Lula: ‘Antes de mim, o Nordeste quase virou uma região de nômades’

Na cerimônia em que recebeu o título de ‘Cidadão Juazeirense’, em Juazeiro, nesta segunda-feira (11), o ex-presidente Lula disse que antes de seu governo, “o povo nordestino era esquecido” e que “o Nordeste quase virou uma região de nômades”.  “Durante muito tempo, o Nordeste foi tratado como a parte do Brasil que nunca recebia recursos … Leia Mais


MEC formaliza ampliação da renda familiar para acesso ao Fies

Portaria do Ministério da Educação, publicada na edição de hoje (11) do Diário Oficial da União,oficializou a ampliação da renda familiar para acesso ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A partir da portaria, pode participar do processo seletivo o estudante com renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos. Antes, essa renda … Leia Mais


Lídice desiste de candidatura à Prefeitura de Salvador

A senadora Lídice da Mata (PSB) desistiu de disputar a prefeitura de Salvador esse ano. O anúncio foi feito através de nota oficial postado na página do PSB-BA na internet. O principal motivo alegado é que os partidos de oposição tem se preocupado mais com a eleição proporcional que elegerá os novos integrantes da Câmara … Leia Mais


Candidatos favoritos à presidência da Câmara têm pendências judiciais

Dos seis candidatos favoritos à sucessão do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Câmara, quatro enfrentam algum tipo de processo judicial, um apareceu na Operação Lava Jato e o sexto não responde mais a ações porque os crimes dos quais era acusado prescreveram. Entre os que ainda respondem, há acusações como peculato (desvios … Leia Mais


Emancipação do Bolsa Família renderá prêmio a prefeituras

O governo vai dar um prêmio em dinheiro para prefeituras, conforme o número de beneficiários que elas conseguirem emancipar do Bolsa Família, por meio de projetos de empreendedorismo. Devem ser investidos, neste ano, R$ 200 milhões para, no prazo de dois anos, tornar independentes 30% das famílias incluídas no programa. Segundo estimativa feita pelo Ministério … Leia Mais


‘Efeito psicológico’ da alta do feijão pode pressionar ainda mais a inflação


Há duas preocupações legítimas por trás dos altos preços do feijão nas prateleiras dos supermercados, afirma o coordenador do Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) da Universidade de São Paulo (USP), André Chagas. A alta conjuntural do preço do grão, eleito símbolo da inflação atual, decorrente da quebra de safra por motivos climáticos, e a inflação estrutural que a escalada do preço do produto aciona na esteira da reação defensiva dos consumidores ao seu poder de compra. Essa reação indexa ainda mais a economia.

É para a inflação estrutural que as ações e comunicações do Banco Central (BC) estão voltadas quando seus dirigentes mantêm juros e vêm a público reforçar o discurso de que o Comitê de Política Monetária (Copom) tomará todas as medidas necessárias para convergir a inflação ao centro da meta (4,5%) em 2017, afirma Chagas. “O impacto do aumento do preço do feijão (ou qualquer outro produto da cesta diária do consumidor) é mais psicológico do que qualquer outra coisa”, diz o coordenador do IPC-Fipe.

O pedreiro que vai ao supermercado e constata aumento de 90% a 100% no preço do feijão, segundo o coordenador do IPC-Fipe, não espera muito para reajustar o preço da sua mão de obra pelo porcentual do aumento do feijão, do arroz, da carne, etc. O mesmo faz a cabeleira, o eletricista, e tantos outros profissionais prestadores de serviços. E as altas se difundem pela economia, estabelecendo o que os economistas chamam de efeito de segunda ordem, contra o que o BC procura lutar.

“Nesse sentido, o que os dirigentes do BC querem em primeiro lugar não é levar a inflação à convergência, mas levar a expectativas convergirem em direção ao centro da meta”, explica Chagas.

Para mostrar que há uma celeuma exagerada em torno do preço do feijão e seu respectivo impacto sobre a inflação, a Fipe montou com a ajuda de uma nutricionista um prato para cada dia da semana com os pesos de cada ingrediente no custo prato. Na composição do “Contrafilé com fritas”, por exemplo, o feijão exerce um peso de 7% na comparação com os demais insumos. “Se imaginarmos que um contrafilé com fritas é vendido a R$ 15, o peso do feijão passa a ser de 3%”, calcula Chagas.

Em valores, considerando a quantidade de produtos que compõem o prato, o feijão é o terceiro item mais caro neste cardápio. O contrafilé, na proporção de 150 gramas, em junho, custava R$ 4,15, seguido pela batata, na quantia de 75 gramas a R$ 0,46. Então vem o feijão (45 gramas), a R$ 0,42.

O coordenador ressalta que os pratos foram compostos dentro dos parâmetros domésticos, excluindo custos com conta de luz, água, aluguel, despesas com funcionários e impostos, entre outros encargos. O custo total para se preparar um filé com fritas em casa no mês passado era de R$ 5,81.

No caso filé de frango à parmegiana, o feijão nem aparece na lista de ingredientes. Neste prato, as 35 gramas de mussarela a R$ 1,21 pesam mais que o filé de frango de 150 gramas a um preço de R$ 0,84. O molho de tomate, na quantidade de 55 gramas, entra no cardápio por R$ 0,58. Em junho, o custo para a elaboração deste prato, de acordo com os cálculos da Fipe, era de R$ 4,14.

Até mesmo na feijoada – neste caso a base é o feijão preto, que custa um terço do carioquinha – o feijão não exerce o maior peso A porção de 45 gramas custa R$ 0,42, o quinto na lista, atrás da costelinha suína R$ 0,93 por 43 gramas, couve (80 gramas) a R$ 0,74, carne seca (23 gramas) a R$ 0,72 e paio (23 gramas) a R$ 0,53. O custo total para a composição de um prato de feijoada em casa em junho ficou em R$ 5,65.

Outro prato no cardápio da Fipe que não leva feijão e mesmo assim seu custo de preparação não se diferencia muito do arroz com feijão, contrafilé e fritas é a macarronada. Essa aparece no cardápio das famílias pelo menos duas vezes na semana: nas quintas-feiras e domingos. Os maiores custos na composição do prato não são o macarrão espaguete, cuja porção de 100 gramas custa R$ 0,60. É o molho de tomate (170 gramas) a R$ 1,80. Em seguida vem o queijo ralado (15 gramas) a R$ 1,58, seguido pela carne moída acém (50 gramas) a R$ 0,82.

No filé de pescada branca com purê e legumes, o maior peso fica para a pescada (135 gramas) a R$ 2,46 em valor de junho. O queijo ralado (6,6 gramas) custava R$ 0,70 e a batata (95 gramas) a R$ 0,58. É outro prato que não leva feijão e cujo custo de preparação em casa fica em R$ 5,02.

O feijão aparece no topo da lista dos itens mais caros só na sopa de feijão. Neste prato, são usadas 100 gramas do grão a um custo de R$ 0,94 por prato. O segundo maior peso vem do alho (10 gramas), a R$ 0,44, e o terceiro vem das 10 gramas de bacon que vão na sopa, a R$ 0,24.

“O risco da alta de preços não é o conjuntural e sim o estrutural”, afirma Chagas. Ele acredita que pode se repetir agora o que ocorreu em 2008, quando o preço do feijão saiu de R$ 2 o quilo para R$ 9 e quando caiu foi para R$ 6 o quilo. E agora, de acordo com o coordenador da Fipe, há ainda a pressão da perda de área de plantio do feijão para a soja.

Mas de modo geral, segundo Chagas, o susto com o preço de alguns produtos em determinados momentos tem mais a ver com a percepção da inflação pelo consumidor, por conta de uma variação muito grande de um item com muito peso, mesmo que a inflação agregada não esteja tão elevada.

*Estadão Conteúdo

Dilma diz que Cunha chorou ‘lágrimas de crocodilo’


 Dilma diz que Cunha chorou ‘lágrimas de crocodilo’ (Foto: Roberto Stuckert Filho/ PR)

A presidente afastada Dilma Rousseff disse, no início da noite desta sexta-feira (08/07), que o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha chorou “lágrimas de crocodilo” durante o anúncio de sua renúncia. Num evento organizado por grupos de mulheres “em defesa da democracia” em São Paulo, Dilma voltou a dizer que Cunha agiu por vingança ao aceitar o pedido de impeachment.

“Ele cometeu ato de vingança com quem não aceitou a chantagem”, disse. “O Cunha agora chora lágrimas de crocodilo”. Dilma voltou a dizer que o presidente interino Michel Temer é “golpista e usurpador” e que não tem “capacidade moral” de ocupar o Planalto.

“Querem que sejamos belas, recatadas e do lar” disse. “Não abrimos mão do bela, mas o resto é preconceito”.

A presidente fez um discurso forte e conectado com as defesas de movimentos de mulheres presentes ao encontro e disse que não “entrega o jogo”.

No final, ela desceu do palco da Casa de Portugal, localizada no bairro da Liberdade, para cumprimentar a plateia que não estava lotada, apesar de cerca de 500 pessoas não terem conseguido entrar e acompanharam o discurso por telões estalados do lado de fora do prédio.

Mais cedo, Dilma havia participado de um encontro promovido pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) na Grande São Paulo, em que criticou cortes no Minha Casa Minha Vida.


Verba da educação é desviada para compra de 184 cabeças de gado na Bahia, diz PF


A verba desviada dos cofres da Prefeitura de Mirangaba, no Centro-Norte baiano, serviu para comprar ao menos 184 cabeças de gado. O prefeito, Dirceu Mendes Ribeiro (PDT), é o principal suspeito de desviar o dinheiro destinado à educação do município, segundo a Polícia Federal.

De acordo com a chefe da Delegacia de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros (Delecor), Luciana Matutino Caires, agentes da PF encontraram comprovantes da posse de 184 cabeças de gado e 14 fazendas, em nome de terceiros, na casa de Dirceu. A polícia ainda não sabe o valor de todos os animais, mas ao menos dez deles foram comprados por R$ 125 mil.

A ação fez parte da Operação Misore, que investiga como os envolvidos no desvio lavavam o dinheiro. “Ele (o prefeito) adquiria gados em nome de terceiros e colocava para pastar em fazendas também de terceiros. Era ele, no entanto, que pagava impostos dessas propriedades”, explica a delegada.  Embora a polícia já tenha confirmado um desvio de ao menos R$ 300 mil, esse valor pode chegar a R$ 800 mil.

(Foto: Divulgação/PF)

O dinheiro foi desviado do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). A polícia realizou em 2015 uma grande operação, chamada de Águia de Haia, para prender suspeitos que desviavam recursos do Fundo.

Na ocasião, sem mandado de prisão, Dirceu foi preso em flagrante por porte ilegal de arma. Ele foi liberado após pagamento de fiança.

A polícia também apreendeu um cofre na casa de Dirceu. Ele será aberto na segunda-feira (11). Ao todo, a polícia cumpriu 17 mandados de busca e apreensão em Mirangaba e Campo Formoso. Foram 14 fazendas, duas casas e uma farmácia.

*CORREIO

Justiça solta pastor Felipe Heiderich: ‘loucura’, diz Bianca Toledo


O juiz Paulo César Vieira Carvalho Filho, 17ª Vara Criminal, concedeu liberdade para o Felipe Garcia Heiderich, ex-marido da pastora Bianca Toledo. Ele está preso desde a última terça-feira (5), o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, por suspeita de abusar do enteado de 5 anos. A expectativa é de que ele saia da penitenciária neste sábado (9).

Foto: Reprodução

Segundo o advogado do pastor, Leandro Meuser, a decisão saiu na tarde desta sexta-feira (8), após pedido da defesa e do Ministério Público do Rio (MP-RJ). Segundo o Jornal Extra, a conclusão do inquérito pela delegacia na véspera de sua prisão, suspenderia a necessidade da prisão temporária. O juiz que aprovou a soltura é o mesmo que, decretou a prisão temporária de 30 dias para o pastor. O pastor terá algumas medidas restritivas, mas o advogado informou que não há necessidade dele ficar preso. Felipe ficará proibido de se aproximar de Bianca e da criança.

Segundo o Extra, ele também será monitorado por tornozeleira eletrônica. As medidas cautelares foram solicitadas pelo Ministério Público.

Advogado divulgou a concessão da liberdade em perfil no Facebook

Foto: Reprodução

De acordo com informações, a pastora Bianca se encontra arrasada com a decisão da justiça e falou que agora está preocupada com a segurança dela e da criança. “É uma loucura a Justiça desse país. Estou conversando com os meus advogados. Minha única preocupação é com a minha segurança e a segurança do meu filho”, desabafou ao Extra.

Por meio da assessoria do Tribunal de Justiça do Rio, o magistrado explicou a prisão temporária só vale durante a fase de inquérito. “A partir do momento que o Ministério Público ofereceu a denúncia, o inquérito foi encerrado. Ressalto que o MP-RJ não pediu a prisão preventiva, mas somente medidas cautelares. Assim, determinei o monitoramento eletrônico e que o réu fique proibido de se aproximar da criança e da mãe”.


Capital baiana terá portais de segurança nos Jogos Olímpicos


A capital baiana terá portais de segurança nos Jogos Olímpicos Rio 2016 para garantir a segurança do público e dos competidores. Salvador receberá as seleções de futebol do Brasil, México, Fiji, Alemanha, Coréia, Japão, Suécia e Dinamarca, para partidas que vão acontecer na Arena Fonte Nova de 4 a 13 de agosto.

Essa é a primeira vez que o equipamento é usado em um evento esportivo internacional em Salvador (Foto: Amanda Oliveira/GOVBA)

O coordenador das ações de segurança dos Jogos Olímpicos em Salvador, coronel da Polícia Militar Marcos Oliveira, disse que em relação à segurança pública, a intenção é reeditar o sucesso obtido, em 2014, durante a Copa do Mundo e, em 2013, na Copa das Confederações.

Segundo Oliveira, haverá revistas minuciosas e, para isso, serão instalados os portais de segurança com detectores de metal nas vias de acessos ao estádio. Essa é a primeira vez que o equipamento é usado em um evento esportivo internacional em Salvador.

Para montar o esquema de segurança, a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP) utilizará 3.531 homens e mulheres, entre profissionais da Polícia Militar (2.635), Corpo de Bombeiros (518), Polícia Civil (215) e Departamento de Polícia Técnica (163).

Além dos policiais e portais, haverá reforços tecnológicos, como unidade móvel do Centro Integrado de Comando e Controle. De acordo com o coronel, a unidade vai servir como um controlador de todas as ações no entorno da Fonte Nova. Alem disso, tudo estará interligado ao Centro Integrado de Comando e Controle Regional, que vai funcionar dentro do novo Centro de Operações e Inteligência da Secretaria de Segurança Pública.