Baía de Todos-os-Santos passa a integrar seleto clube mundial

A Baía de Todos-os-Santos acaba de ser aprovada no seleto clube que reúne as mais belas baías do mundo, em 27 países diferentes. Por iniciativa da Salvador Destination e da prefeitura de Salvador, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), a Baia de Todos-os-Santos (BTS) disputou sua candidatura no Club das Plus Belles … Leia Mais


Autoridades dos EUA confirmam caso de zika vírus transmitido sexualmente

Autoridades de saúde do estado do Texas confirmaram nesta terça-feira (02) que um paciente foi infectado com o zika vírus através de uma relação sexual. O caso foi confirmado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos. O paciente foi infectado após se relacionar sexualmente com uma pessoa doente que havia retornado … Leia Mais


Dilma defende no Congresso reforma da Previdência e meta fiscal flutuante

A  presidenta  Dilma  Rousseff  chega ao Congresso para a abertura do Ano Legislativo. Ao lado, os presidentes da Câmara, Eduardo Cunha, do Senado, Renan Calheiros, e do STF, Ricardo Lewandowski Wilson Dias/Agência Brasil A presidenta Dilma Rousseff disse aos senadores e deputados que pretende discutir com o Congresso Nacional a criação de um “limite global” … Leia Mais


Devotos reverenciam Iemanjá mesmo em dia nublado

Foto: Raul Spinassé | Ag. A TARDE O tempo nublado e ameaça de chuva não amedrontou os devotos de Iemanjá, que estão indo ao Rio Vermelho para reverenciar a Rainha do Mar nesta terça (02). Cerca de 4 mil pessoas aproveitam as primeiras horas do dia para deixar seus presentes na praia. São perfumes, flores … Leia Mais


Veja o que abre e fecha no Carnaval 2016 em Salvador

Foto: Margarida Neide | Ag. A TARDE A partir da quinta-feira (04) até o dia 10 (quarta-feira de Cinzas), os soteropolitanos comemoram o Carnaval. Com o festejo, o horário de funcionamento de alguns estabelecimentos será alterado. Veja o que funciona: | Lazer | Zoológico: Estará fechado da quinta, 4, a quarta, 10. Museu de Arte Moderna … Leia Mais


Presidente Dilma pensou em deixar o PT, diz jornal


As conversas sobre a ideia teriam ocorrido em meio a discussão sobre qual posição o partido deveria ter no Conselho de Ética em relação ao processo de cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha. O Planalto tentava convencer seus três deputados a votar pelo fim da investigação, mas o PT reagiu e no final, Cunha perdeu no Conselho e deflagrou o impeachment.

Nesse cenário, com diversos dirigentes da sigla criticando a presidente e críticas ao ajuste fiscal, Dilma ventilou a possibilidade de deixar o partido. A ideia era sinalizar na direção de um governo em que partidos da oposição e da base governista trabalhassem juntos para achar soluções para a crise. Dilma também se comprometeria a não se envolver nas eleições de 2018.

A iniciativa foi discutida dentro do Palácio do Planalto e com parlamentares aliados que chegaram à conclusão de que a estratégia poderia até conceder um suspiro a presidente, mas também poderia causar seu isolamento completo, o que fez Dilma não arriscar e seguir no partido.

Portal Terra

Ex-presidente Lula e Marisa são intimados pelo MP-SP para depor sobre triplex


A suspeita é que proprietários de apartamentos do condomínio usaram o nome de terceiros para ocultar patrimônio

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) intimou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a esposa dele, Marisa Letícia, para prestar depoimento, como investigados, no dia 17 de fevereiro sobre um imóvel triplex, no Condomínio Solaris, no Guarujá.

Também serão ouvidos o empreiteiro José Adelmário Pinheiro e o engenheiro Igor Pontes, ligados à construtora OAS, responsável pelo empreendimento. O imóvel, localizado no Guarujá, no litoral paulista, é alvo de investigações da 22ª fase da Lava Jato, a Operação Triplo X, deflagrada no dia 27.

(Foto: AFP)

A suspeita do Ministério Público Federal (MPF) é que proprietários de apartamentos do condomínio usaram o nome de terceiros para ocultar patrimônio. Os investigadores chegaram a essa conclusão após receberem as matrículas dos imóveis registradas no cartório da cidade

De acordo com o MP-SP, o promotor de Justiça Cássio Conserino diz ter indícios de que houve tentativa de ocultar a identidade do dono do triplex, que seria do ex-presidente, o que pode caracterizar crime de lavagem de dinheiro.

O Condomínio Solaris começou a ser construído pela Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop), presidida entre 2005 e 2010 pelo ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, preso em abril do ano passado. O empreendimento foi repassado para a empreiteira OAS em 2009, em função de uma crise financeira da cooperativa. Para os investigadores, há indícios de que as aquisições dos imóveis ocorreram por meio de repasse de propina entre os envolvidos nos desvios de recursos da Petrobras, entre eles a OAS.

O Instituto Lula informou, por meio de nota, que as suspeitas do MP-SP são infundadas e nega que o ex-presidente ou sua esposa Marisa Letícia sejam donos de apartamento em condomínio da Bancoop ou da OAS. “São levianas as acusações de suposta ocultação de patrimônio por parte do ex-presidente Lula ou seus familiares”, diz o texto. Acrescenta que Lula e a esposa Marisa “nunca esconderam que ela adquiriu, em 2005, uma cota da Bancoop, paga em prestações mensais, que foi declarada no imposto de renda”.

Procurada pela Agência Brasil, a construtora OAS informou que ainda não tem um posicionamento oficial sobre o tema.

Agência Brasil


‘Nós queremos comandar o País’, afirma Temer


O vice-presidente da República, Michel Temer, disse nesta quinta-feira (28), que o PMDB “quer comandar o País a partir de 2018”. Em Curitiba, ao iniciar um giro por várias capitais, numa espécie de campanha por sua recondução ao comando do partido, Temer afirmou ainda que a intenção é lançar o máximo de candidatos próprios nas eleições municipais deste ano para construir uma candidatura à Presidência em 2018.

“Nós não podemos ser apenas um partido que acusa ou vai em busca de cargos. Nós queremos comandar o País a partir de 2018 para implantarmos um programa”, afirmou Temer em discurso para cerca de 300 militantes peemedebista na capital paranaense. “As eleições de 2018, passam pela disputa de 2016.” 

O ato foi organizado pelo senador Roberto Requião e o deputado estadual Requião Filho, pré-candidato à prefeitura de Curitiba. Em seu discurso, Temer disse que “quem manda no PMDB é o PMDB”, ao se referir à discussão sobre a continuidade ou não com a aliança com o governo do PT. “O PMDB sempre foi um partido construído pela base e estamos provando isso neste momento.”

O vice-presidente evitou falar sobre sua relação com a presidente Dilma. “O momento é de buscar a unidade em todo o País. Estamos propondo uma pacificação nacional. Acredito que a presidente Dilma deve buscar o mesmo com a reunião do conselho que está sendo realizada hoje (quinta-feira)”, afirmou.

Sobre as denúncias de corrupção que atingem peemedebistas, Temer preferiu uma declaração protocolar. “A Operação Lava Jato é uma prova que nossas instituições estão funcionando. É uma questão do Judiciário e temos que esperar a apuração dos eventos. Mas é importante que as investigações não paralisem o País”.

‘Poder político’

Após a agenda em Curitiba, Temer seguiu para Florianópolis e voltou a ressaltar a intenção do PMDB ter candidatura própria em 2018. “Temos extraordinário poder político. Maioria de governadores, prefeitos, vereadores, presidência da Câmara e do Senado. Está na hora do PMDB expor as suas intenções políticas”, disse o vice-presidente.

Temer se comprometeu em garantir a governabilidade da presidente Dilma Rousseff e em colocar os interesses do País acima dos interesses pessoais ou partidários. Ele justificou a ausência na reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico afirmando que sua presença era “dispensável”.

Estãdão Conteúdo

Dilma faz primeira reunião do ano com nova composição do ‘Conselhão’


Dilma participa de reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico (Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo)

A presidente Dilma Roussef realizou nesta quinta-feira (28), no Palácio Planalto, em Brasília, a primeira reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico. Apelidado de “Conselhão”, a equipe se reuniu para definir a estratégia do governo federal para encontrar alternativas que façam o país superar a crise. O responsável por abrir a reunião foi o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner.

O ex-governador da Bahia disse que a crise deve ser resolvida o quanto antes e pediu empenho dos conselheiros. “Cada um de nós é protagonista do que o país é hoje. Todos somos perdedores, pois na recessão todo mundo perde. Cada um de nós tem uma pauta própria de como sair do imobilismo. Dentro da pautas de cada um, haverá intenções para uma pauta de convergências. É preciso criar consequências deste encontro para ações compartilhadas. A crise é diferente de todas as outras, mas precisa ser resolvida no curto prazo. No longo prazo, o Brasil sempre será terra de oportunidades pela infindável força de seus trabalhadores”, declarou Wagner.

Aplaudida de pé pelos integrantes do Conselhão, Dilma reconheceu o momento de recessão e aproveitou para pedir um maior combate ao mosquito Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do vírus Zika. “Peço aos senhores e senhoras que mobilizem funcionários, seus companheiros de sindicatos, os fiéis de sua igreja, os colegas de trabalho e de escola, a família e os vizinhos. Afinal, o mosquito não pode ser mais forte que um país inteiro consciente de sua ameaça”, disse.

Metro1

Dilma chega a Quito e se reúne com presidente Rafael Correa


Dilma Rousseff ao lado do presidente do Equador, Rafael Correa, em reunião no palácio presidencial equatoriano (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

A presidente Dilma Rousseff desembarcou nesta terça-feira (26) em Quito, no Equador, para participar Cúpula da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribe (Celac). Em breve declaração à imprensa, antes de partir para encontro com o presidente equatoriano, Rafael Correa, ela defendeu cooperação regional e entre os dois países.

Esta é a primeira viagem internacional da presidente neste ano e, enquanto ela estiver no exterior, o vice-presidente Michel Temer exercerá a Presidência da República de forma interina. Conforme a Secretaria de Comunicação Social, Dilma volta a Brasília na noite desta quarta-feira.

“Brasil e Equador tem uma relação muito próxima, muito solidária, e nós precisamos da cooperação regional e entre os nossos dois países para sempre melhorar as condições de vida dos nossos povos”, declarou a presidente após pousar em solo equatoriano.

Em seguida, foi recebida por Rafael Correa no Palácio Carondelet, sede do governo do Equador. Após o encontro com Correa, a previsão era que a presidente participasse da chamada reunião ampliada, da qual participam ministros dos dois governos. Depois da reunião, deverá haver nova declaração à imprensa e, em seguida, os presidentes dos dois países terão um jantar.

Na quarta-feira, Dilma participará, ao lado de outros chefes de Estado e de governo, da cúpula da Celac. Na reunião, a presidência do grupo será transferida do Equador para a República Dominicana. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, o objetivo do encontro em Quito é estabelecer as diretrizes para a continuidade das atividades de articulação política, cooperação setorial e relacionamento externo da Celac.

dilma-acena-no-palacio
Dilma no palácio presidencial equatoriano, ao lado de Rafael Correa (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

 

G1