No Brasil, 98 milhões de pessoas ainda não têm acesso à internet

Foto: AG A TARDE Embora o número de usuários da internet no mundo tenha mais do que triplicado em dez anos, 4,2 bilhões de pessoas ainda não têm acesso à rede. Isso representa 60% da população mundial, segundo relatório do Banco Mundial divulgado na quarta-feira (13). No Brasil, 98 milhões de pessoas não têm acesso … Leia Mais


Produção de cerveja teve queda de 2% em 2015

A produção de cervejas sofreu queda de produção de 2% em 2015 em comparação com o ano anterior. Um levantamento feito pelo Sicobe, a pedido da Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (Cervbrasil), apontou que no ano passado foram produzidos 13,8 bilhões de litros da bebida no país. No período, a inflação medida pelo Índice … Leia Mais


Brasil exporta milho para África do Sul com risco de tempestade

O Brasil está exportando milho para a África do Sul, um tradicional exportador do cereal que sofre com uma seca relacionada ao fenômeno El Niño, em um momento em que o país sul-americano busca novos mercados para sua crescente produção. O Brasil exportou 321.662 toneladas de milho para a África do Sul em 2015, ante … Leia Mais


Crise: Desemprego em 2016 será pior do que no ano passado, dizem economistas

Os brasileiros enfrentaram o fechamento de postos de trabalho em 2015, em decorrência das dificuldades econômicas no país. Em 2016, o cenário pode se repetir, segundo avaliação de especialistas.Para o vice-diretor da Faculdade de Economia da Universidade Federal Fluminense (UFF), Renaut Michel, a taxa de desemprego no Brasil deverá continuar crescendo em 2016, por causa … Leia Mais


Para analistas, crise pode alcançar 2018

O cenário político brasileiro para este ano tem apenas duas certezas: as instituições estão funcionando e a crise que ameaça os mandatos da presidente Dilma Rousseff e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), não arrefecerá. Essa é a avaliação de estudiosos ouvidos pelo Estado sobre o que restou de bom de 2015 e o … Leia Mais


Dilma sanciona com vetos lei que eleva tributo sobre vinho e eletrônicos


A presidente Dilma Rousseff sancionou uma lei que aumenta a cobrança do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre bebidas quentes, como vinho, cachaça e outros destilados. Também foi suspendida a isenção concedida por dez anos de algumas tarifas a computadores, smartphones, notebooks, tablets e roteadores. A lei foi sancionada com sete vetos.

O texto prevê o pagamento de alíquota cheia de PIS e Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) para os itens de informática a partir deste mês, durante todo o ano de 2016.

A nova lei foi publicada em edição extra do “Diário Oficial da União” editada na quinta-feira (31). A medida faz parte do pacote de ajuste fiscal do governo e busca aumentar a arrecadação de valores.

Com a mudança na lei, o IPI incidente sobre as bebidas quentes será calculado com uma alíquota sobre o valor do produto, não mais sobre um valor fixo por determinada quantidade produzida.

Um parágrafo que definia alíquotas máximas do IPI para os produtos foi vetado por Dilma.

Fonte: CORREIO