Brasil segue EUA e deixa de apoiar ONU contra Covid-19

Apenas o Brasil, os Estados Unidos e outros 12 países, entre os 193 membros da Organização das Nações Unidas (ONU), deixaram de patrocinar o acordo de cooperação internacional que visa garantir o acesso global à medicamentos, vacinas e equipamentos médicos para enfrentar a pandemia de coronavírus. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, … Leia Mais




Isolado politicamente, Bolsonaro chora e busca apoio

O presidente Jair Bolsonaro está isolado politicamente  tem dado demonstrações de fragilidade emocional na condução da crise do coronavírus e buscado refúgio no setor militar para tentar retomar o controle do governo. A informação é do jornal Folha de São Paulo. De acordo com a publicação, em pelo menos uma ocasião recente, ele chorou na … Leia Mais


Otto recomenda que Bolsonaro procure um psiquiatra: “Não tem equilíbrio”

senador Otto Alencar (PSD) teceu críticas contra o governo Bolsonaro diante da pandemia do coronavírus. O parlamentar concedeu entrevista ao programa “Jornal da Cidade II Edição, com José Eduardo”, veiculado na Metrópole FM. Na ocasião, recomendou que o presidente procure um psiquiatra. “Ele é portador de TOC, Transtorno Obsessivo Compulsivo”, alfinetou, na noite desta segunda-feira … Leia Mais


“A conta dos cadáveres será colocada no colo dele”, diz Rui Costa sobre atitudes de Bolsonaro


O governador Rui Costa (PT) voltou a criticar as atitudes do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia enfrentada pelo mundo. Durante uma entrevista à revista Fórum no final da manhã desta segunda-feira (30), Rui pediu seriedade e uma postura que fosse “correspondente a de um presidente da República”.

“A situação é muito dramática no mundo todo. A diferença é que temos um presidente que brinca com a vida das pessoas. Eu fiz curso de economia e sociologia, não de psiquiatria, para entender o que se passa na mente dessas pessoas. A sensação que eu tenho é que ele quer causar o caos para, depois, adotar medidas da cabeça dele”, comentou.

O governador também aproveitou para criticar a saída de Bolsonaro do Palácio da Alvorada no domingo (29), descumprindo recomendações sanitárias da própria pasta da Saúde. O presidente fez um passeio por cidades satélites de Brasília, aglomerando pessoas e descumprindo o distanciamento.

“Enquanto nós presenciamos líderes do mundo inteiro falando com sobriedade, com seriedade neste momento, fazendo recomendações sérias, a gente vê o presidente do Brasil brincando. O que os governadores e cada brasileiro querem é que, definitivamente, ele sente na cadeira de presidente da República e trate as coisas com responsabilidade. Não é com comportamentos condenáveis, como os de ontem. Quando um presidente sai tocando as mãos das pessoas, aglomerando pessoas. Quer dizer, é um péssimo exemplo pro mundo inteiro. Isso nos causa vergonha. A conta dos cadáveres será colocada no colo do presidente”, completou.

Por: Nilson Marinho


Neto fala de união com Rui e pede apoio federal: “Quem está na ponta somos nós”


O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), falou sobre o momento de união entre a Prefeitura municipal e o governo do estado, comandado por Rui Costa (PT). Em coletiva, na manhã desta terça-feira (24), o democrata falou sobre os esforços conjuntos para evitar o avanço dos casos de coronavírus e afirmou que “não é hora de pensar em política”.

“Agora a gente tem que deixar qualquer tipo de divergência de lado e temos que dar as mãos, trabalhar no enfrentamento ao coronavírus e preservar a vida das pessoas. Neste sentido, a Prefeitura também está mobilizada para se juntar ao esforço do governo na oferta de novos leitos de UTI. Temos de imediato, 55 leitos já mapeados e preparados para receber pacientes e a meta da prefeitura é poder ofertar até 250 leitos na capital”, disse.

O prefeito ainda falou sobre a criação de programas locais para apoiar as pessoas mais pobres, que não poderão trabalhar por conta da pandemia. Ele também cobrou mais agilidade do governo de Jair Bolsonaro no apoio aos estados e municípios brasileiros no enfrentamento do Covid-19.

“Fazer um apelo ao governo federal que possa ter mais agilidade e trabalhe de maneira mais integrada com estados e municípios, porque quem está na ponta somos nós. O cara que está lá em Brasília decidindo, ele pode até tomar uma decisão correta, mas depende de quem está na ponta, que é a Prefeitura e o governo do estado”, completou.

O democrata ainda falou que é possível que haja suspensão no funcionamento do comércio de rua. “O objetivo de tudo isso é manter as pessoas em casa. E nós vamos ao limite do que for necessário e do que tiver na competência e possibilidade de execução da Prefeitura”, finalizou.

Valera Noticias

 


Deputada simõesfilhense Kátia Oliveira faz balanço do seu primeiro ano de mandato na ALBA


A deputada estadual Kátia Oliveira (MDB) fez um balanço de seu primeiro ano de mandato na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) e destacou sua produtividade parlamentar ao longo de 2019. Estreante no Legislativo estadual, Kátia Oliveira apresentou 34 proposições, sendo 24 indicações, 5 moções, 4 projetos de lei e 1 requerimento ao longo do ano.

“Foi um ano intenso, de muito trabalho. Cheguei ao fim 2019 muito feliz e orgulhosa de tudo que fizemos. Nas nossas propostas, buscamos beneficiar as áreas essenciais, como saúde, educação e segurança, visando melhorar a vida das pessoas que mais precisam. Ao mesmo tempo, tivemos uma forte atuação de campo, indo às localidades, conhecendo os problemas e buscando soluções para eles. Tivemos, como diz o ditado popular, que gastar muita sola de sapato”, enfatizou a deputada.

Dentre as propostas, ela destaca o projeto para instituir a ‘Campanha Estadual Maria da Penha’, a indicação para a implantação de uma Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) em Simões Filho e a construção do Adolescentro também em Simões Filho, mas com a possibilidade de expansão para todo o estado.

Outra proposta de Kátia Oliveira, o projeto de lei que beneficia idosos, mulheres e pessoas com deficiência foi aprovado pela ALBA. O texto permite que estes grupos possam desembarcar fora do ponto de ônibus, entre 22h às 5h, no sistema de transporte coletivo intermunicipal. “Já em nosso primeiro ano de mandato conseguimos aprovar um projeto de lei de extrema relevância para estes grupos, que acabam ficando mais vulneráveis”, frisou.

Para o próximo ano, a deputada garante que o objetivo é intensificar os trabalhos. “Chego a 2020 com a mesma determinação de quando iniciei meu mandato em 2019. Pretendo continuar minha luta em defesa dos direitos das mulheres, por mais saúde, educação, segurança e infraestrutura para todos os baianos, especialmente aqueles que mais precisam dos serviços do estado. Sigo com voz ativa em defesa da Bahia”, afirmou Kátia Oliveira.


Bolsonaro pesca peixe com cerca de 15kg em Salvador; veja vídeo


De folga durante os festejos de fim de ano, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está na Base Naval de Aratu, na praia de Inema, em Salvador. Como planejado, ele aproveitou o período para pescar.

Segundo o jornal Correio, o capitão pescou um peixe com cerca de 15kg na tarde desse sábado (28). Um vídeo mostra que ele precisou até da ajuda de funcionários para retirar o animal da água.

O presidente curte a passagem na base militar, já apreciada por outros ex-presidentes petistas como Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, com a filha caçula, Laura. Sua esposa, a primeira-dama Michelle Bolsonaro, não o acompanha na viagem – ela ficou em Brasília para realizar uma cirurgia, que, segundo o capitão, é “coisa besteira”.

Redação:  Bahia Noticias


Bolsonaro diz que teve perda parcial de memória após queda


Após receber alta hospitalar na última terça-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro disse que perdeu a memória parcial após sofrer uma queda.

“Eu perdi a memória parcial, hoje de manhã eu comecei a recuperar muita coisa e agora estou bem. Eu não sabia, por exemplo, o que tinha feito no dia de ontem. Cai de costas, escorreguei para frente e cai de costas”, disse o presidente em entrevista à TV Bandeirantes.

Bolsonaro explicou que voltou para casa e teve um dia agitado, com “muitos despachos”. Durante o dia, o presidente recebeu o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Jorge Antônio de Oliveira, e o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

A Secretaria de Comunicação da Presidência se pronunciou através de nota, e disse que o presidente foi “reavaliado pela equipe médica , tendo recebido alta hospitalar com orientação de repouso no Palácio da Alvorada”.

Bahia Noticias