Abandonados, moradores fazem manifestação no bairro Cova da Gia, em Simões Filho; “Somos gente e não animais”


Mais uma comunidade do município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) resolveu se reunir, para demonstrar indignação com os diversos problemas que a população local vem sofrendo nos últimos meses.


Na manhã desta quinta-feira (12), um grupo de moradores da Cova da Gia se reuniu para realizar uma manifestação contra a administração do atual prefeito, Diógenes Tolentino. Com cartazes e palavras de ordem a comunidade clamava por melhorias.

Medicamentos nos postos, reforma das escolas, reforma do campo de futebol, retorno do final de linha do transporte coletivo para a Praça da Cova da Gia e mais policiamento no bairro estão entre as principais reivindicações da comunidade.

Em um dos cartazes levantados pelos moradores aparecia a seguinte mensagem: “Prefeito, não queremos muito, queremos apenas que olhem por nós. Somos gente e merecemos respeito. Chega de descaso, agora somos mais fortes, pois nos unimos e prometemos cobrar nossos direitos”.

Outro cartaz solicitando o principal motivo da reivindicação, que é o retorno do fim de linha do transporte, que agora vai somente até o bairro de Pitanguinha dizia: “Somos gente e não animais para se deslocar andando até o condomínio”.

Além dos cartazes e gritos de ordem, os moradores ainda queimaram pneus e fecharam a pista em frente ao condomínio Residencial Palmeiras, que pertence ao programa habitacional Minha Casa, Minha Vida.

De acordo com a moradora Edilane, a atual administração municipal está maquiando a cidade, fazendo paliativos e investindo em propagandas enganosas para ludibriar a população e deixar parecer que está tudo bem.

“Estamos cobrando do prefeito melhorias para a Cova da Gia, porque precisa. Temos uma creche, uma escola que está precisando de reforma verdadeira e não de maquiagem. As ruas estão precisando de manutenção, passeios quebrados, mato invadindo as ruas, as crianças mesmo estão tendo que andar pelo meio da pista, porque não tem um passeio adequado para elas e os pais passarem”, disse ela.

Outra moradora, que preferiu não se identificar com medo de sofrer represália falou que depois de tantas promessas não cumpridas, ela não acredita mais na gestão do prefeito Dinha.

“É tudo maquiagem, mentira e propaganda enganosa. Nós não estamos mais aguentando tantos absurdos. O prefeito só fez prometer que ia mudar a cidade e realmente está mudando, mas para pior”, revelou.

Esta não é a primeira manifestação de moradores realizada nesta semana. Na última terça-feira (10), um grupo de mulheres tomou a chave do motorista após um ônibus escolar atolar, no Oiteiro. As manifestantes disseram que só sairiam de lá depois que o gestor simõesfilhense aparecesse. No entanto, nem na manifestação de terça, muito menos na de hoje o prefeito compareceu pessoalmente para atender os pedidos das comunidades.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *