Equipe da Prefeitura executa manutenção na iluminação no distrito de Mapele

Uma equipe de iluminação pública da Prefeitura Municipal de Simões Filho chegou ao distrito de Mapele. Os serviços de instalação ou reposição de luminárias troca de braços, reatores, sensores e manutenção na rede aconteceram na Avenida Principal e nas Ruas Direta, Túnel e Jenipapeiro. A ação de melhoria da iluminação conta com a participação da … Leia Mais


Everton Paim chama atenção de vereadores pela ausência na leitura do projeto e pediu prudência nas palavras dos parlamentares

O vereador veterano na câmara de vereadores do município de Simões Filho, Everton Paim (PSD), utilizou a tribuna da Câmara na sessão extraordinária realizada nesta terça-feira (16), para chamar atenção da falta de alguns vereadores na leitura do projeto enviado do poder executivo para apreciação. Chateado ele não poupou suas críticas construtivas e pediu cautela … Leia Mais


Eunápolis: Criança de dois anos morre engasgada com pedaço de carne

Uma criança de dois anos morreu após se engasgar com um pedaço de carne, enquanto almoçava, na tarde de terça-feira (15), no povoado de Mundo Novo, no município de Eunápolis, no sul da Bahia. Segundo informações da Polícia Civil, a menina, identificada como Hadassa Gomes Reis, almoçava com a mãe, quando se engasgou. Os familiares … Leia Mais


13º Yahweh Shammah acontece em Simões Filho de 20 a 26 de janeiro 2019

O 13º Yahweh Shammah, em Simões Filho, está previsto para acontecer entre 20 e 26 de janeiro. O evento irá contar com grandes atrações gospel do cenário nacional, além das bandas locais que também irão abrilhantar a grande celebração. O evento, com sete dias de louvor e adoração, chega a sua 13ª edição, com algumas … Leia Mais


Prefeitura de Simões Filho realiza 5 mil procedimentos em parceria com Odonto Sesc

Em parceria com Odonto Sesc, a Prefeitura de Simões Filho, que fica na Região Metropolitana de Salvador (RMS), intensifica atendimento de saúde bucal e, em três meses, foram realizados mais de 5 mil procedimentos. “Os atendimentos em parceria Odonto Sesc seguem até março, intensificando e oportunizando a ampliação dos atendimentos que já são realizados nas … Leia Mais


O Pensador: “Ninguém joga pedra em uma árvore que não dar frutos” diz prefeito Dinha


O prefeito de Simões Filho, Dinha Tolentino, na manhã desta terça-feira (15), ao promover o Lançamento da Copa Interbairros de Futebol de Campo, durante pronunciamento garantiu que apesar do “tempo curto” para finalizar o mandato, vai se empenhar e trabalhar para realizar a maioria das ações do Plano de Governo, além disso, disse ter conhecimento de que é “muito cobrado”, entretanto, destacou que “ninguém joga pedra em uma árvore que não dar frutos”.

“Se estão jogando pedras é porque a árvore está cheia de frutos”, disse o prefeito. Ele garantiu que irá avançar com a requalificação de praças esportivas. “Sabemos como se encontram os campos de futebol e nós vamos dar uma resposta”, pontuou.

Ainda de acordo com Tolentino, “as críticas tornam o homem mais forte, porque sejam elas, construtivas ou destrutivas, tem a capacidade suficiente para avaliá-las, filtrar e tornar a crítica em uma arma poderosa de transformação para o povo de Simões Filho”.

Com um tom de resposta aos opositores, o alcaide ao manifestar a “importância do esporte como ferramenta de transformação”, acrescentou que “esses dois anos que restam do seu governo, aqueles que estavam pensando que o grupo político deixaria o esporte da forma como foi encontrado em 2016”, a resposta é que “hoje quase 2 mil crianças fazem esporte e têm a oportunidade de ter uma vida melhor, graças a ação deste governo”.

O Gestor Municipal ainda reconheceu que como ser humano “erra e falha”, mas salientou sua vontade avançar no desenvolvimento do município.

“Eu sei que tenho falhas e erros, mas eu quero da nossa Simões Filho, da Boa Terra e da Boa Gente, a cidade que as pessoas possam se orgulhar, a cidade que as pessoas possam tirar uma foto e enviar para o seu parente e dizer: Eu moro em Simões Filho”,

O alcaide incentivou a mobilização amistosa e pacífica em que o esporte tem a capacidade de promover.

“Vamos dar as mãos, vamos movimentar de Mapele a Pitanga de Palmares, de Ilha de São João a Santo Antônio do Rio das Pedras, e em todos os lugares de Simões Filho, vamos mostrar que esta é uma cidade de paz, de um povo acolhedor, trabalhador, ordeiro e o esporte tem esta finalidade”, conclui.


Vereador Deni da Metalúrgica solicita aumento de postos de atendimento para biometria em Simões Filho


Durante sessão extraordinária na Câmara de Vereadores de Simões Filho, na manhã desta quarta-feira (16), o vereador Denilson das Neves Santos, popular, Deni da Metalúrgica (PSD), solicitou ao presidente, vereador Orlando de Amadeu (PSDB), um posicionamento do Legislativo Municipal para aumentar os postos de atendimentos de cadastramento biométrico na cidade.

“Nós temos dois pontos de atendimento, e mesmo assim, corremos o risco de não conseguir cadastrar o eleitorado em sua totalidade. O povo está acordando 3h da manhã e não está conseguindo fazer a biometria”, declarou o parlamentar.

O vereador revelou estar preocupado, já que entre os municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS), Simões Filho, ainda possui o menor percentual de biometrizados, 26,55%, dos 78.988 eleitores. O prazo para o cadastramento biométrico é até o dia 22 de fevereiro.

“Precisamos nos ater a esta situação porque o povo de Simões Filho está preocupado em está na legalidade com a Justiça eleitoral e ao mesmo tempo dar o voto aos candidatos”, acrescentou o edil.

O presidente da Câmara, Orlando de Amadeu, disse que se antecipou e fez um ofício solicitando que nos bairros mais distantes do município, como já existe internet nas escolas, que o Cartório Eleitoral pudesse ver a possibilidade de atender a demanda. “Irei sim mais uma vez levar esta mensagem da Câmara de Vereadores para que possamos acelerar o processo biométrico”.

Atualmente o atendimento está sendo realizado no Mini Shopping Nilmar, na Rua C, número 60, no Loteamento Encanto das Árvores, Centro, próximo ao Tabelionato de Notas e no Fórum, Av. Altamirando de Araújo Ramos – S/N, das 8h às 16h, por ordem de chegada.

Os eleitores devem comparecer ao posto de atendimento, tendo em mãos: RG, CPF, Título de Eleitor e comprovante de residência (água, luz ou telefone). Quem já se cadastrou não precisa comparecer.


“Hospital da morte”: Irmão de Nilton Novaes morre após pegar bactéria no Hospital Geral de Camaçari (HGC)


O empresário e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Simões Filho, Nilton Novaes, denunciou na manhã desta quarta-feira (16), em uma rádio da Região Metropolitana de Salvador (RMS), o Hospital Geral de Camaçari (HGC), após a morte de seu irmão, que segundo ele, morreu após contrair bactéria no dedo. Revoltado, Novaes classificou o HGC como: “Hospital da Morte”.

Segundo Nilton, seu irmão conhecido como Alan fotógrafo, deu entrada na unidade no dia 21 de dezembro 2018, para fazer uma pequena cirurgia do dedo grande do pé, mas com a falta de estrutura higiênica do HGC, seu irmão acabou contraindo uma bactéria que se espalhou pela corrente sanguínea e o estado de saúde do paciente começou a regredir.

“Meu irmão entrou para fazer uma pequena cirurgia no dedo grande do pé, mas infelizmente, foi contaminado dentro desse Hospital e após atingir o pulmão, a bactéria se alastrou para o sangue gerando uma contaminação generalizada”, disse.

Bastante abalado, Nilton Novaes revelou ainda que seu parente deu entrada no HGC para fazer a cirurgia e também precisava de exames cardíacos, com doppler e avaliação do sangue no local, mas infelizmente não fizeram os exames”, acrescentou.

Ainda conforme relato do ex-secretário, ele disse ainda que teve que retirar o paciente do Hospital, no entanto, revelou de forma espantosa que não existia um cárdio para condução do paciente. Nilton disse que o HGC só tinha um cárdio que retornaria após as férias no mês de fevereiro, e com isso, seu irmão ficou impossibilitado de sair da Unidade de Saúde.

“Meu irmão ficou muito agitado e por isso teve que ir para a emergência, um local muito revoltante. Aquele local é um mau cheiro terrível, sem ventilação e todos os doentes em um só lugar. Ao lado de meu irmão tinha uma pessoa com tuberculose e com isso tudo, ele acabou se contaminando”, lamentou Nilton que ainda disse que em conversa com diversos funcionários, foi informado que a maioria dos óbitos é por conta da contaminação.

Nilton muito indignado com a triste situação, pediu ajuda aos vereadores de Camaçari para interceder ao prefeito Elinaldo um posicionamento, já que aquela Unidade não é do município.

“Acho que nesse momento a população de Camaçari, o prefeito e os vereadores podem intervir para chegar até o Governo do Estado para que as pessoas que estiverem na fila da morte, deixem de morrer”.

“Nós estamos colocando isso a público porque primeiro precisamos fazer utilidade, um ato de salvar a Unidade e estamos definindo se vale a pena ou não entrar com a ação judicial, porque isso não vai trazer a vida do meu irmão”, finalizou.


Pagamento de abono salarial para nascidos em janeiro e fevereiro começa nesta quinta-feira (17)


Começa a ser pago nesta quinta-feira (17) o abono salarial PIS do calendário 2018-2019, ano-base 2017, para os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em janeiro e fevereiro. O PIS é pago na Caixa Econômica Federal.

Também será liberado o Pasep, que é pago para servidores públicos por meio do Banco do Brasil, para quem tem final da inscrição 5.

A estimativa da Secretaria do Trabalho, do Ministério da Economia, é que mais de R$ 2,8 bilhões sejam pagos a aproximadamente 3,4 milhões de trabalhadores.

De acordo com o calendário, os nascidos entre janeiro e junho receberão o PIS no 1º trimestre. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 28 de junho, prazo final para o recebimento.

O valor do abono varia de R$ 83 a R$ 998, dependendo do tempo em que a pessoa trabalhou formalmente em 2017.

Tabela PIS 2018-2019 — Foto: Reprodução

Tabela PIS 2018-2019 — Foto: Reprodução

Tabela Pasep 2018-2019 — Foto: Reprodução

Tabela Pasep 2018-2019 — Foto: Reprodução

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2017. É preciso ainda estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2017.

Trabalhadores da iniciativa privada retiram o dinheiro na Caixa Econômica Federal, e os servidores públicos, no Banco do Brasil. É preciso apresentar um documento de identificação e o número do PIS/Pasep.

No caso do PIS, para quem é correntista da Caixa, o pagamento é feito 2 dias antes do restante dos outros trabalhadores. Já no caso do Pasep, o crédito em conta para correntistas do Banco do Brasil será efetuado a partir do 3º dia útil anterior ao início de cada período de pagamento.

Valor depende dos meses trabalhados

O valor do abono é associado ao número de meses trabalhados no exercício anterior. Portanto, quem trabalhou um mês no ano-base 2017 receberá 1/12 do salário mínimo. Quem trabalhou 2 meses receberá 2/12 e assim por diante. Só receberá o valor total quem trabalhou o ano-base 2017 completo.

Por exemplo, se o período trabalhado foi de 12 meses, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 998). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 83), e assim sucessivamente.

Rendimentos do PIS

De acordo com a Caixa, quando o saque do PIS não é efetuado, o valor é incorporado ao saldo de quotas. Ao final do exercício financeiro (28 de junho), após a atualização do saldo, os rendimentos são disponibilizados para saque no novo calendário. Os rendimentos variam conforme o saldo existente na conta do PIS vinculada ao trabalhador.

Para saber se tem direito e como sacar

Para sacar o abono do PIS, o trabalhador que possuir Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação.

Informações sobre o PIS também podem ser obtidas pelo telefone 0800-726-02-07 da Caixa. O trabalhador pode fazer uma consulta ainda no site www.caixa.gov.br/PIS, em Consultar Pagamento. Para isso, é preciso ter o número do NIS (PIS/Pasep) em mãos.

Os servidores públicos que têm direito ao Pasep precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, precisam procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil.

G1


Revoltados, moradores do bairro da Pitaguinha em Simões Filho reclamam da falta de água há mais de 15 dias


O abastecimento de água em alguns bairros do município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), está comprometido há cerca de quinze dias, segundo um morador do bairro da Pitanguinha.

Em contato com a reportagem do Mapele News, na noite desta terça-feira (15), o morador reclamou da situação insustentável e criticou veemente, a falta de respeito da empresa de abastecimento de água (Embasa).

Ainda de acordo com os moradores, em contato com a Embasa, a empresa alegou não ter conhecimento da falta de água nas localidades, mas que todas as segundas- feiras realizam manutenção.

Ainda de acordo com o morador, a falta do líquido precioso tem prejudicado as comunidades da Pitaguinha, Nova, Pitaquinha Velha, Cova da Gia, Largo do Saruim, além do Cia I e II, Conjuntos Habitacionais Universitário 1 e 2, localizados na Vida Nova, e Coroa da Lagoa.

“Têm localidades que estão há mais de 15 dias sem cair água direito, o que está acontecendo? – questiona o morador.
Ele criticou ainda a Embasa, interrogando sobre o porquê da falta de água, se aos moradores estão pagando pelo serviço. “Vocês vão abater depois no recibo?”, indagou o morador revoltado com a situação.

Uma munícipe disse que a maior revolta é justamente pelo valor absurdo que é cobrado por um serviço, que na maioria das vezes não é eficaz.

“Se fosse cobrado apenas os dias em que o abastecimento de água realmente acontece com certeza o valor dos recibos seriam mais baratos”, disse. “Ao contrário disso, as pessoas costumam pagar caro e quase sempre precisam carregar água em baldes ou até mesmo comprar água mineral para o consumo diário. Sem falar nas taxas de esgoto e saneamento que algumas vezes chegam a ser abusivas”, acrescentou.

A reportagem do Mapele News tentou entrar em contato com a Embasa para esclarecer a situação da falta d’água, mas até o fechamento da matéria não teve resposta.