira pessoa a indicar e revelar o seu talento foi o professor Gilson da escolinha Edgard Santos, em Simões Filho. Durante a caminhada no futebol amador, Mateus teve a oportunidade de ir a São Paulo pela Seleção de Simões Filho, onde o time ficou em 4º lugar.

Além disso, passou uma temporada no Clube Redenção e disputou pelo “ABB de Simões Filho”, duas temporadas, vindo posteriormente integrar por um ano a Seleção do São Francisco do Conde.

Em uma nova passagem na capital paulista, o jovem promissor foi avaliado pelo empresário de Cafú, ex-jogador de futebol e de lá foi para o “Tolentino”, time do interior de São Paulo.

Logo após retornou para o time do São Francisco do Conde, mas, novamente em São Paulo disputou pela seleção do “Leões do Recanto”, a Taça Paulista de base. Ainda em 2016, através do projeto dos professores Alex e Magrão, participou de uma avaliação no distrito de Aratu para a possibilidade de integrar o “Fluminense”, no Rio de Janeiro.

Recentemente capitão do sub-20 da equipe sergipana nas últimas duas temporadas, o zagueiro já estava realizando treinamentos no Fazendão desde o mês de março. Logo após os trâmites burocráticos, conquista o contrato com o primeiro grande clube de sua carreira.

 


Bahia vence o Fluminense com facilidade e faz a festa da torcida


e bem com a vida, o Bahia voltou a vencer e fez a alegria dos mais de 16 mil torcedores que compareceram à Arena Fonte Nova nesta quinta-feira (22). O Tricolor bateu o Fluminense, com facilidade, por 2 a 0.

Zé Rafael e Edigar Junio marcaram os gols do triunfo, que poderia ter acontecido com um placar mais elástico. Com o resultado, o time baiano ficou ainda mais próximo de conquistar a vaga na Copa Sul-Americana.

O Esquadrão foi aos 47 pontos, na 11ª colocação. Os comandados de Enderson Moreira voltam a campo no próximo domingo (25), diante do América-MG, no Independência.

PRIMEIRO-TEMPO

O Fluminense deu um susto no Bahia logo aos dez minutos. Luciano recebeu bola dentro da área e tocou na saída de Douglas. Porém, a arbitragem assinalou impedimento do atacante e anulou o gol.

Um minuto depois, o Bahia respondeu em lances seguidos. Primeiro, após cruzamento na área, Edigar Junio desviou de cabeça e Rodolfo fez grande defesa.

No rebote, Ramires tentou completar e Rodolfo fez outra grande defesa para evitar.

Aos 23, o Tricolor chegou pelo alto mais uma vez. Élber levantou bola na área, Gregore emendou um peixinho e a bola passou perto do gol.

Aos 38 minutos, o time baiano sofreu uma baixa. Élber sentiu a coxa e deixou o campo para a entrada de Clayton.

SEGUNDO-TEMPO

No segundo tempo, o Bahia começou em cima e abriu o placar logo aos sete minutos. Elton cruzou bola na área, Rodolfo saiu mal e Zé Rafael desviou de cabeça nas redes.

Em ritmo eletrizante, o Tricolor aumentou três minutos depois. Após recuo mal feito de Paulo Ricardo, Edigar Junio acreditou, dividiu bola com Rodolfo e fez o segundo.

Sem dificuldades, o Bahia controlou o jogo na segunda etapa e garantiu mais um triunfo em casa na Série A.

Bahia 2 x 0 Fluminense
Brasileirão Série A – 36ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data e Horário: 22/11/2018, às 20h (de Salvador)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP). Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP). Assistentes adicionais: Márcio Henrique de Gois (SP) e José Claudio Rocha Filho (SP).
Cartões amarelos: Elton, Tiago (BAH); Everaldo (FLU)
Gols: Zé Rafael, Edigar Junio (BAH)

Bahia
Douglas; Bruno (Flávio), Tiago, Lucas Fonseca e Paulinho; Gregore e Elton; Ramires, Zé Rafael e Élber (Clayton); Edigar Junio (Gilberto). Técnico: Enderson Moreira.

Fluminense
Rodolfo; Léo, Paulo Ricardo, Gum (Marcos Junior), Digão e Ayrton Lucas; Jadson, Fernando Neto (Igor Julião) e Sornoza (Júnior Dutra); Luciano e Everaldo. Técnico: Marcelo Oliveira.



Recém chegado no Vitória, Carpegiani revela decepção; “Falta de maturidade”


Passar pano, aliviar, relevar. Nada disso faz parte do vocabulário de Paulo Cézar Carpegiani. Após a sua estreia à beira do campo, domingo (19), quando o Vitória voltou a perder de forma vexatória no Campeonato Brasileiro, desta vez para o Palmeiras, por 3×0, o técnico não escondeu a decepção com o elenco.

Já na sala de entrevista, o treinador foi questionado sobre o desempenho da equipe e fez uma leitura muito sincera. “Deixamos muito a desejar, sob todos os aspectos. Não temos muito o que dizer, todo mundo viu o que ocorreu. Não podemos desmerecer uma equipe que é outro patamar, outro tipo de investimento, que é candidata (ao título) a meu ver. Há uma diferença, mas a diferença foi muito grande. Encontramos uma equipe apática, sem a compostura que tínhamos que ter”, analisou.

Carpé pontuou que teve pouco tempo com o grupo, apenas três dias de treino, mas não escondeu que ficou decepcionado com o desempenho dos atletas. Como disse com clareza, ele esperava muito mais do que o que foi apresentado no campo do Barradão. “Esperava de minha equipe muito mais, mas sou obrigado a reconhecer que a falta de tempo também contribuiu, mas principalmente a falta de ambição, falta de garra, de disposição. Temos que agregar tudo isso. Temos que tirar esse time, ter algo mais. Tem muita gente no departamento médico, e o pior é que não vão voltar. Vai demorar um pouco de tempo. Estamos encontrando dificuldade, mas vamos tratar de superar. Vitória é muito grande. Também estou preocupado”, admitiu.

Atualmente, o Leão tem os desfalques de Willian Farias, Rhayner, Juninho, Walisson Maia, Guilherme Costa, Nickson e Luan, todos no departamento médico. A maior urgência de Carpé é contar logo com Farias e Rhayner.

Além da apatia vista no jogo, outra coisa que Carpegiani observou é que os atletas não conseguiram assimilar o que foi trabalhado  nos treinos da semana. Segundo ele, o elenco teve dificuldade de colocar em prática aquilo que ele orientou e solicitou desde a sua chegada. “Começou o jogo e não era aquilo que treinei. Desde o princípio já estava frouxo no meio. Segundo tempo melhorou um pouco. Um paradoxo. Por incrível que pareça, tivemos 58% de posse de bola, mas não criamos. O que me preocupa é essa inconstância, essa falta de entrega, de maturidade, que me passou essa equipe. Isso que me preocupa muito mais do que a parte como time, como equipe”, avaliou.

Após a rodada, que ainda está em andamento e se encerra hoje com um jogo entre Vasco e Ceará, o Vitória caiu para a 17ª colocação. Na zona de rebaixamento, o Leão tem 19 pontos conquistados em 19 rodadas. O mais preocupante é o saldo de gols: -19, o pior do torneio. O Leão também é o time que mais sofreu gols na competição: 39 – média de mais de dois por jogo.

Informações: Correio da Bahia


Tristeza: Brasil perde de 2 x 1 para a Bélgica e dá adeus à Copa do Mundo


Ainda não foi desta vez que o Brasil conquistou o sonho do hexa campeonato. Durante a partida realizada contra a Bélgica na tarde desta sexta-feira (06) a seleção brasileira perdeu para a Bélgica por 2 x 1 e está fora da Copa do Mundo.


Agora, a equipe europeia vai enfrentar a França na semifinal. A derrota do Brasil foi construída na primeira etapa. Depois de um começo animador, com muitas chances de gol, a equipe verde e amarela acabou saindo atrás com gol contra de Fernandinho. Abalado, o time de Tite acabou cedendo espaços e o segundo gol belga veio com De Bruyne.

O Brasil voltou com uma mudança para o segundo tempo. Firmino entrou no lugar de Willian. Com a Bélgica recuada, Tite colocou Douglas Costa no lugar de Gabriel Jesus. A equipe brasileira cresceu muito na partida e dominou toda a segunda etapa.

Renato Augusto entrou no lugar de Paulinho e no seu primeiro lance marcou. O gol incendiou a partida. O ex-jogador de Flamengo e Corinthians por muito pouco não empatou, após boa jogada coletiva da seleção brasileira. Logo

depois, Philippe Coutinho também teve uma grande oportunidade e acabou desperdiçando uma grande oportunidade.
França e Bélgica vão fazer a primeira semifinal da Copa do Mundo. As duas seleções se enfrentarão na próxima terça-feira, às 15 horas