Balanço geral: Chuva provoca alagamentos e desabamentos em Salvador, Lauro de Freitas e Simões Filho


A chuva que atingiu Salvador, Lauro de Freitas e Simões Filho, provocou diversos transtornos nas cidades. Na madrugada deste sábado (11), até por volta das 8h da manhã, foram registradas 46 ocorrências. Destas, 30 foram por alagamento de imóveis, 10 desabamentos de terra, 1 desabamento de muro.

Ocorreram também 1 desabamento parcial de muro, 2 árvores caídas e 1 com ameaça de queda. Não há registro de feridos em nenhuma das ocorrências.

A Defesa Civil informou que em Salvador, a chuva se concentrou mais nos bairros de Jardim das Margaridas, São Cristóvão, Musssurunga e Itapuã.

Em Lauro de Freitas, também foram registrados diversos pontos de alagamento, desde à tarde da sexta-feira (10), quando a chuva começou. Um desses locais foi a Avenida Luiz Tarquínio, uma das principais do município. Além disso, a ponte sobre o Rio Ipitanga, na cidade, foi interditada, porque o nível da água subiu com a chuva.

Ainda segundo Informações sobre Lauro de Freitas, o superintendente Defesa Civil (Codesal), de Lauro de Freitas, Edenilton Félix, conhecido como Russo, declarou ao “BNews” que o município pode declarar situação de emergência em função da forte chuva que atinge a região desde sexta-feira (10). “A gestão municipal está avaliando os danos e fazendo a retirada das famílias de suas casas por meio de barcos. Vamos levar essas famílias para escolas para na próxima segunda-feira encaminhá-las para o aluguel”, declara.

Foram registrados 28mm de chuva até a manhã deste sábado (11). Mas, segundo Russo não há registro de vítimas até o momento. “Vamos nos reunir com a prefeita [Moema Gramacho] para avaliar os danos de decidir se vamos decretar ou não situação de emergência”.

Segundo ele, a Lagoa da Base é uma das regiões mais atingidas. A reportagem também recebeu um vídeo que mostra moradores sendo resgatados com barco na 2° Travessa Mario Ogando da Silva, em Portão.

Russo informa ainda que o situação de emergência se fará necessário para trazer recursos e ajudar na questão dos desabrigados, além de tudo o que venha favorecer a população.

Já na cidade de Simões Filho, a chuva que caiu vem causando transtornos para a população. Bairros da cidade apresentaram diversos pontos de alagamento, quedas de árvores e deslizamento de terras.

Na Rua dos Desabrigados, no Ponto de Parada, Avenida Paulo Souto, no Bairro Eucalipto e KM 30, por exemplo, ficaram intransitáveis, durante a madrugada e com diversos pontos de alagamentos.

Na Rua Teive Argolo, também no Ponto de Parada, diversas casas também foram alagadas. A mesma situação ocorreram em Góes Calmon, Oitizeiro, Simões Filho 1, Campo do Vasco que registraram inundações.

Segundo previsão do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), o tempo deve permanecer nublado com fortes pancadas de chuvas. A temperatura deverá variar entre 20ºC a 26º.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *