Governo anuncia medidas de crédito para injetar R$ 83 bilhões na economia

Para impulsionar a produção e recuperar o crescimento, o governo anunciou nesta quinta-feira (28) medidas de estímulo ao crédito que injetarão R$ 83 bilhões na economia. Algumas ações de estímulo foram anunciadas mais cedo pela presidenta Dilma Rousseff, no encerramento da reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão. A medida que, segundo … Leia Mais


Empresa italiana assina protocolo para investir R$ 440 milhões na Bahia

Os municípios baianos de Brumado e Dom Basílio deverão ampliar cerca de 600 empregos diretos em obras civis e 11 postos de trabalho, após assinatura de Protocolo de Intenções que vai garantir a instalação de três parques eólicos pela Companhia Italiana de Energias Renováveis. A empresa investirá R$ 440 milhões. Na Bahia, a Enel já … Leia Mais


Pagamento extra na conta de luz irá diminuir em fevereiro

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou, nesta terça-feira (26), a criação de um novo patamar para as bandeiras tarifárias, que poderá baratear a conta em 3% para todos os consumidores do país. No próximo mês, o consumidor de energia elétrica deve receber em sua conta de luz o sinal de bandeira vermelha patamar … Leia Mais


Correios lançam novo edital para iniciar oferta de telefonia celular

Correios busca diversificar as atividades e novas fontes de receita (Foto: Divulgação) Os Correios anunciaram que lançaram um novo edital para tentar tirar do papel o projeto de explorar os serviços de telefonia móvel como operadora virtual, chamada de MVNO (Mobile Virtual Network Operator). Nesse formato, a estatal usará a infraestrutura de uma operadora contratada, … Leia Mais



Após corte de 30 mil terceirizados, Petrobras pode demitir mais trabalhadores


A Petrobras deve anunciar mais demissões de funcionários terceirizados em breve, segundo a jornalista Mônica Bergamo. A estatal já cortou 30 mil trabalhadores contratados sob este regime, e restam apenas 200 mil. Dentre eles, 160 mil atuam em serviços externos, como obras. Os demais trabalham dentro da empresa. Ainda de acordo com a colunista da Folha de S. Paulo, a Petrobras deve cortar parte das suas 6 mil gerências. O motivo para as reduções nas despesas é a queda do preço do petróleo, que acontece desde 2015. Esta semana, as ações da estatal operaram em baixa na bolsa de valores e foram cotadas a menos de R$ 4,50 na última terça-feira (20). O preço era o menor desde 2003. (BN)


Organização da ONU prevê 700 mil desempregados no Brasil em 2016


Do total de trabalhadores que passarão a integrar as estatísticas do desemprego em 2016, segundo a OIT, 700 mil serão brasileiros. Arquivo/Agência Brasil

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) prevê que o número de desempregados crescerá em 2,3 milhões de pessoas em todo o mundo este ano e em 1,1 milhão em 2017. Ou seja, em dois anos, 3,4 milhões de pessoas a mais farão parte do contingente global de desempregados.

Do total de trabalhadores que passarão a integrar as estatísticas do desemprego em 2016, segundo a OIT, 700 mil serão brasileiros. Os dados estão no relatório World Employment and Social Outlook – Trends 2016 (Emprego no Mundo e Perspectiva Social – Tendências 2016), divulgado hoje (19) pelo organismo multilateral.

Segundo a OIT, que é vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU), as estimativas se baseiam nas projeções mais recentes de crescimento econômico. Na avaliação da entidade, a desaceleração econômica global ocorrida em 2015 tende a causar um impacto atrasado sobre os mercados de trabalho em 2016, resultando em um aumento nos níveis de desemprego, particularmente nas economias emergentes. A entidade destacou principalmente as economias da Ásia e América Latina.

Especificamente na América Latina, a OIT informou que o Brasil, “maior economia da região”, está “entrando em uma severa recessão”. Conforme o organismo, o fenômeno de queda na atividade econômica no país e em outras economias emergentes reflete “uma combinação do declínio em preços de commodities (produtos básicos com cotação internacional) e fatores estruturais”. Como principal problema estrutural na América Latina, foram citados os baixos ganhos em produtividade.

O organismo acrescentou que a economia asiática foi afetada pelo crescimento mais fraco do que o esperado na China, combinado ao menor preço das commodities. “Em 2015, o crescimento econômico da China caiu para abaixo de 7% (para 6,8%) pela primeira vez em mais de duas décadas”.

Segundo previsão da OIT, a China terá um acréscimo de 800 mil no número de pessoas desempregadas, sendo 400 mil em 2016 e 400 mil em 2017. As informações são da Agência Brasil


Governo vai editar decreto para conter gastos de custeio e investimento


Na semana de reunião do Banco Central para decidir a nova taxa de juros, a equipe econômica deve editar na próxima segunda-feira (18) decreto limitando os gastos de custeio e investimento do governo em janeiro e meados de fevereiro a um doze avos (1/12).

Ou seja, o governo quer determinar que, neste período, os ministérios gastem apenas aquilo que estão autorizados a fazer mensalmente, sem extrapolar nas suas despesas.

Segundo técnicos, o decreto provisório tem o objetivo de sinalizar que o governo não vai permitir que as despesas estourem os limites do Orçamento na busca de tentar cumprir a meta de superavit primário de 0,5% do PIB (Produto Interno Bruto).

O Palácio do Planalto é obrigado a editar um decreto provisório sobre os gastos do governo quando o Orçamento ainda não foi aprovado pelo Congresso, como ocorreu no ano passado. Neste, porém, a decisão de editar o decreto é para sinalizar ao mercado a disposição de controlar os gastos em 2016.

O decreto provisório ficará em vigor até que o governo faça o bloqueio definitivo de gastos para cumprir a meta de superavit primário deste ano, o que deve ocorrer na segunda metade do mês que vem. As informações são da Folha de S. Paulo


Cinco selos valem duas lâmpadas que economizam 83% de energia; troca começa segunda (18)


A troca envolverá lâmpadas LED de 9,5W ou 10W, que iluminam na mesma intensidade do que uma lâmpada incandescente de 60W

Cinco selos por duas lâmpadas LED. Começa na próxima segunda-feira (18) a promoção Junte e Troque, uma parceria do CORREIO com a Coelba. Para participar os leitores devem juntar cinco selos que serão publicados diariamente no jornal, entre os dias 18 e 24 de janeiro, e apresentar a conta da Coelba do mês de dezembro de 2015 paga.

De acordo com a Coelba, a troca envolverá lâmpadas LED de 9,5W ou 10W, que iluminam na mesma intensidade do que uma lâmpada incandescente de 60W. Segundo o gestor de eficiência energética da empresa, Daniel Sarmento, as lâmpadas incandescentes são ineficientes e consomem muita energia. “O consumo de uma lâmpada LED de 10 watts é 83% menor do que uma lâmpada incandescente de 60 watts, por exemplo, e tem uma durabilidade média de 17 anos”, afirmou.

Em um mês, duas lâmpadas incandescentes de 60W que funcionem por quatro horas diárias consomem juntas 14,4 KW e custam, na conta, em torno de R$ 8,35. No caso das fluorescentes compactas, esse consumo é 3,6 KW, a um custo aproximado de R$ 2,10. Substituindo por lâmpadas LED, a economia é ainda maior: 2,4 KW. Na conta, o preço cai para R$ 1,40.

Nas lojas de materiais elétricos de Salvador, cada lâmpada de LED custa aproximadamente R$ 25. Por meio da promoção Junte e Troque, o leitor do CORREIO economiza pelo menos R$ 50 com a troca das lâmpadas e ainda sente um alívio no bolso com a redução do seu consumo energético mensal. Economizar energia significa também reduzir o impacto ambiental. “Com a economia, podemos acionar menos as [usinas] termelétricas, que utilizam combustíveis não renováveis, como diesel, gás natural e óleo”, explicou Sarmento.

Os selos serão numerados de 01 a 05 e terão cores diferentes. Durante dois dias, o CORREIO publicará ainda mais dois selos-coringa. Para realizar a troca, o leitor deve apresentar a conta de dezembro paga e juntar cinco selos de cores e números diferentes, sem repetições. É possível utilizar os selos-coringa para substituir qualquer selo numerado. Os selos-coringa também não podem ser iguais.

A troca deve ser feita pelo titular da conta ou por um representante, com uma   autorização e a cópia do RG do titular, no estande  da Coelba no piso L2 do Salvador Shopping, entre 25 de janeiro e 3 de fevereiro, no horário de funcionamento do shopping. Os selos vão trazer ainda dicas de economia.

Fonte: correio24horas


No Brasil, 98 milhões de pessoas ainda não têm acesso à internet


Foto: AG A TARDE

Embora o número de usuários da internet no mundo tenha mais do que triplicado em dez anos, 4,2 bilhões de pessoas ainda não têm acesso à rede. Isso representa 60% da população mundial, segundo relatório do Banco Mundial divulgado na quarta-feira (13). No Brasil, 98 milhões de pessoas não têm acesso à internet. O País é o 7º com o maior número de pessoas offline.

Índia e China lideram o ranking. Em número de usuários, o Brasil é o 5º da lista. “A internet continua indisponível, inacessível e fora do alcance econômico para a maioria da população mundial”, diz o documento. O estudo menciona que apenas 31% da população dos países em desenvolvimento tinham acesso à internet, em comparação com 80% nos países de renda alta, pelos dados de 2014.

O documento afirma que os benefícios da rápida expansão digital estão sendo melhor aproveitados por “pessoas de maior renda, qualificadas e influentes”.

O estudo também estima que 5,2 bilhões de pessoas no mundo têm um celular. “Entre os 20% dos domicílios mais pobres, quase sete de cada 10 têm telefone celular. É mais provável que as residências mais pobres tenham mais acesso a celulares do que a sanitários ou água potável”, diz o Banco Mundial.

Mesmo assim, 2 bilhões de pessoas ainda não têm o aparelho e cerca de 500 milhões estão em áreas sem sinal de telefonia móvel. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.