Expedição: Aleixo Belov deixa Salvador e parte para viagem ao Alasca

Aos olhos de dezenas de familiares, amigos e admiradores, na manhã deste sábado, 3, o navegador Aleixo Belov, 73 anos, zarpou seu veleiro “Escola Fraternidade” do 2º Distrito Naval, na capital baiana, rumo à mais uma  aventura. Desta vez o destino é o Alasca, gélido estado norte-americano onde o experiente navegador pretende chegar durante o … Leia Mais


Chapecó:Velório de vítimas de acidente é encerrado na Arena Condá

As homenagens às vítimas do acidente com o Chapecoense são encerradas na Arena Condá, em Chapecó/SC. Antes, o bispo da arquidiocese de Chapecó, Dom Odellir José Magri, discursou e transmitiu a mensagem do papa Francisco. “Consternado pela trágica notícia do acidente aéreo na Colômbia que causou numerosas vitimas, o papa pede que transmita suas condolências … Leia Mais


Bolívia: Corpos de tripulantes do voo da LaMia são recebidos no país

Os cinco bolivianos membros da tripulação do avião CP 2399, da empresa LaMia, que faleceram em Medellín, foram recebidos com muita emoção em seu país natal. Os corpos de Ovar Goytia (copiloto), Sisy Arias (copiloto), Romel Vacaflores (assistente de voo) e Alex Quispe (despachante) chegaram a Santa Cruz em um avião Hércules da Força Aérea … Leia Mais


‘Chuva é São Pedro chorando pela mortes’, diz Temer

Durante a cerimônia realizada na chegada dos corpos no aeroporto de Chapecó, em Santa Catarina, o presidente Michel Temer confirmou que iria à cerimônia no estádio, em homenagem ás vítimas da tragédia do Chapecoense . “Não poderia dizer ontem que iria ao estádio porque a segurança colocaria pórticos e revistaria as pessoas que entram. Só … Leia Mais


Mãe do goleiro Danilo é aplaudida por torcedores na Arena Condá

Dona Ilaílde, mãe do goleiro Danilo do Chapecoense, andou pelo gramado da Arena Condá, em Chapecó e foi aplaudida por torcedores durante homenagem aos jogadores no estádio, na manhã deste sábado (3). Os torcedores ainda gritaram o nome do atleta. O estádio do Chapecoense receberá velório coletivo.


Boliviano é o primeiro entre os seis sobreviventes a receber alta


O técnico da companhia aérea Lamia, o boliviano Erwin Tumiri, recebeu alta na sexta-feira (2). Ele é o primeiro a sair do hospital, entre os seis sobreviventes do acidente que matou a delegação da Chapecoense, jornalistas e tripulação, na última terça-feira (28).

“Estou pronto aqui para seguir rumo à Bolívia. Queria agradecer antes de ir a todo o povo da Colômbia, todas as pessoas colombianas que me ajudaram. Vocês fizeram parte da minha família, são como meus irmãos”, disse Tumiri ao deixar o centro médico.

De acordo com o comissário, ele escapou da morte ao seguir um protocolo de segurança no caso de acidentes, ficando em posição fetal, com uma mala entre as pernas, para diminuir o impacto sofrido pelo corpo. Tumiri sofreu contusões e está usando um protetor ortopédico no pescoço.

“Sobrevivi porque segui todos os protocolos de segurança. Com a situação de pânico, muitos se levantaram dos assentos e começaram a gritar. Coloquei umas malas entre as pernas e fiquei na posição fetal, recomendada para acidentes”, falou o comissário ao jornal boliviano La Razón.


Chapecoense: Carretas iniciam cortejo com caixões até Arena Condá


Os corpos dos jogadores e integrantes da comissão técnica do Chapecoense acabam de deixar o aeroporto de Chapecó (SC), em direção à Arena Condá, onde ocorrerá o velório coletivo. A cerimônia realizada no pouso dos aviões da Força Aérea Brasileira contou com a participação do presidente Michel Temer e foi transmitida ao vivo por telões instalados no estádio.
O pouso emocionou familiares que estavam no aeroporto e a pessoas que acompanham as transmissões ao vivo do cortejo. O trajeto até a Arena é de aproximadamente dez quilômetros e deve demorar ainda mais por causa da forte chuva que cai na região. A previsão é de que o velório aberto à população de Chapecó seja iniciado por volta das 14h.
BN

Pelo menos 17 mortos em queda de ônibus num lago na China


O acidente ocorreu perto da localidade de Miaoling, na província de Hunan, entre as 06:00 e as 07:00 de desta sexta-feira (20:00 e 21:00 de quinta-feira de Brasília).

O veículo, no qual viajavam 20 pessoas, já foi retirado da água, enquanto equipes de resgate continuam na zona do acidente.

Os 17 mortos foram identificados, acrescentou o departamento de informação local. Com informações da Lusa.

naom_58420aa7d674d


Temer chega a Chapecó onde prestará homenagem a familiares de vítimas


O presidente da República, Michel Temer, acaba de chegar ao aeroporto de Chapecó. Ele participará da Cerimônia de Honras Fúnebres em homenagem às vítimas da tragédia com o avião da Chapecoense na Colômbia.

Temer vai entregar às famílias das vítimas a Medalha da Ordem do Mérito Desportivo como reconhecimento do governo federal e do povo brasileiro pelos serviços prestados ao País por todos os que estavam naquele voo. A Medalha da Ordem do Mérito é um reconhecimento do governo federal e do povo brasileiro pelos serviços prestados ao País por todos os que estavam naquele voo.

A entrega está prevista para as 9h30. A chegada de avião com os corpos dos atletas mortos no acidente aéreo está prevista para as 10h. Como chove desde cedo na região de Chapecó, a organização não descarta novos atrasos.

michel-temer-chapeco-696x392

Por volta das 8h30, chegaram ao aeroporto o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, e o segundo, o ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, e o secretário geral da CBF, Walter Feldman. A cerimônia estava originalmente prevista para as 8h, mas sofreu atraso por conta da saída atrasada do voo que está levando os atletas.


Avião com corpos devítimas do voo da Chapecoense chega a Chapecó


Os dois aviões C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) pousaram na manhã deste sábado no aeroporto de Chapecó trazendo os corpos das vítimas do acidente com a delegação da Chapecoense em Medellín. Conforme O Globo, os parentes das vítimas e o presidente Michel Temer também já estão no aeroporto para uma cerimônia de homenagem ao time da Chapecoense.

Ainda segundo O Globo, a comitiva presidencial chegou às 8h50m em Chapecó. Além de Temer, viajaram a Chapecó o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, e o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. O presidente foi recepcionado pelo governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, além de parlamentares da região. O presidente deve entregar uma medalha para representantes do jogadores e de membros da comissão técnica que morreram no acidente.

Desde a madrugada, torcedores formavam filas para participarem da homenagem aos jogadores no estádio.