Em vídeo, vereador Sandro Moreira volta a provocar adversários: “a oposição está preocupada e totalmente desesperada”

Em vídeo divulgado na manhã desta quinta-feira, 22/10, o vereador e 1ª vice-presidente na Câmara de Simões Filho, Sandro Moreira (PSL), manteve a possibilidade de concorrer a uma cadeira no Legislativo Municipal (à reeleição). “Estamos aqui para dizer à população simõesfilhense que continuamos candidato à reeleição para vereador em Simões Filho”, diz o candidato do PSL. Bacharel em Direito, Dr. … Leia Mais


Com R$ 15 mil na cueca, candidato a vereador é preso

Prática de guardar dinheiro nas partes íntimas está virando moda durante as eleições deste ano. Visto isso, o candidato Edilvan Messias dos Santos (PSD de Sergipe, foi preso nesta quarta-feira (21) com cerca de R$ 15,3 mil na cueca. A Polícia Militar abordou o carro onde o candidato estava com a esposa e, ao revistar, … Leia Mais



Simões Filho registra 1.810 casos da Covid-19


 

Simões Filho registra 1.810 casos da Covid-19, de acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (22). O poder público municipal segue alertando a população acerca da importância das medidas preventivas como lavar as mãos com água e sabão ou álcool gel 70%; Uso de máscara de proteção individual; Ao tossir ou espirrar, cubra o nariz e a boca usando a dobra do braço.

Até o momento, 3.931 (três mil novecentos e trinta e um) casos suspeitos foram descartados, 54 (cinquenta e quatro) aguardam resultado do exame. 1.448 (mil quatrocentos e quarenta e oito) dos 1.810 (mil oitocentos e dez) casos confirmados já estão recuperados da doença e 64 (sessenta e quatro) vieram a óbito.

Os últimos casos confirmados foram:

Centro: 2 femininos (um recuperado e um em isolamento domiciliar);

Cristo Rei: 1 masculino (isolamento domiciliar);

Vida Nova: 1 feminino (isolamento domiciliar);

Ponto Parada: 1 masculino e 1 feminino (isolamento domiciliar).

Mesmo antes de registrar casos confirmados da Covid-19, a Prefeitura já desenvolvia ações preventivas contra a doença, capacitando profissionais de saúde e adotando medidas de preservação da vida. Vale lembrar que o município instalou a Unidade de Enfrentamento ao Coronavírus, com 22 leitos clínicos e o equipamento de apoio, além de habilitar mais duas unidades de atendimentos, que contam com leitos de retaguarda instalados no Hospital Municipal e UPA, para melhor atender a população.

CIA 1 – 283; CIA 2 – 114; Simões Filho 1 – 83; KM 25 – 135; Ilha de São João – 40; Mapele – 44; Vida Nova – 71; Cotegipe – 19; Eucalipto – 54; Estrada de Candeias – 33; Cova da Gia – 4; Goes Calmon – 20; Lot. São Miguel – 9; Quilombo Rio dos Macacos – 10; Guerreiro – 2; Pitanga de Palmares – 7; Centro- 208; Pitanguinha – 150; Cesar Borges – 45; KM 30 – 79; Parque Continental – 43; Ponto Parada – 186; Aratu – 23; Santo Antônio do Rio das Pedras – 35; Jardim Renatão – 11; Palmares – 24; Cristo Rei – 52; Santa Rosa – 11; Engenho Novo – 9, Lot. São José – 3, Santa Luzia – 1 e Dandá – 2.

 


Regularização Fundiária: Indicação que beneficia distritos de Mapele, Cotegipe, Santa Luzia, Ilha de São João e Aratu é aprovada na Câmara


O Plenário do Legislativo Municipal aprovou por unanimidade durante a 59ª Sessão Ordinária realizada na terça-feira, 20, a Indicação nº 291/2020, de autoria do vereador Manoel Carteiro (Republicanos), que solicita ao Executivo a regularização fundiária nos distritos de Mapele, Cotegipe, Santa Luzia, Ilha de São João e Aratu, além de outras proposições de demais vereadores incluídas em pauta na Ordem do Dia.

Com a aprovação da Indicação nº 291/2020, imóveis em situação irregular nas localidades citadas poderão ser regularizados, o que atende a uma reivindicação antiga da população. A proposição visa à implantação de medidas jurídicas, urbanísticas, ambientais e sociais necessárias para que o Executivo possa fazer a regularização fundiária com a finalidade de incorporar os núcleos urbanos irregulares ou informais ao ordenamento territorial urbano e passar as escrituras dos imóveis aos proprietários.

“Além dos procedimentos de regularização documental que garantem o título de propriedade em benefício dos ocupantes, o processo de regularização fundiária deverá contemplar a análise das condicionantes sociais e ambientais, bem como a identificação das intervenções físicas que serão necessárias para assegurar as condições dignas de ocupação e consolidação da área no contexto de uma cidade sustentável, de modo a garantir a função social da propriedade e o bem-estar da população. Do ponto de vista patrimonial, histórico ou ambiental, a regularização fundiária também se faz necessária como meio para promover a legalização e incorporação de áreas de interesse ao patrimônio público ou privado, para isso, são necessárias providencias de regularização para identificar, delimitar, avaliar e legitimar o processo de aquisição/ domínio dessas áreas”, diz o texto da proposição.

Neste sentido, o parlamentar defende a regularização fundiária com o objetivo de regularizar judiciária e urbanisticamente o domínio dos imóveis nas referidas localidades citadas. Conforme o edil, a ação trará benefícios, do ponto de vista ambiental e social, aos moradores que poderão registrar e regularizar a situação imobiliária para que os mesmos possam obter o título de sua propriedade e solicitar financiamento junto às instituições financeiras, públicas e privadas para realizar melhorias em suas moradias com acesso aos serviços básicos de saneamento, distribuição de água e energia elétrica, além de inclusão dos lotes nos cadastros municipais, como também transacionarem os imóveis por meio da lavratura de escritura, proporcionando o endereçamento residencial às moradias, o que não se verifica nos dias atuais.

“Esta indicação é importante para os distritos de Mapele, Cotegipe, Santa Luzia, Aratu e Ilha de São João, pois essas comunidades não têm o benefício sequer de poder comprar ou vender uma casa via financiamento porque não existe documento. O pessoal só tem o documento de compra e venda. Como comprar uma casa em Simões Filho se não tem uma escritura? Através desta Indicação, são inúmeros os benefícios que vão chegar para essas comunidades que têm uma agricultura forte. Os agricultores que não tem uma garantia quando vão ao banco para ter acesso aos créditos, ainda mais os de áreas agrícolas de Mapele, Cotegipe, Santa Luzia, Aratu e Ilha de São João, pois quando chega na porta do banco eles informam que só tem como garantia o documento de compra e venda, que não tem valor. A nossa cidade está presa em algumas situações e poderia estar melhor, mas vamos lutar e fazer com que este projeto venha acontecer em nossa cidade para dar dignidade as pessoas”, afirmou Carteiro.

No que depender do parlamentar, os esforços serão empenhados para aplicar a legitimação fundiária nos núcleos urbanos consolidados. “Os distritos de Mapele, Cotegipe, Santa Luzia, Ilha de São João e Aratu merecem uma atenção e um olhar especial neste sentido. Estou certo que o Executivo poderá nos ajudar nesse processo de regularização”, reforçou Carteiro.

A Regularização Fundiária consiste no conjunto de medidas jurídicas, urbanísticas, ambientais e sociais que visam à regularização de assentamentos irregulares e à titulação dos ocupantes, em conformidade com a Lei n° 11.977/2009, de modo a garantir o direito social à moradia, o pleno desenvolvimento das funções sociais da propriedade urbana e da cidade e o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado.

O processo de regularização fundiária é mediante a intervenção do Poder Público na propriedade privada ou pública em decorrência de evidente interesse social, a fim de legalizar a permanência de possuidores em áreas urbanas ocupadas.


‘Transformar vacina em questão política ou ideológica é um crime’, critica ACM Neto


O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), criticou nesta quarta-feira (21) a politização em torno do debate sobre a vacina contra a Covid-19. A declaração foi dada após o presidente Jair Bolsonaro dizer que não compraria o imunizante produzido por uma fabricante chinesa, menos de 24 horas após o Ministério da Saúde anunciar assinatura de protocolo de intenções para adquirir 46 milhões de doses do produto.

Ao falar sobre o assunto, Neto pediu que políticos fiquem de fora do debate sobre a vacina, deixando o assunto para a comunidade científica.

“Não dá para transformar a questão da vacina em questão política ou ideológica. Isso aí seria um crime contra o povo brasileiro. Como se trata de análise muito técnica, não é o presidente, o governador de São Paulo, o prefeito de qualquer cidade que tem que dar opinião sobre vacina. É uma questão técnica, a opinião precisa ser dada pela comunidade científica. Político não tem que se meter nisso, tem que ficar fora do debate”, defendeu.

Em reunião na semana passada com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), Neto sinalizou interesse em adquirir para Salvador doses da vacina rejeitada por Bolsonaro, chamada de Coronavac. A atitude do presidente de não comprar o imunizante tem plano de fundo político.

Além de resguardar interesses do aliado Donald Trump, presidente dos EUA que disputa a hegemonia geopolítica mundial com a China, a vacina é feita no Brasil em parceria com o Instituto Butantan, entidade pública do governo paulista. O estado, por sua vez, é governador por Doria, um dos principais desafetos políticos do presidente brasileiro. Bolsonaro teme que o adversário se captalize politicamente em cima da Coronavac.

Para Neto, se a vacina dos chineses tiver eficácia comprovada, o importante é disponibilizá-la para a população, independentemente de sua procedência. “Se tiver eficácia comprovada, não importa se é da China, dos Estados Unidos, do Reino Unido, o que temos é que disponibilizar a vacina. A comunidade científica não é besta, ela não vai convalidar qualquer posicionamento político. Se a vacina da China tiver a eficácia comprovada, a comunidade científica vai ser a primeira a validar”, defendeu.

Bahia Noticias


Eduardo Alencar propõe melhorias na pavimentação asfáltica e infraestrutura de Simões Filho


O candidato a prefeito pela coligação “Nada Resiste ao Trabalho”, composta pelos partidos PP, Solidariedade, PT, PSB, Podemos, PCdoB, PV, Avante e PTC, Eduardo Alencar (PSD), propõe melhorias na infraestrutura do município de Simões Filho.

A gestão de Eduardo Alencar vai priorizar a pavimentação asfáltica da cidade. “Vamos pavimentar as ruas de diversos bairros da malha urbana de Simões Filho com todos os serviços componentes (drenagem, reforço do subleito, meios fios, contenções, passeios e serviços de sinalização horizontal e vertical)”, frisou o deputado.

Entre as propostas para a infraestrutura da cidade estão ainda a Operação “Tapa-Buracos”; a construção de ciclovias; e construção de contenções de encostas, em áreas de riscos, entre outros. “Vamos trabalhar para construir ligações importantes para a cidade”, disse. Av. ACM à Av. Paulo Souto; Km-30 à Rua A em Simões Filho I; Campo do Vasco à BA 093; Av. Elmo Serejo Farias à BR 324 – via Polivalente e o Km 30 à Av. Orlando Moscoso, paralelo ao Canal da Av. Tiradentes. “Além disso, vamos recuperar e concluir a Estrada do Lobão”, garantiu.

Assessoria de comunicação do candidato


Auxílio emergencial: sétima parcela começa a ser paga nesta segunda-feira


A sétima parcela do auxílio emergencial no valor de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família) começa a ser paga nesta segunda-feira, 19, para 16,3 milhões de beneficiários do programa Bolsa Família. O auxílio é uma das ações no enfrentamento da pandemia da Covid-19 (novo coronavírus).

O calendário de pagamentos segue a ordem do dígito final do número do NIS, sempre nos 10 últimos dias úteis do mês. Nesta segunda, receberão os beneficiários com NIS de final 1.

Os cadastrados no programa via Cadastro Único, aplicativo e pelo site do auxílio emergencial, estão recebendo a sexta parcela e vão receber as demais do auxílio emergencial e extensão de R$ 300 de acordo com calendário dos Ciclos criado pelo Ministério da Cidadania.