Obra de contenção na Ilha de São João chega em sua etapa final

A Prefeitura de Simões Filho informou nesta quinta-feira (21), que a  intervenção e contenção da encosta no bairro de Ilha de São João, realizada com recursos próprios, está chegando em sua etapa final. De  acordo com o alcaide, o município vem alcançando avanços em diversas áreas. “Estamos realizando essa obra com recursos próprios e para quem mora no local, sabe … Leia Mais


Padrasto é suspeito de engravidar criança de 10 anos em Minas Gerais

A Polícia Civil de Minas Gerais abriu um inquérito para investigar um caso de estupro contra uma menina de 10 anos, em Governador Valadares. O principal suspeito é o padrasto da criança, que está grávida de gêmeos. Ele é considerado foragido. A denúncia foi feita pela mãe da menina, que também espera um filho do … Leia Mais


Fábrica de vacinas da Oxford/Astrazeneca na Índia é atingida por incêndio


O Instituto Serum, fábrica indiana responsável pela produção da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela universidade de Oxford/Astrazeneca, foi atingida por um incêndio. De acordo com informações da imprensa local o fogo não afetou os imunizantes.

Reportagem do portal Uol indica que ainda não há informações sobre vítimas. Inicialmente o que se sabe é que o incêndio atingiu dois andares do Terminal 1, onde está sendo construída uma nova fábrica.  O Corpo de Bombeiros está no local para o controlar o fogo.

O Brasil está tentando importar 2 milhões de doses da vacina produzida no Instituto Serum. A Anvisa aprovou o uso emergencial do imunizante no último domingo (17). 

Na semana passada, o governo federal preparou um avião para buscar esses imunizantes, mas o governo indiano não liberou as doses, sob argumento de que só faria isso após início da vacinação no país, que ocorreu no sábaod (16). 

Nesta semana, a Índia anunciou que ia começar a exportação de vacinas, mas não colocou o Brasil entre as prioridades.

Bahia Noticias


Vitória bate o Guarani e sai da zona de rebaixamento


O Vitória fez a lição de casa e conseguiu vencer o seu segundo jogo longe de Salvador no Brasileirão Série B. Em um momento imprescindível, onde praticamente todos os adversários diretos tropeçaram na 36ª rodada, o Leão triunfou diante do Guarani, por 2 a 1, na tarde desta quarta-feira, 20, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. Léo Ceará marcou os dois gols do Rubro-Negro e o volante Marcelo, ex-Vitória, anotou para o Bugre.

rubro-negro terá uma semana para se preparar para o compromisso seguinte. Na próxima terça-feira, 26, o Vitória recebe o Botafogo-SP, dentro do estádio Manoel Barradas, pela 32ª rodada do certame. A equipe de Ribeirão Preto ocupa a vice lanterna da Segundona e possui chances remotas de permanência na competição.

O jogo

O Leão começou dando as cartas na partida. Logo aos 5 minutos, Matheus Frizzo levantou a bola na área, Matheusinho ajeitou de cabeça para Léo Ceará, de peixinho, abrir o placar no estádio Brinco de Ouro. Apesar do início eletrizante, os minutos seguintes foram de domínio campineiro. Três minutos depois, Eliel teve a chance para o Bugre, mas finalizou mal.

Aos 14, Bruno Sávio tentou do meio da rua e mandou por cima da meta rubro-negra. O terceiro ‘golpe’ do Guarani foi fatal. Aos 17, Lucas Crispim bateu escanteio e a bola passou por todo mundo até sobrar no pé do volante Marcelo, que fuzilou as redes do goleiro César e fez valer a ‘Lei do Ex’, empatando a partida em Campinas.

O Vitória seguia com dificuldade na partida, com as linhas de meio-campo bastante espaçadas e uma marcação pouco apertada. Dessa forma, o Guarani começou a dominar as ações da partida e até conseguia por vezes agredir a defesa do Leão, mas geralmente sem muito perigo para a meta defendida pelo goleiro rubro-negro.

Já próximo do fim do primeiro tempo, o técnico Rodrigo Chagas conseguiu ajustar a marcação e viu o Vitória conseguir equilibrar a partida. Aos 37, após trama ofensiva pelo lado esquerdo, o lateral Rafael Carioca recebeu de Lucas Cândido e arriscou de fora da área, mas mandou por cima do gol defendido pelo goleiro Gabriel.

A resposta do Guarani apareceu aos 40, depois de Murilo Rangel mandar a bola na área e ela passar por todo mundo até raspar a trave do goleiro Cesar, indo pela linha de fundo. O Bugre parecia que tinha perdido o gás nos minutos finais da etapa inicial. Já nos acréscimos, o lateral-direito Van saiu em velocidade e levou todo o time campineiro, mas adiantou demais na hora de concluir, o que resultou no fim do primeiro tempo com o placar igual.

Segundo tempo

As equipes voltaram sem mexidas do intervalo e, dessa vez, a primeira chance de perigo surgiu do lado do Guarani. Depois de Lucas Crispim arriscar de fora da área e passar perto do travessão da meta do Leão. Aos 6 minutos, Léo Ceará recebeu lindo passe de Fernando Neto e quase desempatou para o Vitória, mas o goleiro Gabriel parecia estar inspirado e cresceu diante do vice artilheiro do campeonato.

A dupla composta por Fernando Neto e Léo Ceará estava afiada. Em bola levantada pelo meia, o centroavante saiu cara a cara com Gabriel, que, novamente, se agigantou e defendeu com os pés o que seria o segundo gol do time baiano.

No lance seguinte, em cobrança de escanteio, aos 11, Lucas Crispim derrubou o zagueiro Wallace na área e foi expulso pelo segundo cartão amarelo. Na cobrança, Léo Ceará encheu o pé e desempatou a partida no Brinco de Ouro, marcando seu 16º gol no Brasileirão Série B e também o segundo dele na partida.

Com um jogador a mais na partida, o Vitória precisou apenas saber administrar o resultado. Aos 16, o técnico Rodrigo Chagas fez duas mexidas, saindo o zagueiro Wallace para a entrada de Maurício Ramos, e tirando o atacante Matheusinho para colocar o lateral-esquerdo Leocovick. Com essa última mexida, Rafael Carioca acabou avançando para compor o setor de meio-de-campo.

Posteriormente, aos 25, ainda saíram o meia Fernando Neto e o atacante Alisson Farias, para colocar os meias Dudu e Marcelinho. Com amplo domínio na faixa central do campo, o Vitória parecia optar por não agredir os donos da casa. Em contrapartida, com um jogador a menos, o Bugre parecia não ter mais forças para ameaçar a meta do goleiro Cesar.

Nos minutos finais, quem teve a chance de marcar foi o Vitória, novamente com Léo Ceará. Já aos 49 minutos da etapa final, após avanço rápido pela esquerda de Leocovick e cruzamento que o centroavante tentou concluir de primeira, mas terminou pegando de mal jeito e mandou para fora. Assim, quando o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães ergueu os braços, o Leão havia findado o jejum de seis jogos sem vencer e deixado a zona de rebaixamento.

A tarde

 


Bahia supera o Athletico-PR, volta a ganhar na Série A e deixa a zona da degola


O torcedor do Bahia finalmente pôde comemorar um triunfo na noite desta quarta-feira, 20. Foram dez partidas, contando todas as competições, sem sair de campo com o resultado positivo. Pelo Brasileirão, foram oito. A última vitória do Esquadrão pelo certame nacional foi no dia 16 de novembro de 2020, contra o Curitiba. O placar construído na Fonte Nova, diante do Athletico-PR, foi magro, de 1 a 0. Porém, foi o suficiente para o Tricolor deixar a zona de rebaixamento.

Também marcou a primeira vez em oito partidas que a equipe sai de campo sem sofrer gol. A última vez foi no jogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, em 1º de dezembro, contra o Unión Santa Fé, na Argentina. Na ocasião, o duelo terminou 0 a 0.

Além do Athletico, o Bahia também teve de enfrentar as ausências de Gilberto e Daniel, dois dos principais jogadores do clube na temporada. O primeiro, inclusive, já estava recuperado da Covid-19, mas não pôde atuar por conta do protocolo da CBF.

O time treinado por Dado Cavalcanti volta a campo no próximo domingo, dia 24, contra o Sport. O clássico nordestino também é confronto direto na luta para fugir do Z4.

Pouco produtivo

O Tricolor até chegou a ter algum ímpeto de marcar o gol nos minutos iniciais. Aos seis minutos, Índio Ramírez avançou aos trancos e barrancos e cruzou para Fessin na pequena área, mas a zaga tirou antes de o atacante finalizar.

Contudo, esse indício de ofensividade não se concretizou com o passar do tempo. Aos 19, Pedro Henrique cortou cobrança de escanteio e Nino Paraíba tentou de cabeça da entrada da área, para fora.

Defensivamente, ao menos, o Tricolor não proporcionou chances ao adversário. A questão é que a ausência de lances perigosos não ocorreu apenas de um lado.

 


Simões Filho registra 14 casos de Covid em 24 horas


A cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, voltou a registrar  nesta quarta-feira, 20/01, 14 novos casos da Covid-19, em 24h. Segundo dados do boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura Municipal, no total desde o início da pandemia, 2.659 pessoas contraíram a doença no município.

O poder público municipal segue alertando a população acerca da importância das medidas preventivas como lavar as mãos com água e sabão ou uso de álcool gel 70% e máscara de proteção individual.

Ainda de acordo com o Boletim Epidemiológico, 5.281 casos suspeitos foram descartados, 131 aguardam resultado do exame, 2.544 casos já estão recuperados da doença e 68 vieram a óbito.

Os últimos casos confirmados foram:

CIA 1: 1 Masculino e 2 Feminino;

GOES CALMON: 1 Masculino;

CENTRO: 2 Masculino e 1 Feminino;

PITANGUINHA: 1 Masculino e 1 Feminino;

P.PARADA: 1 Feminino;

SIMÕES FILHO 1: 1 Feminino;

ILHA DE SAO JOAO: 1 Feminino;

VIDA NOVA: 1 Masculino;

CRISTO REI: 1 Masculino.

CIA 1- 419; CENTRO- 334; CIA 2- 180; PITANGUINHA- 230;S.FILHO 1- 121; CESAR BORGES- 57;KM 25- 192; KM 30- 120;ILHA SÃO JOAO- 57; PARQUE CONTINENTAL- 63;MAPELE- 54; PONTO PARADA- 260;VIDA NOVA- 88; ARATU- 32;COTEGIPE- 21; SANTO ANTONIO DO RIOS DAS PEDRAS- 52;EUCALIPTO- 87; JARDIM RENATÃO- 16;ESTRADA CANDEIAS- 46; PALMARES- 38;COVA DA GIA- 05; CRISTO REI- 65;GOES CALMON- 29; SANTA ROSA- 18;SÃO MIGUEL- 09; ENGENHO NOVO- 24;QUILOMBO RIO DOS MACACOS: 10; SÃO JOSÉ- 03;GUERREIRO- 02; SANTA LUZIA- 01;PITANGA DE PALMARES- 07; DANDA- 02.


Profissionais de saúde em Simões Filho seguem sendo vacinados


Segundo dia de vacinação para os trabalhadores de Saúde contra a COVID-19 em Simões Filho, cidade da Região Metropolitana de Salvador (RMS). Nesta quarta-feira (20), a ação foi realizada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e no Hospital Municipal.

A cidade recebeu mil doses da vacina e após finalizar a primeira remessa, ficará no aguardo de mais doses, que também serão disponibilizadas pelo Ministério da Saúde, para finalizar a primeira etapa do Plano de Vacinação.

Para o prefeito Dinha Tolentino é um momento de alegria e afirma que seguirá trabalhando até que toda a população seja vacinada.

“Estamos seguindo as orientações do Ministério da Saúde e vacinando os trabalhadores que estão à frente no combate ao Coronavírus. Profissionais que diariamente se dedicam para salvar. Estou muito contente com o avanço da ciência e seguiremos trabalhando muito para garantir que a vacina chegue a toda população”, disse Dinha.