Confira 11 maneiras gratuitas de aprender e aprimorar idiomas na internet

A rotina corrida e crise econômica podem ser empecilhos para quem quer iniciar um curso. Mas, quando o assunto é estudar um novo idioma, a internet e um smartphone podem ser aliados, trazendo um mundo de possibilidades a qualquer momento. De aplicativos a canais no Youtube, confira 11 maneiras gratuitas de aprender e aprimorar idiomas … Leia Mais





Hacker consegue desviar R$ 95 mil de conta de Câmara de Vereadores na Bahia

A Câmara de Vereadores de Brumado, no Sudoeste baiano, teve R$ 95 mil desviados da conta por um hacker. O desvio aconteceu no último dia 28 de março e foi percebido durante a utilização do sistema financeiro que o Legislativo municipal adota. “Apareceu uma tela de atualização no sistema pedindo para digitarmos informações, o que não … Leia Mais


Stephen Hawking previu fim do universo 2 semanas antes de morrer


O físico britânico Stephen Hawking, falecido em 14 de março, apresentou duas semanas antes de sua morte um estudo em que estabeleceu as bases teóricas da existência de um universo paralelo e previu o fim da existência de nosso universo.

Segundo a edição The Sunday Times, Hawking foi coautor de um trabalho matemático cujas últimas revisões foram aprovadas em 4 de março. A publicação será publicada oficialmente em uma reconhecida revista científica depois da aprovação final.

A investigação revelou de que maneira a humanidade poderia detectar a evidência experimental do chamado multiverso (múltiplos universos), indicando as ferramentas matemáticas necessárias para que uma sonda espacial seja capaz de descobrir sua existência. Além disso, previu que o destino final de nosso universo é desaparecer eventualmente na escuridão, à medida que todas as estrelas esgotarem sua energia.

Thomas Hertog, coautor do estudo, assegurou que esta teoria deve “transformar a ideia de multiverso em um quadro científico comprovado”. Hertog, professor de física teórica da Universidade de Leuven (Bélgica) revelou que se reuniu pessoalmente com Hawking para obter a aprovação final antes de enviar o documento à revisão.

“Se tais provas tivessem sido encontradas enquanto foi vivo, [Stephen Hawking] teria sido distinguido com o Prémio Nobel, que há muito desejava”, informou a publicação. Infelizmente, o prêmio não é atribuído postumamente.

Stephen Hawking foi considerado por muitos como um gênio único e o físico mais brilhante desde Albert Einstein. Entretanto, algumas das descobertas científicas teóricas que realizou no campo da cosmologia e especialmente no estudo dos buracos negros não puderam ser confirmadas por dados de observação, o que o afastou da possibilidade de ganhar um Nobel.  Com informações do Sputnik Brasil.


WhatsApp lança versão do aplicativo voltada para negócios


O WhatsApp já é usado amplamente por pessoas comuns, profissionais liberais e empresários de todos os tipos. A empresa anunciou nesta quinta-feira (18), o lançamento de um novo aplicativo gratuito, o WhatsApp Business, voltado para negócios.

A nova ferramenta digital foi desenvolvida como solução dedicada a esse mercado como um canal de comunicação entre negócios e clientes para atender as necessidades das pequenas e médias companhias.

Com o novo aplicativo, o WhatsApp ganha uma edição dedicada a pequenos e médios negócios, que teria como principal destaque manter conversas com um perfil específico e legítimo para falar de negócios e passar informações pessoais.

O aplicativo permite destacar a conta como um “perfil empresarial” e colher estatísticas para entender se as estratégias de comunicação das empresas funcionam.

De acordo com um comunicado do WhatsApp, “mais de 80% dos pequenos empresários na Índia e no Brasil dizem que o WhatsApp os ajuda a se comunicar com clientes”.

A versão do app está disponível gratuitamente para download em celulares Android na Indonésia, Itália, México, Reino Unido, Estados Unidos, e chega ao Brasil e outros países nas próximas semanas.

A criação do novo aplicativo no mercado digital representa a primeira grande mudança no uso do app, desde que a empresa foi comprada pelo Facebook, em 2014. Na época, não estava claro como a companhia de Zuckerberg iria lucrar com o aplicativo de mensagens.


LG anuncia protótipo de TV de 65 polegadas que pode ser enrolada como um pôster de papel


A LG anunciou um protótipo de um display de 65 polegadas, denominado OLED 4K que pode ser enrolado como uma folha de papel. A divulgação da nova tecnologia foi realizada pela empresa durante a CES 2018.

Como explica a empresa, a TV dobrável pode ser guardada quando não está em uso, abrindo espaço na parede, além de ser mais facilmente transportada do que os modelos tradicionais.

A princípio, o intuito da LG é apenas demonstrar o protótipo que pode vir a ser vendido no futuro, e não tem data de lançamento da TV dobrável.

A conferência da LG na CES 2018 aconteceu hoje (08), às 14h e trouxe as novidades que a empresa desenvolveu com sua ferramenta de inteligência artificial DeepThinQ, que permitirá conexão entre o consumidor e seus eletrodomésticos e eletrônicos para uma casa totalmente conectada. As inovações têm o objetivo de permitir ao consumidor controlar todos os aspectos dos seus eletro-eletrônicos de casa através de comandos de voz, inclusive utilizando o Assistente Google.

I.P. Park, presidente da LG Eletronics, afirmou que a conectividade e a inteligência artificial serão o foco das inovações que a empresa, com o lançamento da inteligência artificial da LG, a ThinQ.


Facebook lançou Messenger especial para crianças entre 6 e 12 anos


As crianças já não têm de mentir sobre a idade para falar no Facebook. Isto porque no último dia 04, a rede social anunciou o lançamento do Messenger Kids, uma nova aplicação para smartphone criada para crianças entre os 6 e os 12 anos falarem com os amigos e familiares. Tal como o Messenger, pode enviar mensagens de texto ou falar por mensagens de vídeo ou voz.

Para utilizar, porém, as crianças não precisam ter uma conta no Messenger (continua a ser proibido criar uma antes dos 13 anos). São os pais que definem os amigos e familiares com quem os filhos falam através da sua própria versão da aplicação (e ao introduzir o seu nome de utilizador e palavra-passe).

A empresa diz que a segurança das crianças foi uma prioridade: “Não há anúncios no Messenger Kids e a informação partilhada pelas crianças não é utilizada para anúncios. A aplicação é gratuita e não se pode comprar nada”, lê-se no comunicado sobre a aplicação.

Facebook prevê críticas

O objetivo é dar aos pais “mais controlo” sobre o que os filhos fazem online. De acordo com dados do Facebook, 81% dos pais diz que os seus filhos começaram a utilizar redes sociais entre os oito e os 13 anos. A informação veio de um estudo com cerca de 1200 pais de crianças nos EUA com menos de 13 anos.

A diretora de política global do Facebook citou os números num outro comunicado que antevê (e responde) a algumas críticas. “As crianças entram cada vez mais cedo no mundo online”, escreve a diretora Antigone Davies. “Usam os dispositivos da família – e muitos, com seis ou sete anos, já têm os seus próprios aparelhos”.

A empresa reconhece, porém, que a indústria tecnológica tem de perceber melhor o impacto que tem nas crianças. Vai contribuir com um milhão de dólares para financiar investigação na área. “Esperamos que esta aplicação seja um passo na direção certa”, acrescenta Davies.

Por enquanto a nova aplicação do Facebook apenas está disponível nos Estados Unidos e para iOS. Não é preciso ter um número de telefonia móvel para utilizar. A aplicação (que pode ser instalada num tablet) funciona exclusivamente com ligação wi-fi.

 

 


Facebook lança concorrente do Youtube e Netflix com conteúdo exclusivo; confira


Com a aposta de concorrer com os gigantes do setor, Youtube e Netflix, o Facebook lançou nesta quarta-feira (09) uma plataforma de vídeos streaming com um catálogo exclusivo e especial. O lançamento é a maior aposta da rede social.

Em um primeiro momento, apenas um grupo limitado nos EUA pode acessar o ‘Watch’ por meio do aplicativo da rede social, site e para televisão. De acordo com o portal G1, o Facebook já assinou uma parceira com grandes produtores de conteúdo como BuzzFeed, Vox Media e Group Nine Media.

De acordo com o presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, a novidade vai permitir aos usuários “conversarem e se conectarem com pessoas durante um episódio e aderirem a grupos de internautas que gostam dos mesmos programas, criando comunidades”.