Após chuva, prefeitura de Simões Filho (BA) decreta estado de emergência no município


O prefeito Diógenes Tolentino (MDB) decretou neste domingo, (12), estado de emergência por causa das chuvas que estão atingindo ruas e bairros do município de Simões Filho na região metropolitana de Salvador. Este é o segundo decreto publicado em 2 anos de gestão.

Em 2018 o atual prefeito decretou estado de emergência na cidade em consequência da greve dos caminhoneiros.

Na ocasião, Tolentino anunciou o cancelamento da festa de São Pedro, popularmente chamada de Arraiá das Viúvas, prevista para o final do mês de  junho.

Após reunião de balanço com equipe técnica sobre efeitos da chuva que cai desde a sexta-feira (10), em Simões Filho, o prefeito Dinha Tolentino, decretou estado de emergência.

Conforme a Defesa Civil choveu 194 milímetros em 72 horas, o equivalente ao volume de um mês.

O gestor municipal esteve nas ruas, acompanhado pela equipe técnica composta por todas as Secretarias envolvidas, fiscalizando, visitando as localidades e famílias que sofreram de modo mais intenso.

Em sua página nas redes sociais o prefeito revelou:

“Após reunião de balanço com equipe técnica sobre os efeitos negativos da chuva e das atividades que estamos realizando desde a sexta-feira (10), para amparar e acolher aqueles que foram atingidos de forma mais intensa, decretei estado de emergência no nosso município. Não vamos descansar, até que esse mau tempo passe e que as famílias estejam em segurança. As nossas equipes continuam nas ruas, atendendo ao nosso povo e em caso de emergência, acione a Defesa Civil pelos números 199 e 3296 9216”; disse Dinha.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *