Brasil soma 2º maior número de jornalistas mortos por Covid-19 no mundo


Um levantamento publicado pela Press Emblem Campaign (PEC) nesta terça-feira, 5, revelou que o Brasil é o segundo país do mundo com o maior número de jornalistas mortos por Covid-19.

De acordo com os dados, 602 profissionais da imprensa foram a óbito em todo o mundo durante a pandemia, 303 só na América Latina. A Ásia vem em seguida com 145 mortes, à frente da Europa, com 94, América do Norte, 32, e África com 28 óbitos.

“Devido a sua profissão, jornalistas que vão a campo testemunhar os acontecimentos estão particularmente expostos ao vírus. Alguns deles, especialmente autônomos e fotógrafos, não podem trabalhar em casa remotamente”, afirmou o secretário-geral da PEC, Blaise Lempen.

O maior número de mortos entre jornalistas ocorreu no Peru, com 93 profissionais de mídia mortos pelo coronavírus desde março. Com 55 vítimas, o Brasil aparece no segundo lugar. Índia, com 53 mortos, México, com 45, e Equador, com 42 vítimas, completam o top 5 dos países mais afetados. Com 37 jornalistas mortos, a Itália é o país europeu mais atingido.

A Tarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *